9 de dezembro de 2018

93 Quer amar o papa? Aprenda como com Pio X

(Ame-o)

Ontem um leitor me perguntou sobre o texto de Gálatas 2:11, onde Paulo diz que “quando Pedro veio a Antioquia, enfrentei-o face a face, por sua atitude condenável” (NVI). Em outra tradução, «lhe resisti na cara, porque era repreensível» (ACF). A Vulgata Latina, tradução oficial da Igreja Católica, verte por «cum autem venisset Cephas Antiochiam in faciem ei restiti quia reprehensibilis erat», que traduzido seria «quando Cefas veio a Antioquia, lhe resisti na face, porque era repreensível». Ou seja, em qualquer versão, seja católica ou protestante, Paulo repreendeu Pedro publicamente e se opôs a ele nesta ocasião. Isso está claro, e poucos apologistas católicos o contestam – apesar de acreditarem na infalibilidade papal e que Pedro foi o primeiro papa.

A desculpa que eles dão e que foi abordada pelo leitor é que este episódio não se trata de uma questão doutrinária, apenas de um erro de conduta, então como não se tratava de doutrina não tinha problema esculhambar com o “papa” daquele jeito. Esse tipo de contra-argumentação denuncia o nível de amadorismo e desconhecimento do ensino da própria Igreja por parte de grande parte desses apologistas, que simplesmente ignoram por completo os documentos oficiais que jamais leram. Na verdade, o fato de se tratar ou não de um “erro doutrinário” é irrelevante, porque ao longo de toda a Idade Média e Moderna o papa era visto como um ser intocável e acima da crítica, uma espécie de semideus na terra, apesar de não haver ainda o dogma da infalibilidade papal (uma formalidade que veio mais tarde).

Eu poderia mostrar muitos documentos aqui, mas me limitarei ao mais claro e direto: trata-se do Discurso aos Sacerdotes da União Apostólica feito pelo então papa Pio X (o galã aí da foto) em 1912, com o sugestivo nome de “Como amar o Papa” (aprende aí). O discurso pode ser conferido no site oficial do Vaticano aqui, o qual foi traduzido e reproduzido em diversos sites de apologética católica brasileira, como o “Veritatis” (aqui) e o “Catequista” (aqui). Vamos a ele:

“Parece inacreditável, e é contudo doloroso, que haja padres aos quais se deve fazer esta recomendação, mas nos nossos dias nós estamos infelizmente nesta dura e triste condição de dever dizer a padres: Amai o Papa!

E como se deve amar o Papa? Não por palavras somente, mas por atos e com sinceridade. “Non verbo neque lingua, sed opere et veritate” (1 Jo 3,18). Quando amamos a alguém, procuramos nos conformar em tudo a seus pensamentos, a executar suas vontades e a interpretar seus desejos. E se Nosso Senhor Jesus Cristo dizia de si mesmo: ”Si quis diligit me, sermonem meum servabit” (”se alguém me ama, guardará minha palavra” Jo 14,23), assim para mostrar nosso amor ao Papa, é necessário obedecer.

É por isso que, quando se ama ao Papa, não se fica a discutir sobre o que ele manda ou exige, a procurar até onde vai o dever rigoroso da obediência, e a marcar o limite desta obrigação. Quando se ama o Papa, não se objeta que ele não falou muito claramente, como se ele estivesse obrigado a repetir diretamente no ouvido de cada um sua vontade e de exprimi-la não somente de viva voz, mas cada vez por cartas e outros documentos públicos.

Não se põem em dúvida suas ordens, sob fácil pretexto, para quem não quer obedecer, de que elas não dimanam diretamente dele, mas dos que o rodeiam!  Não se limita o campo onde ele pode e deve exercer sua autoridade; não se opõe à autoridade do Papa a de outras pessoas, por muito doutas que elas sejam, que diferem da opinião com o Papa. Por outro parte, seja qual for sua ciência, falta-lhes santidade, pois não poderia haver santidade onde há dissentimento com o Papa.

É o desabafo de um coração dolorido… para deplorar a conduta de tantos padres que, não somente se permitem discutir e criticar as vontades do Papa, mas que não têm a receio de chegar a atos de desobediência imprudente e atrevida, ao grande escândalo dos bons e para a ruína das almas.

Vamos destacar aqui ponto a ponto para ficar claro como se deve “amar o papa”:

• Devemos nos conformar em tudo aos seus pensamentos.

• Não podemos objetá-lo em nada, mesmo naquilo que não ficou muito claro.

• Não se põe em dúvida as suas ordens.

• Não se limita o campo onde ele pode e deve exercer sua autoridade (o que já refuta os que dizem que pode criticar o papa à vontade fora da ex cathedra, o que na prática é quase o mesmo que sempre).

• Não se opõe à autoridade do papa a de outras pessoas, por mais instruídas que sejam. A opinião do papa é sempre a certa.

• Não se pode sequer discutir ou criticar as vontades do papa.

• Não pode haver santidade onde há dissentimento com o papa.

Note que em momento algum ele diz que o papa pode ser criticado “contanto que não seja em ex cathedra ou em assunto doutrinário”. Pelo contrário, destaca enfaticamente que «não se fica a discutir sobre o que ele manda ou exige, a procurar até onde vai o dever rigoroso da obediência, e a marcar o limite desta obrigação». Para ele, a obediência ao papa era absoluta e incondicional: ninguém pode discutir, colocar em dúvida ou se opor às suas opiniões, sob qualquer circunstância ou pretexto.

Era essa a mentalidade católica do início do século passado (esse discurso é de 1912), em consonância com o discurso dos séculos anteriores, onde se queimava na fogueira gente que ousava se opor ao papa em qualquer coisa que fosse – não apenas a discursos ex cathedra, que são tão raros no catolicismo que certos autores católicos já disseram que não passaram de três nos últimos séculos, embora ninguém saiba ao certo quando um papa está falando em ex cathedra e quando não, nem tampouco haja uma lista oficial dos discursos “infalíveis” e dos “não-infalíveis”. Esse tipo de coisa nunca precisou existir por uma simples razão: para a Igreja pré-Vaticano II, a submissão ao papa devia ser absoluta, independentemente da circunstância, sendo ex cathedra ou não. O único dever do fiel católico é obedecer; "questionar" está fora do dicionário.

Essa coisa de que "pode descer o pau no papa à vontade que não tem problema desde que não toque em um ponto doutrinário" (ou que não seja em "ex cathedra") é coisa de católicos modinhas que não conhecem nada da doutrina da própria Igreja, a ponto de um protestante como este que vos fala precisar se dar ao trabalho de ensinar a doutrina da Igreja Católica a católicos. Esse espírito “antipapal” dos católicos modernos é um contraste violento à doutrina histórica da Igreja Romana, que jamais permitiria sair vivo um sujeito que dissesse coisas como essas sobre um papa legitimamente eleito:





Não à toa os olavetes católicos descem o sarrafo no papa Francisco de um modo que eu nunca vi um protestante chegar perto, e quando são confrontados respondem que “não tem problema, porque não é uma crítica a algo dito em ex cathedra”. É uma desculpa das mais estapafúrdias, porque o ex cathedra jamais foi o critério único para a obediência incondicional ao papa, como acabamos de ver. O bom católico tem a obrigação de prestar ao papa uma obediência cega, como já ressaltava Loyola, como vaquinha de presépio, como gado no pasto, como cegos sendo guiados por outro cego.

Na prática todos sabemos que os olavetes têm um papa, que não poderia ser outro senão o próprio Olavo. Por isso chutam mesmo Francisco “a pontapés”, afinal o guru jamais permitiria ter seu trono dividido entre os membros da seita. Só pode haver espaço para um papa, que é ele mesmo. Por isso ele e seus discípulos reagem às críticas que lhes são feitas com a mesma ferocidade que Pio X reagia às críticas ao papa. E por ironia, são esses mesmos discípulos e o próprio “mestre” os que mais atacam os protestantes, mal sabendo eles que diante da doutrina da Igreja Romana eles são tão ou mais heterodoxos do que nós – a começar pelo fato de seguirem um notório astrólogo, quando os mesmos estão automaticamente excomungados da Igreja por determinação oficial da Santa Sé (veja aqui).

Chega a ser hilário ver um bando de moleques que nunca leram um documento da Igreja vir erguer a voz contra o papa em tom arrogante e presunçoso, ao mesmo tempo em que querem trazer a Inquisição de volta – eles nem imaginam que se a Inquisição voltasse de verdade eles seriam os primeiros a queimar a fogo lento. Entenda de uma vez por todas: não existe independência de pensamento ou liberdade de consciência aliada à Igreja Romana. Ela sempre foi “submeta-se ou morra”, e qualquer pensamento que destoe disso é “modernismo” combatido por ela – pelo menos até o Concílio Vaticano II, quando ela finalmente decidiu se aliar ao mundo moderno que até então combatia fervorosamente, e que continua combatendo na cabeça dos fanáticos tradicionalistas.

Eu deixo que o próprio leitor releia o discurso oficial de Pio X com atenção, e tente harmonizar esse discurso com o teor da repreensão severa de Paulo a Pedro em Antioquia e com a forma com que muitos católicos tradicionalistas detratam o papa atual, e tire as suas próprias conclusões. Eu não vou nem precisar comentar porque pra mim isso nem deveria ser alvo de discussão: a resposta é um óbvio e sonoro não. Mas para quem já está habituado a fazer os maiores malabarismos bíblicos para justificar o injustificável e defender o indefensável, fazer um pouco mais de malabarismo com os documentos papais não exigirá qualquer esforço. A honestidade intelectual já foi sacrificada há muito tempo, e agora só lhes resta amar o papa contrariando tudo o que ele diz e lhe «resistindo na face, por sua atitude repreensível».

• Compartilhe este artigo nas redes:

Paz a todos vocês que estão em Cristo.

Por Cristo e por Seu Reino,
- Siga-me no Facebook para estar por dentro das atualizações!


- Baixe e leia os meus livros clicando aqui.

- Acesse meu canal no YouTube clicando aqui.


ATENÇÃO: Sua colaboração é importante! Por isso, se você curtiu o artigo, nos ajude divulgando aos seus amigos e compartilhando em suas redes sociais (basta clicar nos ícones abaixo), e sinta-se à vontade para deixar um comentário no post, que aqui respondo a todos :)   

93 comentários:

  1. Faltou postar este video https://youtu.be/3AdzrMoeBzw

    Adoro postar este video para confundir e tirar uma onda dos católicos onde todo poderoso Olavo admite Igreja católica prostituta babilônia KKKKKKKK
    Olavo e cheio contradição, critica protestantismo mora EUA, defende sionismo Estado Israel doutrina igreja católica e abomina.
    A visão geopolítica Olavo vem dispensacionalismo john darby totalmente contraria visão geopolítica e doutrinaria igreja católica KKKKKK Daqui a pouco Olavo vai defender pre tribulacionismo KKKKKKK

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade ele é uma mistura de três coisas: o conservadorismo americano (o pouco de bom que tem nele, que ele absorveu quando foi pra lá), o tradicionalismo católico (que ele passou a defender após abandonar o Islã) e o conspiracionismo paranoico (que eu acho que ele sempre teve). Junte essas três coisas e temos "Olavo de Carvalho", que não à toa é um amontoado de contradições sem fim (mas que ainda assim consegue ser menos ruim que um tradicionalista católico comum, que além de tudo cultiva ódio antissemita, detesta o liberalismo econômico, é anti-americanista e adora o papa).

      Excluir
    2. Olavo de carvalho pode ser um maluco, mas deve-se admitir que o cara deve ser fera mesmo em uma coisa, conseguiu misturar dois tipos de conservadorismo que contradizem em muito um ao outro, e ainda propagá-lo através de videos do youtube e influenciar milhares (até milhões) de pessoas a elegerem um presidente que em parte concorda com suas ideias, e ainda indiciar dois ministros, tudo com base na lorota que ele misturou e propagou por ai. Isso é realmente inacreditável se você parar para pensar.

      Excluir
    3. Exato. Só no Brasil mesmo ele conseguiria esse feito (ou em outro país atrasado e ignorante como o nosso).

      Excluir
  2. Se fosse um papa de verdade nem se meteria ba disputa eleitoral de um pais estrageiro Olavo

    O que os papas mais fizeram foi se envolverem em politica.Se envolveu com Mussolini na Italia,General Franco na Espanha,Hither na Alemanha.Na idade media mandava em reis e usava o poder civil para matar.Durante tempos Portugal(um pais fanatico catolico que na Europa quase nao fez nenhum progresso)foi o Braço do poder catolico e fez a cabeça de Felipe 2 para manter huguenotes entao ele é um poder politico vestido de Religião

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É interessante notar essa relação entre Papa os ditadores, pois o Papa criou o Partido Nazista, criou o Partido Palestino, o Partido Facista etc, todas essas ideologias tem algo em comum: o Catolicismo é a ideologia principal e seu objetivo é destruir a terra prometida( Estados Unidos )https://www.youtube.com/watch?v=GvooI9zpsNE

      Excluir
  3. Respostas
    1. Eu preciso estudar melhor isso para opinar a respeito.

      Excluir
    2. Eu também, mas como só tenho 15 anos não posso comprar livros a todo momento.

      Excluir
  4. Lucas, Paulo, antes de sua conversão, era conhecido por muitos males cometido aos cristãos. Depois, além de Pedro, ele se envolveu em desavenças com Barnabé, Marcos entre outros. Você concorda que Paulo possuía uma personalidade difícil?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele tinha uma personalidade forte, mas que eu me lembre ele só teve desavenças com Pedro e Barnabé. Com Marcos a desavença não foi com ele em si, foi Marcos que abandonou ele e Barnabé enquanto estavam evangelizando e por isso os dois acabaram discutindo sobre se seria bom ou não trazer Marcos de volta (já que ele já havia abandonado eles uma vez e poderia acontecer de novo, se tornando um peso). E no episódio de Antioquia ele estava com a razão, pois Pedro estava realmente agindo de forma errada, embora Paulo pudesse ter relevado e se calado caso quisesse (mas ele não era do tipo de afinava na frente dos outros por receio ou covardia, ele dizia o que pensa).

      Excluir
    2. Por isso que gosto da Bíblia fala da conquistas e franquezás de grandes homens de Deus e que nos apesar das franquezas nos podemos ser vasos de Deus

      Excluir
  5. Eu tenho um conflito pessoal que eu preciso lidar: o fim justifica o método? Eu realmente estou tendo esse problema; mas antes, deixe eu esclarecer uma coisa: não acho que Deus já usou a "fim justifica o meio" filosofia; tudo o que ele fez, foi por que ele tinha autoridade para tal. Como quando Ele matou o filho de Davi com Betseba(não sei se é assim que escreve), Ele matou o garoto no lugar de Davi e Betseba pois Ele é o único que pode castigar um filho no lugar do pai; É uma prerrogativa só Dele, e só podemos fazer tal se Ele permitir.

    No caso dos Cananeus, Ele só uniu o útil ao "agradável"(Ele não tem prazer na morte do ímpio); os Cananeus foram perversos durante muito tempo, e chegou a hora da punição, e foi bom para os Israelenses, pois eles "ganharam" essa terra(até onde eu saiba, Abraão comprou, a muito tempo atrás, as terras desses cananeus).

    Não sei se a historia de Raabe de encaixa no "fim justifica o meio", pois ela usou de um mal menor para evitar um mal maior(ela mentiu de fato, mas se ela não fizesse, ela, os espiões, e muito possível, a família dela); por tanto, as vezes temos que escolher o mal menor para evitar um maior.

    Mas enfim... O que acham? Os fins justificam os meios? O caso de Raabe foi uma situação de "fim justifica o meio"?

    Deus lhes ilumine!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acho que "justifica" apenas em casos realmente inevitáveis, como com Raabe, que ou mentia ou entregava os israelitas (o que era pior do que a mentira em si). Mas na prática esse tipo de situação é extremamente raro na vida e se aplica a pouquíssimos casos, porque quase sempre quem se utiliza de meios errados para se chegar a uma finalidade nobre faz isso não por ser inevitável e ter que escolher pelo "mal menor", mas simplesmente porque quer seguir o caminho mais curto e fácil, apelando a métodos sorrateiros (por exemplo, alguém que mente deliberadamente sobre um ponto de vista contrário no propósito de atrair as pessoas para o seu próprio ponto de vista em algum assunto, em vez de dizer a verdade que talvez não atraísse tanto assim).

      Excluir
    2. Paz do Senhor, licença pra responder também: Eu acho também que nós devemos fazer nossa parte. Em Êxodo 1 o faraó mandou que se matasse os bebes homens e deixassem as mulheres, mesmo correndo riscos, elas mentiram (não estou dando o "aval" pra mentir por ai)porque com isso salvaram as crianças. Eu acho que, dependendo da circunstância, (como salvar vidas)é valido fazer algo que vai ajudar os outros. Mas ai também temos que ter discernimento do Espírito Santo pra que seja o certo a fazer.

      Excluir
    3. Neste caso aí que você citou eu também entendo como um caso inevitável de "vida ou morte" (literalmente, porque se elas não mentissem as crianças morreriam, o que seria muito pior que a mentira), então se aplica o mesmo que respondi anteriormente. Mas como eu disse, são casos raros, muito raros.

      Excluir
  6. "O Arminianismo é diretamente influenciado pela concepção dos humanistas da Renascença! Apesar do Humanismo dessa época ter sido bem diferente desse de hoje, e ter sido bem positivo, em sua soteriologia era fraco."


    Concorda??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que é influenciado pelo humanismo sim, que é fraco em soteriologia não.

      Excluir
    2. Lucas, a ponto alto do Renascimento foi Friedrich Nietzsche, como o ponto médio de tal época foi Erasmo de Roterdã, um homem que sendo até mesmo um cônego renegou a própria vocação para viver no bem-bom. Enquanto isso Nietzsche como um homem renascentista bem tardio, em seu vitalismo irracional, chafurdou não só em farras gastronômicas, mas também sexuais e contraiu sífilis. No meio protestante, bela coisa que são os ecos renascentistas que os arminianos ressoam que podem induzir tais ecos à sua juventude se eles preferem evitar os rigores e cautela da moral calvinista. Eu, que sou católico romano, neste último fim de semana da Solenidade da epifania do Senhor de 2019, eu chafurdei na bebedeira e me dei muito mal, pois acabei com uma ressaca de dor e cabeça terrível e enjôos. Porque é aquela coisa, o catolicismo rechaçou a heresia jansenista que é a versão católica romana do calvinismo para dar vazão para o católico cair na fácil tentação de chafurdar neste mundo que passa, mas que pode arrastar facilmente o corpo humano que também passa, porque envelhece e um dia há de morrer em grandes ressacas e dores desnecessárias no processo de arrastamento.

      Excluir
  7. Avalie: https://www.facebook.com/1194906757212279/videos/1515969451772673/?__xts__[0]=68.ARBoF9TCefjJ44RtFkxCDPMZzVul-vVsbojRUq3IEjMNUaVlM81Yi_9pZHAUA6eMx3JVCTiM4CtjnJqQsF6FVJrA8YlfNDmnr82nZ_33pQYQr76o3qy8Bbl7euSws2xIbK06XwV52QK93X43sYM2SXiKKqmMuA86mEx-BQ0yjPN0sWf67vlPxhAqXjYCtXDzz6OiRb7vvyBSM6iuC3h27WKRkgYqPaWe45oF9cvPn6tlt5TF_JOpRWrEUeLGYjr_tRlJHkdPpWJgPYJswMSecefi1QeBctsTjT_Of7CvRDZW0eUSm-63rgNsiiY5uNJbnO5RXPgcAXTEig_PJj04zKnD65j-RIJbHkBddn0&__tn__=H-R

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sou totalmente contra esse tipo de manifestação. Deus passa longe disso.

      Excluir
  8. Oq vc acha das posições do Papa Chico?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Comentei aqui:

      http://heresiascatolicas.blogspot.com/2017/12/imperdivel-provas-incontestaveis-de-que.html

      Excluir
  9. Avalie:
    http://verdadeemfoco.com.br/estudo.php?id=29

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa acusação de que a trindade é pagã eu já respondi aqui:

      http://www.lucasbanzoli.com/2018/01/a-trindade-e-paga.html

      Excluir
  10. Lucas, eu andei lendo uns artigos sobre a Guerra dos Trinta Anos e um personagem em específico me chamou atenção, o Rei Gustavo Adolfo II da Suécia (também conhecido como O Leão do Norte). Você acha que ele foi importante para o protestantismo? E de que forma?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, inclusive eu escrevi (um pouco) sobre ele aqui:

      http://www.lucasbanzoli.com/2018/08/conheca-guerra-dos-trinta-anos-suas.html

      Mas eu cometi um erro cronológico nessa parte, que foi dizer que Gustavo entrou na guerra depois da França, quando foi o contrário: ele entrou corajosamente quando os protestantes estavam perdendo feio e conseguiu muitas vitórias importantes (e altamente improváveis), o que aumenta os seus feitos.

      Excluir
  11. Parabéns Lucas por mais um belo artigo, sempre muito claro.

    ResponderExcluir
  12. Lucas, onde você tem acesso a esses documentos da igreja?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No site do Vaticano:

      http://w2.vatican.va/content/vatican/pt.html

      Aí na foto aparece o papa Francisco, mas você pode ir lá embaixo e selecionar outro papa que você quiser ler.

      Excluir
    2. "...mas você pode ir lá embaixo e selecionar outro papa que você quiser ler."
      O problema é que qualquer conclusão que alguém venha ter só terá validade se agradar a apologética católica. Caso contrário, ou será anacronismo ou estará fora de contexto.

      Excluir
  13. Lucas conheça Fabio blanco, seus artigos são interessantes.

    ResponderExcluir
  14. Lucas Banzoli voce tem medo do inferno?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Inferno e Lago de fogo são a mesma coisa?

      Excluir
    2. "Inferno e Lago de fogo são a mesma coisa?"

      "Inferno" no grego é o geena (o lugar do castigo dos ímpios após a ressurreição); "lago de fogo" é a simbologia apocalíptica para a segunda morte (ou seja, o que acontece com eles após o castigo).

      "Por que?"

      Só tem medo do inferno quem acha que vai nele.

      Excluir
    3. "Só tem medo do inferno quem acha que vai nele"
      Mas alguém que tenha medo de fracassar na fé (e consequentemente ir para o inferno) está pecando?

      Excluir
    4. Entao voce tem certeza total que não vai pra la? Por que?

      Excluir
    5. "Mas alguém que tenha medo de fracassar na fé (e consequentemente ir para o inferno) está pecando?"

      Não creio que esteja pecando mas é algo que tem que ser tratado.

      "Entao voce tem certeza total que não vai pra la? Por que?"

      Porque "o Espírito testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus" (Rm 8:16).

      Excluir
  15. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse sujeito aí é uma abominação em forma de gente. Não tem um vídeo dele que não seja repleto dos mais monstruosos absurdos e delírios que eu já tenha visto. É um mentiroso compulsivo e completo ignorante.

      Excluir
    2. desculpe a curiosidade Lucas mas se quiser pode não responder, mas de quem vc ta falando pois o comentário foi excluído pelo autor do próprio comentário.

      Excluir
    3. Do cara do "Observatório Católico", que disse que os papas "não tinham poder temporal" e por isso não podem ser culpados pelos crimes que aconteciam.

      Excluir
  16. A rede globo é de direita ou esquerda?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aparentemente é de esquerda, mas não uma esquerda radical.

      Excluir
    2. Os esquerdistas chamam de direita (Algumas até dizem que é conservadora e ligado à igreja católica)

      Excluir
    3. E foi a fabordo da ditadura militar

      Excluir
    4. "Os esquerdistas chamam de direita (Algumas até dizem que é conservadora e ligado à igreja católica)"

      Eles dizem isso porque gostam muito de se vitimizar, igual muita gente aí.

      "E foi a favor da ditadura militar"

      Isso foi mesmo, porque ela gosta de se "aliar" com quem está no poder para ganhar privilégios, foi assim que ela se tornou o que é hoje (aí depois que os militares saíram do poder ela "se arrependeu").

      Excluir
  17. https://www.google.com.br/url?sa=t&source=web&rct=j&url=https://www.portaldotrono.com/pastor-evangelico-bolsonaro-anticristo/amp/&ved=2ahUKEwi3zp3p2JXfAhWJIpAKHVzfB2MQFjALegQICRAB&usg=AOvVaw3ALCiN8AW43LOmUMgDT_C_&ampcf=1

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em todo o discurso dele ele praticamente não citou nada do Bolsonaro, apenas do Olavo. É uma forçação de barra muito grande.

      Excluir
  18. http://hermesfernandes.blogspot.com/2018/11/jesus-bancada-evangelica-e-escola-sem.html?m=1

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O que ele escreveu ali é justamente o CONTRÁRIO da realidade. Ele diz que o Projeto Escola sem Partido visa acabar com a capacidade crítica dos alunos e com as discussões em sala de aula, quando isso é justamente o que a esquerda JÁ FEZ atualmente. Ela proíbe a livre expressão do pensamento crítico, impõe a visão esquerdista como sendo a única certa e verdadeira, exige que os alunos acreditem nela para serem aprovados (pelo menos na hora de fazer as provas e os trabalhos) e se um aluno de direita contesta um professor ele corre o risco de ser massacrado pelo professor e pelos próprios alunos que sofreram lavagem cerebral do mesmo. Não há discussão nenhuma, debate nenhum, pluralidade nenhuma, a não ser que seja de esquerda contra esquerda, tipo um "PSOL vs PT". A única intenção é demonizar a direita, e não estabelecer discussões sadias e estimular o pensamento crítico. O aluno que pensa criticamente é simplesmente reprovado, a não ser que essa "crítica" consista em concordar em tudo com o que o professor diz, o que não faz sentido nenhum. A única "crítica" que eles estimulam é a crítica ao capitalismo, a crítica ao conservadorismo, a crítica aos cristãos e a tudo o que presta no mundo.

      Excluir
    2. Banzolao e você não acha que a direita deveria também "se infiltrar" no meio acadêmico? Para equilibrar as coisas, não deixar a academia só com o controle da esquerda. Se a esquerda no passado conseguiu a direita pode conseguir também, assim formaremos intelectuais d verdade e deixaremos de seguir pessoas que não tem o Ensino Fundamental completo como o tal do astrolavo

      Excluir
    3. É isso o que eu digo sempre. A direita já tomou conta da internet e da cadeira presidencial, mas ainda é pífia no meio acadêmico.

      Excluir
  19. Lucas, o que você acha do Marcel Van Hatten do Partido NOVO?

    ResponderExcluir
  20. Lucas, cara poderia analisar o vídeo desse esquerdista que tenta "provar" que "não existe" marxismo cultural?

    Link do video: https://youtu.be/crv-p9Rjhbo

    Agr sobre escatologia, vc acha que a a possibilidade do anticristo se manifestar nesse nosso século? Eu tenho minhas dúvidas, pois o Evangelho ainda n foi pregado em todo mundo como vc pode ver na pesquisa abaixo:

    https://youtu.be/crv-p9Rjhbo

    É só isso meu amigo, Graça e Paz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sobre o primeiro vídeo, como eu disse acima, eu preciso estudar melhor isso para opinar a respeito. Sobre o evangelho ainda não ter sido pregado no mundo todo, é bem possível que esteja para ser no futuro mesmo. Tem um vídeo do Afonso muito bom sobre o tema, eu discordo de pouca coisa ali mas no geral acho uma visão coerente:

      https://www.youtube.com/watch?v=qLLm3t7F1tM

      Excluir
  21. Lucas em relação a pesquisa, foi mal eu mandei o link errado, o link verdadeiro está aqui abaixo:

    http://comunhao.com.br/populacao-nao-conhece-evangelho/

    ResponderExcluir
  22. Muito bom artigo Lucas! Parabéns!

    ResponderExcluir
  23. No seu post passado, eu falei sobre um vídeo, mas acho que você esqueceu de ver(ou comentar) sobre ele. Novamente, ignore o(s) jogo(s) em si, e preste atenção no conteúdo filosófico. O vídeo está em Inglês.

    https://www.youtube.com/watch?v=f2U7xYJZbKg&t=

    Deus lhe ilumine!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acho que a última frase que ele disse resume todo o pensamento cristão: nós somos maus. Ou seja, o fato da maldade muitas vezes ter suas motivações e explicações sociológicas (incentivadas por atos de outras pessoas) não elimina a existência do mal nem diminui a culpa, apenas denuncia que o problema é bem maior, porque o mal está em alguma medida dentro de cada um de nós.

      Excluir
  24. O período mimitar foi um regime ou ditadura?

    ResponderExcluir
  25. Talvez chegue uma hora em que os catolicos ficarão tão sem argumento que passarão a afirmar que Paulo foi o primeiro Papa. Penso que Paulo seria muito melhor para se afrmar que tenha sido o primeiro Papa.

    ResponderExcluir
  26. Lucas, veja só isso:

    https://youtu.be/Uqk-qAjqMUQ

    Mais uma vez o Yago arrasou! Ele calou a boca do Rafinha Bastos que fez um vídeo defendendo o aborto e o Yago o respondeu de uma forma incrível! ������������

    Olha, as vezes eu acho que quanto mais passa o tempo, cada vez mais o ser humano fica burro, sinceramente falando, essas leis que permitem o aborto são bárbaras e incivilizatórias.

    ResponderExcluir
  27. O site Descontradizendo contradições parou, Lucas?
    Entrando no site, parece que as ultimas públicações foram em 2009.
    O Pipe, seu amigo, não escreve mais não?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eles continuam, mas nesse outro blog:

      http://dcgolgota.blogspot.com

      E também no facebook:

      https://www.facebook.com/descontradizendocontradicoes

      Excluir
  28. Saudações, Lucas. Eu gostaria que me indicasse algum material sério sobre o Cristianismo e Novo Testamento x Judaísmo e Antigo Testamento. O pouco que achei no YouTube parecia covardia pela superioridade dos rabinos contra os pastores. Agradeço desde já.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No livro "Não tenho fé suficiente para ser ateu" (Norman Geisler e Frank Turek) há um bom material sobre isso (principalmente no capítulo 13, mas também no resto do livro).

      Excluir
  29. Avalie: https://youtu.be/fHLK9Vgco6I

    P.s: Não sou o anônimo do avalie.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É tudo muito exagerado e tendencioso, sem falar que muito do que ele diz se encaixa como uma luva na esquerda.

      Excluir
    2. Quais pontos você acha que se encaixa com a esquerda? Eu te andei esse vídeo para que você pudesse me dar um contraponto ao que ele disse, apesar de eu ser de direita acompanho o canal dele para ter um contraponto e também para ver ele expondo o Astrolavo, eu discordo de 90% das ideias dele, mas o respeito e o acompanho para ter um contraponto, além disso, praticamente não há nenhum canal de direita disposto a criticar o Astrolavo, infelizmente o Astrólogo contaminou a direita como um germe contamina uma pessoa saudável. Sou de direita, mas detesto o Astrolavo.

      Excluir
    3. A de usar o medo, por exemplo, foi o que o PT sempre fez, praticando terrorismo psicológico com as pessoas, dizendo que José Serra era nazista, que Aécio, Alckmin e até Marina iriam cortar o Bolsa Família caso ganhassem as eleições (o que eles negavam expressamente), e disseminando inúmeras fake news para demonizar seus oponentes. A questão do armamento que ele disse é justamente o contrário, os fascistas sempre promoveram políticas de desarmamento para que o Estado tivesse o monopólio da força (o que é essencial em uma ditadura), enquanto Bolsonaro é armamentista. Quem queria controlar a mídia (e expunha isso abertamente em seu plano de governo) era o Haddad (o Lula também falou nisso várias vezes antes de ser preso), não o Bolsonaro. E quem sempre detrata a Rede Globo e a chama de "golpista" são os esquerdistas, não os direitistas. O "uso da religião como forma de manipulação" foi exatamente o que o PT tentou fazer, se aliando à teologia da libertação católica e a pastores progressistas. Inclusive Haddad e Manuela, ambos ateus, chegaram a ir a uma missa e receberam a eucaristia, o que é o cúmulo da hipocrisia, do cinismo e do populismo barato. Bolsonaro pelo menos realmente tem apreço pelos religiosos e já demonstra isso desde há muito tempo, não faz isso hipocritamente. Não há dúvida que Bolsonaro tem alguns traços fascistoides (principalmente no passado, hoje nem tanto), mas a esquerda compartilha de muito mais traços, especialmente essa esquerda radical que quer o poder a qualquer custo.

      Excluir
    4. Muito obrigado por ter me dado esse outro contraponto. Um Feliz Natal e um próspero ano Novo para você e a sua família, que Jesus esteja com você, abraços.

      Excluir
    5. Obrigado, feliz natal pra você também!

      Excluir
  30. É impressionante como alguns atos dos romanistas me lembram muito a forma de agir do comunismo (inclusive você já escreveu vários textos demonstrando isso).
    As vezes eu me pergunto se teve/tem vários romanistas se beneficiam com o comunismo (o Bergoglio eu sei que se beneficia)? E quanto será de participação que os jesuítas tem relação ao comunismo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se os jesuítas tem relação com isso eu não sei, mas que a Igreja Romana está atolada até a cabeça de padres comunistas, disso não restam dúvidas.

      Excluir
  31. Avalie:

    https://www.oantagonista.com/brasil/evangelica-mulher-de-bolsonaro-se-incomoda-com-imagens-sacras/

    A "Foice de São Paulo" fez uma matéria também sobre isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parece que é uma fake news, mas se fosse verdade ela estaria no direito dela.

      Excluir
  32. Banzoli, é verdade que se os católicos "provassem" que a alma existe e é imortal todo o resto como a veneração de santos e de imagens deveria ser admitidos como verdade? Pois eles realmente estariam "no Céu intercendendo por nós, seus irmãos, mediante Cristo, isto é, com Ele, por meio dEle e nEle, oferecendo ao Pai o valor do bem que eles fizeram enquanto estavam em seus corpos aproveitando a graça que Deus lhes oferecia gratuitamente e que eles não desperdiçaram e ganharam pedindo sempre mais em suas orações" (Lumen Gentium 49).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não, ainda precisariam provar que essas "almas sem corpo no céu" tem conhecimento das coisas que acontecem na terra e ainda são oniscientes e onipresentes, podendo ter ciência do que todas as pessoas rezam no mundo todo em vários lugares ao mesmo tempo para poder interceder especificamente por cada uma delas, além é claro da sua eficácia. Por isso evangélicos imortalistas também costumam rejeitar a intercessão dos santos (embora no mortalismo isso nem mesmo seja cogitável).

      Excluir

Fique à vontade para deixar seu comentário, sua participação é importante e será publicada e respondida após passar pela moderação. Todas as perguntas e comentários educados são bem-vindos, mesmo que não tenham a ver com o tema do artigo. Críticas serão publicadas desde que não faltem com o respeito e não sejam feitas em anonimato.

*Caso o seu comentário não tenha sido publicado dentro de 24h, reenvie-o.