30 de janeiro de 2019

189 O que é ser um patriota?

(Spoiler: não é pintar a mão inteira com a bandeira do Brasil)


Um dos livros que estive lendo há um tempo atrás foi O Problema Naval, escrito por Arthur Dias no final do século XIX, denunciando o estado decadente da marinha brasileira da época e o descaso com que era tratada pelo Império e pela recém nascida república. Embora o livro seja grande, ele todo consiste em basicamente duas coisas: mostrar a imensa e decisiva importância da marinha (numa época em que não havia aviões de guerra, lembre-se) e o quão medíocre era a marinha brasileira (não apenas em quantidade de navios, mas também na má qualidade deles e no total despreparo dos nossos marinheiros). Na visão do autor, se um país como a Argentina declarasse guerra ao Brasil, nós estaríamos perdidos devido à marinha tão insignificante que tínhamos, numa época em que a marinha costumava ser até mais decisiva do que os exércitos de terra. O livro era então o retrato de um autor inconformado e desesperado praticamente implorando para o governo voltar os olhos a essa marinha tão abandonada.

Não é meu objetivo explorar essa discussão sobre a marinha brasileira do século XIX, mas destacar uma acusação bem pertinente que o autor sofreu já naquela época: falta de patriotismo! Para muitos de seus oponentes, criticar o péssimo estado da marinha do país comparando-a com a das outras nações só podia ser coisa de um “antipatriota”, um “traidor da pátria” que não se orgulha do próprio país (quase criaram a expressão "vira-lata", mas ainda não). Como Arthur Dias respondia a isso? Da melhor maneira possível. Ele simplesmente diz que “se é patriotismo desviar os olhos das questões de defesa nacional, para não encarar com o perigo que elas desvendariam, nós não somos patriotas”[1]. Em outras palavras: se ser patriota é fazer vista grossa aos erros do país e fingir que aqui está tudo certo, então ele não era um “patriota”. E eu também não.

Há algum tempo atrás escrevi um artigo onde elogio os Estados Unidos e traço algumas comparações com o Brasil. Embora a recepção do artigo tenha sido boa no geral, alguém comentou o seguinte: “Você elogia muito os Estados Unidos. Onde está o seu patriotismo?”. Observe que na visão do anônimo que escreveu esse comentário há um conflito entre ser patriota e elogiar outros países, ou em considerá-los superiores a nós em algum aspecto (ou na maioria deles). Para sermos patriotas, temos que fechar os olhos bem forte e imaginar que o Brasil é a maior e mais maravilhosa potência do mundo onde tudo funciona perfeitamente bem, e se despertarmos deste sonho seremos acusados de antipatriotismo.

Eu respeito quem pensa que ser patriota é viver no mundo de faz-de-conta, mas tenho um conceito bem diferente de patriotismo. Para mim, patriotismo é querer o melhor para o seu país, inclusive querer que ele se torne melhor que os outros países, afinal de contas estamos morando aqui e ninguém é insano de querer o mal para si mesmo. Mas para querer que o país cresça e se torne um gigante respeitado pelo mundo todo, temos que reconhecer os nossos erros, ou senão jamais nos libertaremos deles. Isso também vale para a nossa vida pessoal: nós só ganhamos maturidade em algo quando aprendemos com os erros já cometidos, a fim de não trilharmos o mesmo caminho que nos levará irremediavelmente ao mesmo fim. Mas se vivermos na ilusão de que os nossos erros são na verdade acertos, iremos apenas fracassar miseravelmente vez após vez e jamais chegaremos a lugar algum, nem a mudança alguma.

Aprendizado implica em reconhecimento. E reconhecimento justamente nas coisas ruins, porque ninguém aprende algo novo com aquilo que já sabe, naquilo que já acerta. Aprendemos com os nossos erros. Mas para reconhecer os erros, precisamos de referenciais. Por exemplo, nós sabemos que a Coreia do Norte é uma ditadura sanguinária porque existem muitos países democráticos e livres que nos servem de contraste. Mas se o mundo todo fosse uma grande “Coreia do Norte” e todos os países fossem ditaduras do mesmo tipo, não teríamos um referencial, e talvez nem mesmo chamaríamos de “ditadura”, embora fosse tão terrível. Em outras palavras: é o contraste do ruim com o bom que serve de ponte para o ruim reconhecer aquilo em que é ruim e se espelhar no que é bom para se tornar tão bom como ele, ou quem sabe até melhor.

É por isso que aqui eu já citei muitas vezes referenciais como a Inglaterra e os Estados Unidos, a respeito do qual inclusive já escrevi este artigo. Não é que eu seja um “antipatriota” que quer o mal para o Brasil, mas justamente o contrário: é porque eu quero o bem do meu país que eu coloco um referencial melhor a ser seguido, pelo menos nos aspectos em que ele demonstra superioridade. Quem é realmente antipatriota é quem finge que a cultura brasileira é a melhor possível, para continuarmos na mesma mediocridade. Esse sim odeia o país em que vive, pois implicitamente deseja que continue tendo índices de homicídio maiores que os países em guerra, com uma corrupção mundialmente escandalosa, onde o funk além de ser música é “cultura”, onde a imoralidade e a vulgaridade são louvadas, onde a ignorância é tão gritante, e onde a burocracia e o populismo fazem escola. Quem gosta disso tudo é que tem razões para exaltar a “cultura brasileira”. Não eu.

É mais fácil entender este conceito quando deslocamos o olhar do Brasil para um outro país qualquer. Citemos a Rússia, do ex-campeão mundial de xadrez Garry Kasparov. Há não muito tempo eu assisti a esta excelente entrevista do bom e velho Kaspa à Globo News, onde ele denuncia o atual governo russo do ex-agente da KGB Vladimir Putin (do qual ele é exilado para preservar a vida), que ele corretamente chama de mafioso e ditador (ainda que seja uma “ditadura branca”, com aparência externa de legalidade, tal como a de Maduro na Venezuela). Inclusive recomendo este artigo, que fala da luta de Kasparov contra ditaduras no mundo todo, que ele trava desde que abandonou o xadrez profissional – uma luta onde encontra muito mais resistência do que nos tempos de tabuleiro.

Mas o que mais me impressionou não foi a entrevista em si, mas sim os comentários. Um deles, de nome “Louis Fod” (um antissemita negador do holocausto), disse: “Desde quando ele se importa com a Rússia? Desertor! Pergunte aos russos o que o governo do Kasparov seria, totalmente vendido ao grande Satan [EUA]. Um desertor da Rússia. Um traidor”. Um outro, que se identifica como “Persian User”, disse o seguinte: “Once great chess player, now become the Americans' mouthpiece. So sad” (“Já foi um grande jogador de xadrez, e agora se tornou o porta-voz dos americanos. Tão triste”). O que se percebe nestes comentários não é apenas um assustador antiamericanismo em prol de uma ditadura que há tão pouco tempo ainda era comunista, mas também essa noção deformada de que Kasparov é um “traidor” do seu país porque denuncia a máfia de Estado que ali opera.

Para tais indivíduos, se Kasparov é russo, ele tem a obrigação de defender o governo russo, mesmo ele sendo autoritário, violento, estatista e antidemocrático. Aqui governo e nação se confundem de tal modo que falar mal do presidente equivale a falar mal do país. Nem mesmo os brasileiros chegaram a tamanha insanidade, porque eu nunca vi um petista defendendo o Lula chamando seus oponentes de “antipatrióticos”, ou os bolsonaristas usarem a mesma desculpa para atacar seus rivais. Aqui as pessoas ainda sabem separar o governo e a nação. Lá não. Na Rússia, Putin adquiriu um status tão grande e intocável que, para muitos, virou um “símbolo” do país, a ponto que não gostar dele é o mesmo que não gostar da mãe Rússia. Se Kasparov quer uma Rússia democrática como os EUA são, ele que vá procurar outro país pra viver, porque virou um “traidor” e um “porta-voz dos americanos”.

Este é o problema quando você acha que patriotismo consiste numa fantasiosa superioridade do seu país sobre os demais. A consequência lógica deste pensamento é a crença de que, sendo o seu país o melhor, o seu sistema político também o é, ainda que ele seja uma ditadura como na Coreia do Norte, ou uma “máfia” como na Rússia, ou mesmo um fundamentalismo islâmico como na Arábia Saudita. Se ser patriota é “ter orgulho do seu país”, a consequência é essa: a perpetuação das mazelas que caracterizam esse país, se distanciando cada vez mais daquilo que é bom, apenas por um preconceito bobo em reconhecer que algum outro país é melhor hoje em alguma coisa. Isso tem dois nomes: orgulho e teimosia – e eles são capazes de arruinar muito mais do que você pensa.

Patriotismo é querer que seu país melhore sempre, não a ilusão de que ele já seja o melhor (quando não é). E falar bem de países que conseguiram chegar a um estágio superior ao nosso em termos civilizacionais não é ser antipatriótico, é apenas reconhecer o que deu certo para que sirva de modelo e exemplo para nós seguirmos também. Um cidadão do Haiti terá provavelmente muitas poucas razões para ser “patriota” neste sentido que alguns impõem, mas ele pode ser bastante patriota no sentido autêntico, de lutar pelo bem do seu país, de amá-lo e cuidá-lo para que mude e cresça cada vez mais.

Pais que amam também disciplinam. Por mais que você ame o seu filho, se ele for o pior aluno da escola você não deixará de corrigi-lo por causa disso e de compará-lo aos melhores alunos, que você usará como referência ao seu filho, para o bem dele. Da mesma forma, nós devemos amar a pátria em que nascemos e vivemos, mas não de uma forma irracional e cega que nos leve a um estado de auto-ilusão ou, pior ainda, à xenofobia contra outros povos. De minha parte, eu espero que o “Brasil acima de tudo” signifique não aquele mundo encantado de faz-de-conta, mas o Brasil que queremos construir, e que com muita fé e esforço teremos um dia – se, é claro, aprendermos com os bons exemplos.

• Compartilhe este artigo nas redes:

Paz a todos vocês que estão em Cristo.

Por Cristo e por Seu Reino,


- Siga-me no Facebook para estar por dentro das atualizações!


- Baixe e leia os meus livros clicando aqui.

- Acesse meu canal no YouTube clicando aqui.



[1] DIAS, Arthur. O Problema Naval: condições atuais da marinha de guerra e seu papel nos destinos do país. Rio de Janeiro: Oficina da Estatística, 1899, Introdução.


ATENÇÃO: Sua colaboração é importante! Por isso, se você curtiu o artigo, nos ajude divulgando aos seus amigos e compartilhando em suas redes sociais (basta clicar nos ícones abaixo), e sinta-se à vontade para deixar um comentário no post, que aqui respondo a todos :)   

189 comentários:

  1. Monstro! Monstro! Grande Lucas Banzoli esse e meu garoto, cabra macho, um monstro sobre a terra. Feliz o teu pai que te gerou e te criou!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Avalie: https://youtu.be/JVx-FqXKVfU

      Excluir
    2. Tudo refutado no meu outro blog:

      http://ateismorefutado.blogspot.com/

      Em especial aqui:

      http://ateismorefutado.blogspot.com/2015/04/a-matanca-dos-cananitas.html

      Excluir
  2. Lucas, sexo oral entre casados é pecado?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lucas, pegando carona na pergunta do amigo eu te pergunto: a sexualidade do casal cristão é assunto para o clero orientar seus fiéis (uso ou não de preservativos, sexo oral/anal é/não é pecado...) ou a intimidade do casal compete ao casal e se resolve entre quatro paredes?

      Excluir
    2. Só o que a Bíblia diz que é pecado é o sexo anal, porque além de constar no conceito de "sodomia", é uma região que não foi feita para isso e que pode contrair doenças:

      https://www.youtube.com/watch?v=WMShIPvdIgw

      Mas no restante a Bíblia não impõe restrições, vai do consenso mútuo do casal.

      Excluir
  3. Excelente texto Banzolão devemos de fato nos espelharmos em países desenvolvidos como EUA,Japão,Canadá,Austrália,Alemanha,países nórdicos e não em ditaduras como Cuba,China,Coréia do Norte e a Rússia que vc citou por estar perseguindo o Kasparov não sabia desse fato,mas que bom que ele conseguiu fugir e se exilar,esse regime é bem cruel,já matou um dissidente envenenado e fico triste em ver cristãos como o Júlio Severo defendendo essa tirania apenas porque lá a propaganda homossexual e a Parada Gay são proibidas,eu sou contra essas coisas tbm,mas não é por causa disso,que vou passar pano para ditadura,o Caio Fábio até o acusou de ser um homossexual enrustido pelo fato dele ter tanta obsessão com esse assunto, https://www.youtube.com/watch?v=3htQU15yZx8,já o Astrolavo diz que ele recebe dinheiro do governo russo,http://juliosevero.blogspot.com/2019/01/astrologo-olavo-de-carvalho-apela-para.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se ele recebe dinheiro eu não sei, até penso que não, mas a defesa desse ponto de vista pró-Rússia não é justificável em absoluto.

      Excluir
  4. Em quais teorias de conspiração tu acredita e por que?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não acredito que o homem foi à lua por causa disso:

      https://www.youtube.com/watch?v=PniLRuq1b_E

      E mais inúmeras outras razões.

      Excluir
    2. Se os americanos não tivessem ido à lua,russos e chineses teriam contestado o fato,coisa que nunca ocorreu.

      Excluir
    3. Sou outro anônimo

      Você acredita que Yuri Gagarin foi para o espaço? Olha, nesse ponto vou ter que discordar de você (Eu particularmente acredito que sim o Homem foi à Lua, mas essa é apenas a minha visão pessoal), mas nesse ponto achou que essa conversa de que o Homem foi a lua é irrelevante para eu te perguntar, mas uma coisa que eu noto é que praticamente todos os que falam que o Homem nunca foi à Lua nunca abrem um Pio para a viagem de Gagarin ao espaço. Não estou te chamando de incoerente, muito menos hipócrita, mas gostaria de saber porque os negacionistas da ida do Homem à Lua nunca negam a ida de Gagarin ao espaço (aliás isso eles nunca abrem a boca), você acha que Gagarin foi ao espaço ou você também não acredita nisso?

      Excluir
    4. Talvez. Ou talvez eles eram amadores demais para contestar algo cientificamente, ou talvez simplesmente não tivessem coragem de peitar os EUA que é muito superior a eles, ou talvez eles próprios tenham as suas próprias falcatruas e por isso não ficam falando da dos outros, ou simplesmente foram incompetentes mesmo... há muitas possibilidades. O fato é que essa ida à lua na década de 60 não se sustenta, eu duvido até mesmo que tivessem tecnologia pra isso naquela época, mesmo com a tecnologia atual eles não conseguem mais, imagina com a de 60, dá uma olhada no que esse cara da NASA fala:

      https://www.youtube.com/watch?v=bKqF7sd9Fwk

      Ele diz que eles tinham a tecnologia (na década de 60) mas A DESTRUÍRAM, e agora (em pleno 2019!!!) não conseguem reconstruir mais! Eu acho que nunca ouvi coisa mais ridícula que isso, é como dizer que na década de 60 tinham fuscas mas hoje não sabem mais construir fuscas e nem nada melhor do que fuscas...

      Excluir
  5. Nunca entendir por quer Julio Severo gosta tanto de Putin fala que os Estados Unidos de Trump tem ligações com a China Comunista e Arabia Saudita islamica mas Putin tem relações com Venezuela bolivariana e o Irã teocratico islamico anti israel então não entedo,ele gosta mesmo de Putin?Ira anti israel tem ligações com Putin então Julio não ama Israel?Não me bloquei por favor pois não sem sair do anomito
    sou a conta de Nilda Paim mas sou o filho dela

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade quem está bem mais próximo da China comunista é a Rússia de Putin e não os EUA de Trump, que inclusive trava uma "guerra comercial" com a China, o próprio Trump já falou muitas vezes contra a China, enquanto a Rússia é parceira (até mesmo por alinhamento ideológico).

      Excluir
  6. O que você acha do movimento nacionalista (comandado pelo Enéas Carneiro nos anos 90)?

    ResponderExcluir
  7. Banzoli, certa vez vi um post em uma página católica dizendo que Império Português foi o mais pacífico que existiu para com os índios, que a exploração que os índios sofreram na mão dos portugueses foram casos raros em comparação com o dos britânicos, e que muitos índios foram convertidos ao catolicismo e introduzidos na sociedade pacificamente, enquanto os protestantes do Império Britânico não pensaram duas vezes antes de massacrar a todos eles, essa informação procede?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É mais fácil você encontrar uma verdade no site do PT do que nessas páginas de apologética católica. Se os portugueses eram tão bonzinhos assim com os índios e os ingleses matavam tudo, por que há hoje no Brasil cerca de 800 mil índios, e nos Estados Unidos mais de 5 milhões? Só isso já deveria calar a boca desses animais. Qualquer um que tenha estudado um mínimo de história sabe que os portugueses também escravizaram e mataram muitos índios, apesar de que eles ainda eram fichinha em comparados aos espanhois. E o pior: os índios assassinados pelos portugueses eram índios pacíficos e sedentários, enquanto os mortos pelos britânicos eram índios selvagens que eram geralmente mortos em guerra.

      Excluir
  8. Lucas, quais os pontos em comum que a igreja Valdense possui com ambos o catolicismo e protestantismo? E com qual dos dois os valdenses se parecem mais?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os valdenses criam nas mesmas coisas que os protestantes, você pode ver a confissão de fé deles aqui:

      http://www.monergismo.com/textos/credos/confissao_valdense_1120.htm

      Excluir
    2. Realmente, são exatamente os mesmos princípios protestantes, mas ainda me pergunto por que é que muitos não consideram os valdenses como sendo protestantes, mas sim como uma divisão distinta.

      Excluir
    3. Porque "protestantes" é um termo usado para o período pós-Reforma, senão poderíamos dizer que até os apóstolos e muitos dos Pais da Igreja eram "protestantes" (no sentido de crerem nas mesmas doutrinas).

      Excluir
  9. Lucas você está com algum problema mental? Você abre um artigo cada três dias de dez eu só aproveitei um e olha que foi no sacrifício. Por que você escreve tanto isso é algum desvio cerebral?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O último fazia seis dias e não três, você está com algum desvio cerebral? o.O

      Excluir
  10. Amigo Banzoli, qual paralelo você traçaria entre a carta de Jeremias aos cativos na babilônia (Jr 29.4-14) e nós brasileiros que almejamos um país melhor?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não gosto muito de aplicar profecias a Israel no AT para outros países do nosso tempo, mas em termos individuais podemos aplicar individualmente para as nossas vidas tudo o que ali é dito em sentido espiritual, em especial a parte em que Deus diz que "vocês me procurarão e me acharão quando me procurarem de todo o coração" (Jr 29:13).

      Excluir
  11. Lucas, você deveria escrever mais um artigo sobre o Bernardo Küste. seria muito interessante.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que ele não é tão relevante assim para merecer mais de um artigo, e além disso o Yago já deu um bom trato nele.

      Excluir
    2. Já que gostei muito do outro artigo onde você esculacha o Nando Moura, Bernardo e o Olavo acho que seria muito legal ler outro. Mudando de assunto, veja o nível do ridículo que que são certos tipos de romanistas Rad Trads. Os caras falsificam a história na maior cara de pau.

      https://www.facebook.com/182853412374621/posts/299486087378019/

      Excluir
    3. Eu pretendo fazer outro quando surgirem novos desdobramentos, por enquanto o Olavo está bem quietinho no seu canto sem querer comprar uma nova briga com os protestantes, e o Bernardo já está liquidado pelo Yago, e inclusive o debate se desdobrou para uma discussão sobre metodologias e sobre calvinismo, ou seja, fugiu totalmente da natureza da discussão (algo típico de católicos), uma vez que o Bernardo sabe que não tem estatura suficiente para defender doutrinas católicas teologicamente nem contra uma criança protestante com escolinha dominical. Sobre esses tradicionalistas da página nem preciso comentar nada, os caras são muito desonestos mesmo, todo mundo sabe que a crença católica era FORÇADA ao povo através da espada, da fogueira e das mãos do Estado controlado pela Igreja, e que todos os grupos dissindentes eram exterminados ou pelo menos expulsos das terras católicas, mas como eles são desonestos demais para reconhecer essa realidade precisam distorcê-la e aplicá-la justamente ao protestantismo, que continua ganhando fieis católicos até hoje sem precisar de intervenção estatal nenhuma.

      Excluir
    4. Lucas vc viu o novo video do Yago respondendo o Bernado??

      Excluir
    5. Vi sim, comentei aqui:

      http://www.lucasbanzoli.com/2019/01/qual-e-o-significado-do-lago-de-fogo-do.html?showComment=1548804731995#c1068776750475074084

      Excluir
    6. Lucas, e essa história propagada por militantes romanistas de que o padre Leonel França teria refutado vários pastores protestantes realmente procede? Será que nas suas obras há algo de novo ou as mesmas ladainhas divulgadas pelos papistas? Você conhece algo a respeito?

      Excluir
    7. Esse padre foi refutado pelos próprios protestantes da época, mas como a apologética católica está defasada já não é de hoje, continuam usando esse cara como "referência". Um dos que o refutou na época foi o Ernesto Luiz de Oliveira com o livro "Roma, a Igreja e o Anticristo" (esse aqui):

      https://www.estantevirtual.com.br/livros/ernesto-luiz-de-oliveira/roma-a-igreja-e-o-anticristo/928857827

      Na época em que eu fiz meu mestrado em teologia eu vi esse livro na biblioteca, não pude ler inteiro porque tinha outras prioridades na época (meu TCC era sobre escravidão), mas do que eu pude folhear é um livro excelente com muitas citações patrísticas inclusive. E o melhor: é um livro gigante, acho que nem se o padre Leonel estivesse vivo até hoje conseguiria responder.

      Excluir
  12. Banzoli, quando e de onde os católicos tiraram a idéia do purgatório? Eles tem algum embasamento bíblico nisso?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia o livro de Jacques Le Goff (O Nascimento do Purgatório) que você encontra todas as respostas ali. O Bruno Lima tem alguns artigos sobre isso também, altamente recomendáveis:

      http://respostascristas.blogspot.com/2016/02/os-pais-da-igreja-e-o-purgatorio-inacio.html

      http://respostascristas.blogspot.com/2016/02/os-pais-da-igreja-e-o-purgatorio-parte-2.html

      http://respostascristas.blogspot.com/2016/05/agostinho-o-purgatorio-e-anatomia-de.html

      http://respostascristas.blogspot.com/2016/05/agostinho-e-o-purgatorio-novamente.html

      Excluir
    2. A gente "tirou essa ideia" do Purgatório de um livro que para vocês é apócrifo, da passagem do Evangelho em que Jesus afirma que há pecados que poderão ser perdoados após a morte (os veniais) e de um trecho de uma das Cartas de São Paulo aos Coríntios, no qual ele fala que se a obra de alguém não for bem feita, será destruída, mas o seu construtor será salvo, como que passando pelo fogo.

      Excluir
    3. E, Lucas, mesmo que ele tenha dirigido a pergunta a você e não a mim, por favor, publique a minha resposta também. Mesmo que seja motivo para vocês zombarem, escarnecerem, fazerem piadas e ridicularizar a minha amada fé. Jesus seja amado por todos os corações. Amém.

      Excluir
    4. "A gente "tirou essa ideia" do Purgatório de um livro que para vocês é apócrifo, da passagem do Evangelho em que Jesus afirma que há pecados que poderão ser perdoados após a morte (os veniais) e de um trecho de uma das Cartas de São Paulo aos Coríntios, no qual ele fala que se a obra de alguém não for bem feita, será destruída, mas o seu construtor será salvo, como que passando pelo fogo"

      Essa passagem do livro dos Macabeus não fala NADA sobre purgatório, tanto é que os judeus nunca creram em purgatório, a única religião do planeta que crê em purgatório é a Igreja Romana (que o inventou), nem mesmo a Igreja Ortodoxa que também aceita a canonicidade dos livros dos Macabeus acredita em purgatório. O que o texto diz é que valia a pena orar pelos mortos POR CAUSA DA ESPERANÇA DA RESSURREIÇÃO, acrescentando expressamente que se não fosse pela ressurreição seria inútil orar pelos mortos. Ou seja, na visão deles, os mortos só voltariam à existência na ressurreição e aí essas orações feitas por eles nesse meio-tempo lhes seria útil (no sentido de influenciar no seu destino pós-ressurreição). Ou seja, era uma concepção mortalista e totalmente diferente do purgatório que a ICAR inventou bem mais tarde.

      "E, Lucas, mesmo que ele tenha dirigido a pergunta a você e não a mim, por favor, publique a minha resposta também. Mesmo que seja motivo para vocês zombarem, escarnecerem, fazerem piadas e ridicularizar a minha amada fé. Jesus seja amado por todos os corações. Amém"

      É engraçado você dizer isso, porque o que sempre o que acontece é o contrário, quem tem o costume de "zombar, escarnecer, fazer piadas e ridicularizar a fé alheia" são vocês com a gente, eu nem vou mostrar o tipo de comentário de baixo nível que recebo aqui de alguns católicos de vez em quando que é de cair o queixo, essa gente é mais imoral e sem educação do que um ateu, e não é exagero quando digo isso. Então fica muito estranho quando você insinua que é o contrário que acontece, mas nem precisamos discutir isso.

      Excluir
  13. Uma dúvida que eu tenho a muito tempo: Nélson Mandela foi um monstro moral, como vi algumas pessoas falarem?

    Deus lhes ilumine!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se foi um "monstro" eu não sei, mas ele usava algumas técnicas de guerrilha que se assemelhavam ao terrorismo. Você pode ler sobre isso aqui:

      https://www.mises.org.br/Article.aspx?id=1758

      Excluir
  14. https://www.youtube.com/watch?v=EO0qRHAJbm8 eu tenho nojo do nando moura, e mais nojo ainda porque eu seguia ele por uns anos. O cara simplesmente quer processar todo mundo, ele fala que é contra ditadura e quer calar todos os seus opositores os processando. E ai quando ele recebe processo (com razão, pois todo mundo sabe das ofensas que ele faz aos outros) ele vai no canal dele chorar e dizer que o "processo não é valido".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa é uma tática bem conhecida, que o próprio Nando Moura denunciou quando o Felipe Neto procedeu assim contra o Betin, que consiste em mandar processo em todo mundo que o critica para deixá-los acuados, com medo, e principalmente sem dinheiro para pagar advogados e despesas de viagem (além de ter que parar tudo para lidar com esses imbróglios, enquanto o Nando por ser muito mais rico só deixa com os advogados dele e nem esquenta a cabeça com isso, agora que já conseguiu adquirir muito dinheiro com os seus inscritos através dos seus "cursos"). Por isso eu acho que os juízes nem deveriam perder tempo com "tretas de youtubers", tem que mandar essa criançada crescer e se preocupar com os processos realmente importantes (assassinatos, roubos, corrupção e etc) que se acumulam aos montões, enquanto esse tipo de gente atrasa a justiça ainda mais com esses processinhos bestas.

      Excluir
    2. Mas tecnicamente o Nando nao TAO errado assim. A até poucos anos atrás oq mais havia eram canais de esquerda processando e dando Strikes em pessoas de Direita no YouTube, eu mesmo me recordo de diversos canais que eu seguia desde 2013 e que foram deletados por irem contra a esquerda. Inclusive tem amigo chamado ANIMAN (https://www.youtube.com/channel/UCL1HEoCmksBddMw8UTp0Clg) que grava videos de Anime e Mangas passando mensagens cristas e conservadoras com cenas de programas como o DrangonBall e o CDZ, era muito bacana, ele fazia videos no canal desde 2015 porém ano passado ele acabou perdendo o canal por direitos autorais dos desenhos, porém existe diversos canais que tbm fazem conteudo relacionado a Anime, porém no segundo canal que ele fez ele revelou que sofria muito Hate de Neo-Ateus esquerdistas que se uniam para denunciar os videos e fazer ele levar strikkers. Enfim, eu concordo com Lucas que esses processos sao uma perca de tempo para a Justica, porém esses canais de esquerda (como o proprio Henry,) nao tem nada e nem moral para falar alguma coisa pois foi eles que começaram com essa mania boba. O próprio Nando antes de começar a processar geral, já tinha levado diversos processos de YouTubers de Esquerda.

      Excluir
    3. Eu concordo que os esquerdistas agem do mesmo modo (inclusive citei o exemplo do Felipe Neto), mas esse exemplo que você citou é um caso bem diferente porque se trata de denúncias dentro da própria plataforma (do Youtube) e não de questões judiciais. Eu me referia a levar a coisa para a Justiça, que já está atolada de casos muito mais sérios para julgar.

      Excluir
  15. Católico, se morrer em pecado já era. Não tem purgatório depois:

    “... De todos os atos de justiça que [ o justo ] tiver praticado não se fará memória; na sua transgressão com que transgrediu e no seu pecado que cometeu, neles morrerá”, Ez 18:24b

    Só passei pra avisar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas isso é o que a Igreja Católica ensina: quem morre em pecado mortal, adeus!

      Excluir
  16. Banzoli, você já ouviu falar no Pastor Lipão? Se sim, o que acha dele?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não faço a menor ideia de quem seja esse pastor Lipão.

      Excluir
  17. Banzoli, o que você acha do argumento que diz que não existe mais pecado pois estamos no tempo da graça?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paulo respondeu a eles assim:

      "Que diremos então? Continuaremos pecando para que a graça aumente? De maneira nenhuma! Nós, os que morremos para o pecado, como podemos continuar vivendo nele?" (Romanos 6:1-2)

      Excluir
    2. Morreu para o pecado e existe pecado ???

      Excluir
    3. "Continuaremos pecando" e não existe pecado?

      Excluir
    4. O que Paulo diz é que não devemos continuar pecando porque quem espiritualmente morreu com Cristo também espiritualmente morreu para o pecado, e não que "podemos pecar à vontade porque o pecado não existe", este é justamente o procedimento que Paulo condena, não apenas aqui mas em todas as suas cartas, por favor dê uma lida na Bíblia, ela não morde.

      Excluir
  18. Olá Lucas, eu sei que você já está careca de saber dessa notícia do Jean Wyllys, mas por favor poderia avaliar esses vídeos da esquerda choramingando por ele:

    https://youtu.be/Athx5-tTpAw

    https://youtu.be/XBThFSUfzGk

    https://youtu.be/3v0kuKuGOFI

    https://youtu.be/WCEm6cEg28s

    https://youtu.be/DB8_TMDAiao

    https://youtu.be/8NmaWtvWPps

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não tenho como assistir a todos esses vídeos, mas vamos aos fatos: (1) ele não é o primeiro e nem vai ser o último brasileiro a ser ameaçado de morte, mas nem por isso todo mundo deixa o país; (2) até hoje não se sabe quem matou a Marielle. Não dá pra se afirmar com segurança se foi milícia ou não; (3) o homem que Jean Wyllys diz que supostamente teria o ameaçado de morte já está preso; (4) não há nenhuma prova de envolvimento de Bolsonaro com as milícias, além de uma declaração de apoio há 16 anos atrás; (5) ainda que o (ou a) Jean estivesse realmente sofrendo um perigo real e iminente de morte, isso não faria dele um EXILADO POLÍTICO, como ele se autoproclama, que é a tese que a esquerda se apegou. Um exilado político é alguém que foi expulso do país pelas autoridades pela falta de democracia existente neste lugar. É o que acontece em ditaduras, não o que está acontecendo no Brasil atual. Ele saiu porque quis, não porque foi obrigado a isso por um governo totalitário. Sobre a atuação desse deputado ao longo dos anos, eu acho que nem preciso comentar nada, pois está bem notória a falta de moralidade desse sujeito, ele basicamente lutou da forma mais baixa possível pelas coisas mais baixas possíveis (coisas como legalização da prostituição e kit kay nas escolas, é deplorável).

      Excluir
    2. Muito obrigado, quem dera houvesse mais Banzolis na direita brasileira.

      #MaisBanzoliMenosOlavo

      Excluir
  19. Por favor faça uma análise:

    https://youtu.be/L77nRe9bqa0

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sobre a proibição ao homossexualismo em Levítico eu escrevi aqui:

      http://ocristianismoemfoco.blogspot.com/2015/09/a-proibicao-ao-homossexualismo-em.html

      Sobre outras proibições da lei, escrevi aqui:

      http://ateismorefutado.blogspot.com/2015/04/a-pena-de-morte-na-lei-do-antigo.html

      Sobre as razões para se considerar o homossexualismo um comportamento maléfico, aqui:

      http://ateismorefutado.blogspot.com/2015/04/a-moral-humanista-secular-parte-2.html

      Sobre o Jean Wyllys, comentei acima.

      Excluir
    2. Obrigado pelo contraponto

      Excluir
  20. Comente:

    https://youtu.be/WR-OAIsg-Nw

    Eu sei que economia não é o seu forte, mas você tem algum artigo para refutar esse esquerdista? Ele disse que Singapura é um Estado de bem estar social keynesiano e falou que a Suécia é praticamente socialista. Isso procede?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Veja aqui:

      https://www.youtube.com/watch?v=RtHPZWGetEg

      https://www.youtube.com/watch?v=k-gSBcpgdrQ

      https://www.mises.org.br/Article.aspx?id=2548

      https://www.mises.org.br/Article.aspx?id=2406

      https://www.mises.org.br/Article.aspx?id=2210

      https://www.mises.org.br/Article.aspx?id=2741

      Excluir
    2. Obrigado 👍🏻

      Excluir
  21. Avalie:

    https://youtu.be/AfIaHltEbyw

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Escrevi sobre isso aqui:

      http://ateismorefutado.blogspot.com/2015/02/por-que-sou-contra-o-aborto_14.html

      Excluir
    2. Muito obrigado pelo artigo 👍🏻🙂

      Excluir
  22. Lucas como o Islamismo aceitara um anticristo comunista?como o movimento ecumenico global englobara seitas como o Sedevacanismo,Testemunhas de Jeova,Muçulmanos,Unicistas,Cristaldefinos,Mormons e anti tritarianos,secretarios e etc?Me responda por favor😭

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade já existe esse movimento ecumênico global, dá uma pesquisada sobre isso na internet que você acha muita informação sobre isso (um exemplo abaixo):

      https://www.youtube.com/watch?v=yPKWErOsj44

      Não se trata de abrir mão de suas próprias convicções doutrinárias, se trata de uma falsa "união" entre as religiões em torno do projeto do anticristo, que será reconhecido por cada uma delas à sua maneira.

      Excluir
  23. Acredita na Redução populacional?e nos illuminants?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sei, tenho pouco conhecimento sobre isso. Que a população vai abaixar drasticamente isso vai (durante a grande tribulação, como a Bíblia diz), mas se os "illuminatis" tem alguma coisa a ver com isso, eu não faço ideia.

      Excluir
  24. Olá Lucas!
    O que você diz a respeito desse texto calvinista?
    http://www.monergismo.com/textos/comentarios/1joa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aparece "página não encontrada", tem certeza que esse é o link certo?

      Excluir
    2. Devo ter copiado apenas uma parte.
      Vê se dá agora:
      http://www.monergismo.com/textos/comentarios/1joao2_2_pink.htm

      Lembrando que o link eu vi no celular. Talvez isso possa alterar alguma coisa.

      Excluir
    3. Eu não sei de onde ele tirou essa de que João escrevia somente a judeus, nunca tinha ouvido essa tese antes. Eu consultei aqui alguns comentários bíblicos e nenhum concorda com ele. Não tem nenhum nexo a carta ser endereçada aos judeus, todas as cartas aos judeus eram bem claras e específicas quanto a isso (veja por exemplo Hebreus e Tiago), essa carta de João todos sabem que foi direcionada às igrejas, e nenhum dos textos que ele citou dizem o contrário, são todos eles distorções ou malabarismos (forçação de barra para fazer um texto dizer aquilo que ele não diz). Ou seja, para refutar o fato de que João diz que Jesus é a propiciação não apenas dos nossos pecados (i.e, da Igreja) mas também do mundo inteiro (i.e, dos ímpios), ele precisa inventar uma tese mirabolante onde João direciona sua carta apenas a judeus, o que é um absurdo além de um contrassenso histórico. Sobre a questão da expiação limitada em si, eu abordei aqui:

      http://apologiacrista.com/a-expiacao-limitada

      Abs.

      Excluir
  25. Respostas
    1. A meritocracia é a melhor coisa que existe, desde que haja igualdade de condições. Da mesma forma que seria desleal colocar um cadeirante para disputar uma corrida com alguém que corre com as duas pernas, não dá pra se falar em meritocracia considerando um cenário onde uma parte tem todos os recursos e a outra parte tem quase nada (essa é a razão pela qual eu sou a favor de cotas sociais, mas não dos outros tipos de cotas). Mas quando duas pessoas estão mais ou menos nas mesmas condições, tem que ter meritocracia, ou senão ninguém terá incentivos para ser o melhor.

      Excluir
    2. Aquele "Colega" que te falei em outro tbm citou as favelas como algo que refutasse a meritocracia, outra coisa que ele falou (,e que me deixou MUITO confuso,) foi sobre o consumismo, (foi +ou- assim) segundo ele:

      "(...) MiMiMi oce é aLiEnAdO, todas as matériaX mOxTrAn ke o cApITaLhIsmo dÉu eRraDU, a biÓloGiA, a GeOgRaXia, oLhE o MeiO aMbIeNte, o CoNsUMismO oPrEsSaR eStÁ dEsTruInDo a nAtUreZa, o aUmEnTo dA tEcNolOgiA nOs lEvArA a dEsTruIxAo xEu bUrRo kkkkkk"'

      Embora eu não veja valor no cidadão, oq ele falou me deixou (,puto pela arrogância dele, e) com duvida sobre o consumismo

      Excluir
    3. Até o meu amigo que nao é comuna e até tem simpatia pelo Bolso concordou com ele nessa.

      Excluir
    4. A meritocracia está sendo atacada para colocar dúvida sobre a ordem hierárquica e a premiação ao esforço individual. Quem busca outras "ordens" de estruturamento da sociedade precisa minar a atual. A rebeldia, a preguiça, a indignação com muitas injustiças (uma "esperança de mudança"), faz o ser humano aceitar coisas utópicas.
      Em alguns países ditatoriais praticamente não existe meritocracia e sim indicação. São grupos privilegiados, tudo em nome de uma "outra distribuição mais justa". Um exemplo segundo um venezuelano fugido de lá que conversei é de até existir ineficiência em cargos importantes (ou simples) ocupados por pessoas incapazes, sem conhecimento técnico necessário, tudo por conta da indicação. No fim, gera corrupção, 'troca de favores', e ainda mais injustiças.
      Quanto a buscar suprir uma "igualdade de condições" conforme o Lucas diz, é o que Provérbios 29 nos recomenda: a equidade. Isto pode existir para pessoas pobres (na questão social). Mas também de muitas outras formas, com incentivos, ações de Instituições, e principalmente no exemplo da Educação, com um melhor Investimento nesta área atingindo a todos.
      Lembrando que desequilíbrios sempre irão existir, nunca haverá "igualdade de condições" para todos. Por conta da individualidade do ser humano, o que existem são estratégias de ação, formas de auxiliar com oportunidades e minimizar as desigualdades.
      Por isso quem promete ACABAR com a desigualdade no fundo é que nem político que promete tudo grátis. São utopias, para enganar quem não tem esclarecimento. E o pior, engana porque muitas vezes equilibram de um lado, e desequilibram de outros (e o povo leva tempo pra ver).

      Paz e Bem a todos!

      Excluir
    5. "(...) MiMiMi oce é aLiEnAdO, todas as matériaX mOxTrAn ke o cApITaLhIsmo dÉu eRraDU, a biÓloGiA, a GeOgRaXia, oLhE o MeiO aMbIeNte, o CoNsUMismO oPrEsSaR eStÁ dEsTruInDo a nAtUreZa, o aUmEnTo dA tEcNolOgiA nOs lEvArA a dEsTruIxAo xEu bUrRo kkkkkk"

      Esse argumento é bobo. Muito antes do capitalismo existir a grande maioria das florestas da Europa já haviam sido desmastadas, e quem mais desmatou no Novo Mundo foram os portugueses, os espanhois e os ingleses em um período inicial naqueles primeiros séculos de colonização que também antecedem a Revolução Industrial e o capitalismo moderno. Ou seja, quando o capitalismo surgiu, a maioria das florestas já havia ido pro saco. Eles não precisaram de nenhuma "motivação capitalista" para isso.

      Excluir
    6. Quanto ao comentário abaixo do Anônimo, só tenho a dizer que concordo totalmente contigo.

      Excluir
    7. Me desculpe intrometer na conversa de vocês, mas mesmo que as pessoas já tenha desmatado bastante no passado, o advento do capitalismo e da Revolução Industrial não intensificaram o desmatamento e a degradação do meio-ambiente? Logo o capitalismo não estaria de fato destruindo tudo?

      Excluir
    8. Primeiro que "o capitalismo" não desmata nada, quem desmata são pessoas. E as pessoas desmatam por qualquer coisa que sirva de motivação a isso, por isso a maior parte do que foi desmatado foi quando nem existia capitalismo ainda. Embora seja verdade que muito do que é desmatado hoje é por causa de empresas 'capitalistas', em grande parte isso se dá devido ao próprio aumento populacional, que leva as pessoas a desmatarem a natureza procurando lugar pra viver quando uma área já é ocupada. E também é importante destacar que embora muito seja desmatado, também há plantio e mata que renasce devido à própria natureza. E por fim: hoje (com o capitalismo) há leis de restrição ambiental, por isso a Amazônia está aí até hoje, nos tempos pré-capitalistas não havia nada disso, por isso acabaram com as florestas da Europa antes da primeira indústria.

      Excluir
  26. Avalie https://www.cartacapital.com.br/opiniao/israel-ajuda-fake-e-uso-da-tragedia-em-brumadinho/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É impressionante, até quando Israel faz uma ajuda humanitária como essa (que os palestinos jamais fizeram) esses doentes antissemitas arrumam pretexto pra atacar Israel, são realmente uns vermes.

      Excluir
  27. Lucas oq vc acha daquelas "denuncias"dos robôs do Bolsonaro?? Tive uma conversa com um colega esquerdista de uma amigo meu que veio com esse papo furado e disse que o Jean Wyllyns é um exilado politico e que o Lula é um preso politico, pois existiam vários outros casos na frente e o do Lula foi apressado para impedir ele de se eleger, pois pelas pesquisas ele ganharia, além de ter dito que o Mourão que planejou a campanha do Jair e que os Israelenses em Brumadinho não estavam fazendo nada, que já foram embora e que os outros membros da equipe de socorros disseram que eles eram um bando de inúteis. Não soube responder esse esse comunista safado, mas fiquei com duvidas do que ele me falou, poderia me ajudar???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em relação ao uso de "robôs" (contas automatizadas), não se provou até hoje que o Bolsonaro tenha contratado algum deles, isso é coisa que pessoas comuns fazem, e fizeram DE AMBOS OS LADOS, o número de "robôs" do Haddad era só um pouco abaixo dos de Bolsonaro:

      https://politica.estadao.com.br/noticias/eleicoes,polarizacao-bolsonaro-haddad-impulsiona-robos,70002512129

      Sobre Jean Wyllys eu comentei acima:

      http://www.lucasbanzoli.com/2019/01/o-que-e-ser-um-patriota.html?showComment=1549011688267#c5471197137350495528

      Sobre Lula ser "um preso político" isso é ridículo, todas as provas estavam contra ele e ele foi condenado por unanimidade pelo tribunal de apelação em segunda instância. O fato de ter sido julgado com certa antecedência é bastante óbvio, todo caso notório de ampla repercurssão e importância ganha prioridade, foi assim também com a Suzane Richthofen e com o casal Nardoni. Mas se comparar com outros casos da Lava-Jato (como o do Cunha), não teve diferença significativa de tempo entre a denúncia e a prisão. E cabe lembrar que quem apelou ao STF e ao TRF foram os próprios advogados do Lula, então não tem do que reclamar. Inclusive os petistas queriam que julgasse ele rápido na segunda instância para poder competir, porque ao ser condenado na primeira instância ele já era um ficha suja e consequentemente já não poderia mais disputar nada. E essas pesquisas são fraudulentas pra kct, quem é eleitor do Lula votou no Haddad (pelo menos no segundo turno), e mesmo assim o Haddad perdeu feio. Ou será que existe alguém que teria votado no Lula se ele disputasse, mas preferiu votar no Bolsonaro (o extremo oposto) em vez do Haddad (o candidato do Lula)? A simples sugestão já é absurda.

      Essa acusação em relação à atuação dos israelenses em Brumadinho é dor de cotovelo em comunista safado que odeia Israel e precisa sempre arranjar uma forma de atacar os judeus mesmo em meio a ajudas humanitárias como essa, que os palestinos jamais fizeram por ninguém. Até a Folha fez uma abordagem mais imparcial:

      https://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2019/01/sem-encontrar-sobreviventes-tropas-de-israel-encerram-colaboracao-em-brumadinho.shtml

      Excluir
    2. Obrigado pela resposta lucas,mas em relação ao Lula o processo dele os petistas não começaram a pedir que o processo ocorresse mais rápido apos ele ter sido condenado?? Digo, o fato dele ter sido antecipado na primeira instancia que o tornaria "um preso politico" segundo esse imbecis?? Tbm não entendi muito bem a relação com o caso do Cunha, eu não havia acompanhado na época.

      Excluir
    3. A proposito CONSEGUI PASSAR NO VESTIBULAR DE HISTORIA. Fui em 10 lugar, mas estou com muito medo, pois dizem que meus Professores são quase todos Marxista, inclusive esse cara de que eu estou lhe falando tbm estuda na mesma universidade que eu, e ele me que tbm era um "Bolsominion" de Direita e que os "estudos" fizeram ele se tornar um anticapitalista.
      Sei que isso é tanto ridículo e até patético da minha parte, mas eu tenho uma imensa insegurança com as minhas crenças (religiosas e politicas), quando ouso ou leio algo que va contra eu passo o dia procurando algo que possa saciar as minhas duvidas e reafirmar minhas crenças. Morro de medo de entrar na faculdade e me tornar um Ateu Socialista de esquerda (como o "camarada" que estava lhe falando). Por isso queria que vc me recomendasse autores/Historiadores que vão contra o Marxismo e refutassem o "Materialismo Histórico Dialético" do Karl Marx. O único Historiador que conheço que "faz" isso é o Leandro Narloch e mesmo ele refutando as mentiras históricas das esquerdas ele acaba criando um revisionismo que é tao desonesto quanto a narrativa deles.
      Fora que o Narloch parece ser um ator feito mais para "iniciantes" e não parece apresentar uma refutação profunda a dialética materialista histórica do Marx.

      Excluir
    4. Lula serpreso político é ridículo mesmo,mas sobre oscomunistas atacarem Israel,não acho que seja antisemitismo ,ja que Marx, Lenin e Trotsky eram judeus,assim como Olga Benário esposa de Prestes e Clara Charf esposa de Marighella,então os judeus são muito proeminentes no comunismo e aprópria URSS apoiou a criação do estado de Israel em1948

      Excluir
    5. A questão que surgiu na época da Guerra Fria foi que Israel se aproximou mais dos EUA e a URSS acabou apoiando os árabes ,mas eu não enxergo essa dicotomia entre palestino malvadao e judeu bonzinho,isso seria simplificar muito as coisas,os palestinos não fazem ajuda humanitária porque seu estado é muito pobre,mas eles estavam ali antes de 1948,os judeus tinham sido expulsos pelos romanos no primeiro século e chegaram usando terrorismo tbm,pesquise sobre o Irgun e simplesmente expulsando os palestinos e casa,logo o ódio deles aos judeus não é gratuito

      Excluir
    6. "Obrigado pela resposta lucas,mas em relação ao Lula o processo dele os petistas não começaram a pedir que o processo ocorresse mais rápido apos ele ter sido condenado?? Digo, o fato dele ter sido antecipado na primeira instancia que o tornaria "um preso politico" segundo esse imbecis?? Tbm não entendi muito bem a relação com o caso do Cunha, eu não havia acompanhado na época"

      "Preso político" é uma expressão usada para quem é preso de forma autoritária e unilateral a mando de algum déspota que detém o poder (por exemplo, quando Maduro manda prender seus opositores, sem sequer submetê-los a julgamento nem nada). O caso do Lula foi completamente diferente: havia múltiplas provas de sua culpa, o caso seguiu todo o rito jurídico legal, ele foi condenado em primeira instância, pôde recorrer, foi condenado de novo, recorreu ao STF em uma liminar, perdeu de novo e está preso. Chamar de "preso político" neste caso só porque foi julgado com uma certa rapidez é ridículo. Eles reclamam da lentidão da justiça, mas quando a justiça é um pouco mais rápida em um caso extraordinário como esse, aí reclamam também. Isso é partidarismo puro.

      Quanto ao seu medo de se tornar um "ateu comunista" por entrar na faculdade de história, eu não teria tanto medo, no meu caso particular eu só fortaleci minhas crenças ao ver o nível tão ruim dos argumentos do lado contrário. Recomendo ler os artigos do Instituto Mises, que geralmente são bons, os vídeos do Rafael do Ideias Radicais (embora eu discorde dele na questão do anarcocapitalismo, mas quando ele fala sobre liberalismo e livre-mercado o cara é fera), os artigos e livros do Rodrigo Constantino, e também os meus (embora eu ainda tenha escrito pouco sobre isso, mas os que já escrevi você pode conferir na página abaixo):

      http://www.lucasbanzoli.com/2017/01/artigos-sobre-politica.html

      Excluir
    7. Ah, só pra acrescentar: essa tese de que "prenderam o Lula para ele não poder disputar as eleições" é derrotada quando acompanhamos o caso cronologicamente, porque quando ele foi indiciado ele NÃO era nem pré-candidato ainda, inclusive disse em um comício que não queria ser candidato mas depois que a Lava Jato chegou nele ele decidiu que queria sim, ou seja, primeiro veio a denúncia (quando ele ainda não manifestava qualquer interesse de virar presidente), e depois que ele já estava sendo investigado é que ele inventou essa de querer se candidatar só para colocar a justiça à prova e abrir espaço para essa narrativa esquerdista de que ele "foi alvo de perseguição só para não disputar as eleições".

      Excluir
  28. Fazendo analogia com o futebol :

    Patriotismo - Po, meu pai foi sao-paulino, meu avô também, e hoje faço parte dessa torcida, imenso orgulho.

    Nacionalismo - Então, São Paulo é o melhor clube para se torcer, se você acha que não percebe isso você não é são-paulino, não entende de futebol (clubismo).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito boa a sua analogia (embora ela fosse bem mais precisa se fosse com o Corinthians).

      Excluir
  29. Já que é dispensável, mas não proibido: Shabbat Shalom.

    ResponderExcluir
  30. Como ver o caso dos índios não contactados da Amazônia. Eles serão salvos, mesmo sem terem tido chance de conhecer Jesus? Como entender isso?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Escrevi sobre isso aqui:

      http://ateismorefutado.blogspot.com/2015/04/o-destino-dos-povos-nao-alcancados.html

      Excluir
    2. Eu li o artigo, mas tipo, os índios que enterram vivas as crianças que nascem defeituosas ou albinas, há lei moral na consciência deles?

      Excluir
    3. Nem todos os índios fazem isso, mas os que fazem estão sufocando uma lei de consciência (a de preservação da vida), embora façam isso por causa de outra lei de consciência (a de evitar sofrimento alheio). Quando uma lei de consciência "se choca" com outra geralmente vemos casos assim, de pessoas que acabam optando pela lei menor em detrimento da que deveria ser priorizada. É por isso que tem gente a favor do aborto porque pensa que isso é menos ruim do que a criança viver pobre e abandonada e etc.

      Excluir
  31. Banzoli, por que os católicos estão ficando tão anti-semitas de uns tempos pra cá?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por que não tem Jesus no coração

      Excluir
    2. Não é "de uns tempos pra cá", esse antissemitismo deles é milenar, eu até diria que é menor hoje do que já foi antigamente. Leia este artigo onde eu falo sobre isso:

      http://www.lucasbanzoli.com/2018/06/conheca-todo-o-odio-intolerancia-e.html

      A diferença é que de tempos pra cá uma parte dos católicos adotou a visão mais "modernista" e conciliadora do Concílio Vaticano II (a maioria), mas outra parte continuou crendo da forma antiga, ou seja, sustentando o mesmo ódio milenar aos judeus que sempre caracterizou os católicos mais tradicionais. É como um amigo meu ex-católico já disse certa vez: "Quanto mais católico, mais antissemita". Ou seja, quanto mais tradicionalista e fanático um católico for, mais antissemita ele será. É uma marca característica deles que não vai passar tão cedo.

      Excluir
    3. Como vc o define?:
      https://www.youtube.com/watch?v=BJlMbkHpbcQ

      OBS: Kkkk Eu sei que ele é meio maluquinho, o vídeo só pra descontrair.

      Excluir
    4. Morri na parte do "ANARCO-SIONISTA" hahahahahahaha poucas vezes ri tanto assim...

      Excluir
  32. Isso procede?

    http://www.vermelho.org.br/noticia/114220-1

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Primeiro, o que é isso que ele chama de "países ateus"? A resposta: são países tradicionalmente cristãos que se tornaram desenvolvidos de primeiro mundo como cristãos e que só em tempos mais recentes se tornaram "ateus" (embora o termo em si seja um tanto impreciso, já que a maioria professa uma fé mas não a pratica, são irreligiosos na verdade mas não "ateus"). Ou seja, basicamente o que ele faz é pegar as estatísticas boas de países que ficaram bons devido ao Cristianismo (e especialmente ao protestantismo) e aí canta vitória.

      Excluir
  33. Boa tarde. Como entender romanos 11:25 e 26? Qual o significado da passagem?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, tudo bem? Esse texto fala da conversão em massa de judeus no tempo final (da grande tribulação).

      Excluir
  34. Banzoli, o que você acha de Martin Luther King? E o que você acha dos católicos que atribuem o racismo nos EUA ao protestantismo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Martin Luther King foi um grande heroi. O racimo existia (e ainda existe, só que em menor grau) no mundo todo, não só nos EUA. Claro que ele seria menor em países onde praticamente não existiam negros para discriminar (ex: Itália, Alemanha, Bélgica, Polônia, etc), mas isso não é porque eles fossem menos racistas que os demais, ai de um negro se ele pisasse ali. Nos EUA pelo menos os negros tinham condições de vida bem melhores do que no resto do mundo.

      Excluir
  35. Olha só esse vídeo que o saia da Matrix publicou há um ano e meio, ele fala que o que houve no Queermuseu foi censura e que não houve pedofilia, olha não gosto nem um pouco de falar desse assunto, mas assim que eu vi esse vídeo minhas córneas queimaram e meus ouvidos sagraram (não literalmente, eu passo bem), você poderia avaliar esse vídeo:


    https://youtu.be/NDEjbZEXgfA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso deve ser canceroso, provavelmente.

      Excluir
    2. Pior que é, esse vídeo quase me deu câncer. Na boa, essa esquerda é realmente nojenta, imoral e sem caráter.

      Excluir
  36. Poderia também, por favor, fazer uma análise desses vídeos que o Saia da Matrix fez sobre o impeachment da Dilma:

    https://youtu.be/ZtPerZQ_Ing

    https://youtu.be/NX8hAAVLMxw

    https://youtu.be/fsTdFo3p35w


    Aliás, algum dia você pretende fazer um artigo falando sobre o impeachment da Dilma? Vi que você já fez vários artigos detonando o PT, mas você também pretende fazer algum artigo sobre o impeachment da Dilma?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não pretendo escrever um artigo sobre isso porque é passado, eu mal falo de política e quando falo é sobre algo da atualidade, e já faz anos que ela saiu, de lá pra cá já tivemos dois presidentes. Mas é claro que eu discordo do "Saia da Matriz e Venha pra Marxtrix", a Dilma levou impeachment porque estava envolvida com o crime de responsabilidade fiscal, que apesar de ser algo praticado por governadores por aí é um ato ilegal que justifica o afastamento, inclusive os deputados neutros e isentos que estudaram a questão por conta própria até o último momento e que estiveram em todas as sessões de discussão na Câmara (como o Romário) votaram pelo impeachment porque não tinha como se discutir este fato, ela realmente tinha dado as tais "pedaladas fiscais". É lógico que se o governo estivesse indo bem os deputados não iriam tirar ela e nem protocolar o impeachment e que quando ocorre um governo tão miseravelmente desastroso como o dela, o do Collor e o do Figueredo eles sempre dão um jeito de tirar do poder, mas isso não porque ela não mereça, porque se for analisar bem quase todos os presidentes tiveram alguma razão legítima para serem afastados caso se quisesse levar um impeachment adiante. Ou seja, o impeachment de Dilma foi justo, ela realmente cometeu o crime de responsabilidade fiscal, mas mesmo assim teria continuado no poder se seu governo não fosse tão horrorosamente pífio como foi (por isso Lula continuou no poder mesmo com o mensalão, mas ela saiu por muito menos).

      Excluir
  37. Você já ouviu falar do cantor Jessé? Pra mim foi o melhor cantor secular que o Brasil já teve. Pena que poucos se quer o leva em conta :(
    Gosto dele principalmente por algumas músicas cristãs que ele canto (provavelmente da harpa, não sei ao certo se todas).
    Aqui algumas:
    https://youtu.be/2F2oO-IeeFw
    https://youtu.be/FUboGJRj6-Y
    https://youtu.be/t_3cyQGvog0

    O que você acha? Pra mim é muito melhor do que muitas músicas "gospel" que tem por aí.

    Deus lhe abençoe!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não conhecia ele, mas gostei muito dele cantando essas músicas que você passou, deve ter sido muito bom mesmo, mas não é da minha época pois eu nasci em 92 e ele morreu cedo, em 93 :(

      Excluir
    2. Eu também não conhecia kk, até ouvi-lo uma vez na rádio e em um cd de Natal que minha mãe tinha kkk.
      É um dos meus cantores brasileiros favoritos.
      Mas uma música que me encanta muito de outro grande cantor brasileiro esquecido é essa:
      https://youtu.be/yVMYWK_mlQA
      Nossa, como essa música me deixa calmo kk.
      Deus lhe abençoe!

      Excluir
  38. Apocalipse 18:4 fala da igreja católica ?

    ResponderExcluir
  39. O que acha disso: https://youtu.be/HXeZmdDodQc ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Craig já refutou tudo isso aqui:

      http://apologiacrista.com/o-argumento-cosmologico-kalam

      E em mais um monte de outros artigos, debates, livros, etc.

      Excluir
  40. Olá Lucas!
    Você acha possível que não exista, segundo a Bíblia, morte espiritual?
    Por exemplo: quando a Bíblia diz em Efésios 2.1,5 que estávamos mortos em ofensas e pecados, não será no mesmo sentido de já estarmos condenados, como diz em João 3.18?
    Ou seja, é possível que essa morte em ofensas e pecados seja algo que irá se realizar só no futuro, como a condenação, mas que é tratado como algo certo desde já como a própria condenação?
    Não lembro ao certo se há mais algum outro texto para se usar como defesa para a morte espiritual, mas baseado no texto de Efésios que citei, da pra se supor que a morte ali é literal, e não apenas no sentido de estar separado de Deus, embora vivo.
    Deus continue lhe abençoando!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O que você falou faz bastante sentido, é assim que eu entendo, quando a Bíblia diz que alguém está "morto" neste sentido aí é indicando (ou melhor, antecipando) o que vai acontecer com ele no fim. É nisso que consiste a "morte espiritual", da mesma forma que a Bíblia diz que nós temos a vida eterna, embora só venhamos a desfrutar da mesma futuramente (e possamos perdê-la antes disso). O problema todo é que os imortalistas distorceram todo o conceito de "morte espiritual" transformando-o em algo puramente efêmero e desprovido de significado real, como se fosse apenas alguém "afastado de Deus" mas que não passará por nenhuma morte real, que é o inverso da vida. Abs!

      Excluir
  41. Oque vc acha do Professor Ricardo Felicio? Ele fala algumas coisas a respeito do aquecimento global que fazem sentido

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gosto muito dele, é um dos que mais desmascaram essa farsa do aquecimento global.

      Excluir
  42. https://youtu.be/Q4YHMhlnSJw

    Na Boa, dessa vez o Historiador falou muito mais abobrinha do que o normal, é como se já não bastasse ele ainda insinuou que o Nando Moura é gay, ele ficou dos 1:56 até os 3:40 chamando ele de gay enrustido, olha eu particularmente falando odeio o Nando Moura acho que ele não passa de um moleque de recados do Astrolavo, mas dessa vez esse canal do Historiador que se diz de esquerda pró-LGBT chamou ele de "bichinha" aos 2:36, na boa se o Nando Moura for "bicha" esse cara é duas vezes mais "bicha" que o Nando Moura, porque olha nunca vi canal nenhum falar tanto do Bolsonaro quanto esse "Historiador", então baseado na mesma lógica dele então ele deve ser um enrustido maior que o Nando, pois de tanto que ele fala do Bolsonaro deve ter alguma paixão homossexual por ele e não sabe. E pra piorar mais ainda ele tá tentando arrumar treta com o canal do humorista André Guedes só porque ele fez um post no Twitter zoando a "Resistência" na boa, eu acompanho o canal dele há um certo tempo e ele faz vídeos zoando todo mundo, seja bolsominion ou resistência. É até porque qual o problema nisso??? O Porta dos Fundos (ou Porta Esquerda como eu prefiro chamar) e o PC Siqueira vivem fazendo vídeos escarnecendo a fé cristã, os conservadores e a direita e esse pessoal da "Resistência" fica caladinho e ainda defende na cara de pau dizendo que isso é liberdade de expressão, mas liberdade de expressão pra eles é atacar quem discorda deles.

    Nota: Olha, em momento algum falei que o Historiador é um enrustido, apenas usei a própria lógica dele contra ele mesmo, e se ele ou o Nando forem gays isso realmente não tem a mínima importância pra mim, cada um na sua. Também em momento algum defendi o Nando Moura até porque ele ao meu ver é tão tóxico e imoral quanto esses canais da "Resistência". E cá entre nós, não sei quem é pior essas olavetes retardadas ou essa "resistência" fajuta (pra mim resistência é peça de chuveiro, de carro ou de máquinas).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkk Essa galera da esquerda é de fato bem engraçada e contraditória, os caras dizem defender os gays mas vivem acusando os outros disso.
      Ora se o Nando é enrustido ou não oq isso importa?? Acho que esse "Historiador" não se passa de um Homofóbico hipócrita.

      Excluir
    2. Brother essa "Resistência" é a coisa mais nojenta que existe, eu me lembro de já ter visto canais no mesmo "Naipe"do Historiador dizendo que o Bolsonaro mereceu levar a facada. Os caras nao se diferenciam em nada da velha esquerda e dos católicos. Existem alguns Olavettes (,como o próprio Nando,) que mesmo cometendo alguns erros, ainda conseguem fazer algumas coisas boas e produtivas de vez em quando ,enquanto esse pessoal só relincham de ódio por cristãos e conservadores terem conseguido espaço na politica.

      Excluir
    3. É o que eu digo, resistência é peça de chuveiro.

      Excluir
    4. De cada 10 vídeos desse "Historiador", zero são para falar de História e 11 são sobre o Bolsonaro.

      Excluir
    5. Verdade, esse cara fala mais do Bolsonaro do que os próprios bolsominions, então baseado na própria lógica furada dele e da esquerda: Ele tem paixões homossexuais pelo Bolsonaro e ou não sabe ou não quer admitir. Na boa, essa esquerda é a coisa mais nojenta, hipócrita e canalha que existe na face da terra.

      Esses caras seriam tratados nos Estados Unidos e Europa da mesma forma que o Astrolavo é tratado lá (como um maluco desequilibrado), assim como o Astrolavo e os apologistas católicos cretinos não passam de um grupo de desequilibrados, inclusive me atrevo a dizer que esses caras da "resistência" são mais desequilibrados que o próprio Astrolavo e os apologistas católicos cretinos. Além disso, eles se dizem ser esquerdistas "moderados", mas não passam de um grupo de lobos esquerdistas travestidos de carneiro (No caso, marxistas travestidos de social-democratas), não se distinguem em nada com a velha esquerda marxista.

      E só pra terminar a palavra final: resistência é peça de chuveiro.

      Excluir
  43. Lucas, se a Irlanda era parte do Reino Unido quando este virou protestante, por que é que os irlandeses permaneceram católicos?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela não era "parte do Reino Unido" porque o Reino Unido em si não existia ainda (ele surge com essa denominação em 1707), mas a Irlanda estava vinculada ao mesmo rei da Inglaterra, mas se rebelou não apenas devido a questões religiosas mas também políticas, uma coisa se ligou à outra e a causa católica se relacionou com o nacionalismo político irlandês, por isso eles tiveram ódio do protestantismo e a Igreja da Irlanda não se firmou até hoje.

      Excluir
  44. Lucas analise essa frase do Caio Fabio pra mim:

    "Quando eu digo que tudo na Bíblia é Palavra de Deus, eu estou relativizando Jesus, porque ao dizer que aquilo que Jeremias ou Zacarias disseram é Palavra de Deus, embora sejam palavras inspiradas pelo Espírito Santo, a verdadeira palavra de Deus é apenas Jesus Cristo. O resto é apenas Escritura inspirada por Deus".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bobagem. O fato de existir a Palavra de Deus encarnada (Jesus) não anula a Palavra de Deus escrita (Bíblia). As duas são revelações de Deus para com o Seu povo. Eu escrevo sobre isso aqui:

      http://heresiascatolicas.blogspot.com/2017/11/a-mais-nova-moda-da-apologeticacatolica.html

      Excluir
  45. O você achou da reeleição do Maia para a presidência da câmara e do Renan ter desistido da do senado?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A reeleição do Maia é lamentável, mas a desistência do Renan foi uma das melhores notícias dos últimos tempos, esse cara é um câncer na política, não sei nem como continua livre e solto.

      Excluir
  46. Lucas: (1) você considera a Nova Jerusalém literal (e a justificativa para seu ponto de vista)? (2) Por que o Apocalipse fala sobre "nações" durante o estado eterno? (3) Pelo que me lembro (perdão se estiver errado) de um de seus artigos, você equivaleu o Jardim do Éden com a Nova Jerusalém. Há mesmo um paralelo entre esses dois (uma vez que nunca ficou claro o que aconteceu com o Jardim)?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi:

      (1) Sim, eu escrevo sobre isso aqui:

      http://heresiascatolicas.blogspot.com/2015/11/o-milenarismo-dos-primeiros-pais-da.html

      http://www.lucasbanzoli.com/2018/11/aliancismo-ou-dispensacionalismo.html

      (2) Fiz um vídeo recente sobre isso:

      https://www.youtube.com/watch?v=2Fre-fDThkk&t=1s

      (3) Sim, eu creio assim. Segundo a tradição judaica, Deus levou o Jardim do Éden para a sua presença no Céu pouco antes do dilúvio, para não ser destruído junto com o resto da terra. Por isso a Bíblia diz que a árvore da vida está lá, hoje. E que a Nova Jerusalém descerá de novo dos céus à terra. Faz todo o sentido, principalmente porque se conecta perfeitamente com o fato de que a vida eterna não será uma "nova" existência, mas a restauração de todas as coisas ao seu modelo original (que era de uma vida terrena em um paraíso terreno).

      Excluir
  47. Lucas, qual é sua opinião sobre as novelas "bíblicas" da Record? Você assiste de vez em quando (como sou pessimista...)?

    É curioso como os fiéis do Macedo não param pra avaliar e questionar os métodos escusos das produções bíblicas da Record. Eles não questionam nem mesmo o fato de seu líder máximo mostrar gente pelada na Fazenda ou pagar o salário de um blasfemador do Cristianismo chamado Fábio Porchat, quanto mais as novelas bíblicas.

    Um exemplo são os erros da novela de Jesus, e aqui não estou falando de Satanás ser interpretado por uma mulher, o que não passa de uma tremenda bobagem. Ninguém repara, por exemplo, que no Capítulo 90, um homem e uma mulher aparecem se beijando. A mulher fica dizendo que isso não é certo, mas não consegue resistir. Exatamente a mesma coisa que se vê "N" vezes nas novelas da Globo!

    Já no 1º Capítulo, o soldado romano Petronius é socorrido por Maria, e quando sua rival vê a cena, espalha pra todo mundo que Maria tem um affair com um romano, só pra poder se livrar de Maria e poder casar com o noivo dela, José (Globo! Globo! Globo!). Isso lembra o quê mesmo? A lenda judaica de que Jesus seria filho bastardo de Maria com o soldado romano Pandira. Assim, toda vez que encontro o Petronius na novela, enxergo nele o Pandira.

    Sem contar que o Macedo distorce a Bíblia como lhe convém. Na minissérie Lia, que conta a história das esposas de Jacó, Léia é pintada como a Santa Teresa de Calcutá e Raquel como a Bruxa Malévola da Disney! Não é possível afirmar pela Bíblia que uma era angelical e a outra perversa. O mais provável é que ambas fossem um misto de qualidades e defeitos. Pra piorar, na minissérie José do Egito, Raquel é boa e Léia é má, ao ponto de Raquel passar mal, ainda estando grávida, e Léia dizer: "Por mim podiam morrer você e o bebê". Afinal, quem está certo: o Macedo ou o Macedo?

    E agora, lá vem ele fazer a macrossérie da Jezabel, certamente promovendo-a como um ícone do empoderamento feminino, quando ela na verdade, não passou de uma brutal assassina do povo de Deus.

    Além disso, qual é a utilidade de assistir 180 capítulos de Jesus quando posso aprender muito mais sobre ele lendo os 4 evangelhos em apenas uma noite?

    PS: Que bom que você responde rápido aos comentários, Lucas. Continue assim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você disse tudo, por isso eu não recomendo pra ninguém essas novelas "bíblicas", embora pessoalmente só tenha assistido a do Rei Davi (e não inteira), e mais alguns trechos de outras (a do Apocalipse e a do Rico e Lázaro). Essa do "Jesus" eu nem quero ver pra não passar raiva. Tudo bem que eu não sou do tipo de radical que acha que uma novela ou filme bíblicos não possam acrescentar nada e nem ter nenhuma "licença poética", mas eles geralmente passam dos limites.

      Excluir
  48. Paz do Senhor
    Lucas, esquece a igreja de Roma, descobri a "verdadeira" igreja catolica, una, fundada por Jesus e com o verdadeiro papa.
    Como você mesmo disse "Meus óleos foram abertos"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desculpe, esqueci de colocar o link - https://www.igrejapalmariana.org/

      Excluir
    2. Obrigado por abrir os meus óleos para essa grande verdade, que tem sido escondida há tanto tempo por grupos internacionais com interesses escusos. Irei encontrar a igreja "Palmariana" mais próxima da minha casa, nem que para isso tenha que atravessar o continente e percorrer o mundo todo. Essa verdade precisa ser dita. Salve Maria!

      Excluir
  49. E esse patriota aqui... XD


    https://m.youtube.com/watch?v=5wC1uxlF-DI

    ResponderExcluir
  50. Um Presentinho pra você Lucas:

    https://www.washingtonpost.com/blogs/govbeat/wp/2014/02/06/the-religious-states-of-america-in-6-maps/?noredirect=on&utm_term=.e3214717c9e1

    https://www.270towin.com/live-2016-presidential-election-results/state-by-state/

    Sou o anônimo que te mandou aqueles dados sobre a associação dos protestantes com os republicanos conservadores e a dos católicos com os democratas liberais. Aliás veja esse mapa interativo onde você pode ver que praticamente quanto mais protestante um estado é, mais republicanos e conservador ele tende a ser.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vlw!!! Vou guardando tudo aqui, quanto mais informação melhor. Abs!

      Excluir
  51. Não me parece que o Julio Severo seja um defensor incondicional do Putin, ele defende apenas os aspectos conservadores desse governo. Marco Antonio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O problema é conseguir achar um "aspecto conservador desse governo". Eu não vejo nada a mais que reacionarismo e protofascismo.

      Excluir
  52. Banzolão, existem espíritos territoriais? Muitos cristãos creem que existem espíritos que habitam em panelas, caixas d'águas, etc. Isso é bíblico?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu creio que existem "espíritos territoriais" no sentido de atuar em regiões geográficas específicas (cidades, estados, etc), não de "habitar em panelas" ou objetos do gênero.

      Excluir
    2. A boneca Anabelle não gostou dessa declaração akakkakakka

      Excluir
    3. Espero que ela não se vingue de mim por isso.

      Excluir
  53. https://www.youtube.com/watch?v=xsKEviwBYfU

    ResponderExcluir
  54. Avalie:https://www.youtube.com/watch?v=Y5nTVFUNcrY
    Você concorda no quesito do pastor não dirigir o culto e naõ ficar só em uma igreja?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não necessariamente. Havia apóstolos que eram missionários itinerantes (ex: Paulo e Pedro), mas outros como Tiago que ficavam fixos em uma única igreja (no caso dele, a de Jerusalém). Sobre o pastor não dirigir o culto, se ele não fizer isso, quem vai fazer? O pastor é a autoridade máxima eclesiasticamente falando, e apesar dele não crer que seja um dom ministerial, é exatamente como Paulo afirma em Efésios 4:11.

      Excluir
  55. Avalie:
    https://www.youtube.com/watch?v=TJNEn9M2R1Q

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa é uma discussão deveras irrelevante. Eu já li o artigo dele sobre o tema, ele fica discutindo sobre o fato de Paulo se designar "Paulo, apóstolo", mas não "apóstolo Paulo" (como se fizesse uma grande diferença). Me parece o mesmo tipo de sofisma e picuinha que os escolásticos passavam anos e anos discutindo inutilmente, coisa que já deveria ter sido superada há muito tempo. Que problema tem chamar um pastor chamado Leonardo de "pastor Leonardo"? É incrível o que essa gente perde tempo discutindo.

      Excluir
  56. Banzoli, qual sua opinião a respeito de práticar auto-flagelação após cometer algum pecado?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A própria auto-flagelação é um pecado. O nosso corpo é templo do Espírito Santo e deve ser "conservado incorruptivelmente até a volta de Jesus" como diz Paulo aos tessalonicenses. Essa coisa de castigar o corpo para alcançar o favor divino é fruto da mentalidade católica dicotômica que adere a uma teologia dualista falida e antibíblica que contrapõe corpo e alma, entendendo o corpo como a "prisão" da alma, razão pela qual deveríamos agir com severidade para com o corpo a fim de alcançar a plenitude de espírito. É uma teologia satânica, do tipo que Paulo já denunciava aos colossenses:

      "Essas regras têm, de fato, aparência de sabedoria, com sua pretensa religiosidade, falsa humildade e severidade com o corpo, mas não têm valor algum para refrear os impulsos da carne" (Colossenses 2:23)

      Excluir
  57. Avalie: https://www.youtube.com/watch?v=Z5vxurcwJQY

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No geral eu até concordo com o que ele disse, excetuando a defesa do calvinismo.

      Excluir
  58. Banzoli, você acha que Enéas Carneiro teria feito um bom governo caso tivesse sido eleito presidente?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pelo menos em termos econômicos não, seria um desastre. Veja a entrevista dele ao Jô, onde ele dizia expressamente que não pagaria mais a dívida externa e daria literalmente um calote nos bancos, exigindo uma "renegociação" unilateral da dívida. Que tipo de partido propõe uma aberração dessas hoje em dia? Só partidos de extrema-esquerda como o PSOL, nem mesmo o PT fez uma coisa dessas. No dia em que isso fosse feito, ele compraria uma guerra contra os bancos e quem pagaria a conta seríamos todos nós (e eu nem preciso falar que TODOS os presidentes de qualquer país que já deram calote na dívida levaram seu país a crises duradouras, da Grécia à Argentina). Sem falar que ele era um antiliberal e estatista com o mesmo tipo de preconceito às privatizações que os esquerdistas tem. Ele era o retrato da "velha direita", que nunca deu certo em lugar nenhum mas que era exatamente a "direita" brasileira que tivemos por mais de um século (por isso não me espanta que o nosso país tenha uma tradição de esquerda, já que a direita daqui sempre foi quase a mesma porcaria da esquerda).

      Excluir
  59. Você poderia argumentar contra a parte 3 e 4 desse livro: https://drive.google.com/drive/folders/1eVu9l7FTDncbQbl4B3Jb2s8OAC3jdIbb?fbclid=IwAR23AK0atbHplf3-quMLdssFtXIP7GBrhL7tRq504efNo9UBQ2qPXXUcN8w
    Muito obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O que eu tinha a dizer sobre isso, eu disse aqui:

      http://apologiacrista.com/a-expiacao-limitada

      Abs.

      Excluir
  60. Oi Lucas, estou lendo os livros de história sobre os EUA que você me indicou aqui. Está tudo ótimo, apenas não entendi direito a Guerra de 1812, você poderia fazer um resumão do conflito? E foram os britânicos que ganharam? Ao pesquisar pela internet vi várias pessoas afirmando isso, porém isso não pareceu afetar em nada os americanos e apenas reforçou o seu patriotismo, sendo assim não foi ao certo uma vitória dos britânicos, de fato. Ou estou me confundindo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa guerra aconteceu no contexto das guerras napoleônicas. Napoleão tinha o maior exército de terra da Europa, a Inglaterra tinha a maior marinha, então o único jeito da Inglaterra vencer a França seria por meio de um bloqueio naval, por isso eles proibiram qualquer nação de fazer comércio marítimo com a França. Os EUA por outro lado eram aliados comerciais da França e não aceitaram esse bloqueio que lhes prejudicava economicamente, então declararam guerra ao Reino Unido, e após algumas batalhas podemos dizer que os EUA "ganharam" porque venceram as batalhas principais, embora em termos geográficos nenhum dos dois lados ganhou ou perdeu território. No Reino Unido essa batalha é caracterizada como um "apêndice" às guerras napoleônicas, mas para os americanos foi uma guerra patriótica que consolidou sua independência e desenvolveu o sentimento nacionalista.

      Excluir
  61. O que acha do Michael Moore?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele é um americano que, pelo o que eu conheço, é bem polêmico devido a todas as críticas que ele faz ao próprio país e ao sistema capitalista. Uma vez na escola passaram um documentário dele pra nós assistirmos e escrevermos uma resenha, já faz um tempo e eu não me lembro bem de tudo que acontece, mas lembro que eu e a turma gostamos. O documentário em questão chama-se "O invasor americano" e estava disponível na Netflix, não sei se ainda está, caso queira assistir. Mas enfim, isso já faz um tempo e recentemente fui pesquisar sobre ele e vi que ele realmente é bem crítico com os EUA e o capitalismo, inclusive cheguei a ver uma citação em que ele diz que "O Socialismo é democracia", também vi outra citação em que ele compara o cristianismo ao socialismo, mas não sei se isso é verdade mesmo.

      Excluir
    2. Não me admira que tenham passado na escola um documentário anti-capitalista, eu ficaria surpreso no dia em que passarem um a favor do capitalismo. Tudo o que eles fazem é lavagem cerebral para se odiar os EUA por serem o símbolo maior do capitalismo. Essa coisa de que "o socialismo é democracia" é uma patifaria das mais estapafúrdias que eu já ouvi em toda a minha vida. A democracia moderna nasceu nos EUA capitalista e hoje todos os países democráticos do mundo são capitalistas. Em contrapartida, TODOS os países socialistas da história foram (ou são) ditaduras, tais como China, Coreia do Norte, Cuba, URSS e outros. NÃO EXISTE SOCIALISMO DEMOCRÁTICO, se falar em socialista democrático é como falar em "casado solteiro" ou "gordo magro". É simplesmente uma contradição de termos.

      Excluir
  62. Tem/recomenda algum artigo/vídeo que responda a essa visão de que o cristianismo e o socialismo de encaixam, de que Jesus era comunista, e coisas do tipo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho esse aqui:

      http://ateismorefutado.blogspot.com/2015/04/socialismo-e-cristianismo-sao.html

      Excluir
  63. Olá Lucas!
    Bem que você poderia fazer para nós uma listinha de obras que você acredita que todo mundo (principalmente os cristãos) deveriam ler.
    Claro que sabemos que a Bíblia seria o principal rs. Mas e quanto aos outros, quais você selecionaria?
    Abs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu fiz uma lista aqui:

      http://www.lucasbanzoli.com/2018/05/os-dez-autores-que-mais-impactaram.html

      Não é exatamente uma lista por livros mas sim por autores (alguns ali são mais conhecidos por pregações do que por livros), mas de todo modo vale a pena a leitura (ou assistir os vídeos) de cada um deles. Abs!

      Excluir
  64. Banzoli o que vc acha do Ex Lex de Gordon H. Clark?

    ResponderExcluir
  65. Sabemos que o socialismo não dá certo, sendo assim, como que a URSS conseguiu se tornar junto com os EUA a maior potência do mundo após a Segunda Guerra? A URSS foi bem na guerra, como conseguiu ir bem? Como que se sustentava?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Há várias razões: (1) a URSS foi uma fusão de diversos países em um país grande e único, o que aumentava a sua potência (se metade da Ásia atual se tornasse um só país ele seria o maior país do mundo economicamente falando, mesmo com o pib per capita sendo pífio); (2) a Rússia sempre teve o potencial de ser um gigante no cenário mundial, mas não era pelas mesmas razões que o Brasil (falta de industrialização), que foi algo que eles focaram após 1917 e gerou um rápido crescimento naquele momento inicial; (3) a Rússia entrou tardiamente na Segunda Guerra Mundial, então não sofreu o mesmo abalo econômico que os países europeus, que ficaram pra trás; (4) e o mais interessante de tudo: Lenin deu "um passo pra trás para dar dois pra frente", que na concepção dele implicava em aderir ao capitalismo em um momento inicial, para só depois iniciar a "socialização". Ou seja, a URSS foi capitalista por um tempo por iniciativa do próprio Lenin, por isso cresceu, mas depois que implementaram o socialismo de uma vez deu no que deu.

      Excluir
  66. Vc acha que a versão NVI é boa para se ler a Bíblia?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza. Este artigo é o mais completo sobre isso:

      http://www.dc.golgota.org/nvi/nvi.html

      Excluir

Fique à vontade para deixar seu comentário, sua participação é importante e será publicada e respondida após passar pela moderação. Todas as perguntas e comentários educados são bem-vindos, mesmo que não tenham a ver com o tema do artigo. Críticas serão publicadas desde que não faltem com o respeito e não sejam feitas em anonimato.

*Caso o seu comentário não tenha sido publicado dentro de 24h, reenvie-o.