• Confira a página dos livros

  • Defesa da Fé

  • Baixe o novo livro!

SOBRE MIM

Lucas Banzoli (11/09/1992) é mestre em Teologia pela Faculdade Teológica Batista do Paraná, pós-graduado em História pela Universidade Cândido Mendes, licenciando em História pela Universidade Estadual de Ponta Grossa e tecnólogo em Comunicação Institucional pela Universidade Federal do Paraná. Apaixonado por teologia, é autor de mais de vinte livros cristãos e cinco blogs apologéticos, cujos artigos estão reunidos em um só lugar neste site.

23 de março de 2019

138 O capitalismo é ruim para o mundo?



*Nota: O artigo a seguir é extraído de um dos capítulos do meu segundo livro sobre os 500 Anos da Reforma Protestante, ainda em fase de construção (o primeiro volume você pode conferir aqui). Eu fortemente recomendo a quem se interessar pelo assunto que comece pela leitura desses artigos precedentes:

19 de março de 2019

200 Imperdível: historiadores e teólogos católicos reconhecem que não havia papado na Igreja antiga!



Em fevereiro e março de 2016 eu postei dois artigos sobre historiadores e teólogos católicos que negam o primado do bispo romano nos primeiros séculos (que você pode conferir aqui e aqui). Um ano depois, uma página de apologética católica em espanhol (essa aqui) publicou uma resposta ao meu artigo, que eu só tomei conhecimento há poucos dias através de um amigo hispânico. Nessa resposta, eles basicamente não refutam NENHUM dos historiadores e teólogos católicos citados no artigo, apenas dizem que “não são católicos de verdade” (uma desculpa típica de perdedores, ignorando que esses teólogos e historiadores jamais foram excomungados pela Igreja, e muitos deles continuam sendo extremamente influentes e reconhecidos no meio católico até hoje).

15 de março de 2019

200 Moisés ressuscitou? O monte da transfiguração nos dá a resposta!



A presença de Moisés no monte da transfiguração é rotineiramente usada como um argumento em favor da imortalidade da alma. A alegação é que o espírito ou alma desencarnada de Moisés estaria presente no monte, juntamente com Elias, Jesus e os discípulos. Leiamos o relato de Mateus:

11 de março de 2019

200 Qual igreja protestante é a verdadeira?



Se você já debateu com proselitistas católicos alguma vez, já deve ter ouvido esse “argumento” em forma de pergunta em tom desafiador: “Qual Igreja protestante é a verdadeira?” (claro que a pergunta mesmo não vai vir assim, mas sim algo como: “Qual das duzentas milhões de seitas protestantes de fundo de quintal é a verdadeira???”). Como a maioria desses papistas enfurecidos de internet lastimavelmente funciona como um cd arranhado em uma vitrola quebrada, só sabem repetir, repetir e repetir as mesmas ladainhas de sempre. Por isso, não importa o que esteja sendo debatido: ele sempre vai levar a discussão para duas coisas – a “divisão protestante” e a Sola Scriptura, que funcionam como “cidades de refúgio” às quais eles recorrem na primeira oportunidade que aparece (geralmente quando a situação no debate já é bem desesperadora, e o alerta vermelho de mudar de assunto precisa ser acionado antes que seja tarde).

8 de março de 2019

200 Acompanhe os meus novos vídeos no Youtube



O meu canal no Youtube andava às moscas, parado desde anos atrás, com vídeos bem esporádicos e sem pretensão, mas recentemente decidi voltar com vídeos novos e pretendo manter uma certa regularidade (mais ou menos uns dois vídeos por semana, ou seja, a mesma frequência média do blog, mas em dias diferentes). Pretendo abordar nos vídeos temas que ainda não tratei no blog, ou temas que já tratei mas que serão apresentados de forma mais sucinta, deixando o blog para artigos mais extensos e elaborados. O blog vai continuar sendo a prioridade, mas vou dar mais atenção ao canal daqui pra frente.

4 de março de 2019

200 O falso ensino da autoridade delegada (Ken Cascio)



*Nota: O artigo abaixo foi escrito por Ken Cascio e publicado em inglês neste site. Um leitor chamado Tito amavelmente se dispôs a traduzir o artigo, que é um excelente complemento ao que eu tratei brevemente no artigo sobre a "catolização" das igrejas evangélicas com respeito ao ensino da “autoridade delegada”, muito popular no mundo todo (principalmente através dos escritos de Watchman Nee). Boa leitura!

28 de fevereiro de 2019

200 O capitalismo é o responsável pela desigualdade social?


*Nota: O trecho abaixo é parte do segundo volume do meu livro sobre a Reforma e está conectado ao artigo sobre "Como era o mundo antes do capitalismo", publicado aqui no final do ano passado. Por isso, alguns trechos aqui serão iguais ou parecidos com aquele artigo (principalmente a primeira parte), mas não deixe de ler, porque há informações novas e preciosas. E antes que me pergunte, esse trecho é situado no livro logo após a parte que descreve a pobreza no mundo pré-capitalista, por isso é iniciado assim.

25 de fevereiro de 2019

200 Em que sentido a Bíblia diz que devemos nos sujeitar às autoridades governamentais?



Um dos textos mais conhecidos e debatidos é o que Paulo fala da submissão às autoridades governamentais. Ele está em Romanos 13, que diz:

20 de fevereiro de 2019

200 Cuidado com a “catolização” das igrejas evangélicas

(Não é um papa, mas parece)


31 de outubro de 1517. Martinho Lutero publica as famosas “95 teses”, condenando o inescrupuloso comércio de indulgências. Prometendo um “lugarzinho no Céu” para as almas do purgatório e assegurando o perdão até mesmo para os pecados que ainda seriam cometidos, a Igreja acumulava fortunas e construía a Basílica de São Pedro, às custas do trabalho pesado, do suor e até do sangue do povo. Quinhentos anos se passam. Ligamos a televisão e vemos pastores, bispos e “apóstolos” pedindo dinheiro sem parar, vendendo objetos “ungidos” pela bagatela de um salário mínimo (ou mais), inventando o “trízimo”, lançando praga em quem não é dizimista fiel e ameaçando-os com o fogo do inferno. “Sacrifícios” como a chave da casa ou do carro, cujo propósito é deixar um pastor rico mais rico ainda, enquanto o povo dessas igrejas é esmagadoramente pobre e simples. Por estarmos no século XXI, chega a ser ainda mais escandaloso que a venda de indulgências, que Lutero e os protestantes tanto combateram.

17 de fevereiro de 2019

200 A Igreja Católica adulterou a Bíblia?



Um dos questionamentos que mais voltam aqui de tempos em tempos é esse. “Como você pode garantir que a Igreja Católica, na posse da Bíblia, não reescreveu tudo da forma que quis?”. É importante, antes de tudo, distinguir esse questionamento da Crítica Textual, que é uma coisa séria e que trabalha com base nos milhares de manuscritos neotestamentários sobreviventes na tentativa de reconstruir o texto bíblico mais exato e preciso possível. Sobre este assunto, eu escrevi este artigo em meu outro blog, que é de leitura fundamental para compreender a questão.

14 de fevereiro de 2019

181 Por que descentralizar o poder é sempre melhor que concentrá-lo em um só



Imagine que alguém possua uma bomba atômica que possa usar para destruir por completo a sua cidade, estado ou país, e que para acionar essa bomba basta que um único louco decida isso. Eu não sei você, mas eu viveria com muito, muito medo – e pensaria seriamente em mudar da cidade, estado ou país que estivesse ao alcance da bomba desse maluco. Agora mudemos um pouco o cenário, e imaginemos que para esse louco acionar sua bomba ele precisasse da aprovação de dez outros loucos como ele. Eu ainda estaria muito preocupado, um pouco menos do que com a bomba que depende de um único louco, mas estaria.

10 de fevereiro de 2019

199 Você sabia que pastor, presbítero e bispo é um mesmo cargo na Bíblia? Entenda!



Em nosso último artigo, abordei a questão se existem apóstolos hoje ou não (confira aqui). Agora é a hora de tratarmos outra polêmica, dessa vez envolvendo pastor, presbítero e bispo. Na maioria das igrejas, o esquema funciona da seguinte maneira: acima de todos está o bispo (ou abaixo dos cardeais e do papa, no caso católico), abaixo do bispo está o pastor ou padre, e abaixo do pastor se encontra o presbítero, reduzido a uma espécie de “ajudante de pastor”. Mas, na Bíblia, esses três são apenas nomes diferentes para um mesmo cargo ou função. Isso fica muito claro em Atos 20, quando Paulo manda chamar os presbíteros da igreja de Éfeso:

5 de fevereiro de 2019

167 Existem apóstolos nos dias de hoje?



Que "existe" existe (o bonitão aí da foto é uma prova disso), mas a discussão aqui é: eles são apóstolos de verdade ou só de mentirinha?

Essa é uma discussão polêmica que tem agitado a Igreja contemporânea, e como eu não sou de ficar em cima do muro, já vou logo antecipando a minha resposta: sim e não. Mas antes que você venha comentar no artigo em repúdio por eu ter respondido que sim ou por ter dito que não (ou por ter dito que sim e que não), deixe-me explicar em que sentido existem apóstolos e em que sentido não existem apóstolos nos dias de hoje. Talvez isso escape a uma leitura superficial à primeira vista, mas no Novo Testamento há dois tipos de apóstolos: os apóstolos stricto sensu e os apóstolos lato sensu, por assim dizer. Para ser considerado um apóstolo no sentido “estrito”, havia as seguintes condições:

30 de janeiro de 2019

193 O que é ser um patriota?

(Spoiler: não é pintar a mão inteira com a bandeira do Brasil)


Um dos livros que estive lendo há um tempo atrás foi O Problema Naval, escrito por Arthur Dias no final do século XIX, denunciando o estado decadente da marinha brasileira da época e o descaso com que era tratada pelo Império e pela recém nascida república. Embora o livro seja grande, ele todo consiste em basicamente duas coisas: mostrar a imensa e decisiva importância da marinha (numa época em que não havia aviões de guerra, lembre-se) e o quão medíocre era a marinha brasileira (não apenas em quantidade de navios, mas também na má qualidade deles e no total despreparo dos nossos marinheiros). Na visão do autor, se um país como a Argentina declarasse guerra ao Brasil, nós estaríamos perdidos devido à marinha tão insignificante que tínhamos, numa época em que a marinha costumava ser até mais decisiva do que os exércitos de terra. O livro era então o retrato de um autor inconformado e desesperado praticamente implorando para o governo voltar os olhos a essa marinha tão abandonada.

24 de janeiro de 2019

183 Qual é o significado do «lago de fogo» do Apocalipse?



Essa é uma discussão importante, porque atinge diretamente os dois lados da moeda – tanto os imortalistas, que creem que o lago de fogo é o inferno, quanto os mortalistas, que tendem a pensar que se trata do geena (o lugar de castigo temporário até a aniquilação), quando na verdade nada mais representa senão a própria morte final (desculpa o spoiler). Eu não vou entrar aqui na discussão sobre a duração e natureza do inferno porque eu literalmente tenho um livro inteiro só sobre isso e abordar aqui tudo de novo iria desvirtuar a ênfase no lago de fogo em si. Mas um pouco de conhecimento teórico é necessário para que você não fique “boiando” ao ler este artigo, principalmente se for alguém que ainda não tem profundidade no tema.

20 de janeiro de 2019

199 Católicos podem ser salvos?



Essa é uma pergunta que recebo com certa frequência. Como neste blog – e principalmente no mais antigo, o Heresias Católicas – eu fui um dos primeiros protestantes aqui no Brasil que se atreveu a quebrar a hegemonia católica na internet ao rebater os ataques papistas à nossa fé, que por muito tempo ficaram sem resposta (o que me fez ser provavelmente o mais odiado por muitos deles, embora o Yago já deva ter roubado este honroso posto), alguns podem pensar que sou do tipo de radical que acha que católico nenhum pode ser salvo, ou que só existe salvação dentro da minha religião. Nada mais longe da verdade, uma vez que esse tipo de exclusivismo é uma das características mais marcantes de uma seita, como é o próprio caso da Igreja Romana que oficialmente decreta que fora da Igreja Católica não há salvação (e que lança anátemas sobre todos os outros).