16 de outubro de 2018

107 Cristão não pode se envolver com política?



Nesta época, tão próximo estamos das eleições, vemos diversos cristãos das mais diversas denominações religiosas manifestando apoio a Jair Bolsonaro neste segundo turno contra o petista Fernando Haddad, seja em manifestações de facebook, ou por whatsapp, ou em blogs como este, ou através do youtube – além do boca a boca, é claro. Semana passada eu me manifestei neste artigo, cuja repercussão no facebook foi bem semelhante ao que eu costumo ver por aí: a maioria apoiou, pois também prefere Bolsonaro a Haddad; uma minoria criticou, pois prefere Haddad a Bolsonaro, e uma minoria criticou pelo simples fato de tratar de política, pois “cristão não pode se envolver com política”.

Eu não vou comentar aqui o que eu penso da minoria de “cristãos” que votam no PT porque por mim iriam todos pra mesma cela do Lula não vem ao caso aqui. Meu objetivo aqui é abordar essa outra minoria “antipolítica”, mas para isso eu vou pedir sua paciência, pois até chegar lá serei obrigado a fazer uma digressão importante para que você entenda a questão de uma forma mais ampla, então não pense que eu estou fugindo do assunto. E para começar, nada melhor do que falar de música. Há alguns dias estava eu assistindo a este cover da cantora cristã Michely Manuely de uma música chamada “Flor e o Beija-Flor”, uma canção bem conhecida que, embora seja secular, não apresenta qualquer conteúdo anticristão na letra, que incite ao pecado ou qualquer coisa do tipo. É apenas um poema de amor em forma de música.

Mas o que me surpreendeu (na verdade, me aterrorizou) foi ver os comentários do vídeo, repleto de fanáticos com um tipo de mentalidade da Idade da Pedra, que eu pensava já ter sido superada há muito tempo. Estava enganado. Não pude printar todos os comentários ofensivos, mas os que selecionei são suficientes para ter uma noção do nível:

 
 

A conclusão que eu cheguei a partir desses comentários é que se algum cristão canta uma música secular, ele é um adorador de Satã que dá mau testemunho e “perdeu a unção”. A cabeça dessas pessoas funciona na base do raciocínio binário (por sinal, também muito comum quando se trata de política), que pode ser resumida no chavão de “8 ou 80”. Se você canta alguma coisa, aquilo é automaticamente ou um louvor a Deus, ou ao diabo. Não existe meio-termo ou neutralidade: cantou algo que não exalta a Deus (por exemplo, o Hino Nacional) é do diabo, e a única coisa que resta aos “crentes de bem” é ir lá nos comentários julgar e tacar pedras na moça, que está sendo “mundana”.

Eu não vou nem entrar no mérito da questão se ouvir/cantar música secular é pecado ou não, primeiro porque a própria discussão em si é ridícula (é como perguntar se é pecado tomar banho pelado), e segundo porque o Maurício Zágari já tem um artigo simplesmente perfeito sobre isso, que eu subscrevo do início ao fim, o qual você pode ler clicando aqui. O que eu preciso abordar aqui é essa doença do raciocínio binário, do “é isso ou é aquilo”, do oito ou oitenta. Está nítido nos comentários acima que o problema que eles têm com as músicas seculares (mesmo com aquelas que não falam nada contra Deus ou contra a fé cristã) é porque se elas não são uma adoração a Deus, então só resta uma coisa: é do diabo. Só existem dois pólos: o santo e o profano. Então, se uma coisa não é santa, é necessariamente profana, pecaminosa, diabólica – ainda que a própria Bíblia não a condene.

O problema com esse raciocínio binário é que existe de fato uma porção de coisas (eu diria que 99% do que fazemos no dia a dia) que não são nem “santas” stricto sensu, nem “profanas”. São apenas neutras. Um exemplo que eu já dei acima: tomar banho. Quando tomamos banho, nós não estamos adorando a Deus (se fosse assim, até um ateu seria um baita de um adorador!), mas nem um louco diria que estamos adorando o diabo, e que por isso a solução é não tomar banho (embora a mentalidade medieval não passasse muito longe disso, ainda que por outra razão).

Da mesma forma, quando dormimos, comemos, navegamos no youtube ou facebook, jogamos futebol, assistimos uma série da Netflix ou dirigimos, nós não estamos praticando atos de adoração a Deus, mas também não estamos pecando. Essas coisas são simplesmente neutras, ou seja, fora da caixinha de quem vive na bolha do raciocínio binário. Adoramos a Deus quando o louvamos, oramos, meditamos nas Escrituras ou praticamos ações cristãs como a prática de boas obras, e pecamos quando fazemos mal ao próximo ou a nós mesmos. O restante – que compreende a esmagadora maioria do cotidiano de uma pessoa comum – não são atos positivos nem negativos, não são práticas meritórias nem condenatórias, não acrescentam nem diminuem nada na nossa salvação ou na firmeza da nossa fé, não são gestos de adoração a Deus e nem ao diabo. São apenas atos neutros, que podem ser considerados “santos” no sentido mais amplo de que não são pecados.

Vamos passar esse conceito para a questão musical: na mentalidade daqueles que funcionam na base do raciocínio binário, você adora a Deus quando canta uma música de louvor a Ele, e adora Satã toda vez que canta algo que não é “gospel”. Já para aqueles que conseguem pensar para além do raciocínio binário, existem músicas de adoração a Deus (que costumamos chamar de “gospel”, embora haja muita música dita “gospel” por aí que são até profanas e profundamente antibíblicas); também existem músicas profanas (que vão frontalmente contra os princípios cristãos, como o “funk proibidão”), e neste meio-termo existem músicas neutras, como a “Flor e o Beija-Flor”. Numa perspectiva bíblica, apenas as músicas profanas é que são propriamente “mundanas”. As outras são seculares, mas não “do mundo”, considerando “mundo” como sinônimo de “pecado”, como a Bíblia usa (em seu sentido mais amplo, até as músicas mais cristãs são “do mundo”, a não ser que o compositor tenha sido arrebatado ao Céu antes de escrevê-las).

Para que um crente fosse coerente com seu raciocínio binário, deveria ser assim:


Diferente do que você possa pensar, o problema do raciocínio binário é bem mais antigo – e profundo – do que imaginamos. Já entre os Pais da Igreja havia aqueles que consideravam um pecado dos mais sérios ir ao teatro, e que teriam um verdadeiro pavor do cinema moderno. Entre os católicos, havia monges que se enclausuravam em seus mosteiros longe de tudo e de todos, porque acreditavam que só assim – bem longe deste ‘mundo profano’ – é que poderiam ser santos. Entre os protestantes, não faltavam nos puritanos originais (ingleses) aqueles que eram contra dança, teatro, esportes, lazer e etc, que viviam enchendo a paciência da anglicana e humanista rainha Isabel. Tudo o que não era diretamente “adoração a Deus” era visto com desconfiança e suspeita.

O mundo mudou, mas a mentalidade binária não foi embora com ele. Há tempos atrás eu escrevi um artigo altamente recomendável sobre os evangélicos que escandalizam o mundo (é sério: se você não leu, leia agora), onde falo sobre o “evangelicalismo da década de 90”, que gerou o tipo de “crentelho” dos comentários do vídeo de Manuely. Aqui no meu blog eu já tive o infortúnio de ser “elogiado” por um leitor anônimo que certa vez comentou que gosta dos meus artigos, mas que eu estava em pecado por causa do tamanho do meu cabelo e por isso precisava me arrepender antes que seja tarde. Inicialmente eu levei na brincadeira, mas depois vi que ele estava falando a sério (devo ter cortado uns dois dedos, de tanto medo).

É aqui que entra o “repúdio à política”, presente na terceira classe de pessoas que eu mencionei no início do artigo. O tipo de pensamento que eles cultivam em relação à política é exatamente o mesmo tipo de raciocínio binário daqueles que tem horror a músicas seculares. Da mesma forma que estes repudiam as músicas seculares como um todo em vez de um conjunto de músicas em particular, aqueles tem horror à política como um todo, ou seja, à própria política em si, em vez de a candidatos, partidos ou visões políticas em particular. É tudo coisa “do mundo”, e, portanto, profana, do demônio. Ao cristão não caberia qualquer direito como cidadão; em vez disso tem apenas que “pregar o evangelho” 24h por dia. O pastor Luciano Subirá, que aparece em primeiro lugar na lista dos dez autores que mais impactaram a minha vida, já refutou esse tipo de visão neste vídeo, altamente recomendável:


Isso não significa que a política faça parte da fé. Obviamente, são coisas distintas. Quando tentaram fundir as duas coisas constituindo uma teocracia cristã e dando às autoridades eclesiásticas o status de chefe de Estado com poderes temporais ilimitados, o resultado disso foi o catolicismo romano. Mas como em se tratando de raciocínio binário é tudo 8 ou 80, as pessoas saem de um extremo e vão ao outro, rejeitando completamente qualquer envolvimento do cristão com a política, o que na prática implica em abdicar aos seus direitos como cidadão e deixar a política nas mãos de ateus e anticristãos de modo geral.

Duas pessoas me criticaram no meu post com esse tipo de pensamento, entre muitas outras que apoiaram (cujos prints eu deixei de fora, para focar nos diálogos diretos). O primeiro deles chegou a me colocar no mesmo balaio de Valdemiro Santiago (mesmo sem eu nunca ter usado um chapelão), e comentou:


O outro concordou com ele, sob a mesma ótica:


O primeiro voltou a comentar, então eu respondo a ele e ao outro, que parece ter aceitado o meu posicionamento ou pelo menos respeitado o meu ponto de vista:


Mas o primeiro seguiu na crítica, principalmente após um outro leitor comentar em apoio:


Ou seja, de acordo com o entendimento dele, como um dia tudo isso vai ter fim, então é inútil falar de política, nos restando apenas aceitar a desgraça de braços cruzados. Se o cristão evangélico William Wilberforce (1759-1833) tivesse essa mesma mentalidade em sua época, ele jamais teria entrado na política e provavelmente a escravidão jamais teria acabado, ou levaria muito mais tempo. Se o reverendo Martin Luther King pensasse assim, ele não teria virado um ativista político (filiado ao Partido Republicano, a direita americana), e provavelmente levaria mais tempo para os negros americanos terem os mesmos direitos civis que os brancos, e no mundo todo o racismo continuaria mais aflorado.

Se esse tipo de mentalidade fosse levada adiante até suas últimas consequências, sequer faria sentido ajudarmos o próximo, dar uma esmola a um mendigo, se formar em medicina por querer salvar vidas, abrir escolas para educar crianças, criar ONGs para ajuda humanitária, ou qualquer ato que sirva para tornar esse mundo menos cruel. Afinal de contas, um dia tudo isso vai virar um caos durante a grande tribulação, então fazer essas coisas seria “recalcitrar contra os aguilhões”. Nos restaria apenas esperar a grande tribulação e o fim do mundo, sem mover um dedo para tornar este um lugar melhor. É óbvio que isso nunca foi Cristianismo, que embora foque nas coisas eternas, nunca perdeu de mente as coisas terrenas, nem se esqueceu de que vivemos neste mundo e que nele temos uma função social.

É por isso que quando Deus demonstrou favor por Cornélio, ele diz que “suas orações e esmolas subiram como oferta memorial diante de Deus” (At 10:4), porquanto “Deus ouviu sua oração e lembrou-se de suas esmolas” (At 10:31). Não foi apenas por causa das “obras espirituais” (orações) que Cornélio alcançou o favor divino, mas também pelas “obras sociais” (esmolas). Se uma simples esmola tem tanta importância a ponto de Jesus dizer que “tudo lhes ficará limpo” (Lc 11:41), quanto mais o envolvimento com políticas que tem o potencial de tornar o mundo infinitamente melhor para as pessoas que mais precisam, em comparado a algumas moedinhas. Estamos falando aqui de evitar políticas que podem levar o Brasil à mesma miséria e ruína que destruiu países como Venezuela e Cuba, o que deveria ser uma obrigação moral de qualquer cristão que tem consciência de sua função social e deveres civis neste mundo.

Afinal, não adianta nada dar esmola para mendigos na rua para depois se omitir politicamente e assim contribuir para colocar no poder uma força política que multiplicará os pobres e miseráveis no país. É um tremendo de um contrassenso: ou você ajuda os pobres porque quer tornar a vida dos pobres melhor – o que implicaria em envolvimento político, cuja capacidade de mudar a vida do pobre para melhor ou pior é maior que qualquer outro meio – ou então você está ajudando o pobre egoisticamente, apenas para acumular méritos pessoais diante de Deus, o que aliás era a triste realidade da época de Lutero, que denunciava o fato de que os católicos de seu tempo davam esmolas não porque queriam livrar o pobre da pobreza ou porque se importassem com eles, mas apenas porque acreditavam que assim estavam acumulando méritos pessoais que os levariam ao Céu.

Em breve o Governante virá, mas enquanto ele não vem, é nossa obrigação como cristãos cuidar deste mundo, para torná-lo o menos sofrido possível a quem nele habita. O salmista já dizia que “os mais altos céus pertencem ao Senhor, mas a terra ele a confiou ao homem” (Sl 115:16). O homem é o administrador da terra, o que nos torna de certa forma responsáveis pelo sucesso ou fracasso do que aqui será. Deste modo, lavar as mãos para a política e deixá-la para os ímpios não é nenhuma atitude nobre e muito menos cristã: é um desserviço ao evangelho, uma irresponsabilidade social e uma negligência como administradores terrenos que de fato somos. Deus nos deu a incumbência de governar a terra, mas eles querem terceirizar essa tarefa, deixando-a para os ímpios a executaram. É como Edmund Burke já dizia: "Para que os maus triunfem, basta que os bons não façam nada".

Se o mundo está deste jeito, deve-se em grande parte à negligência e omissão dos cristãos à política, além do mau exemplo de alguns que lá estão e não honram o nome do Senhor, se tornando tão corruptos quanto os ímpios. Isso, aliás, deveria ser uma motivação a mais para nos envolvermos, elegendo e promovendo políticos mais aptos e honestos, ou nós mesmos entrarmos lá para fazer a coisa certa. É como um time de futebol que está em crise: você pode reclamar, pode ignorar e se omitir, ou pode dar apoio na torcida, colocar a chuteira e entrar em campo para mudar o jogo. O importante é compreender que nós estamos no jogo – querendo ou não, gostando ou não. Todo cristão é um cidadão do Reino dos céus e um cidadão de um reino terreno, tendo obrigações em relação a ambos – e negligenciar uma delas não te faz um cristão melhor.

• Compartilhe este artigo nas redes:

Paz a todos vocês que estão em Cristo.

Por Cristo e por Seu Reino,

- Siga-me no Facebook para estar por dentro das atualizações!



- Baixe e leia os meus livros clicando aqui.

- Acesse meu canal no YouTube clicando aqui.


ATENÇÃO: Sua colaboração é importante! Por isso, se você curtiu o artigo, nos ajude divulgando aos seus amigos e compartilhando em suas redes sociais (basta clicar nos ícones abaixo), e sinta-se à vontade para deixar um comentário no post, que aqui respondo a todos :)  

107 comentários:

  1. É verdade que a esquerda foi a força responsável por derrubar a ditadura militar brasileira?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não só a esquerda, ninguém estava querendo mais eles, as "Diretas Já" reuniram bem mais gente do que a esquerda, da mesma forma que as manifestações de 2013, foram multipartidárias. Tanto é que o primeiro a ser eleito por voto direto após a ditadura foi o Collor, que era tido como de "direita" (embora alegasse ser centro), contra a esquerda formada por Lula, Brizola, Covas e etc.

      Excluir
    2. Lucas, na sua visão, o Brasil já teve algum bom presidente?

      Excluir
    3. Itamar Franco foi um bom presidente.

      Excluir
  2. Muito bom. Hoje minha mãe, que é de uma comunidade católica, me disse que não deveríamos julgar os crimes dos políticos porque todos nós pecamos e ontem li um comentário no YouTube que dizia que quem era a favor do porte de armas não confia na providência divina. Tem gente que pensa que ser um verdadeiro cristão é viver como um vegetal aqui na terra.
    Já que você citou os puritanos, o Conde fez críticas ao novo vídeo do Yago, sobre ditadura religiosa, e disse que os puritanos é que queriam controlar a vida das pessoas, inclusive a forma como se vestir, isso é verdade?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alguns tinham essa mentalidade, como destaco no artigo, mas nunca impuseram isso a ninguém, eram iguais esses crentes aí que são contra música secular, cabelo comprido, calça jeans feminina, shorts, tv e etc, eram chatos mas não eram ditadores, tanto que foi do meio deles que surgiu a primeira democracia moderna e laica, os EUA.

      Excluir
    2. "shorts"
      Então tudo bem mulheres usarem short jeans?

      Excluir
    3. Eu me referia à proibição de algumas igrejas a homens usarem shorts. Meu irmão por exemplo já foi proibido de entrar em uma por estar usando shorts. Em relação ao shorts feminino, eu não vejo problema desde que não seja provocativo, na intenção de sensualizar.

      Excluir
  3. Só sinto nojo desses crentelhos, tanto os que comentaram asneiras no vídeo da moça que cantou a música secular quanto esses acéfalos que comentaram jumentices no seu post, a verdade é que eles não querem assumir que votarão no PT.

    ResponderExcluir
  4. Banzolenda, o que você acha do neo-ateu Rivanildo Menezes, dono do "Originais Grego da Bíblia", dá uma olhada e opine:
    https://www.youtube.com/channel/UCFkxhASnjgDlpGm0bAfoQnA/videos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só mais um revoltadinho birrento querendo atenção, nem vale a pena perder tempo. Essa gente deve sofrer de problemas psiquiátricos sérios, só gente sem noção perde tempo atacando algo que não crê que existe.

      Excluir
  5. https://www.youtube.com/watch?v=6tFTn63GdlU Qual é a sua opinião sobre esse vídeo do Yago? Teve muito católico como Conde, e pseudo-protestante como Nando Moura, enchendo o saco dele.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, o vídeo em si não é ruim, creio que o Nando não entendeu muito bem a mensagem que foi passada. Mas o começo eu achei meio estranho, nenhuma pessoal que fosse verdadeiramente Crista agiria que nem aquele povo da serie, o fato dizer que o Vilões são que nem ele, foi oq deu margem para uma má interpretação do que o Yago disse no vídeo.

      Excluir
    2. Quem criticou o vídeo não entendeu nada ou é desonesto (no caso desses indivíduos citados, eu suponho a segunda). Coisa de gente desesperada em caçar qualquer errinho pra ir lá tripudiar em cima, como sempre fazem.

      Excluir
  6. Banzolao e achas no geral o saldo da atuação da Bancada Evangélica no Congresso positivo? No próximo teremos uma renovação dela também, nomes importantes como o líder da bancada, Takayama, deputado federal pelo Paraná e o senador Magno Malta não se reelegeram

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parece que a Bancada Evangélica cresceu, a despeito da perda irreparável do Magno Malta:

      https://www1.folha.uol.com.br/poder/2018/10/bancada-evangelica-cresce-mas-metade-nao-obtem-reeleicao.shtml

      180 parlamentares é um número bem significativo, creio que nunca antes a Bancada Evangélica alcançou tal patamar, representa mais de 1/3 do Congresso, o que mostra a força dos evangélicos.

      Excluir
    2. Ué, não entendi, o Julio Severo disse no blog dele que a bancada evangélica encolheu por que seus deputados estavam mais preocupados em promover o Bolsonaro e descuidaram de suas próprias campanhas. Marco.

      Excluir
    3. O que o Julio disse (e é verdade) é que mais de 50% da bancada não conseguiu se reeleger. Mas o que ele não disse é que dos novos que se elegeram boa parte são evangélicos, e na soma total o número supera a atual bancada. Essa renovação não se deu apenas na bancada evangélica, mais de 50% dos deputados como um todo não conseguiram se reeleger.

      Excluir
  7. Olá, Banzoli,

    Escrevi um artigo em meu blogue que fala sobre o fato de que ser ex-gay seria algo antes espiritual para os iniciados nos mistérios da religião cristã do que algo ligado ao tesão por gente do sexo oposto, espero que tu e teus amigos apreciem-no. Eis AQUI a hiperligação para o mesmo.

    ResponderExcluir
  8. Muito artigo Lucas, mas por falar em politica vc poderia dar uma analisada nesse video de um Gringo falando Do Jair????
    https://www.youtube.com/watch?v=hTQdIQIIFY4

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse gringo aí é um americano racista de um movimento de supremacia branca, o "Terça Livre" prestou um grande desserviço ao publicar em seu canal, chega a ser vergonhoso.

      Excluir
    2. Pois é, mas IGNORANDO os comentários Racista, oq vc achou da analise dele??????

      Excluir
    3. Isso é complicado de dizer, é como perguntar: "Ignorando os comentários antissemitas, racistas, o discurso de ódio e etc, o que você acha de Hitler?". Quando alguém é marcado por um discurso preconceituoso, fica difícil avaliar qualquer coisa a mais nele, porque o preconceito neste caso não é um simples detalhe. Além disso ele faz outros comentários extremistas no vídeo, que eu desaprovo completamente. O fato de dizer algumas verdades não o torna louvável como um todo.

      Excluir
  9. Respostas
    1. Foi um dos maiores intelectuais brasileiros da época e responsável por articular a independência, apesar de ter sido um maçom.

      Excluir
    2. Ela era anti-escravagista e monarquista? O filme que a galera do NM fez sobre ele é verdadeiro? A maçonaria é tudo isso que dizem?

      Excluir
    3. Não encontrei nenhuma informação sobre ele ser anti-escravagista e não vi o filme do Nando Moura. Sobre a maçonaria, eu não sei exatamente a que você se refere quando fala sobre "tudo o que dizem", já que cada um diz uma coisa diferente do outro. O que eu entendo sobre a maçonaria vem do testemunho de ex-maçons confiáveis (não de um qualquer que sai por aí se dizendo ex-maçom) como Charles Finney, que já passei aqui várias vezes:

      http://vigiainet.com/artigos/o-testemunho-de-conversao-do-mestre-macom-charles-finney

      Excluir
    4. "tudo o que dizem"

      Que quer dominar o mundo, et cetera.

      Excluir
    5. Mas é verdade que a Maçonaria é satânica???

      Excluir
    6. "Que quer dominar o mundo, et cetera"

      Se quisessem dominar o mundo, acho que já teriam dominado (se é que já não fizeram isso...).

      "Mas é verdade que a Maçonaria é satânica???"

      O Daniel Mastral (ex-satanista) diz que a maçonaria é um braço do satanismo, mas só quem sabe disso são os maçons de 33º grau. Ou seja, a grande maioria dos maçons não tem consciência disso (isso se o Mastral estiver dizendo a verdade, é claro).

      Excluir
  10. Paz do Senhor,e o que dizer de José, por exemplo, foi governador do Egito e outros como Daniel e Davi?
    Não esquecer do pedido de Davi: "Dá, pois, ao teu servo um coração cheio de discernimento para governar o teu povo e capaz de distinguir entre o bem e o mal. Pois quem pode governar este teu grande povo?" 1 Reis 3:9
    Não encontramos UM versículo proibindo do cristão de entrar na política, pelo contrário: "O Deus de Israel falou,a Rocha de Israel me disse:
    "Quem governa o povo COM JUSTIÇA, quem o governa COM O TEMOR de Deus, é como a luz da manhã ao nascer do sol,numa manhã sem nuvens. É como a claridade depois da chuva,que faz crescer as plantas da terra". 2 Samuel 23:3-4
    O problema que vejo é que muitos seguem o que o pastor/instituição/guru/"vossa santidade"/secretário de Deus fala/decreta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lembrando que o que vemos nas entrelinhas dos livros proféticos, principalmente Isaías e Jeremias, é política.

      Excluir
  11. Lucas o que você acha disso?

    https://www.terra.com.br/noticias/mundo/onu-homenageia-lula-com-premio-por-luta-contra-a-aids,58dd63fc8940b310VgnCLD200000bbcceb0aRCRD.html

    http://g1.globo.com/politica/noticia/2010/05/lula-leva-titulo-de-campeao-mundial-na-luta-contra-fome-pela-onu.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. “'O Fome Zero custa menos de 2% do orçamento nacional. Além disso, a luta contra a fome tem um sentido político positivo', disse Sheeram."

      kkkkkkk o Fome Zero nem chegou a ser implementado, eles viram que o projeto era totalmente nonsense (consistia em levar a comida direto na porta da casa de cada pessoa pobre, o que é virtualmente impossível para um país das dimensões do Brasil) e aí substituíram pelo Bolsa Família, que nada mais era do que a junção de outras "bolsas" criadas pelo FHC, como a Bolsa Escola e o Bolsa Alimentação:

      https://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/mas-afinal-de-contas-quem-criou-o-bolsa-familia-resposta-foi-fhc-afirmar-que-foi-lula-e-fraudar-a-historia/

      Ou seja, o tal representante da ONU nem sequer sabe que o projeto pelo qual premiou Lula nunca existiu, foi um golpe no eleitorado para ganhar as eleições, tendo sido logo dissolvido para dar lugar às mesmas bolsas já existentes no governo anterior só que dessa vez fundidas em uma coisa só. Isso só mostra o quanto esse organismo das "Nações Unidas" é uma palhaçada completa, não é à toa que pediram para o Lula disputar as eleições mesmo na cadeia. Bando de sem-vergonhas.

      Excluir
    2. A ONU tem a ver com o marxismo cultural?

      Excluir
  12. Lucas o que é o comunismo e socialismo? Porque devemos ser contra?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Socialismo consiste em acabar com a propriedade privada, tornar tudo posse do Estado, e o Estado dividir "igualmente" as riquezas entre as pessoas (na verdade dividir as misérias, já que riqueza mesmo só quem tem é o ditador no poder). O comunismo seria o passo seguinte ao socialismo, que consiste na eliminação do próprio Estado quando ele já não seria mais necessário, o que é uma utopia que jamais foi implementada porque nenhum socialista jamais intencionou isso, tudo o que eles querem é tornar o Estado maior para controlar mais as pessoas, tornando-as cada vez mais dependentes do Estado.

      Excluir
    2. Entendi. Você tem algum artigo que trate sobre comunismo, socialismo e capitalismo? Ou conhece algum outro?

      Excluir
    3. Escrevi um pouco sobre isso nestes artigos:

      http://ateismorefutado.blogspot.com/2015/04/o-humanismo-secular-ateu-nao-mata-entao.html

      http://ateismorefutado.blogspot.com/2015/04/socialismo-e-cristianismo-sao.html

      http://www.lucasbanzoli.com/2018/03/a-razao-biblica-pela-qual-nao-sou-nem.html

      Excluir
  13. Bom dia amigo Lucas saindo um pouco do assunto, gostaria que você comentasse essa fala do Patrick do fiel Catolico que diz:

    Para vocês que não acreditam na Tradição da Santa Igreja de Nosso Senhor Jesus Cristo, basta dois versiculos para derrubar seu argumento

    " Deus realiza milagres extraordinário pelas mãos Paulo, a tal ponto que pegavam em lenções e aventais usados por Paulo para os colocar sobre os doentes, e estes eram libertados das suas doenças e os espiritos maus eram afastados"

    Atos dos Apóstolos 19, 11- 12

    Obrigado pela sua atenção

    Marcos Monteiro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E que doutrina católica esse versículo aí prova? O que isso tem a ver com a tradição romanista? Ele citou um trecho das Escrituras, não uma tradição oral. Qualquer crente na Sola Scriptura acredita que Deus realizava esses milares através de Paulo.

      Excluir
    2. Lenço de Paulo???!!!

      Anônimo, Paulo parecia-se muito mais como um evangélico pentecostal do que com um católico romano. Ele somente acreditava em Jesus como seu salvador (2 Tm 1:10).

      Paulo falava em línguas (1 Cor 14:18). Ele orava pelos enfermos e expulsava espíritos malignos (Atos 28:8,9; Atos 16:16-18). Disse que Jesus foi nascido de uma mulher e nem citou o nome dela (Gal 4:4). Não reconheceu Pedro como papa, além de dizer que ele não andava segundo a verdade ( Gal 2:6-15) e não disse que os santos do Velho Testamento intercedem pelos fiéis (Rm 8:34).

      Leva a resposta ao infeliz que lhe disse essa asneira.

      Excluir
    3. Calma, Lucas, Não foi só você que ficou sem entender como esses dois versículos derrubou Sola Scriptura e ratificou toda tradição romanista. A cristandade toda aguarda resposta.

      Excluir
    4. Meu Deus! Quando será que nossos amigos/irmãos católicos vão pôr na cabeça que a "sagrada tradição" que alegam possuir nasceu do encontro com religiões pagãs e não possui nenhum fundamento bíblico?

      Excluir
    5. "Calma, Lucas, Não foi só você que ficou sem entender como esses dois versículos derrubou Sola Scriptura e ratificou toda tradição romanista. A cristandade toda aguarda resposta"

      E aguarda ansiosamente.

      Excluir
    6. O papa não andava segundo a verdade ahahahahahahahahahaahahahahahah

      Excluir
  14. Lucas, o que você acha das igrejas protestantes históricas que usam ícones? Você vê algum problema, na medida em que os ícones estão muito lagados a igreja romana e a igreja ortodoxa?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desde que não sejam cultuados (como não são em nenhuma igreja protestante), não vejo problema algum.

      PS: "ícone" é o termo usado pelos ortodoxos para se referir às pinturas, já que eles não permitem "imagens" (de escultura), que estão presentes na Igreja Romana.

      Excluir
    2. Lembrando que existem igrejas luteranas com imagens tal qual as igrejas católicas.

      Excluir
  15. Um vídeo bem educativo sobre o tema desse post: https://www.youtube.com/watch?v=3EeVjgDmrI4

    Deus lhes ilumine!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O vídeo em geral até que é bom, mas na prática a direção da Igreja Adventista no que concerne a assuntos políticos é bem revoltante, eu pelo menos fiquei indignado quando vi esse vídeo do ex-pastor adventista Ezequiel Gomes (que continua sendo adventista) que foi destituído do cargo apenas porque participou de uma das manifestações de rua em favor do impeachment:

      https://www.youtube.com/watch?v=_dpoqE6vpJk

      Excluir
  16. "por mim iriam todos pra mesma cela do Lula". Achei esse comentário muito 8/80, fruto de um pensamento binário!
    :p
    (É só pra te provocar. ;) Adoro seus textos.)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha ainda bem que eu censurei essa parte né (risquei em cima), assim ninguém vai poder me acusar de nada :D

      Excluir
  17. Lucas esta visão cristão não deve envolver com politica vem arrebatamento pre tribulacionista?
    Tem muito pre tribulacionista fala igreja pode ser rebatada qualquer momento e temos vigiar "se não estiveres vigilante, virei como um ladrão, e tu não sabereis em que hora virei contra ti." e parábolas 10 virgens.

    Próprio Mario Persona fala não que saber tribulação ,chip e marca besta ou anticristo porque igreja já foi arrebatada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não acho que tenha diretamente a ver com o arrebatamento pré-tribulacional, o próprio cara que me criticou no post se disse pós, o problema do pré é despreparar os cristãos para a grande tribulação porque eles acham que o cristão não vai passar por nada disso (já vi vários líderes pré-tribulacionistas dizendo para aceitar o chip numa boa já que nós não estaríamos aqui mesmo quando acontecer), mas não vejo uma implicação direta com essa questão política. Inclusive grande parte desses líderes religiosos que se posicionam politicamente são pré-tribulacionistas.

      Excluir
    2. maps79, existe uma diferença enorme entre a Grande Tribulação e a perseguição que o Anticristo fará aos cristãos no fim dos tempos, nos anos que antecederão ‘a Vinda do Senhor Jesus. A Igreja vai estar aqui no tempo dessa Tribulação.

      A Grande Tribulação não vai atingir os crentes (Ap 3:10), mas apenas os ímpios, os incrédulos e os falsos cristãos. Vai ser o tempo da ira de Deus. Agora, da perseguição do Anticristo a Igreja não vai ser poupada. Aliás, os cristãos foram perseguidos e mortos desde os tempos remotos da Igreja. Em alguns países, ainda hoje, eles são mortos e perseguidos. Isso não é novo e nem deveria ser motivo de discussão.

      Portanto, entendam: a Grande Tribulação não é para a Igreja, mas são pragas que virão sobre os ímpios (Ap 9:15 e 18).

      A Igreja vai passar pela grande tribulação sem ser atingida. Vai sair ilesa como Israel no Egito, que não foi atingido pelas dez pragas.

      E outra: a ressurreição dos mortos só vai ocorrer no último dia, ou seja, no dia da Segunda Volta de Jesus, no fim da Grande Tribulação:

      João 11:23 Respondeu-lhe Jesus: Teu irmão há de ressurgir.

      João 11:24 Disse-lhe Marta: Sei que ele há de ressurgir na ressurreição, no último dia.

      Compare isso com Apocalipse 20:4-6. Observe aqui que os mortos apenas ressuscitarão na volta do Senhor. Essa é a primeira ressurreição. A segunda ressurreição é a dos ímpios.

      Paulo disse que os vivos e os mortos serão arrebatados quando Jesus vier:

      1 Tessalonicenses 4:14 Porque, se cremos que Jesus morreu e ressurgiu, assim também aos que dormem, Deus, mediante Jesus, os tornará a trazer juntamente com ele.

      1 Tessalonicenses 4:15 Dizemo-vos, pois, isto pela palavra do Senhor: que nós, os que ficarmos vivos para a vinda do Senhor, de modo algum precederemos os que já dormem.

      1 Tessalonicenses 4:16 Porque o Senhor mesmo descerá do céu com grande brado, à voz do arcanjo, ao som da trombeta de Deus, e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro.

      1 Tessalonicenses 4:17 Depois nós, os que ficarmos vivos seremos arrebatados juntamente com eles, nas nuvens, ao encontro do Senhor nos ares, e assim estaremos para sempre com o Senhor.

      Ou seja, vamos encontrar o Senhor nos ares e voltar com ele para a terra e não voltar para o céu e ficar lá por sete anos. Por isso o texto diz sobre os mortos, que “Jesus os tornará a trazer juntamente com ele”, v.14.

      Considerando que Jesus vira apenas mais uma vez, não duas (Heb 9:27,28), então não haverá uma vinda secreta.

      Excluir
    3. "Portanto, entendam: a Grande Tribulação não é para a Igreja, mas são pragas que virão sobre os ímpios (Ap 9:15 e 18)"
      Taí a oportunidade de ouro que vai selar (espero) a questão: qual é a igreja verdadeira?. Resposta: aquela que a grande tribulação selecionar. Concordas Lucas?
      Observação póstuma. O meu comentário citando outro comentário NÃO, repetindo NÃO, trata-se de uma refutação/contestação/ironia/deboche ao comentário citado, o intuito foi estritamente didático, tornar clara uma ideia. Obrigado. Fiquem na paz.

      Excluir
    4. Eu concordo com o que o Alon disse.

      Excluir
  18. Lucas Banzoli qual é a sua opinião sobre a maçonaria e os maçons? Você acha certo ou errado que um cristão se torne membro de uma sociedade secreta?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho totalmente errado e inconveniente a um cristão fazer parte de sociedades secretas, Jesus disse para agirmos na luz e não praticarmos os nossos atos nas trevas, quem é da luz não tem nada a esconder de ninguém. Sem falar que o testemunho de ex-maçons de confiança (como Charles Finney, link abaixo) é bem pesado contra a maçonaria:

      http://vigiainet.com/artigos/o-testemunho-de-conversao-do-mestre-macom-charles-finney

      Excluir
    2. Banzolão você me perguntou em outro post sobre o vídeo do Major Olímpio falando dos princípios maçônicos,tá aqui ,https://www.youtube.com/watch?v=Si97xz_ycXU,e eu achei uma lista de maçons famosos,e nela além de nome de figurões da política como FHC,Ciro Gomes,Geraldo Alckmin,ainda estão os pastores Silas Malafaia e Edir Macedo,http://www.apocalipsenews.com/brasil/orgao-oficial-da-maconaria-do-brasil-revela-lista-de-110-macons-famosos/,ontem no congresso o Daciolo acusou o Feliciano de ser maçom tbm e os dois discutiram por isso, https://www.youtube.com/watch?v=Uexel6ugLes

      Excluir
    3. Você acha que a lista de maçons famosos é confiável?Parece que foi a própria maçonaria que divulgou,e o Daciolo agora vai ter que provar a acusação que fez ao Feliciano,se o Feliciano realmente não for maçom,pode processá-lo por calúnia,mas o próprio Feliciano diz no vídeo,se eu for qual o problema?Não pareceu se incomodar tanto com a acusação

      Excluir
    4. Não sei, acho difícil que toda essa gente da lista seja maçom, alguns deles são inimigos entre si, e sabemos que isso não é admitido na maçonaria, eles prezam pela irmandade, é um protegendo o outro dentro do grupo não importa o que aconteça. O que é engraçado é o major falar ali tão abertamente sobre levar os princípios maçônicos para o Senado, chegou até a pedir proteção do "Gadú"... esse cara deve ser maçom nível 2, só pode. Nenhum maçom de grau elevado falaria as coisas de forma tão descarada e aberta assim, eles sabem disfarçar melhor.

      Excluir
  19. Olá vc já ouviu falar da teoria do mundo pré adamico?E o que vc acha da teologia da missão integral?Desde já obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu discordo dessa teoria do mundo pré-adâmico, e em relação à Missão Integral eu até concordo com os pressupostos dela, mas na prática acaba sendo apenas um braço da esquerda nas igrejas evangélicas de modo similar (embora não tão incisivo e descarado) à teologia da libertação católica. Alguns líderes da Missão Integral (como o Ariovaldo Ramos) são declaradamente marxistas e até fazem militância disso, e outros mais respeitáveis como o Ed René Kivitz são mais discretos, mas se assumem esquerdistas quando questionados a respeito. Então por mais que muitos da TMI neguem que a TMI seja marxista, na prática ela acaba servindo como um braço do marxismo.

      Excluir
  20. Banzoleta, quando o Micto vencer, você acha que existe uma possibilidade de que o Eduardo Bolsonaro (deputado federal muito bem eleito com 1,8 milhões de votos) passe a proposta de lei que criminaliza partidos comunistas (proposta esta que ele tentou passar há dois anos e não conseguiu)? E se ele propusesse, qual sua opinião?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não acho que vai conseguir passar isso e nem que isso será útil. O comunismo era criminalizado na época do regime militar e olha o que aconteceu, só cresceu durante o período, isso aí não ajuda nada, só reforça a vitimização do lado oposto, foi assim que eles saíram da política e invadiram as universidades, e deu no que deu.

      Excluir
  21. Qual é a sua opinião sobre fazer politicagem dentro da igreja? Ex: Querer obrigar os fiéis a votar em tal candidato só por que ele é pastor, ou entregar votinho na porta da instituição?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso é absurdo, igreja é um lugar para adorar a Deus e ponto, há muitos outros lugares e ocasiões para se falar de política, não durante um culto.

      Excluir
  22. O mais inconcebível é a execrável CNBB apoiar os golpistas esquerdistas, logo apoiam o kit gay, aborto, homossexualismo, liberação das drogas, comunismo!

    ResponderExcluir
  23. Mas vc não acha que a teoria do mundo pre adamico seria (digamos )o elo perdido com a teoria da evolução? Se Adão realmente foi o primeiro homem,então a humanidade SÓ tem seis mil anos,quando a maioria dos cientistas diz que a raça humana é muito mais antiga. O que vc acha?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso só é um problema para quem é evolucionista. Como eu não sou, é irrelevante.

      Excluir
  24. Lucas, vi um quadrinho bem ignorante de Uma multidão chorando pois Jesus estava crucificado, e um soldado romano grita para eles:"Para que toda essa comoção? Ele defendia bandido!" Só gostaria de sua ajuda para me citar alguns textos bíblicos que refutem essa ideia que Jesus defendia bandidos.

    Deus lhe ilumine!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E quando foi que ele defendeu bandido? Se está falando do ladrão da cruz, ele não o defendeu, não mandou tirar da cruz, não reprovou sua condenação, o próprio ladrão reconheceu que sua condenação era merecida e que a de Cristo não, tudo o que Jesus fez foi assegurar a vida eterna a ele por causa do arrependimento que ali demonstrou, isso nenhum cristão de direita nega.

      Excluir
    2. Lucas, vc é a favor da pena de morte? Poderia escrever um artigo sobre isso um dia. Muita gente usa a passagem de Jesus salvando a pecadora da morte por apedrejamento para concluir que Ele aboliu a pena de morte

      Excluir
    3. Eu prefiro a prisão perpétua do que a pena de morte, mas entendo a prisão perpétua como uma forma de "pena de morte prolongada", porque o cara está condenado à morte do mesmo jeito, só que sofrendo alguns anos na prisão até que isso seja consumado. Eu pensava que era a única pessoa que pensava assim, até descobrir que o Reinaldo Azevedo e o próprio Bolsonaro creem da mesma forma. Pra mim um estuprador não merece alguns segundos na "cadeira elétrica" de sofrimento, merece pagar por anos numa prisão rigorosa até morrer, a morte "de uma vez" seria um presente pra ele diante da gravidade do que ele fez. Mas em casos excepcionais, como no Brasil, a pena de morte para esse tipo de crime mais hediondo seria a melhor solução, tendo em vista que os presídios estão superlotados e eles literalmente tiram bandido da prisão por não haver mais capacidade. Ou seja, a pena de morte aqui no Brasil iria resolver em partes o problema da superlotação, embora o ideal fosse a construção de mais presídios com a prisão perpétua em lugar da pena de morte, que é como ocorre na grande maioria dos países desenvolvidos. Sobre esse texto bíblico especificamente, eu entendo que Jesus livrou a mulher adúltera da pena de morte porque o adultério não é uma razão justificável para a pena de morte, ao menos não na nova aliança. É por isso que também não condenamos adúlteros à prisão ou morte nos dias de hoje. Mas se fosse um caso mais sério (assassinato, estupro, pedofilia, etc), eu não sei se a reação de Cristo seria a mesma. Quase certo que não seria.

      Excluir
  25. Sabe, Lucas, tem uma coisa que não sei explicar bem para alguém quando me perguntam sobre uma pessoa que é mentalmente instável, como um sociopata ou psicopata, se eles serão salvos, ou se o modo como o sistema judiciário pune eles é justo mesmo, pois esses casos são de caras que fazem o que fazem por causa da doença(geralmente).

    O que acha sobre esse assunto?

    Deus lhe ilumine!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem que prender, não tem outro jeito, deixar um cara desses livre e solto na sociedade é pedir para causar mais vítimas. A prisão não é apenas um método de punição por um crime cometido, é também uma forma de manter os criminosos afastados da sociedade para não voltar a cometer outros crimes, ou seja, para proteger as pessoas de bem. Em relação à salvação, isso aí vai depender do grau em que o indivíduo correspondeu ou não ao chamado divino, o tanto que ele ou ela lutou contra seus desejos internos, se tinha fé em Deus ou não, entre outras coisas. Não creio que Deus vá condenar todos arbitrariamente ao inferno, mas também não é um passe livre para o Céu.

      Excluir
    2. Sem contar que um indivíduo psicopata ou sociopata tem limitações claras para algumas coisas, como: arrependimento, empatia, mentira, manipulação, etc. Para nós que não samos, é fácil julgar elas ao inferno(ps.: Não estou falando que todos os psicopatas ou sociopatas são assassinados, manipuladores, mentirosos, etc.). Com esse tipo de coisa, eu prefiro deixar na mão de Deus.

      Excluir
  26. Vc já viu a polêmica entre Olavo e Caetano Veloso?

    ResponderExcluir
  27. Eu ja vi muitos usarem o texto de 1corintios 10:31 pra justificar esse tipo de pensamento binário. Ainda sobre esse tipo de mentalidade, houve um tempo em que igrejas pentecostais como a assembleia de Deus proibia os seus membros de possuírem televisão, pois seus líderes acreditavam que o aparelho era algo que tentava o crente a pecar. alguns eram tão fanáticos que acreditavam que a própria televisão era o próprio anticristo. As vezes tenho impressão que o catarismo ressuscitou em nosssos dias modernos com uma nova aparência e se infiltrou na mente de certas pessoas de nossas igrejas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O texto citado não diz respeito a estar fazendo apenas coisas espirituais o tempo todo, tanto é que o versículo está falando sobre comer. Pelo contexto da passagem, claramente o sentido é de fazer tudo de consciência limpa, é isso o que significa "fazer tudo para a glória de Deus". Ou seja, quando estamos fazendo algo de consciência pura diante de Deus, estamos fazendo para a glória dele (mesmo que seja uma atividade comum e nada "espiritual", como comer e beber).

      Excluir
  28. Lucas, falando em Cristãos na Política, eu gostaria de lhe fazer uma pergunta: Porque em quase toda a Europa o aborto é legalizado, e, um dos argumentos que os pró-aborto mais utilizam é de que a legalização do aborto diminui o número de abortos, e eles usam o aborto legalizado como sinônimo de progresso e civilidade, enquanto que hoje, a maioria dos países onde o aborto ainda é ilegal são países em desenvolvimento ou subdesenvolvidos. Além disso, se tem uma coisa que realmente entristece o meu coração é ver que esses países europeus tão ricos, desenvolvidos e com uma população bastante culta possui leis pré-históricas e bárbaras a respeito do aborto legalizado, até onde eu sei, nos Estados Unidos o movimento pró-vida é bastante forte lá, mas em média apenas 30-40% dos europeus são contra o aborto. Aliás, você tem esperança de que algum dia os países europeus poderão abolir essas leis idiotas? Sinceramente falando eu duvido muito, os europeus estão completamente alienados pelo ateísmo e pelo esquerdismo. Mas oremos por eles.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso é aliás uma grande inverdade, o que todos os dados provam é que o aborto aumenta onde é legalizado, ele no máximo tem uma baixa depois de alguns anos (uma baixa em comparado aos primeiros anos de legalização, não em comparação ao período anterior), continuando bem acima do nível da época em que o aborto era ilegal. O Yago já explicou isso durante este vídeo:

      https://www.youtube.com/watch?v=jIuL5ET5Y5w

      Eu também não tenho muita esperança da Europa mudar nessa questão do aborto, depois que legalizam uma vez fica extremamente difícil de voltar atrás, mas impossível não é. Infelizmente o grande número de ateus e irreligiosos em geral na Europa atual acaba favorecendo esse tipo de política anticristã.

      Excluir
    2. Verdade, aliás os únicos países europeus onde o aborto ainda é ilegal são: Polônia, Reino Unido, Finlândia, Malta e Islândia, mas os os únicos que possuem um movimento pró-vida bastante significativo são a Polônia, Malta e o Reino Unido (principalmente na Irlanda do Norte). Já nos outros, infelizmente não tem como salvar, mas oremos pela Europa e pelos europeus. Além disso, o aborto legalizado também fornece um grande impulso para a imigração islâmica, enquanto os cristãos europeus estão tendo menos de 2 filhos, os imigrantes muçulmanos tem em média 6 filhos pra cima. Isso é realmente deprimente.

      Excluir
  29. Essa música do Michael Jackson é mais cristã do que muitas canções que se dizem "gospel".
    https://www.youtube.com/watch?v=T0iGNc9qc5Y

    ResponderExcluir
  30. Lucas, o que você acha da Ditadura Militar/Governo Militar? Você é a favor daquele período ou não? Foi bom ou ruim pro país? Trouxe progresso ou não? Foi realmente uma "Ditadura" ou só uma intervenção militar? O "Diretas Já" era um movimento de Esquerda e foi criado pela Esquerda? Você acha que um governo militar nos dias de hoje seria bom ou ruim? O que você acha dos supostas pessoas que desapareceram por causa da Ditadura e das que combateram o regime?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não posso ser a favor de uma ditadura, independente de ser uma ditadura de esquerda ou de direita - a própria ditadura em si é uma coisa condenável. O mundo levou milênios para conhecer a democracia, de modo que cada vez que alguém assume o poder sem ser colocado ali pelo povo é um retrocesso. Sob o ponto de vista econômico, o regime militar trouxe avanços em um primeiro momento (foi na época do chamado "milagre econômico", quando o Brasil cresceu aceleradamente), mas depois o "milagre" chegou ao fim, e em seu período final o Brasil entrou em recessão por três anos seguidos, e com índices maiores que os do governo Dilma. Eles fizeram importantes obras de infraestrutura, mas endividaram o Brasil muito além do que já estava, mantiveram uma inflação cada vez mais crescente e galopante, e eram protecionistas em relação ao comércio, o que rendeu ao Brasil alguns prejuízos. Não era uma política liberal, como a que Bolsonaro promete implementar agora sob o comando de Paulo Guedes (na verdade, o próprio liberalismo era bem mal visto pela direita da época).

      Eu não entendo que o "Diretas Já" foi um movimento de esquerda porque dele participaram todo mundo que queria o fim do governo militar, não apenas os esquerdistas, foi como as manifestações apartidárias de 2013. Eu não veria problema em um governo militar nos dias de hoje desde que o militar em questão fosse eleito democraticamente. Minha repulsa é por quem toma o poder à força, independente da vertente política que defenda. Os militares prenderam muitos terroristas de extrema-esquerda, mas também censuraram e prenderam gente que não tinha nada a ver com isso e que queria apenas liberdade de expressão. A censura beirava o nível da paranoia (por exemplo confiscando as letras de cada música para ver se não encontrava nenhuma "crítica subliminar" ao regime). É verdade que uma ditadura de esquerda seria infinitamente pior (como efetivamente foi onde eles tomaram o poder pela força), mas uma coisa não justifica a outra. Essa tese de que os militares tiveram que fazer a ditadura para evitar uma ditadura da esquerda é teoria da conspiração sem base; em lugar nenhum do mundo os comunistas fizeram uma revolução sem o apoio militar, então o risco era zero (considerando que os militares eram contra o comunismo).

      Excluir
  31. O que achas desse texto Banzolao? http://andersonmanilha.blogspot.com/2009/06/fomos-erradamente-ensinados-que-jesus.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É difícil conseguir ler um texto que não tem parágrafos, força a vista e é extremamente desagradável. Sobre o conteúdo, eu concordo que Jesus não era do tipo hippie mendigo que vivia de esmolas na rua, mas dizer que ele não era pobre já é ir longe demais:

      “Pois vocês conhecem a graça de nosso Senhor Jesus Cristo que, sendo rico, se fez pobre por amor de vocês” (2ª Coríntios 8:9)

      Excluir
  32. Então o Senhor Deus declarou: "Não é bom que o homem esteja só; farei para ele al­guém que o auxilie e lhe corresponda".
    Gênesis
    Você acha que neste versículo está presente o machismo?
    Tipo, pois farei uma companheira que Lhe corresponda
    Meio que dá a entender que ha superioridade dos interesses do homem Oq tu acha?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é por isso, é porque Adão foi criado primeiro e se sentia solitário, já que não era possível um relacionamento pessoal com os outros seres criados até então. Da mesma forma que este texto sugere que a mulher complementa o homem, também há textos que sugerem que o homem complementa a mulher e tem obrigações para com ela, como esses aqui:

      “Maridos, amem suas mulheres, assim como Cristo amou a igreja e entregou-se a si mesmo por ela para santificá-la, tendo-a purificado pelo lavar da água mediante a palavra, e apresentá-la a si mesmo como igreja gloriosa, sem mancha nem ruga ou coisa semelhante, mas santa e inculpável. Da mesma forma, os maridos devem amar as suas mulheres como a seus próprios corpos” (Efésios 5:25-28)

      “Portanto, cada um de vocês também ame a sua mulher como a si mesmo" (Efésios 5:33)

      “Do mesmo modo vocês, maridos, sejam sábios no convívio com suas mulheres e tratem-nas com honra, como parte mais frágil e co-herdeiras do dom da graça da vida” (1ª Pedro 3:7)

      Eu abordo isso mais amplamente aqui:

      http://ateismorefutado.blogspot.com/2015/04/a-igualdade-entre-o-homem-e-mulher-na.html

      Excluir
  33. Banzão, você acredita na Teoria da Terra Jovem? Se sim poderia me recomendar autores que falem a favor dela? Eu só acho autores que falam a favor do "Evolucionismo Cristão" kkkkkkkk.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia o livro "Como tudo Começou", do Adauto Lourenço, bem como as suas muitas palestras que você encontra no youtube. O Rodrigo Silva também tem material sobre isso, e em inglês você encontra muita coisa no "Answers in Genesis" e em cientistas como o Dr. Robert Gentry:

      https://answersingenesis.org/

      Alguns vídeos rápidos com argumentos simples e objetivos:

      https://www.youtube.com/watch?v=3VoZWw8KR0U

      https://www.youtube.com/watch?v=pg9HN9tc6EI&t=31s

      https://www.youtube.com/watch?v=lSC_beZTf7Y

      Excluir
  34. Olá Lucas você já viu esse teste chamado "Political Compass" é um teste que determina a sua posição no espectro político, eu fiz e deu direita libertária.

    Veja:

    https://www.politicalcompass.org/test/pt-br

    Meu resultado:
    https://www.politicalcompass.org/chart?ec=3.13&soc=-0.92

    Qual é o seu resultado?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não gostei do teste, de todos os que eu fiz foi o pior, o mais mal feito, cheio de perguntas dúbias, outras "pegadinhas", outras mal-intencionadas (como quem tenta induzir a uma resposta), realmente muito achei ruim esse teste.

      Excluir
  35. "Não foi apenas por causa das “obras espirituais” (orações) que Cornélio alcançou o favor divino, mas também pelas “obras sociais” (esmolas)."

    Cuidado sr. Banzoli! Hoje em dia tais palavras podem ser vistas como esquerdistas rsrsrsrs.
    Mas vamos lá...Eu sou TEOCRATA. Portanto não legitimo qualquer autoridade política, embora, que o respeito por tais deve sempre existir.
    Não acredito que o "Messias" vá cumprir um terço de suas promessas, porque já não seria o primeiro a fazê-lo. Não que ele não queira, mas não há como fazer nada na política sem se prostituir hoje em dia. Não confio na bancada pseudoevangélica, que está lá só pra bancar de legalistas, atando fardos pesados aos seus seguidores, enquanto eles não os movem com um dedo. E nessa celeuma, a nação vai erodindo com facções e dissidências.
    O que eu espero para os próximos quatro anos não são coisas agradáveis e nem um resplandescer de uma sociedade mais justa. Afinal, tudo no Universo caminha rumo a entropia, e querer mudar isso é simplesmente remar contra a maré.
    Falando mais sobre política, não adianta elegerem um homem que se diz honesto, enquanto temos uma população que tem a marca da corrupção no DNA, enquanto elegem alguém não para governar o país, e sim, resolver seus problemas pessoais, em um discurso de anti corrupção, enquanto lotam estádios de futebol eregidos por empreiteiras atoladas até os ossos de falcatruas.
    Portanto eu vos advirto, fazendo minhas as palavras dos Garotos Podres: "Não acreditem em falsos líderes, pois eles irão te trair."
    No mais, parabéns pelo blog sr. Banzoli!

    ResponderExcluir

Fique à vontade para deixar seu comentário, sua participação é importante e será publicada e respondida após passar pela moderação. Todas as perguntas e comentários educados são bem-vindos, mesmo que não tenham a ver com o tema do artigo. Críticas serão publicadas desde que não faltem com o respeito e não sejam feitas em anonimato.

Caso o seu comentário não tenha sido publicado dentro de 24h, reenvie-o.