14 de maio de 2019

200 As mulheres são inferiores aos homens?



Pode parecer bizarro discutir uma coisa dessas em pleno século XXI e em um blog cristão (e é mesmo). Mas eu fiquei de dar uma resposta sobre isso a um comentário publicado por um católico aqui no blog no mês passado, que eu achei mais oportuno responder em forma de artigo. O comentário em questão foi este:


Basicamente, ele argumenta que os homens são superiores às mulheres porque: (1) “o lugar delas é no lar”; (2) “não se interessam por filosofia”; (3) “são nascidas para a escravidão”; (4) “são fisicamente inferiores aos homens”; (5) “são psicologicamente irritantes e loucas”; (6) “tem um timbre de voz inferior”; (7) “o apócrifo católico do Eclesiástico fala da malignidade feminina”; (8) “são menos bonitas que os homens(!)”; (9) “são menos inteligentes”, etc. Então ele termina se gloriando de “não ter nascido escravo nem mulher”, como dizia Platão. Tudo isso para defender o pensamento misógino de Tomás de Aquino, que comprou as ideias misóginas de Aristóteles, o que eu já tinha abordado neste artigo. Basicamente, o comentário reflete a forma brutal com a qual as mulheres foram encaradas por séculos na sociedade até tempos relativamente recentes.

Diante disso, preciso fazer alguns importantes contrapontos:

• Homens são muito mais propensos à violência do que as mulheres. Da massa carcerária, 90% são homens (veja aqui). Isso não ocorre porque a polícia é preconceituosa contra os homens, mas porque homens são naturalmente mais violentos, insubordinados e inclinados a atos ilegais (ou seja, a passar por cima da lei por se julgar acima dela e desdenhar do perigo e das consequências). Homens são mais propensos a se envolver em brigas fúteis de bar ou de trânsito, pois agem compulsivamente com mais frequência. Quando vemos notícias de terroristas explodindo hospitais, de ex-alunos invadindo escolas e atirando pra matar geral, de crime organizado, de roubos, estupros ou gangues, pensamos instintivamente em homens (e com razão).

• Homens são muito mais propensos ao fanatismo (de qualquer tipo) do que as mulheres. Há muito mais homens em torcidas organizadas do que mulheres, e praticamente só eles se envolvem em brigas de torcida (que frequentemente resultam em feridos e mortos), tudo isso por “amor” ao seu time do coração. Há muito mais homens no Estado Islâmico (ISIS) do que mulheres, e dos comentários insultuosos que já recebi ao longo desses dez anos de apologética, 99% deles são de homens fanáticos por uma ideologia religiosa ou política. Raramente uma mulher se rebaixa ao ponto em que os homens costumam descer em um debate, com ameaças de morte e ofensas das mais baixas e obscenas possíveis.

• Homens são também mais propensos aos vícios do que as mulheres. Dos viciados em drogas, 80% são homens (veja aqui). Dos viciados em pornografia, 76% são homens (veja aqui). Também há mais fumantes homens do que mulheres (veja aqui), e homens bebem mais e mais frequentemente do que mulheres (veja aqui). Por isso não surpreende que a expectativa de vida das mulheres seja maior que a dos homens no mundo todo (e que seja tão mais comum vermos homens caindo bêbados por aí do que mulheres). Isso deve significar que as mulheres têm mais “força mental” do que os homens, embora os homens tenham mais força física (o que explica por que há mais homens internados em hospícios do que mulheres).

• Homens também são mais propensos ao vandalismo do que mulheres. É muito mais fácil encontrar um pichador de rua do que uma pichadora. É muito mais comum encontrar um homem depredando um patrimônio público ou privado do que uma mulher. Durante as manifestações de 2013, os chamados black blocs que estavam ali apenas para destruir tudo e causar o caos eram esmagadoramente homens.

• Testes recentes realizados na Europa, Estados Unidos, Austrália, Nova Zelândia e Argentina constataram que as mulheres têm em média um ponto de QI a mais do que os homens (veja aqui), e provaram que a razão pela qual os testes mais antigos apontavam o contrário era apenas porque as mulheres tinham bem menos acesso à educação do que os homens, no passado. Ademais, dos doze tipos de inteligência propostos por Howard Gardner, as mulheres são superiores em nove (veja aqui).

• As mulheres são maioria nas universidades (veja aqui) e tem um índice de conclusão de curso maior do que os homens, que abandonam mais cedo (veja aqui). Das 55 redações com nota mil no Enem do ano passado, 42 foram escritas por mulheres (veja aqui). Depois de analisar 137 mil notas de 22 mil alunos do Centro Universitário Augusto Motta, concluiu-se que as mulheres obtiveram notas 3% superiores aos homens (veja aqui). Lembre-se que Eva só caiu por tentação de um ser sobrenatural, enquanto Adão precisou apenas da sugestão de Eva.

• Estudos recentes também constataram que gestoras mulheres são melhores que homens em atributos de liderança, se saindo melhor do que eles em cinco dos sete atributos fundamentais para uma boa liderança: admitir erros (66% das mulheres ante 34% dos homens); comunicar-se de forma aberta (62% e 38%, respectivamente); extrair o melhor de subalternos (61% e 39%) e liderar pelo exemplo (57% e 43%). O estudo entrevistou ao todo 6.509 pessoas em 13 países, incluindo o Brasil (veja aqui).

• É difícil analisar a fundo se as mulheres também governam melhor do que os homens, porque este é um fenômeno relativamente recente e ainda assim raro. Todavia, é bem sabido que dos 63 monarcas ingleses/britânicos que já ocuparam o trono (a esmagadora maioria homens, pois as mulheres só governavam na ausência de filhos homens), nenhum passou perto da rainha Isabel (1558-1603), a grande responsável pela grandeza inglesa. Em suas mãos, a Inglaterra entrou numa «era de ouro», deixando a posição de potência de segunda ordem para se tornar o país mais poderoso da Europa. Sabemos também que homens são mais propensos a governarem regimes autoritários/totalitários e que todas as ditaduras do mundo são sempre governadas por homens, mas mulheres tendem a ter regimes democráticos mais longos e estáveis (como Margaret Thatcher na Inglaterra e Angela Merkel na Alemanha). Estudos recentes também demonstraram que os países onde mais mulheres estão no governo têm menos corrupção (veja aqui).

• Por serem naturalmente mais inclinados à violência, homens também provocam mais guerras do que mulheres, frequentemente por razões frívolas como a mera conquista territorial, quando não por causas mais graves como a imposição de uma ditadura ou de uma ideologia nazista, fascista, comunista e etc. Isabel governou por quase 50 anos sem provocar nenhuma guerra, no mesmo período em que monarcas homens assolavam a Europa com guerras intermináveis. Christian Mequida e Neil Wiener, da Universidade York, analisaram a história e a população de mais de 150 nações do mundo todo e descobriram que os países mais beligerantes são aqueles onde a proporção de jovens do sexo masculino passa dos 35% (veja aqui).

• Certas coisas a gente não percebe na infância, mas nota depois que cresce. Fazer estágio em história nas turmas do Ensino Fundamental me fez observar algumas coisas um tanto óbvias, tais como: (a) meninos costumam ser bem mais bagunceiros e atrapalham muito mais as aulas do que as meninas; (b) meninos se envolvem em brigas com mais facilidade; (c) meninos são mais hiperativos, às vezes só pra chamar a atenção mesmo; (d) meninos são mais displicentes na apresentação de trabalhos e os esquecem com mais frequência; (e) meninos tem mais dificuldade em se submeter a autoridades como o professor e outros agentes da escola, e assim por diante.

• Depois que crescem, as mulheres continuam apresentando alguns atributos mais nobres, por exemplo: (a) são mães mais atenciosas e prestativas do que os pais (no geral); (b) sabem se comunicar melhor e dão mais valor às coisas “pequenas” da vida e do cotidiano, enquanto os homens são mais “objetivos”, por isso é mais difícil ter uma conversa longa com eles; (c) conseguem realizar múltiplas tarefas ao mesmo tempo, com muito mais facilidade do que os homens; (d) tem mais flexibilidade em aceitar ou pelo menos tolerar pontos de vista diferentes, enquanto os homens tendem a ser mais obstinados e se acharem os donos da verdade (não é à toa que há mais mulheres que aceitam a fé cristã do que homens, e que elas tem uma frequência maior nos cultos); (e) mulheres tem mais sensibilidade, o que lhes confere uma capacidade maior de amar e de demonstrar esse amor, e talvez isso explique por que há bem menos psicopatas mulheres do que homens.

A conclusão que eu quero chegar não é que de fato as mulheres sejam superiores aos homens (embora se tivéssemos que escolher um, sem dúvida seriam elas), mas sim que Deus criou ambos com personalidade e atributos físicos diferentes, nos quais em alguns os homens se sobressaem mais, e em (muitos) outros as mulheres. Eu pretendia que este artigo fosse publicado no dia das mães (anteontem), o que infelizmente não foi possível. Mas como já disse alguém muito sábio, todo dia é dia das mães, então está valendo :)

• Compartilhe este artigo nas redes:

Por Cristo e por Seu Reino,


- Siga-me no Facebook para estar por dentro das atualizações!


- Baixe e leia os meus livros clicando aqui.

- Acesse meu canal no YouTube clicando aqui.


ATENÇÃO: Sua colaboração é importante! Por isso, se você curtiu o artigo, nos ajude divulgando aos seus amigos e compartilhando em suas redes sociais (basta clicar nos ícones abaixo), e sinta-se à vontade para deixar um comentário no post, que aqui respondo a todos :)  

200 comentários:

  1. Banzolao uma pena que na Bíblia há poucos personagens femininos de destaque,lembro de no Antigo Testamento a juiza Débora, Rute e Ester,mas entendes isso como fruto de uma sociedade mais patriarcal?Por isso Cristo preferiu vir ao mundo como homem e escolher 12 discipulos homens,mas ele tinha seguidoras fiéis também como Susana e Maria Madalena.E o que achas de igrejas como a Igreja Presbiteriana do Brasil que ainda proíbe a ordenação feminina?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem outras também (Sara, Miriã, Raabe, Ana, Rebeca, Raquel, Noemi, Lia, Diná, Abgail, a sunamita do Cântico dos Cânticos, a rainha de Sabá, a viúva de Sarepta, e muitas outras no NT), mas de fato a grande maioria dos personagens de destaque na Bíblia são homens, devido à estrutura da sociedade da época (que alguns chamam de "patriarcado"). Por exemplo, Israel era uma monarquia e por isso só homens reinavam, então logicamente os homens teriam mais destaque enquanto reis, da mesma forma que os sacerdotes e profetas. Mesmo assim a mulher em Israel era muito mais valorizada do que nos povos ao redor naquele período, como eu escrevo neste artigo:

      http://ateismorefutado.blogspot.com/2015/04/o-valor-da-mulher-na-biblia.html

      Sobre a ordenação feminina, isso é uma outra discussão, mas eu sou totalmente a favor, embora não condene as denominações que continuam ordenando apenas homens. Mais importa que a verdade seja pregada do que por quem ela é pregada.

      Excluir
    2. Ordenação envolve pastoreio e pregação?

      Excluir
    3. Descordo, https://voltemosaoevangelho.com/blog/2014/01/ordenacao-feminina-afinal-mulheres-podem-ser-pastoras/

      Excluir
  2. Eu citei a IPB na pergunta sobre ordenacao feminina,porque atualmente frequento essa igreja apesar de ter sido criado como assembleiano, andava descontente com algumas doutrinas da Assembléia, como por exemplo darem mais valor a emoção do que a razão, os pastores gritam com frequência,supervalorizam o dom de línguas, não estudam tanto a Bíblia quanto os presbiterianos,que possuem uma estrutura de culto bem organizada,com um boletim sendo entregue antes do culto dizendo tudo que irá acontecer nele,mas indo direto ao ponto,gostaria de saber sua opinião a respeito da "eleição de Deus",os presbiterianos entendem que nós pela nossa natureza pecaminosa não temos capacidade de aceitar a Cristo e querer servi-lo,por isso acreditam que Deus nos escolhe para sermos salvos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu abordo a questão da predestinação aqui:

      http://lucasbanzoli.no.comunidades.net/como-entender-a-predestinacao

      Excluir
  3. Aguardando vc ser chamado de comunista e feminista por ter escrito esse artigo kkkk Falando nisso vc ja foi chamado de esquerdista alguma vez justamente por ser um direitista mais equilibrado e não aderir ao reacionarismo maluco de alguns olavetes?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando eu disse que não votaria no Bolsonaro em primeiro turno teve alguém que comentou que eu tenho m**** na cabeça. Mas tirando isso, nada de mais :D

      Excluir
  4. Porque será que eu já esperava isso:

    https://www.theguardian.com/world/2018/feb/20/netherlands-becoming-a-narco-state-warn-dutch-police

    Deus lhes ilumine!

    ResponderExcluir
  5. I can't read what the comment from the Roman Catholic says. It will not translate for me due to being an image and not part of the actual text of article. But from what I see here, that person surely has got some sick and twisted values and ideas. Aye yi yi!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. It was this comment:

      http://www.lucasbanzoli.com/2019/04/tomas-de-aquino-e-apologia-da-escravidao.html?showComment=1555082560937#c8257370129793814063

      Enjoy ;p

      Excluir
    2. The comment posted on your article is pretty messed up. No doubt, there sure is a lot of strange people out there.

      Excluir
  6. Mr. Anonymous (one who commented on the previous article),

    I would say that that such a teaching is an exhortation against prioritizing our material goods above the will of God. Jesus repeatedly warned against greed. He even posed the following question: "For what does it profit a man if he gain the whole world yet lose his own soul?"

    Besides, how could communists misuse that passage of the Bible when God so clearly condemns thievery?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oh thank you for the answer, Jesse. (E também obrigado ao Lucas, é claro, não foi possível agradecer no artigo anterior). By the way, I would like to ask you a question, what do americans think about your country's electoral system? It's different from Brazil's system. I was researching about it recently and it looks good.

      *Sorry for any mistake

      Excluir
    2. I think that the radical democrats hate it. Those types want complete power and control.

      Excluir
    3. Talking about the Democrats, did you see that Dinesh D'Souza documentary? If yes, what did you think about?

      Excluir
    4. No, in fact, I have not heard of the documentary before. If I may ask, what was it about?

      Excluir
    5. It's the: "Hillary's America: The Secret History of the Democratic Party" (2016).

      https://en.wikipedia.org/wiki/Hillary%27s_America:_The_Secret_History_of_the_Democratic_Party

      Excluir
  7. Só um adendo aqui sobre o artigo: alguns desses dados que o Lucas passou, possuem outros estudos que parecem dizer o contrario(também temos que admitir que, alguns desses estudos podem ter sidos feitos com um viés ideológico de que as mulheres são "superiores" e tals[o mesmo vale para os que dizem o mesmo dos homens])

    Deus lhes ilumine!

    ResponderExcluir
  8. Tem uma implicação(ao meu ver) teológica para os estudos que foram citados aqui sobre as mulheres serem melhores gestoras(por implicação, lideres): se elas são melhores gestoras, porque que a Bíblia parece aludir ao fato de que o homem é sempre o cabeça da família? (Como até mesmo você, Lucas, da a entender no seu artigo explicando a submissão feminina no NT)

    Deus lhes ilumine!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não vejo relação entre uma coisa e outra, nem acho que no artigo eu me expressei assim.

      Excluir
  9. Embora eu saiba que a Wikipédia é um tanto tendenciosa em alguns assuntos, ela pode ser um bom ponto de partida. Creio que no caso da liderança, essa seja um bom ponto de partida:

    https://en.m.wikipedia.org/wiki/Sex_differences_in_leadership

    Deus lhes ilumine!

    ResponderExcluir
  10. Mulher não vale nada!! Foram feitas pra nos servir...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se esse comentário foi sério, recomendo-lhe um bom psiquiatra.

      Excluir
    2. Pra quê? Pra jogar dinheiro fora?

      Excluir
    3. Pra se tratar. Está precisando.

      Excluir
  11. Para não dizer que eu estou endeusando o artigo da Wikipédia, deixarei as observações do único cara que comentou na seçao "talk"(em inglês): "This piece is not talk about sex differences in leadership, it is just a stereo typical one-sided “gender studies” hit piece on masculinity. It doesn’t even mention male leadership attributes, which because they are authoritative (agentic) and not communal, are actually considered more effective by employees over communal leadership traits, at least as primary leadership traits. Masculity is more confident, authoritative, assertive, competitive, independent and courageous and that is actually why men make on on average, generally speaking, better managers than women.

    I am not an academian but anyone in academia who is not an ideologue and can see the extreme bias in this article should correct it to be more balanced"

    Deus lhes ilumine!

    ResponderExcluir
  12. Avalie: https://veja.abril.com.br/blog/duvidas-universais/por-que-moises-demorou-40-anos-para-atravessar-o-sinai-que-so-tem-200-km-de-largura/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem abri o artigo mas a resposta para isso é óbvia, o próprio texto bíblico diz que Moisés ficou 40 anos no deserto porque ele ficou dando voltas, já que aquele povo era indigno de entrar na terra prometida. Só depois que toda aquela geração morreu é que a geração seguinte, liderada por Josué, tomou possa da terra.

      Excluir
  13. Avalie: https://veja.abril.com.br/blog/duvidas-universais/se-cristo-nasceu-em-belem-por-que-era-conhecido-como-8220-jesus-de-nazare-8221/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Outra bobeira que eu nem preciso abrir o artigo pra responder, Jesus era chamado de "Jesus de Nazaré" porque foi em Nazaré que ele viveu quase toda a sua vida (desde os 2 anos de idade), então era muito mais identificado com Nazaré do que com Belém, apesar de ter nascido em Belém.

      Excluir
    2. Mas Banzoli, e por que ele era chamado também de Galileu?
      (Sou outro anônimo)

      Excluir
    3. Porque Nazaré ficava na Galileia, então ele era nazareno e galileu, da mesma forma que eu sou são-joseense e paranaense ao mesmo tempo (por morar em São José dos Pinhais e no Paraná).

      Excluir
  14. Lucas, é incrível como os céticos gostam de usar argumentos idiotas pra desacreditar a Bíblia. Por exemplo: "Moisés não escreveu o Pentateuco porque Deuteronômio 34 relata a morte de Moisés". Ou seja: Silvio Santos escreve sua autobiografia e a Patrícia Abravanel inclui um capítulo relatando a morte do pai. Conclusão? O livro não é do Silvio!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, os dois questionamentos acima são uma demonstração disso. Qualquer coisa simples que eles não entendem por ignorância é usada como "prova" contra a veracidade da Bíblia, chega a ser ridículo.

      Excluir
  15. Avalie: http://www.e-farsas.com/cidade-proibe-os-moradores-de-fofocarem-para-evitar-a-disseminacao-de-rumores-sera-verdade.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, se a moda pega... já pensou essa lei no Brasil? A Sônia Abrão ia passar o resto da vida desempregada.

      Excluir
  16. Avalie: http://livre.site/uol.php?url=https://www1.folha.uol.com.br/colunas/leandro-narloch/2018/01/1951086-meninos-ou-meninas-quem-vai-melhor-no-enem.shtml

    ResponderExcluir
  17. Talvez esse tipo de pensamento explique a quantidade de padres gays dentro da ICAR.
    Mudando de assunto, o que dizer do argumento de que a eugenia foi sucedida dos países protestantes?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso é uma meia verdade...Os países católicos já faziam isso a muito tempo a Croácia católica se tornou facista e fazendo matança aos judeus e sérvios,Nos tempos ibéricos os países mais violentos e que não deixava a automia das colônias eram Portugual e Espanha os países mais católicos da época,durante a Idade Média as perseguições aos judeus e mouros e não católicos era horrenda,tanto que o país na América que a escravidão mais durou foi no Brasil que era católico,A maioria dos países que aderiram o facismo eram paises católicos e grande parte a Igreja não faziam nada ou encobria os erros

      Excluir
    2. A eugenia provém do darwinismo social, não do protestantismo. Ideias eugênicas exerceram influência em diversos países dos mais diferentes entre si, inclusive o Brasil (católico) e a China.

      Excluir
    3. Lucas quais os tipos de eugenia que os católicos promoveram no mundo europeu e no Brasil,já que o pai da eugenia no Brasil foi Renato Kehl?

      Excluir
    4. Este artigo explica isso muito bem:

      https://seer.ufrgs.br/aedos/article/view/68669/40555

      Excluir
  18. Amigo do Banzolão15 de maio de 2019 11:55

    "Essa definitivamente vai entrar para o rol dos piores trocadilhos de todos os tempos"

    https://www.youtube.com/watch?v=-g1ZeGIzU-A

    ResponderExcluir
  19. Machocop, sobre o esquerdismo, uma de suas teses centrais, talvez a principal, e que é sua porta de entrada, é de que o ser humano nasce bom mas a sociedade o corrompe. Penso que só isso ja é suficiente para o crente em Jesus cair fora! Pois as escrituras são muito claras em afirmar justamente o contrario! A Biblia diz que temos o coração perverso e o evangelho começa com o chamamento ao arrependimento. Facilmente se percebe o carater maligno dessa ideologi. Que achas Machocop ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sei quem é esse Machocop, mas eu concordo com a sua análise.

      Excluir
  20. Com relação ao evangelho que pregamos hoje, acho que estamos longe daquilo que Jesus disse, aliás, segundo os registros, era impactante a disposição que os primeiros cristãos tinham de alimentar os famintos e consolar os aflitos até as últimas consequências. Uma vez sugeri na igreja que poderíamos fazer um sopão toda a sexta-feira para entregar aos cracudos que ficavam numa praça perto e pode acreditar que fui duramente criticado, porque uma vez "sob efeitos de drogas", eles não compreenderiam a mensagem de Cristo e foi ressaltado que a igreja "não era espírita"para fazer boas obras sem levar Jesus em conta... eu sei que uma outra igreja que faz isso em outra praça e tipo, fazer isso é só dar uma comida, não é projetar um submarino nuclear de tão perigoso que possa parecer então pergunto, eu errei?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você está certíssimo, a ação social também é um dever cristão, só de existir gente que pensa que isso é coisa de espírita já é uma completa derrota.

      Excluir
  21. Olá Lucas, concordo com você, não me considero machista, amo minha mãe, esposa e minha filha. Sem querer polemizar, se não estou enganado, na vanguarda conhecimento acadêmico, a prevalência é masculina e o placar assemelha-se a Brasil x Alemanha (7x1) (magistério, pesquisa, artigos em revistas científicas, prêmios Nobel). Na sua opinião, qual o motivo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso eu vejo como a junção de dois fatores: primeiro, que tradicionalmente as mulheres são criadas para serem apenas boas mães e donas de casa, enquanto os homens são tradicionalmente criados para serem bons no mercado de trabalho, por isso historicamente o número de homens sempre foi bem maior que o de mulheres nas universidades (isso só tem mudado apenas em tempos bem recentes), e mesmo quando se formam, elas não podem se dedicar totalmente à área acadêmica como os homens fazem, porque tem que dividir com as tarefas domésticas (cuidar dos filhos, da casa e etc). Um exemplo é a Judit Polgár, que foi uma das maiores jogadoras de xadrez da sua época e derrotava quase todos os homens (não chegou a ganhar o título mundial, mas chegou perto), que teve que abandonar a carreira precocemente para cuidar dos filhos (enquanto os homens da idade dela continuam disputando torneios até hoje).

      O segundo ponto é que os homens tendem a ter mais interesse pela área de exatas, enquanto as mulheres tem mais interesse por humanas (por isso um curso de matemática tem meia dúzia de mulheres e o resto são todos homens, o oposto do curso de comunicação social que eu fiz, que tinha meia dúzia de homens e de resto eram todas mulheres), ou seja, essa parte relacionada às ciências costuma despertar mais interesse nos homens do que nas mulheres, por isso é natural que os homens "monopolizem" os prêmios Nobel em física e química. Mas em áreas mais neutras, como o Prêmio Nobel da Paz ou de literatura, a média é bem mais equilibrada.

      Excluir
  22. Com todo o respeito, mas quando eu li este comentário no outro post inicialmente, a impressão que ele me passou é a de que o indivíduo que o escreveu é um homossexual enrustido.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. vou ter de concordar pois nunca vi nem mesmo uma mulher exaltando tanto a figura masculina dessa forma

      Excluir
  23. Machismo e Feminismo são dois disfarces de Satanás para ocultar o invariavel veneno da serpente(Lucas vc concorda?)

    ResponderExcluir
  24. Comentários:

    1) Excelente artigo(como todos os seus artigos). Por isso que é necessário nos esvaziarmos de nossos pensamentos e crenças pré concebidas para moldarmos nossos pensamentos e crenças conforme a Bíblia. Não existe nada na Bíblia que diga que as mulheres são inferiores aos homens, mas mesmo assim eu já vi alguns homens tentando provar usando a Bíblia que as mulheres são inferiores aos homens. E é aí que está o problema da maioria dos erros nas interpretações Bíblicas, nós seres humanos tentamos fazer com que a Bíblia defenda o que já cremos, ou em outras palavras, que confirme o que já cremos de antecedência.

    2) Você concorda comigo que os evangélicos que ficam ansiosos querendo saber quem é o anticristo e que ficam querendo saber o que é a marca da besta tem falta de confiança em Deus? Se temos confiança em Deus também cremos que quando o anticristo surgir e começar a grande tribulação Deus não irá permitir que seus servos e servas sejam enganados, da mesma forma Deus não irá permitir que sejamos marcados com a marca da besta. Então não precisamos ficar ansiosos e preocupados em saber quem será/é o anticristo e o que é a marca da besta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também acho que nós não temos que criar uma obsessão em torno da identidade do anticristo (mesmo porque nós nem sabemos se ele já está entre nós, ou se é alguma figura conhecida), mas também acho que se nós soubéssemos, poderíamos alertar mais pessoas (até porque nem todo mundo é um cristão firme e forte na fé, com consciência dessas coisas). Acho que vai ter crente que será enganado pela besta sim, mas não os crentes que estão firmados na rocha. Por isso na parábola do semeador Jesus diz que há vários tipos de crentes, mas só um que realmente agrada a Deus e que permanece firme até o fim, independentemente das circunstâncias.

      Excluir
  25. Lucas é pecado vê filmes séries e etc com cenas de nudez?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O pecado é assistir a cena em si, não a série, você pode assistir a série e passar pra frente essas cenas de nudez e sexo.

      Excluir
    2. Mais e se você assistir as cenas de nudez apenas por assistir sem cobiça mulheres ainda é pecado ?

      Excluir
    3. E quanto aos filmes de terror? Em especial, os que envolve demônios.

      Excluir
    4. "Mais e se você assistir as cenas de nudez apenas por assistir sem cobiça mulheres ainda é pecado?"

      É muito difícil assistir cenas de nudez e não cobiçar. Por isso a Bíblia diz para "fugir de toda a APARÊNCIA do mal" (1Ts 5:22). Em um sentido técnico, se você e sua esposa consentem nisso e se você realmente não se sente nem um pouco tentado com cenas assim, não haveria pecado, mas por que correr o risco? Este é o ponto.

      "E quanto aos filmes de terror? Em especial, os que envolve demônios"

      Não acho que seja, isso só causa sustos, não tentação, então são casos diferentes (embora eu particularmente deteste ser assustado e por isso não assisto filmes de terror).

      Excluir
  26. Amigo do Banzolão15 de maio de 2019 22:24

    Banzolão, porque em Romanos 5.12 o apóstolo Paulo diz que "por um homem entrou o pecado no mundo"? Não foi por Satanás? Eva pecou primeiro que Adão; e isto aconteceu por causa da tentação de Satanás. Nesse caso o pecado não teria entrado no mundo por Satanás? Além disso, o apóstolo Paulo diz que o pecado ENTROU no mundo, e não que SE ORIGINOU (ou outra expressão equivalente). Então eu imagino o seguinte: "se o pecado ENTROU no mundo, então em algum momento ele estava FORA do mundo". E logo me vem à memória a Queda de Satanás, que segundo a crença popular aconteceu no Céu (não sei se foi exatamente assim). Então eu fico sem entender.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade Paulo estava se referindo a como o pecado entrou na humanidade. O diabo já era pecador, é claro, mas ele precisava de um ponto de contato para que a humanidade se tornasse pecadora tal como ele, foi isso o que ele conseguiu através de Adão. Se Adão e os outros seres humanos não tivessem sucumbido às suas investidas malignas, apenas Satanás e seus demônios estariam na condição de pecadores e a humanidade estaria isenta do pecado, ou seja, neste sentido o mundo estaria livre do pecado (o nosso mundo). Ou seja, antes de Adão já existia o pecado (originado em Satanás), mas ele só entrou no mundo através do ponto de contato que Adão lhe forneceu, e a partir dele (Adão) se estendeu ao resto da humanidade (seus descendentes) como um vírus.

      Excluir
    2. Amigo do Banzolão17 de maio de 2019 10:30

      Entendi. A palavra "mundo" ali em Romanos 5.12 significa "humanidade", isso mesmo?

      Eu estive refletindo sobre outra coisa: "se Adão tivesse rejeitado o fruto proibido oferecido por Eva, o mundo estaria no mesmo caos de agora? O pecado teria atingido a humanidade da mesma forma que atingiu?" Eu penso que não, pois, como nesse caso só Eva seria pecadora (e Adão continuaria perfeito), Deus teria expulsado apenas Eva do jardim do Éden, e Adão continuaria lá. Dessa forma eles não teriam relações sexuais e, consequentemente, a geração não teria crescido. Eu acho que Deus não deixaria Eva desfrutar das maravilhas do jardim, sendo pecadora. Isso seria impunidade. Por outro lado, acho que não faria sentido Deus tirar Adão do jardim do Éden, junto com Eva, sem ele ter pecado. Isso seria colocar em pé de igualdade uma criatura perfeita e uma imperfeita; seria dar ao justo a mesma condenação do injusto. Seria como um pai que tem um filho obediente e um desobediente, e colocar ambos no mesmo castigo. Ou talvez a geração não tivesse crescido, e simplesmente o mundo fora do Éden fosse imperfeito. Assim o que Deus diz a seguir seria direcionado apenas a Eva:

      "maldita seja a terra por tua causa. Tirarás dela com trabalhos penosos o teu sustento todos os dias de tua vida. Ela te produzirá espinhos e abrolhos, e tu comerás a erva da terra. Comerás o teu pão com o suor do teu rosto, até que voltes à terra de que foste tirado; porque és pó, e pó te hás de tornar." (Gênesis 3:17-19)

      O que você acha?

      Excluir
    3. "Entendi. A palavra "mundo" ali em Romanos 5.12 significa "humanidade", isso mesmo?"

      Sim, não se refere à área geográfica do planeta em si. É igual João 3:16, quando Cristo diz que "Deus amou ao mundo" ele não está dizendo que Deus amou o planeta em si, mas sim as pessoas que moram no planeta.

      Sobre o que você disse em relação a Eva, eu concordo. Provavelmente apenas Eva seria expulsa do Paraíso e morreria em algum momento (sem procriar nem gerar descendência), enquanto Adão permaneceria no Paraíso e provavelmente Deus lhe criaria uma outra "Eva" no lugar, não ficaria só Adão vivendo sozinho para sempre no jardim. Mas essas coisas são apenas conjecturas (conjecturas bem razoáveis, mas ainda assim conjecturas).

      Excluir
    4. Amigo do Banzolão18 de maio de 2019 12:35

      Eu não tinha pensado na possibilidade de Deus fazer uma nova companheira pra Adão. Faz sentido.

      Excluir
  27. Comente ponto a ponto:

    https://www.google.com/amp/s/www.pragmatismopolitico.com.br/2012/12/sonho-americano-fatos-chocantes-eua.html/amp

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os pontos 2, 3, 5 e 6 não tem fontes, então não tenho o que comentar. Os outros também não tem fontes, mas são presumíveis. O 1 só prova que não existe impunidade nos EUA igual aqui no Brasil, se cometeu um crime vai preso mesmo e não vai ser solto tão cedo; o 4 é verdade, mas lá as mulheres ganham tão bem que praticamente não precisam disso, por isso você não vê protestos por causa disso, nem mesmo entre as feministas (que são bem atuantes por lá); o 7 seria bom se fosse verdade (infelizmente não é, senão não existiria socialistas assumidos disputando a presidência da república); o 8 funciona muito melhor do que nos outros países, onde a educação pública é "gratuíta" para o estudante e quem paga somos todos nós (através de impostos) para custear uma educação de nível bem inferior ao deles, que eles conseguem tranquilamente pagar trabalhando ou sendo bancados pelos pais (igual quem estuda em faculdade paga no Brasil, com a diferença de que aqui temos bem menos dinheiro para isso); o 9 deveria ser um elogio, assim como o 10.

      Excluir
  28. Por favor comente:

    https://m.youtube.com/watch?v=nES9Rqzi_hI

    Um estereótipo muito comum sobre os norte-americanos é que eles são ruins em geografia, meu professor de ciência política certa vez disse que maioria deles acha que a capital do Brasil é Buenos Aires e 65% deles não conseguem achar a Inglaterra no mapa. Se possível gostaria que o Jesse também comentasse a respeito desse estereótipo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse tipo de entrevista informal não serve como dado de amostragem científica porque qualquer um pode editar do jeito que quiser (por exemplo, eu poderia entrevitar dez pessoas, apagar nove que acertaram e deixar lá só a que errou a pergunta, e assim fazer parecer que todo mundo não sabe nada), por isso não serve de referência, com esse tipo de "método" podemos provar que ninguém sabe nada em lugar nenhum do mundo. Mas pelo que eu li, eles não tem a matéria de geografia lá, então presumivelmente o conhecimento geográfico deles fica bem aquém mesmo. E com a internet e as redes sociais ninguém mais quer saber de estudar, passam todo o tempo navegando em coisas fúteis e em mero entretenimento, por isso o nível cultural está caindo tanto em todo lugar, não só nos EUA. Antes as pessoas passavam mais tempo estudando, imagina você fazer um trabalho universitário sem Google e sem Wikipédia pra ajudar, você tinha que colocar a cara nos livros, gostando ou não; hoje em dia é tudo tão mais fácil que as pessoas se tornaram preguiçosas e bobas.

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  29. Oq acha?
    https://www.facebook.com/IPeMPD/photos/a.2035847733169893/2132801790141153/?type=3&theater

    Eu pessoalmente discordei da maioria dessas definições

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O autor do texto deve ter saído de uma reunião de pauta da UNE.

      Excluir
  30. Lucas, qual sua opinião sobre a MGTOW? Caso não saiba oque é isso, veja isso aqui:

    https://www.youtube.com/watch?v=QxY-TKtFlDs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você já tinha falado disso antes, não se lembra? Até tinha me passado um vídeo desses pra eu comentar (mas era esse aqui: https://www.youtube.com/watch?v=HtOPLiljmio). A não ser que tenha sido outra pessoa falando da mesma coisa. De todo modo, eu acho uma filosofia de vida reprovável, embora cada um tenha o direito de viver como quiser.

      Excluir
    2. Creio que não tenha sido eu... Deve ter sido minha outra personalidade! kkkk

      Excluir
    3. É verdade que as leis de divorcio citadas no vídeo que linkei são "draconianas" para os homens e "tchutchuca" paras as mulheres?

      Excluir
    4. E o que você está achando desse ministro da educação? Na minha singela opinião trocaram 6 por meia dúzia!

      Excluir
    5. "Creio que não tenha sido eu... Deve ter sido minha outra personalidade! kkkk"

      Ah tá xD

      "É verdade que as leis de divorcio citadas no vídeo que linkei são "draconianas" para os homens e "tchutchuca" paras as mulheres?"

      Mais ou menos isso sim, mas até certo ponto compreensivelmente. Quase nunca um pai vai ficar com a guarda dos filhos por exemplo, mas neste ponto eu até concordo, porque a mãe tende a cuidar melhor do que o pai (e geralmente os filhos preferem a mãe mesmo). Claro que isso não necessariamente se aplica a todos os casos, há casos em que o pai cuida melhor que a mãe, mas como casos assim são exceções acaba que a mãe quase sempre ganha a causa. Eu não conheço muito de direito para saber como funciona os outros trâmites legais, mas nessa parte da guarda dos filhos eu até concordo com a lei "draconiana", embora em certos casos específicos ela possa ser injusta (mas não tem como ser perfeita mesmo). E sobre os bens materiais, é só se casar com "separação total de bens" que esse problema não existe. Mas se decidiu se casar com "comunhão total de bens", aí não tem do que reclamar, foi ele que decidiu isso.

      Excluir
    6. "E o que você está achando desse ministro da educação? Na minha singela opinião trocaram 6 por meia dúzia!"

      Com certeza. Trocaram um ministro olavete indicado pelo Olavo por outro ministro olavete indicado pelo Olavo. A diferença é que o outro ministro não sabia o que estava fazendo ali, e esse sabe (o que é pior, considerando suas intenções).

      Excluir
  31. Lucasso o que você pensa sobre as manifestações ontem sobre os cortes de gastos em educação e também da declaração que o bonoro fez a respeito, dizendo que os manifestantes ali eram idiotas uteis?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alguns eram "idiotas úteis" mesmo (gente levantando cartaz de "Lula Livre" e atacando a Reforma da Previdência), mas há muita gente de bem que está contra esses cortes na educação e que não são "idiotas", são apenas pessoas que não aceitam o modo como o ministério da educação tem atuado até agora (mesmo porque, verdade seja dita, até o momento o governo não anunciou nada de novo que melhore a educação, apenas corte de investimentos).

      Excluir
  32. Oi, excelente artigo!
    Esse cara do comentário é bem bizarro...

    Lucas, o que acha disso:
    https://www.youtube.com/watch?v=t3GokDZlnZo

    Eaí? Já assistiu Vingadores: Ultimato? Se sim, o que achou?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esses vídeos católicos eu nem assisto, é perda de tempo, são as mesmas tagarelices de sempre, repetem as mesmas asneiras uns dos outros como verdadeiros papagaios que são, e não há nada que já não tenha sido refutado em algum dos mais de 600 artigos já publicados sobre as papagaiadas deles:

      http://www.lucasbanzoli.com/2015/07/artigos-sobre-catolicismo.html

      Esse vídeo em quetão eu tinha assistido na época (2017) e é mais um exemplo de cinismo, arrogância, ignorância e falta de respeito desse robozinho do Olavo anêmico de argumentos (e que não à toa foi destroçado pelo Yago, e depois se recusou a debater pessoalmente com ele). Enfim. Hoje em dia eu nem assisto mais esse tipo de vídeo pra manter minha saúde mental, então agradeço se puder me poupar desse suplício.

      Sobre o novo filme dos Vingadores, já fui assistir duas vezes, só não assisto mais por falta de grana mesmo, senão iria assistir todo dia até sair de cartaz, então não preciso nem dizer se gostei xD

      Excluir
    2. Thx!

      É, eu sei, esse vídeo é totalmente maluco, só passei ele aqui por causa do suposto "milagre" da pétula de rosa, que eu aposto que tem uma explicação perfeitamente lógica.

      Quanto ao filme, bem, também assisti e acho que é o meu filme de super-herói favorito! XD

      Excluir
    3. "É, eu sei, esse vídeo é totalmente maluco, só passei ele aqui por causa do suposto "milagre" da pétula de rosa, que eu aposto que tem uma explicação perfeitamente lógica"

      Esse "milagre da pétala de rosa" foi uma das coisas mais bizarras que eu já ouvi em toda a minha vida, quando eu vi o vídeo na época deu vontade de chorar de rir. Como alguém se converte por uma coisa dessas, meu Deus do céu!? Tem louco pra tudo nesse mundo. Mesmo supondo que a pétala estivesse ali realmente por causas sobrenaturais e não por qualquer razão natural das muitas que poderiam ser, seria extremamente ingênuo pensar que alguém que conseguiu transformar a vara dos magos em uma cobra viva não fosse capaz de criar uma simples pétala de rosa, a fim de convencer um bobalhão como esse.

      "Quanto ao filme, bem, também assisti e acho que é o meu filme de super-herói favorito! XD"

      Como assim seu "filme de super-herói favorito"? Tira o "de super-herói" dessa frase que eu concordo 😀

      Excluir
    4. -Totalmente bizarra essa conversão por causa desse "milagre". Meu Deus...

      -Verdade, é o meu filme favorito😀. não sei porque eu escrevi dessa forma.. 😵😝 kkk

      Excluir
  33. Olá Lucas, ultimamente andei pesquisando sobre essa discussão do nazismo ser de esquerda ou direita, cheguei a conclusão de que realmente está muito mais pra esquerda, isso ficou escancarado pra mim. Porém, o que explica o fato do consenso geral do mundo categorizar o nazismo na direita? Eu sei que há exceções, há acadêmicos que devem pensar diferente, encontrei por exemplo textos que sugerem que o nazismo seja uma 3° via ideológica, bem mais pra esquerda do que direita. Mas mesmo assim a grande maioria dos textos e pessoas que eu vi aponta o regime como sendo direitista SEMPRE, eles sempre citam que não existe discussão a respeito no meio acadêmico, e o próprio governo alemão assume que é de fato extrema-direita. Como esse senso comum se formou? Eu não quero chegar ao ponto de sair chamando todas essas pessoas de 'comunistas safados', estou tentando compreender o que aconteceu pra grande parte do mundo pensar assim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Simples, os nazistas eram reacionarias extremistas (ou seja, queriam tanto trazer a "gloria do passado alemao" devolta que passaram a matar todos os nao alemaes do pais ou expulsalos), tinham um regime fascista de governo (que foi feito pra combater o comunismo, mas tambem era anticapitalista), e eram extremamente militares e nacionalistas (vc nao ve pessoas de esquerda la tao nacionalistas ou apoiando o exercito, no brasil esse nacionalismo esquerdista e apenas odio ao americanismo). Algumas semelhancas do nazismo com a esquerda e o odio a religiao e tambem a propagacao das ideias darwinistas, mas ao analisar o sistema de governo, percebe-se que se assemelha a direita autoritaria (por isso, extrema direita).

      Excluir
    2. O problema está na própria conceituação de direita e esquerda, que em sua origem era algo bem claro e instrutivo, e hoje em dia causa mais confusão do que explica qualquer coisa. Um exemplo simples: se eu digo que sou de direita, no nosso cenário político atual, eu corro um enorme risco de ser confundido com um membro da seita olavete, um fanático católico medievalista, um militante da ditadura, um ativista da volta da monarquia, um nacionalista reacionário, um saudosista das cruzadas e assim por diante (ou seja, tudo o que eu me oponho). De modo que se dizer de "direita" ou "esquerda" hoje em dia nem sempre identifica com fidelidade o que uma pessoa é, hoje em dia isso é cada vez mais incomum. Antes era mais fácil porque havia bem menos questões políticas envolvidas, então era simples identificar o lado político de alguém, mas hoje em dia as pautas políticas são tantas e tão diversificadas que se tornou quase impossível enquadrar alguém em alguma caixinha.

      Hoje chamamos de "esquerdista" quem defende a legalização do aborto e das drogas, mas isso nem fazia parte da discussão ideológica na época do nazismo, e mesmo hoje em dia há abortistas e partidários da legalização das drogas que se dizem de direita. No campo econômico, católicos tradicionalistas se dizem de direita, mas detestam o liberalismo econômico e os “neocons” (como chamam quem se assemelha à direita americana). E aí, como fica? Nem em se tratando da pauta econômica nem sobre as pautas de costumes temos uma definição objetiva e universal do que vem a ser a “direita” (embora aqui tenha pegado mais a defesa do liberalismo econômico e do conservadorismo de costumes como a definição de direita, que mesmo assim é uma conceituação bem recente na nossa história).

      Outro exemplo: na Europa qualquer um desses partidos anti-imigração são automaticamente qualificados como "radicais de extrema-direita", ainda que no restante não tenham nada de direitistas. O cara pode defender aborto, regulação do mercado, todas as pautas LGBT e etc, que só por ser radicalmente anti-imigração já é taxado de "extrema-direita" (como aquela Marine Le Pen, que chegou ao segundo turno contra o Macron na França). Um partido ao maior estilo "PSOL" poderia ser enquadrado como de "extrema-direita" por esses critérios, bastando ser anti-imigração.

      [Continua...]

      Excluir
    3. Isso é ridículo, mas mostra como essa divisão "esquerda/direita" é antiquada e cheia de anacronismos. Ela não nos diz mais com clareza o que as pessoas pensam; duas pessoas podem se dizer de direita e discordar entre si em 99% das coisas, e o mesmo se aplica à esquerda. E isso quando transpassado a discussões do século passado, como o nazismo, torna-se ainda mais anacrônico e indiscutível (no sentido de que não tem como se discutir mesmo, de tão distante são as duas realidades). O partido nazista era visto como de extrema-direita naquela época por essas coisas que o anônimo acima corretamente elencou, mas se fosse nos dias de hoje um partido desses seria provavelmente enquadrado como de esquerda porque possui mais características atreladas ao que a esquerda de hoje diz do que com a direita, mas isso em se tratando de política brasileira, pois cada país tem seus próprios conceitos do que vem a ser direita e esquerda... está vendo como as coisas não são nada simples?

      Por isso uns preferem ficar com a rotulação da época mesmo e ignorar todas essas discussões, enquanto outros tentam transpor para a nossa época e enquadram de outra maneira, e outros ainda preferem fugir da dicotomia esquerda-direita e assumir que era uma "terceira via"... todos eles estão "certos" dependendo da perspectiva que se enxerga. Falando por mim, eu pessoalmente entendo o nazismo como de esquerda porque defino direita e esquerda pelo espectro econômico (mais Estado, mais esquerda; mais mercado, mais direita), algum critério deve existir e este é o que eu escolho PARA MIM, mas entendo e respeito quem conceitua direita e esquerda a partir de outras perspectivas, já que nenhuma delas é definitiva ou fala em nome de todos.

      Excluir
    4. (Sou o anônimo da pergunta)

      O conceito de direita e esquerda surgiu na Revolução Francesa. Os favoráveis a revolução se dividiam em dois grupos, na Assembleia um dos grupos se sentava a esquerda e o outro a direita, tentei colocar aqui os pontos definitivos de meu conhecimento, que podem estar incorretos.

      Direita Original(Girondinos): Compostos majoritariamente por pessoas pertencentes a alta burguesia. Eram mais moderados e conciliadores, possuíam viés mais individualista, defendiam o liberalismo, eram abolicionistas, e federalistas. O grupo oscilava entre apoiadores da República e apoiadores da Monarquia Constitucional. Eram a favor do voto censitário, somente os de melhores condições votavam. Por serem mais moderados, é dentro da direita que se encaixa e se desenvolve o grupo dos conservadores, mas vale ressaltar que definir um conservador vai variar do local e época tratados.

      Esquerda Original(Jacobinos): Compostos majoritariamente por pessoas da baixa burguesia, representavam os mais pobres. Eram a favor de um governo centralizado e que faça intervenções na sociedade, eram mais radicais. Possuíam um viés mais coletivista, apoiavam o congelamento de preços em artigos de primeira necessidade, queriam a erradicação da pobreza, eram abolicionistas, contra a monarquia, a favor do voto geral. Por serem mais radicais, é dentro da esquerda que estão os progressistas.

      Tal definição está correta? Basicamente, a direita é historicamente individualista, liberal. E a esquerda é coletivista e antiliberal.

      Excluir
    5. Sim, em sua origem é basicamente isso mesmo que você descreveu, você descreveu muito bem. Embora, é claro, a realidade francesa não fosse a realidade do mundo todo, e tampouco a realidade do século XVIII era a mesma realidade atual, por isso esses conceitos variam muito.

      Excluir
  34. Eu acho é que esses caras não gostavam de mulher.Uns enrustidos.

    ResponderExcluir
  35. Avalie:
    https://youtu.be/Aaz4jdlqhSk

    Deus lhe ilumine!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não vou comentar vídeos em inglês para não correr o risco de cometer injustiças por entender algo errado.

      Excluir
  36. O que achas desse texto Banzolão? https://uniaoariana.wordpress.com/2010/09/29/minha-raca-maravilhosa/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O texto é muito longo pra ser lido, mas só pelo primeiro parágrafo já está nítido que se trata de mais uma canalhice.

      Excluir
    2. Sim é um texto canalha escrito por um nacionalista branco,ele tenta colocar a civilização branca europeia como superior,o George personagem do conto,é transportado para uma America do Norte sem os brancos e o que tinha la eram índios vivendo no meio do mato, ele alega que os índios não teriam capacidade de construir carros,trens,edifícios, que eram atrasados, assim como os africanos,no conto ele admirava muito o Referendo Martin Luther King, mas ele se da conta que o Martin Luther King so se tornou umreverendo educado,um intelectual porque estudou em uma universidade e seminário criado por brancos,sem os brancos ele seria o Matumba Kinga, um feiticeiro tribal africano,ja que no texto é alegado que foram os europeus que levaram o cristianismo e universidades para a África, concordas?

      Excluir
    3. Banzolao e vc acha racismo afirmar que a civilização europeia ocidental é superior as outras?E os brancos terem orgulho de sua cor?Se os negros podem ter,os brancos também

      Excluir
    4. A civilização europeia não é superior coisa nenhuma porque ela foi inferior à Ásia durante praticamente toda a história da humanidade. Só a partir do século XVI que essa diferença foi sendo superada, e só no século XVIII que foi concretizada. Ou seja, essa "superioridade europeia" é um fenômeno extremamente recente na história, quase todos os grandes impérios do passado eram asiáticos. Essa questão dos índios serem atrasados é bem relativa também, por que eles eram atrasados? Porque eles não tiveram o mesmo tempo para progredir que os europeus tiveram. Quando aqueles que nós chamamos de "índios" chegaram à América (provavelmente atravessando o estreito de Bering), já havia civilização na Europa há milênios, ou seja, os europeus tiveram muito mais tempo para se desenvolver do que eles. É como comparar uma corrida de 100 metros com alguém que já começa 70 metros na frente do outro. Isso também explica por que os índios do norte (maias e astecas, por exemplo) eram bem mais desenvolvidos do que os índios do sul (tupis-guaranis, por exemplo), porque estes levaram muito mais tempo para atravessar do norte para o sul, até estabelecer uma civilização em si. Com a África é a mesma coisa, só o norte da África era desenvolvido porque estava em contato direto com a Ásia e a Europa, então quem precisava imigrar para o sul da África eram as populações perseguidas ou extremamente pobres que não tinham espaço na sociedade, por isso a população sul-africana sempre foi tão escassa, pobre e dividida em pequenos grupos (e por isso os europeus tiveram tanta facilidade em capturar ou comprar escravos entre eles para transportar ao Novo Mundo). Tudo tem a ver com o tempo de desenvolvimento, não com uma qualidade inata pertencente a alguma raça.

      Sobre brancos e negros terem "orgulho da sua cor", eu acho isso uma grande bobagem. Ninguém tem que se orgulhar ou se envergonhar da cor da sua pele, mas sim de quem ele é (das suas qualidades morais, do que é por dentro e não por fora).

      Excluir
    5. *" Quando aqueles que nós chamamos de "índios" chegaram à América (provavelmente atravessando o estreito de Bering), já havia civilização na Europa há milênios"

      Lucas, eu não tenho 100% de certeza se você é um criacionista da Terra jovem ou não, mas na antropologia "mainstream" os primeiros ancestrais indígenas chegaram na América há mais de 13000 anos, e nessa época não havia civilização nenhuma, mas no caso de você realmente defender o Criacionismo da Terra jovem, existe alguma teoria sobre quando o povoamento das Américas aconteceu?

      Excluir
    6. Eu respondi de acordo com a perspectiva criacionista sim, a qual defendo. Na perspectiva evolucionista, esse discurso "supremacista" até faria algum sentido, já que não haveria a vantagem temporal de um em relação ao outro, e não é novidade que a teoria da evolução tem sido usada desde sempre para fundamentar todos os tipos de monstruosidades, preconceito e supremacia racial (desde a eugenia até a supremacia branca e europeia). No criacionismo há uma tendência maior à tolerância, decorrente da crença de que todos foram criados iguais, à imagem e semelhança de Deus. Mas no evolucionismo fica muito fácil acusar esta ou aquela raça de ser "menos evoluída" que a outra e usar isso como pretexto para a discriminação e a esterilização involuntária, porque o próprio discurso evolucionista se baseia em quem é mais apto, mais forte, mais "evoluído", e portanto "superior". Posso estar enganado, mas tenho quase certeza de que foi o próprio Darwin que dizia que os negros eram inferiores aos brancos porque tinham um "cérebro menor" e "menos desenvolvido". Numa perpectiva de terra jovem, nós não temos como saber quando houve essa transição (da Ásia para a América do Norte), mas com certeza foi bem depois de quando já havia civilização nos outros continentes, especialmente na Europa, na Ásia e no norte da África, que ficavam ali perto. E depois, para atravessar toda a América de norte a sul, não deve ter sido rápido. De modo que nós não sabemos exatamente há quanto tempo os índios estavam estabelecidos aqui quando Colombo chegou, mas certamente foi bem depois de quando já havia civilização europeia.

      Excluir
    7. No evolucionismo o mais adaptado sobrevive,por isso que a preservação natural é chamada de seleção natural.

      Excluir
    8. Foi o que eu disse na décima linha da resposta ("...o próprio discurso evolucionista se baseia em quem é mais apto"). Eu não estou discutindo aqui se a evolução é verdadeira ou não, isso é um outro debate, estou relatando o FATO histórico de que a evolução foi sempre usada para instigar o racismo e as teses de supremacia racial:

      https://darwinismo.wordpress.com/2015/02/20/a-teoria-da-evolucao-e-a-ascencao-do-racismo/

      http://ateismorefutado.blogspot.com/2014/12/o-darwinismo-de-maos-dadas-com-eugenia.html

      Sobre o que o próprio Darwin afirmou expressamente:

      http://www.inteligentista.com/darwinismo-e-o-racismo/

      Excluir
  37. Oi Lucas,não deu pra comentar no artigo anterior por falta de espaço,mas veja bem,Teófilo em sua obra faz um contraste entre vida eterna e tormento eterno,se ele falasse castigo(morte)eterno tudo bem,mas ele escreveu tormento.Não estou dizendo que ele seja imortalista,já que em outras passagens ele se mostra aniquilacionista,mas nesta ficou no mínimo estranho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso na tradução para o português, a gente não sabe como consta no original grego. Por exemplo, em Mateus 25:46 algumas versões (em português e inglês) vertem por "tormento" aquilo que no grego é "kolasin" e significa apenas "punição". Por isso mesmo essas traduções não são confiáveis, ainda mais as da Paulus que foram feitas por católicos (imortalistas, é lógico) e que já adulteraram tanta coisa na caradura, como eu mostro no artigo abaixo (no artigo eu falo das falsificações do Veritatis porque foi o site onde eu peguei as citações, mas na verdade o Veritatis apenas transcreveu as traduções da Paulus, em quem de fato recai a culpa):

      http://heresiascatolicas.blogspot.com/2015/08/site-catolico-veritatis-adulterando_23.html

      Não precisamos nem ir longe para perceber que a crença de Teófilo ali provavelmente não era de um tormento eterno, porque no mesmo trecho que você citou ele diz que os justos precisam buscar a incorruptibilidade para entrar na vida eterna, isso significa que os ímpios não são incorruptíveis, e se não são incorruptíveis não podem ser eternamente refratários ao fogo (imortais). Por isso no grego a mesma palavra que significa imortalidade também significa incorruptibilidade, as duas coisas estão diretamente vinculadas uma com a outra, porque uma não pode existir sem a outra.

      E no final do texto ele diz que "para esses (os ímpios) existirá a ira e a indignação, a tribulação e a angústia, e, POR FIM o fogo eterno se apoderará deles". Note que ele fala de duas coisas diferentes aqui: primeiro ele fala do castigo ("tribulação e angústia"), e DEPOIS do castigo é que vem o fogo eterno (o que implica que esse "fogo eterno" não diz respeito ao próprio castigo). Isso indica que Teófilo tinha o mesmo entendimento de fogo eterno que a expressão tem na Bíblia: não como um fogo eterno no processo, mas sim uma linguagem que expressa a DESTRUIÇÃO TOTAL (como o fogo que caiu em Sodoma e Gomorra, que Judas chama de "fogo eterno", embora não esteja queimando até hoje), que ocorre após um tempo de castigo proporcional no geena.

      No meu livro com certeza deve ter outras citações do tipo mas eu nem precisei abri-lo, só do trecho que você cita já fica claro que Teófilo não cria em tormento eterno.

      Excluir
  38. Lucas, estou em duvida em questão sobre auto defesa do ponto de vista cristão, afinal quando isso pode ser aplicado? 1 Pedro 2:18-20 Vós, servos, sujeitai-vos com todo o temor aos senhores, não somente aos bons e humanos, mas também aos maus.Porque é coisa agradável, que alguém, por causa da consciência para com Deus, sofra agravos, padecendo injustamente.Porque, que glória será essa, se, pecando, sois esbofeteados e sofreis? Mas se, fazendo o bem, sois afligidos e o sofreis, isso é agradável a Deus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aí Pedro não está falando de bandidos ou assassinos que invadem a propriedade privada de outro, mas sim da relação entre senhores e escravos que ainda existia na época. Que a Bíblia defende o direito de legítima defesa, isso está claro tanto na lei do AT como em trechos do NT, quando por exemplo Jesus diz para comprar espadas (para se defender, e não para atacar, como Pedro acabou fazendo depois).

      Excluir
  39. Lucas se você fosse casado e traído e sua cônjuge alegasse arrependimento você continuária com ela ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não. Quem trai uma vez, trai duas.

      Excluir
    2. Sou outra pessoa mas se fosse comigo talvez eu perdoaria no sentido bíblico, mas jamais ficaria com esta pessoa novamente.

      Excluir
  40. Eu acho que este jovem tem uma certa inclinação homossexual. Como um homem heterossexual pode achar outro homem naturalmente mais atraente do que o "belo sexo"? Mulheres são delicadas, macias e cheias de curvas! Eu fico extasiado sempre que vejo, meu pulso acelera! Homens tem formas retilíneas, quadradas, grosseiras. Parecem pinturas cubistas. É feio. Mulheres tem uma rosa. Homens tem uma salsicha viva, peluda e cheia de veias! Meu Deus...

    COMO VOCÊ CONSEGUE FALAR UM ABSURDO DESSES?! "Homens são mais bonitos que mulheres"? Você deve ser louco ou homossexual. Fiquei revoltado agora.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também fiquei pasmado quando ele disse isso, deve ter sido a parte mais revoltante mesmo xD

      Excluir
    2. Cara, assim, eu parei de ler o comentário do cara quando eu li que os homens são naturalmente mais bonitos... E olha que eu já tava lendo os absurdos com essa cara aqui: https://www.google.com/search?q=vin+diesel+fake&client=firefox-b-d&source=lnms&tbm=isch&sa=X&ved=0ahUKEwjQkov7_KPiAhWKIbkGHVj2DPYQ_AUIDigB&biw=1366&bih=693#imgrc=IZrOc5Xo3rWltM:

      Excluir
  41. Eu sempre gostei mais da DC comics e meu herói preferido dela é o Batman,mas depois que a DC fez uma obra lacradora contra o cristianismo comecei a dar mais moral pra Marvel e meu herói preferido dela é o Wolverine.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu nunca li os quadrinhos, só assisto os filmes mesmo, o que já é mais que o suficiente para preferir a Marvel (apesar do último filme do Aquaman ter sido sensacional).

      Excluir
    2. A culpa não é da DC, foram apenas alguns escritores que decidiram fazer a história e eles não desistiram, foi a DC inclusive que decidiu cancelar a publicação. A DC retrata melhor o cristianismo que a Marvel, pois o maior herói da DC é o Superman, cujo nome é Kar-El (nome de inspiração bíblica, pois El significa Deus nas línguas semitas), ele veio de outro mundo e é um simbolo de perfeição e heroísmo, pois ele se sacrifica pelos outros, e mais uma série de outras coisas, na Marvel não lembro de ter algum herói com tamanha inspiração cristã.

      Excluir
    3. A Marvel tem o Capitão América, que é um modelo de caráter e pureza, dizem que nos quadrinhos isso é bem mais evidente do que nos filmes, mas no primeiro filme dos Vingadores tem uma cena em que ele diz que "só existe um Deus, e ele não se veste assim" (referindo-se às roupas do Thor, se me lembro bem). Pode ver que todas as atitudes dele são compatíveis com o que Jesus faria, é alguém que se sacrificou pelo mundo no primeiro filme dele, o que é mais "certinho" de todos os personagens, alguém que não tem uma vida ou um passado de devassidão, que está sempre dando os melhores conselhos e tomando as atitudes mais nobres (seja para salvar um amigo como o Bucky ou quem seja). Não estou dizendo que ele personifica Cristo, e nem acho que tem que existir um personagem que o personifica (Cristo não precisa ser personificado por alguém dos quadrinhos), mas que ele é um bom exemplo de cristão, isso é. Dizem até que nos quadrinhos ele é um protestante devoto que vai à igreja todo domingo:

      https://www.semprefamilia.com.br/qual-a-religiao-dos-super-herois-saiba-em-que-creem-10-personagens-dos-quadrinhos/

      Excluir
  42. Atualizando:desistiram da obra mas só pq houve protesto https://r-amply-cloud.cdn.ampproject.org/v/s/r.amply.cloud/?amp_js_v=a2&amp_gsa=1&url=https%3A%2F%2Fguiame.com.br%2Fgospel%2Fnoticias%2Fdc-comics-cancela-serie-que-distorce-historia-de-jesus-apos-protesto-de-cristaos.html&usqp=mq331AQCCAE%3D#aoh=15580942074491&amp_ct=1558094230940&referrer=https%3A%2F%2Fwww.google.com&amp_tf=Fonte%3A%20%251%24s

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Menos mal... a sorte deles é que não foi com Maomé 😱

      Excluir
  43. Banzoli, o que você acha desse vídeo?
    https://youtu.be/Ga01I_2ZA4k

    Já vi diversas pessoas compartilhando nas redes sociais e até uma análise do Youtuber Tio Lu". Mas pra mim isso é só mais um cara tentando chamar atenção com "profecias tenebrosas" assim como muitos já fizeram e que nunca se concretizaram.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deve ser dos mesmos criadores do "arrebatamento em 23 de setembro" (de 2017).

      Excluir
  44. Oie! essa é minha primeira visita ao seu Blog e já gostaria de deixar aqui meus elogios! Acho que já li aqui uns 5 artigos (e eu estou cheia de outras coisas para estudar, mas simplesmente não resisti kkk).Em fim, eu sirvo a Deus na Congregação Cristã no Brasil, e confesso que, por muitas vezes, fiquei decepcionada ao ver a falta de representatividade feminina dentro dessa instituição, no entanto, sei que todas as igrejas tem seus prós e contras,até porque o caminho verdadeiro está em Jesus e não em um determinada placa de igreja. A minha duvida é: você acha que Jesus foi revolucionário com as mulheres? quando se manifestou a cerca do divorcio, quando quebrou os protocolos da época ao falar com a mulher samaritana...dentre outros exemplos?. Outra coisa é: o que você diria sobre as declarações de Paulo a respeito da postura da mulher dentro da igreja? Foi algo inspirado por Deus e ,portanto, digno de ser seguido, ou apenas instruções que serviriam apenas para aquele contexto especifico (considerando a sociedade patriarcal e machista que Paulo estava inserido)?
    Desde já agradeço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Anna, que bom que gostou do site, espero que continue sem conseguir resistir a leitura dos artigos xD

      Sobre Jesus ter sido um revolucionário em relação ao trato com as mulheres, tenho certeza que sim. Numa sociedade em que o testemunho de mulheres não era considerado válido nos tribunais, ele decidiu aparecer após a ressurreição justamente para as mulheres, e só mais tarde para os discípulos. Ele defendeu a mulher que estava prestes a ser apedrejada por adultério, quando os seus acusadores haviam protegido o homem adúltero (a lei mandava apedrejar a ambos). Ele decidiu vir ao mundo através de uma mãe biológica, mas sem um pai biológico. Ele disse que a oferta da viúva pobre tinha mais valor que a de todos os fariseus e mestres da lei. Ele ficou ao lado da mulher pecadora que lhe molhou seus pés com lágrimas e ungiu seu cabelo com perfume, mesmo sendo repreendida pelos discípulos. Ele também quebrou muitos preconceitos na conversa com a mulher samaritana que você bem ressaltou, e em outras ocasiões.

      Sobre as declarações de Paulo, foram as duas coisas: inspiradas por Deus, mas orientadas para aquele contexto cultural em específico. Muitos desses textos são mal-interpretados, como por exemplo aquele em que ele pede para as mulheres ficarem caladas na igreja. Mas em outro texto da mesma carta, ele diz que as mulheres poderiam profetizar na igreja (e para profetizar, é obviamente necessário falar). Então o que Paulo estava se referindo não era ao ministério feminino, mas sim sobre interromper o culto para pedir explicações ao marido sobre algo que não entendeu, atrapalhando assim o andamento natural do culto e incomodando os demais, por isso ele complementa dizendo que é para perguntar ao marido em casa (para não atrapalhar o culto). Só que as pessoas tiram textos como esse do contexto, e os usam para tirar o direito das mulheres pregarem na igreja, como se elas não tivessem nada de bom e útil para acrescentar e compartilhar (e tem, talvez até mais do que os homens).

      Abs!

      Excluir
    2. Lucas,

      What do you think of the idea of ordained female ministers?

      Excluir
    3. I agree with the female ministry, I briefly wrote about this in this article:

      http://ocristianismoemfoco.blogspot.com/2015/08/o-pastorado-feminino-e-correto.html

      Excluir
    4. Well, I personally do not agree with the idea of women being ordained to preach behind the pulpit. But at the same time, I believe that woman are certainly allowed to teach (being theologians, educating people, etc.) and obligated as men are to preach the gospel.

      Excluir
    5. That is the point, I do not understand why Presbyterians (and other Protestant groups) are opposed to female preaching in the pulpits, but not in other spheres (like the ones you mentioned). For me, it essentially makes no difference, considering that in either case they are teaching something to someone, and something involving the gospel. I do not want to argue about it here, primarily because it is not the subject of the article and it is a discussion that goes a long way, but I think if we should ban it, we would have to ban everything (or allow everything). This is one of the things that makes me be in favor of the female ministry, a matter of consistency (at least in my opinion).

      Excluir
    6. Lucas, por que não publicar meus comentários para o Jesse responder?

      Excluir
    7. Eu já disse que não publico trollagens, faça uma pergunta séria para ele igual o outro anônimo fez que eu publico.

      Excluir
  45. Lucas, perdoe a ignorância, em João 14, Cristo descreve um lugar onde levará os seus. A leitura parece não favorecer a ideia que será aqui na terra. Onde será?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A "casa do Pai" onde "há muitas moradas" se refere à Nova Jerusalém, que de fato se encontra hoje no céu, mas que descerá à terra após o milênio para se tornar o lar eterno dos salvos, como João descreve em Apocalipse 21:2:

      "Vi a cidade santa, a nova Jerusalém, que DESCIA DO CÉU, da parte de Deus, preparada como uma noiva adornada para o seu marido" (Apocalipse 21:2)

      Ou seja, embora o nosso lar esteja no céu e Jesus nos levará para esse lar, o modo como isso acontece é com Jesus trazendo esse lar à terra, e não com nós sendo transportados a uma outra dimensão.

      Excluir
    2. Entendi Lucas. É bom Falar com quem sabe.

      Excluir
  46. Olha só que legal essa refutação a um calvinista: https://youtu.be/8172axKkT_g

    Deus lhes ilumine!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Vailatti é muito bom mesmo.

      Excluir
    2. Não sei se você sabe, mas tem um debate entre o Vailatti e o Leandro no Vejam Só sobre a parábola do Rico e Lázaro:

      https://youtu.be/oZpmPQN43M4

      Deus lhe ilumine!

      Excluir
  47. Lucas, as redes sociais tá abarrotada de "profecias" proferidas até por pastores sobre o governo Bolsonaro. Eu recebi uma prevendo "banho de sangue", tanques de guerra nas ruas, convulsão social, que seremos a próxima Venezuela,etc.
    Qual sua opinião sobre pastores/padres/clero que se utiliza desse expediente? O que dizer de tais "profecias"?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pra mim essas "profecias" não passam de "profetadas" dadas pela carne. É do mesmo tipo de gente que previu o arrebatamento em 23 de setembro de 2017, o mesmo tipo de gente que previu que a Marina Silva seria eleita em 2014 e que o cabo Daciolo seria eleito ano passado, e o mesmo tipo de gente que está a todo o momento aproveitando para "profetizar" alguma outra coisa que nunca acontece. Deus nunca vai dar uma profecia que sirva apenas para causar pânico geral e nada além disso, as profecias bíblicas são sempre para trazer edificação, exortação e para estimular à ação, não é como um mago com uma bola de cristal dando spoiler do que vai acontecer no futuro, é algo bem mais prático e com um propósito, e eu não vejo propósito algum em profetizar um monte de desgraça que se for verdade nós não teremos como evitar. Que o mundo vai entrar em colapso em algum momento nós já sabemos, o Apocalipse nos diz isso, como cristãos temos que estar sempre preparados e vigilantes, não precisamos de profecias extras para saber disso.

      Excluir
  48. "Não há judeu nem grego; não há escravo nem livre; não há HOMEM NEM MULHER; porque TODOS vós sois um em Cristo Jesus."
    Gálatas 3,28
    Lucas, a única explicação que tenho para um "cristão" misógino ou é ignorância ou má fé porque essa afirmação de Paulo possui VINTE SÉCULOS e HOJE ainda se vê cabeças de bagres querendo justificar as mesmas ideias do "Santo" Tomás de Aquino.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, o pior é ver tanto aqui como no facebook pelo menos umas quatro pessoas "cristãs" comentarem que as mulheres são sim inferiores aos homens (pelo menos no face dá pra bloquear esse tipo de gente, que eu não faço a menor questão de ter como “seguidor”). Eu sabia que havia "cristãos" misóginos tais como o do print que inicia o artigo, mas não esperava encontrá-los até mesmo no meio evangélico. Realmente fui pego de surpresa. Hoje em dia qualquer misógino pode se esconder no discurso anti-feminista para disseminar ódio, e se você discordar deles é acusado de ser feminista por não concordar com essas visões monstruosamente preconceituosas e odiáveis. Certamente há muitos anti-feministas sinceros e honestos, mas não falta quem se apóie nesse discurso apenas por ser um machista escroto mesmo. É igual antissemita que mascara o seu ódio aos judeus sob o pretexto de ser apenas "antissionista". Só de existir gente que ainda pensa desse jeito em nossa época já é de se lamentar profundamente. É isso o que acontece quando se defende valores medievais em pleno século XXI.

      Excluir
    2. É como disseram por aqui, nos comentários de um artigo: as melhores pessoas que podemos conhecer são as cristãs; já as piores são as que se dizem cristãs. E todas estão dentro de igrejas...

      Excluir
    3. Amigo do Banzolão18 de maio de 2019 12:42

      Será que esse cara do print é gay? Ele dizer que os homens são mais bonitos que as mulheres é muito suspeito. O único homem que eu acho bonito é eu mesmo 😎😍

      Excluir
    4. "O único homem que eu acho bonito é eu mesmo"

      Vai ver ele estava pensando em você, então 😂

      Excluir
    5. Amigo do Banzolão19 de maio de 2019 12:44

      "Vai ver ele estava pensando em você, então"

      Tá amarrado, em nome de Jesus :D

      Excluir
  49. Banzolao continuando o tema da suposta civilização européia, eu vejo muito esse papo não só por parte de nacionalistas brancos e neonazistas,mas também por parte de olavetes,a diferença que os primeiros alegam a superioridade racial e os segundo a religião católica para demonstrarem uma superioridade, mas realmente no Mundo Antigo na maior parte do tempo eles foram inferiores aos asiáticos e Norte africanos,ja que apenas o Império Grego,que não era centralizado e formado por várias cidades-estado e o Romano foram grandes impérios e os nacionalistas brancos tentam até desqualificar essa alegação dizendo que os antigos egípcios que construíram as pirâmides eram de pele clara,de origem caucasiana,o que nao é confirmado ne?Além de alegarem também que os fundadores da civilização indiana eram os arianos,uma tribo indo européia que imigrou para a atual Índia,vc entende que o continente europeu so se tornou hegemônico quando adotou o protestantismo em muitos países? E que essa é a verdadeira causa para seu desenvolvimento ?Sobre o orgulho étnico que eu comentei em outro post,eu sou descendente de italianos por parte da minha avó materna e gosto da Itália,estive em Roma e é uma cidade muito bonita,admiro gênios como Da Vinci e Michelangelo,gosto da música de Vivaldi,de óperas, de comer pizza,lasanha,acho uma cultura muito rica,mas admito que há outras mulheres e mais ricas,com mais tradição,como a judaica,a chinesa,indiana que são milenares,a italiana é recente se comparada a essas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A explicação da "superioridade católica" é a pior possível. Como eu disse, até o século XVI o Oriente era visivelmente superior ao Ocidente europeu, então se alguém foi o responsável pela superioridade do Ocidente, foram os protestantes e não os católicos (o que não significa que os protestantes sejam superiores, mas sim a ética protestante, pois em essência todos os seres humanos são iguais e com o mesmo potencial de desenvolvimento, o que muda de um para outro é a cultura). E dizer que os egípcios eram caucasianos de pele clara é o fim do mundo mesmo. Não entendo por que essa gente tem tanta obsessão pela cor de pele das pessoas, como se fizesse alguma importância (só gente racista mesmo pra se preocupar tanto com a cor de pele de alguém, a ponto de se esforçar em mudá-la em um revisionismo histórico como esse).

      Excluir
    2. Machocop, ja vi muitos dizendo que os antigos hebreus ( cananeus, assirios, babilonios e outros) e povos em redor e tambem os egipcios eram negros, mas outros dizem que eram povos caucasianos mas nao brancos (ou seja de pele bem alva e muitos loiros), em sua opiniao realmente tem como saber, ainda que não com total certeza mas o mais provavel que era a aparencia desses povos nos tempos biblicos pricipalnte os hebreus que sao os que mais importam pra nós cristãos? E nos tempos de Jesus se tem uma noção da aparencia do povo israelense em geral?
      Não que eu ache que isso realmente importe pra nossa fé, é apenas curiosidade.

      Excluir
    3. Como você prova que o oriente era superior?Quais as fontes?

      Excluir
    4. Sobre a questão da cor de pele, nós não temos como ter certeza de nada, mas não há qualquer razão sólida para duvidarmos que esses povos tinham basicamente a mesma cor que tem hoje (ainda mais considerando que judeus e egípcios sempre tiveram o costume de se casar com outros do mesmo grupo étnico, então não sofreram tantas alterações). Ou seja, pra mim os judeus da época de Jesus eram semelhantes aos judeus de hoje, fisicamente falando. Se mudou alguma coisa, foi na estatura, pois os homens da época tinham uma altura menor que os de hoje, mas também não muita coisa. A Bíblia nunca retrata a cor de pele de alguém pelo simples fato de que isso não é importante, na minha opinião só gente racista faz tanta questão de investigar qual era a cor de pele desse ou daquele grupo, para tentar fundamentar algum dicurso de supremacia racial.

      Sobre "como você prova que o Oriente era superior", leia o livro "Historia Global da Ascensao do Ocidente (1500-1850)", de Jack Goldstone, você encontra todos os dados e gráficos ali, com riqueza de detalhes. É um livro produzido só para isso. Embora você encontre as mesmas informações em outros livros, porque isso não é nenhuma novidade para quem estuda história.

      Excluir
  50. Banzolao e como vc explica a prosperidade de alguns reinos italianos durante a época do Renascimento? Florença era o principal deles,eles patrocinavam muitos artistas,os mais famosos eram o Leonardo Da Vinci e o Michelangelo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eles eram comerciantes burgueses numa época em que o comércio e a burguesia eram odiados em toda a Europa, então lograram êxito por um certo tempo (mas não muito, porque depois se tornaram como todos os outros).

      Excluir
  51. O que vc acha desse comportamento narrado aqui: https://www.chamada.com.br/mensagens/discernimento.html esses fatos são equívocos ou erros deliberados?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade eles foram ingênuos mesmo, eles não sabiam quem era esse tal de reverendo Moon, nem eu sabia até pouco tempo atrás, a grande maioria dos cristãos também não sabe, e como ele os convidou se passando por um "pastor evangélico", eles aceitaram pensando se tratar de mais uma igreja como qualquer outra (e não essa aberração herética que eles realmente são, que de evangélico não tem nada). Por isso depois que eles ficaram sabendo do que se trata todos desmascaram a participação no evento. De todo modo, foi irresponsabilidade e amadorismo da parte deles sim, deveriam ter pelo menos ido se informar na internet sobre esse tal reverendo e sua "igreja", não deveriam aceitar participar de qualquer evento que se diga "evangélico" sem antes se informar do que se trata (ainda mais quando é alguém desconhecido e estranho desse jeito). Eu por exemplo jamais pregaria numa igreja que eu não soubesse qual é, primeiro pesquisaria antes pra saber o que eles ensinam e só depois confirmaria presença, mas eles confirmaram presença sem averiguar isso, aí se meteram nessa fria e ficou essa situação constrangedora (para todas as partes). Pelo menos espero que eles tenham aprendido a lição, senão daqui a pouco estarão participando de eventos do Inri Cristo achando que se trata de um pastor evangélico xD

      Excluir
  52. Em Juízes 16:20, vemos que Sansão estava cego e não percebeu que Deus o havia deixado sozinho devido a transgressão proposital dele (leia-se pecado). Esse tipo de narrativa reforça a ideia sobre a perda da salvação ou com o advento do Espírito Santo a coisa mudou de figura e possibilidade disso novamente acontecer não existe?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Bíblia não deixa claro se Sansão perdão a salvação ou não, mas deixa implícito que sim (pelo menos até o seu arrependimento final). Mas não vejo base para afirmar que por causa do advento do Espírito Santo não se pode mais perder a salvação, mesmo porque o autor de Hebreus fala de gente que se tornou participante do Espírito Santo e mesmo assim caiu (Hb 6:4-6).

      Excluir
  53. Avalie: https://www.huffpostbrasil.com/2015/01/27/as-vitimas-esquecidas-do-holocausto-os-5-milhoes-de-nao-judeus_a_21675298/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não acho que eles sejam esquecidos, todo mundo sabe que os nazistas não mataram apenas judeus, os judeus só são mais enfatizados porque eram a maioria das vítimas.

      Excluir
  54. Lucas eu não tenho depressão ou nenhum transtorno do gênero, mais depois que eu pesquisei sobre pessoas apáticas tenho ficado apático , oque eu posso fazer para sair dessa ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acho que o único jeito é orar para deixar de ser assim e se esforçar neste sentido, socializar e tudo mais. E claro, deixar de pesquisar sobre pessoas antipáticas, já que foi isso que te deixou assim. Mas penso que isso é somente uma fase, que vai passar logo (especialmente se você for adolescente, pois nossa personalidade muda constantemente).

      Excluir
  55. Comente:

    https://youtu.be/9cXwEIb1V2U

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu concordo com tudo o que ele disse no vídeo, mas entendo que são dois assuntos diferentes aqui (superpopulação e fome no mundo). De fato, a superpopulação não é a maior responsável pela fome porque dá pra alimentar todo o mundo com o que se produz hoje, mas por outro lado a superpopulação destroi o meio-ambiente, aumenta a poluição, causa um trânsito insuportável, e em regiões onde já tem muita gente obriga algumas a se abrigarem em favelas e em outras condições sub-humanas. Sem falar em famílias que já são extremamente pobres e os pais decidem ter uma enxurrada de filhos, sem ter como alimentar nem educar todos eles, que no final acabam sendo criados "na rua" e se tornam marginais. Cabe lembrar ainda que do fato de ter alimento suficiente para suprir todo mundo não decorre que todo mundo é de fato alimentado, pois existe a desigualdade social, e alguns recebem muito pouco (às vezes, o insuficiente para alimentar uma família numerosa). E por fim, uma população muito grande vai encontrar problemas em arranjar emprego para todo mundo, isso sem falar da falta de água potável, do esgotamento de combustíveis fósseis, das epidemias que se alastram mais rapidamente, e assim por diante. Há muitas razões para pensar que o mundo já tem pessoas suficientes, provavelmente mais do que deveria, a despeito de teoricamente ainda ter jeito de alimentar todas elas (e se continuar aumentando tanto como está, em breve não teremos nem isso).

      Excluir
    2. Isso porque Lucas, olha não sei se é pra me preocupar, é que eu estou muito preocupado com o acelerado crescimento populacional do continente africano, eu vi em projeções que se nada for feito até 2050 a população africana irá dobrar dos atuais 1 bilhão para 2 bilhões! E se a tendência continuar até 2100 eles terão uma população de quase 4 bilhões! Olha, o continente africano por si só já tem muitos problemas, imagina ter essa quantidade toda de pessoas! Só vai piorar mais ainda a situação! Olha, acho que já passou da hora do continente africano investir no controle de crescimento vegetativo. Só que tem um problema, os muçulmanos que lá vivem com certeza não vão respeitar isso, já que muçulmanos tem mania de ter muito filho. Na sua opinião qual seria a melhor forma de conter esse crescimento populacional desenfreado da África e dos países pobres da Ásia? O que pode ser feito?

      Excluir
    3. Tem que fazer igual a China fez, controlar a natalidade, impor sanções legais a quem decide ter mais de dois filhos. A China tem quase 1,4 bilhão de população e teria muito mais do que isso se não tivesse implementado as políticas de controle de natalidade há décadas atrás (provavelmente mais do que o dobro disso, dada a velocidade do crescimento). A África não chegou ainda a níveis tão alarmantes como o chinês, mas penso que deveriam proibir os casos mais extremos (como mais de quatro filhos, o que é muito comum em famílias muçulmanas, como você destacou bem).

      Excluir
    4. Verdade, mas futuramente falando acho que um dia os países africanos seguirão o exemplo chinês em limitar seu número de filhos.

      Contudo a Europa é o inverso do que acontece na África, cada vez mais os europeus estão deixando de terem filhos e praticamente todos os países europeus a exceção da França e Irlanda possuem uma taxa de natalidade abaixo dos 2 filhos por ter mulher. E eu vi em projeções de que se isso continuar a população europeia irá declinar dos atuais 750 milhões para 701 milhões em 2050 e em 2100 esse número será de 580 milhões, com essa queda populacional haverá cada vez mais idosos na Europa. E se isso continuar é bem provável que futuramente os países europeus quebrem a sua previdência, pois não há como negar, mesmo que os países europeus reformem a previdência para mais de 70 anos ainda sim não tem como vencer a natureza.

      Atualmente os países europeus estão investindo em técnicas de como incentivar a população a ter filhos, alguns países como a França, Suécia, Dinamarca, Noruega, Finlândia, Islândia e Irlanda estão tendo êxito, contudo na Alemanha, Itália, Portugal e Espanha eles não estão tendo êxito. A meta dos governos europeus é elevar a taxa de natalidade dos atuais 1.5 filhos por mulher para 2.1 que de acordo com os especialistas o número para repor a população sem crescer muito. Na sua opinião qual seria a melhor forma da Europa resolver o problema do forte decréscimo populacional.

      Excluir
    5. E na verdade a França só possui uma taxa levemente acima dos dois filhos porque é o país europeu com maior número de muçulmanos (que tem uma multidão de filhos), creio que se não fosse por isso seria igual os outros. Em relação ao que fazer neste caso, não tem como mudar isso com leis, porque não se trata de proibir (que é bem mais fácil de se fazer) mas sim de incentivar. O problema é que a população europeia é majoritariamente ateia/agnóstica/irreligiosa e por isso são niilistas, ou seja, eles pensam que a vida não tem sentido e por isso não vale a pena viver, e consequentemente não fazem a menor questão de gerar descendentes que passem pelo mesmo "drama" que eles. Enquanto não houver um avivamento, eles vão continuar pensando que não vale a pena colocar um filho no mundo, apesar de todos os dados mostrarem que nunca houve época melhor para ter um filho (maior expectativa de vida, menor mortalidade infantil, mais direitos trabalhistas com menor jornada de trabalho, leis mais justas, mais opções de lazer e entretenimento, mais tecnologia, ciência, medicina, prosperidade e etc). Só se a Europa fosse recristianizada que esse tipo de filosofia cancerosa seria detida, mas o que está acontecendo não é uma recristianização mas sim uma islamização (o que é muito pior).

      Excluir
  56. Banzolao vc entende que Deus decreta o mal? Como te disse anteriormente,estou frequentando uma Igreja Presbiteriana,e la aprendi que o mal também é decretado por Deus,eu comentei com o pastor que no meio pentecostal arminiano da Assembléia de Deus não associavamos um acontecimento ruim a vontade e Deus e sim apenas a permissão,tanto é que quando muitos pentecostais passam por uma luta,eles dizem "Deus está no controle" com a expectativa de que a luta terminará bem,caso ela não termine bem eles possuem dificuldade de crer que o mal foi a vontade de Deus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa questão de Deus decretar o mal é o que mais me espanta e me distancia do calvinismo. Eu considero intolerável qualquer teologia que diga ou infira que o mal é causado diretamente por Deus, como se todos os estupros, chacinas, torturas e etc existissem simplesmente porque Deus decidiu decretá-las infalivelmente. Uma coisa é dizer que Deus permite o mal (por causa do livre-arbítrio, essencialmente), outra coisa é dizer que Deus DETERMINA o mal (e aí não tem livre-arbítrio nem nada, o mal só acontece porque Deus quis mesmo, como se estivesse em um joguinho sádico).

      Excluir
  57. Avalie:

    https://youtu.be/0_v43rrYpjE

    Deus lhe ilumine!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já faz muitos anos que esses olavetes dizem que "caiu a máscara do MBL", todo dia falam a mesma coisa, eles devem ter mais máscaras do que escola de samba, é impressionante. A cada dia que passa é alguém fazendo um vídeo de "caiu a máscara", oxe, caiu a máscara ou não caiu? Porque se já tinha caído há anos atrás, não faz sentido dizer que a "máscara" caiu agora. A verdade simples é que o MBL não tem porcaria de "máscara" nenhuma, eles simplesmente são uma direita diferente e desconectada da direita olavete, mas os olavetes não aceitam isso porque querem a todo o custo ser a única direita do Brasil. Desde o início o MBL nunca foi bolsonarista, nunca disse que gosta do Bolsonaro, só apoiou o Bolsonaro no segundo turno porque estava disputando contra um poste de presidiário, mas sempre tiveram uma postura crítica e continuam tendo. O que eles querem é calar as críticas, não pode criticar o governo ou senão vai estar ajudando a esquerda, então tem que fingir que está tudo certo e colocar um nariz de palhaço na cara. No dia em que o MBL se vender desse jeito e deixar de ser uma direita consciente e crítica para se tornar mais um bando de olavetes fanáticos e cegos, aí sim a máscara caiu.

      Excluir
  58. Lucas é verdade que o capitalismo hoje é selvagem como disse karl Marx no passado?o ponto forte do socialismo é mesmo a justiça social?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não existe "capitalismo selvagem", o que é selvagem mesmo é uma ideologia que pratica genocídios sistemáticos e que escraviza toda a população debaixo de um governo ditatorial que deixa todos morrendo de fome - ou seja, o que o socialismo sempre fez. Se isso é "justiça social", então Thanos era um ótimo "justiceiro".

      Excluir
  59. *Nota: Durante o dia de hoje, o site ficou instável e fora do ar por longas horas para algumas pessoas que me notificaram disso (embora eu continuasse conseguindo entrar normalmente). Eu espero que tenha sido apenas um problema temporário 🙏, mas se continuar acontecendo, peço que me notifiquem por e-mail (lucas_banzoli@yahoo.com.br) ou via facebook, que assim eu posso pensar em mudar de hospedagem (uma medida um tanto drástica que eu só tomaria se necessário, ou seja, se o problema persistir). Obrigado 🙂

    ResponderExcluir
  60. Comente:

    https://youtu.be/IYuvOMqvgnQ

    ResponderExcluir
  61. Avalie:

    https://youtu.be/OX58M7sfdFM

    https://youtu.be/EOjnj1NmRCU

    ResponderExcluir
  62. Amigo do Banzolão19 de maio de 2019 12:46

    Dê uma olhada nisso:

    https://www.enigmasdouniverso.com/manuscritos-ancestrais-revelam-a-terra-foi-governada-241-mil-anos-por-8-reis-que-vieram-do-ceu/?fbclid=IwAR1s7nILtqJlQX4Cy4_qNl1wgxvVVDpMt47USSRMZgaJ3VpmHT59opCpYrA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É intrigante sim, mas pra mim eles apenas exageraram na longevidade dos reis. Tipo, os reis pré-diluvianos viviam de fato quase mil anos, como se depreende das genealogias bíblicas, mas como eles não tinham o costume de conservar esses dados por escrito (e o dilúvio destruiu tudo), o que restou foi o "boca a boca", e aí é aquela história que nós já sabemos: quem conta um conto, aumenta um ponto. O que a tradição conservou é que as pessoas de antigamente viviam muitíssimo mais que os seres humanos atuais, aí outras pessoas começaram a querer mensurar isso e exageraram desse jeito, colocando cifras bem maiores que as dadas pela Bíblia (uns 30 mil anos em média, em vez de mil). O ponto importante é saber que as pessoas antes do dilúvio viviam incomparavelmente mais que as que passaram a viver depois, essa informação é a "verdade básica" que costuma ser preservada oralmente sobre qualquer assunto, mas os detalhes dessa história verdadeira (como a idade exata deles) são quase sempre extrapolados e distorcidos, como ocorre numa brincadeira de telefone sem fio.

      Excluir
  63. Oque você acha da Teologia da Cruz de Lutero? http://www.monergismo.com/textos/cruz/teologia_cruz_lutero_shaw.pdf

    ResponderExcluir
  64. https://www.facebook.com/100014504476898/videos/584116595415151/
    Ai Lucas, melhor uso da utilização do filtro do snap kkkkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parece aqueles desenhos japoneses 😂

      O Kogos já é um meme por conta própria, com esses filtros então...

      Excluir
    2. Sem falar q é ancap coisa q criança adora lkkk

      Excluir
  65. Olá Banzoli.
    Gostaria de saber quais são as profecias bíblicas que se cumpriram e que até um ateu quando olha fica espantado. Tipo, o período em que a profecia foi dada (e se esse período não é forjado para dar a entender que a profecia se cumpriu) e seu cumprimento.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu escrevi algo sobre isso aqui:

      http://ateismorefutado.blogspot.com/2015/04/profecias-biblicas-que-se-cumpriram.html

      Excluir
  66. Lucas, ganhei dois livros de um amg, um é a história da teologia Cristã do Roger Olson, o outro é teologia básica ao alcance de todos do Charles C. Ryrie, o que vc acha desses livros e dos seus respectivos autores ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse do Roger Olson eu tenho aqui em casa, não gostei muito porque tem um estilo de escrita maçante de se ler (neste livro aí, porque nos outros ele escreve bem melhor), mas não notei nenhum erro técnico, apenas achei a leitura cansativa. Eu conheço o Olson mais pelo seu trabalho de divulgação do arminianismo, ele escreveu uns dois ou três livros sobre isso que viraram febre aqui no Brasil, é um bom autor sim. Sobre esse Charles C. Ryrie, embora esse nome não me soe completamente estranho, não me lembro de ter lido alguma obra dele.

      Excluir
  67. O artigo chegou aos 200 comments e por isso a caixa de comentários daqui será fechada. Quem quiser postar um novo comentário ou responder a algum daqui, fique à vontade para fazer no artigo mais recente 👍

    ResponderExcluir