30 de setembro de 2018

69 O que pode salvar o Brasil do comunismo?



Saiu há poucos dias a mais recente Pesquisa Ibope para presidente por sexo, idade, escolaridade, renda, religião, raça e região. De todos esses quesitos, apenas um deles mostra uma diferença enorme e crucial que pode determinar essas eleições: a religião. A diferença é tão evidente quanto notória: enquanto entre os evangélicos Bolsonaro vence Haddad de lavada por 34% contra 17% do petista, entre os católicos quem ganha é Haddad:



A conclusão aqui é óbvia a qualquer bom entendedor: se o PT não ganhar de novo, vai ser por causa dos evangélicos. Dependêssemos dos católicos e eternizaríamos o PT na presidência. Imagine o Congresso sem a Bancada Evangélica e que todos os estados tivessem uma quantidade inexpressiva de evangélicos como o Nordeste, o único estado brasileiro que permanece quase tão ferrenhamente católico quanto era há vinte anos, sem sofrer a influência cultural protestante que envolveu o resto do país. Neste estado, além de ser o que em disparado possui os piores índices em qualquer quesito de desenvolvimento que seja, a esquerda reina em um trono de marfim:


Se você pensa que isso é de hoje, está bem enganado. Em meu artigo sobre a Igreja Católica ser o "baluarte" do conservadorismo no Brasil, eu mostro uma ampla gama de dados que provam que os evangélicos foram os que mais ficaram contra o PT em todas as últimas eleições e também são os que mais apresentam pontos de vista politicamente tidos como conservadores. Se você pegar o mapa do Brasil dividido entre as regiões mais católicas e as mais evangélicas e comparar com o mapa das regiões que mais votaram no PT e as que mais o rejeitaram, o quadro é virtualmente o mesmo, praticamente não se percebe diferença alguma. Essa matéria da Folha de S. Paulo, de 1994, mostra que os evangélicos rejeitaram Lula em 89, e o rejeitaram novamente em 94. O PT procurava em vão uma aproximação com as igrejas protestantes, após ser recebido de braços abertos pela Igreja Católica, sua fundadora.

Diante desses dados, o meu amigo apologista Bruno Lima (do excelente blog Respostas Cristãs) comentou:

“Seriam os católicos o bastião do conservadorismo? Obviamente não. Muito pelo contrário, os evangélicos são hoje o grande obstáculo para o avanço do progressismo. O Brasil deve ser um caso sui generis. A sociedade se tornou cada vez mais progressista nas últimas décadas, mas ao mesmo tempo uma força conservadora mais robusta e concentrada se formou graças às igrejas evangélicas. Eu me pergunto por que esse fenômeno social não é exaustivamente estudado na academia. Estou certo que a mudança mais profunda que o Brasil sofreu foi a ascensão do evangelicalismo. É interessante notar que os evangélicos têm a menor renda média entre todos os grupos religiosos. E como se sabe, quanto menor a renda, mais tendência de votar no PT. Ou seja, parece que o fator religioso é mais forte do que o fator renda nesse caso”

Este fato é tão notório que é reconhecido até mesmo pelos padres católicos, como o famoso padre Paulo Ricardo, que admitiu que a Igreja Católica já está “domesticada” pela esquerda e que a única oposição real que sobrou é a dos evangélicos. Assista completo, mesmo porque deverá ser a única verdade que você ouvirá da boca desse sujeito em toda a vida:


Este outro padre também reconheceu que só os evangélicos estão fazendo alguma coisa:


Até o Lula – pasme! – reconheceu que a Igreja Católica, através dos bispos da CNBB, foi sua grande aliada, que ajudou a colocá-lo no poder. A confissão é tão assustadora quanto reveladora:


E aqui uma carta do próprio Lula a um encontro eclesial católico em 2005, onde mostra toda a sua gratidão e reconhecimento a quem merece por tê-lo colocado lá:


Ao mesmo tempo, são os evangélicos o alvo declarado da esquerda, como confessou Gilberto Carvalho, secretário-geral da ex-presidente Dilma, ao responder à pergunta sobre quem era o principal inimigo do projeto de poder do PT:

“É preciso fazer uma disputa ideológica com os líderes evangélicos pelos setores emergentes! (...) Aí a necessidade importantíssima de uma disputa ideológica, de uma disputa de projeto frente a esse novo público que nós sabemos é um público homogenizado por setores conservadores. Lembro aqui, sem nenhum preconceito, o papel da hegemonia das igrejas evangélicas, das seitas pentecostais, que são a grande presença para o público que está emergindo” (Fonte)

Some isso tudo ao fato de que são os evangélicos quem comprovadamente apresentam os pontos de vista mais conservadores no que se refere a pautas como a legalização do aborto, a descriminalização das drogas, a ideologia de gênero e assim por diante (veja aqui). Quando dizíamos essas coisas há anos atrás, nos acusavam de sermos mentirosos e de distorcermos a realidade, mas a coisa hoje está tão óbvia, evidente e descarada que até os próprios apologistas católicos conservadores reconhecem o fato. Há inclusive um antiprotestante chamado Bernardo Küster produzindo um documentário chamado “Eles estão no meio de nós”, que mostrará toda a ligação da teologia da libertação (católica) com o comunismo e sua larga disseminação na Igreja Católica – grande parte dos padres que rezam missa todos os domingos fazem parte deste movimento.


Mesmo diante de tudo isso, canalhas difamadores do pior calibre ainda insistem em vomitar desinformação e embuste para entreter os néscios sem cérebro, dizendo coisas desse tipo:


A verdade é que “salvar o Brasil do comunismo” é extremamente mais fácil do que parece: basta que a sociedade se converta a Cristo, que, como evangélicos, naturalmente serão contra qualquer projeto de sociedade anticristã. O Brasil não precisa de Olavo de Carvalho, não precisa de Partido Novo, não precisa nem mesmo de Bolsonaro, embora isso tudo possa ser útil até certo ponto: precisa é de mais evangélicos. Toda discussão e estratégia política é bem-vinda, mas nenhuma delas seria sequer necessária se simplesmente o povo se convertesse ao Senhor – o que automaticamente eliminaria o comunismo e seus irmãos gêmeos. Essa é a razão pela qual jamais um presidente assumidamente comunista assumiu o governo dos Estados Unidos ou de qualquer outro país de tradição protestante, enquanto países católicos como Venezuela, Cuba e pelo menos metade da América Latina estão afundados no comunismo, no socialismo ou à beira disso. A Venezuela é o mais próximo do que seria o Brasil hoje se não houvesse o “boom” protestante da década de 90 pra cá. 

A razão para isso é muito simples: a partir do momento em que um povo tem fome e sede pela Palavra de Deus, irá se alimentar das Escrituras e assim se vacinar contra todas as formas de governo antibíblico. Como é óbvio, católicos não tem por praxe ler a Bíblia (mesmo porque se a lessem deixariam de ser católicos), e a própria Doutrina Social Católica é um show de esquerdismo. Não à toa, a Igreja Romana sempre condenou o capitalismo e o liberalismo de mercado, que sempre foram pautas protestantes no campo político, embora ultimamente tenha virado moda que católicos também as defendam, tão notoriamente é a superioridade desse sistema sobre todos os outros. Não obstante, o “catolicismo político”, tradicionalmente falando, sempre foi uma verdadeira praga na sociedade, que alimentou todos os regimes políticos mais destrutivos do mundo, do marxismo às ditaduras fascistas (veja aqui).

Apologistas católicos fazem um desserviço incalculável ao país quando atacam o protestantismo de forma difamatória, taxando-o de “revolucionário” e o atrelando à esquerda, quando na verdade tudo o que estão fazendo é suprimir a única força expressiva na sociedade capaz de deter o comunismo no mundo. É compreensível que seu fanatismo religioso os leve a atacar o protestantismo com tudo o que tem direito, mas ao fazerem isso estão destruindo (ou pelo menos tentando) a única fortaleza que resta antes que a esquerda domine tudo. Ao atacar o protestantismo, os “conservadores” católicos estão fazendo exatamente aquilo que a esquerda quer: a aniquilação da hegemonia protestante na sociedade, especialmente entre os mais pobres. São os verdadeiros "idiotas úteis", sem os quais a hegemonia esquerdista já teria acabado há muito tempo.

Antes que alguém distorça as minhas palavras, eu estou a anos-luz de ser um “bolsominion”, não estou dizendo que Bolsonaro é o candidato perfeito e nem mesmo um candidato ideal, e de fato tenho não poucas divergências com visões políticas do mesmo. Mas na guerra cultural entre esquerda e direita, entre Lula/Haddad vs Bolsonaro, está bem óbvio de que lado o cristão deve estar. O “mal menor” ainda é a melhor opção entre uma coisa e outra. Se Bolsonaro fosse um dos dez candidatos republicanos nas prévias da última eleição americana, ele seria de longe o pior candidato, mas para a nossa realidade brasileira, é o que temos (se você não os conhece, assista este debate e aprenda o que é um debate político de verdade, com candidatos de verdade). Ainda falta muito para que cheguemos ao nível da democracia americana com candidatos ideais, mas enquanto houver alguém com alguma chance de ganhar e que possa quebrar a hegemonia da esquerda, já é um começo.

• Compartilhe este artigo nas redes:


Paz a todos vocês que estão em Cristo.

Por Cristo e por Seu Reino,

- Siga-me no Facebook para estar por dentro das atualizações!


- Baixe e leia os meus livros clicando aqui.

- Acesse meu canal no YouTube clicando aqui.


ATENÇÃO: Sua colaboração é importante! Por isso, se você curtiu o artigo, nos ajude divulgando aos seus amigos e compartilhando em suas redes sociais (basta clicar nos ícones abaixo), e sinta-se à vontade para deixar um comentário no post, que aqui respondo a todos :)   

69 comentários:

  1. Banzoleta,
    a verdade é uma só: o catolicismo romano nasceu do sincretismo cristão com uma religião pagã que divinizava o imperador. Portanto, por mais que os católicos mais instruídos chorem, a religião deles não tem qualquer vacina contra arroubos ditatoriais ou totalitários justamente porque é fácil aceitar a divinização do "grande líder", "do grande timoneiro", "do fuhrer", etc.
    Só o charlatão da Virgínia para convencer os idiotas do contrario.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é. Não apenas não possuem vacina, como eu até diria que impulsiona esse tipo de regime político.

      Excluir
  2. Você elogia muito os Estados Unidos. Onde está o seu patriotismo? 😬

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se “patriotismo” significa fazer vista grossa aos erros do próprio país só porque nasceu nele, e fazer de conta que aqui é bom sendo que não é, então eu orgulhosamente sou o menos “patriota” do mundo. É por culpa desse tipo de mentalidade atrasada que continuamos atrasados; no dia em que decidirem se inspirar nos modelos que deram certo ao redor do mundo em vez de manter um apego infantil a um senso de “patriotismo” tacanha e a uma grandeza imaginária, esse país talvez progrida e sirva de referência lá na frente a outros países, como os EUA servem de referência a nós hoje.

      Excluir
    2. Patriotismo é saber ver os melhores modelos, sejam nacionais ou internacionais, e aplicar no país. Existem em vários países, várias formas de gestão e de funcionamento do setor público (nas muitas áreas de uma sociedade, como por ex. o setor de destinamento de lixo, é 1 área) que deve ser elogiado e na medida do possível, aprimorado, implementado ou no mínimo discutido - o que existe de bom.
      Não é ficar só com uma visão míope.

      Existem áreas mais complexas porque podem por um país "na mão" de outro, aí é um problema porque fica tipo escravinho. Nestes casos, há que saber: oq se privatiza, a questão da soberania nacional, áreas estratégicas, entre outros.

      Mas os pontos positivos devemos saber elogiar, e não continuar com uma cultura subdesenvolvida, atrasada de ficar falando mal de quem está melhor, com inveja, e louco pra encontrar defeitos.. isso não é ser patriota, isso é ignorância.

      Saber criticar e ver pontos negativos lá fora, é necessário, assim como também vemos os erros aqui de dentro.
      É sempre bom orar a Deus, pedindor discernimento, sabedoria e amor ao próximo. Todos precisamos ser transformados.

      A semente do mal que plantam é que nenhum país pode ser rico ou mais desenvolvido que o outro (seria uma espécie de "desigualdade") ... porque o pobre só vai ser pobre por culpa do outro. Pois bem vários países que se fecharam para outros países, em certos momentos da história, quando não tiveram uma boa administração FERRARAM com seu povo, você entende isso?

      Isso é a vida real, e não a utopia revolucionária. A semente do maligno é colocar ódio e revolta, e discórdia.. nas dualidades. Seja branco x negro, rico x pobre, homem x mulher, patrão x empregrado, país rico x país pobre, imperialismo/internacionalismo x colonias/nacionalismo... neste caso sem discernimento as pessoas ficam hipnotizadas, doutrinadas e enganadas facilmente.
      É CLARO que existem erros por parte de países, de determinados grupos, de pessoas ricas mal-intencionadas, de pessoas que cultuam o maligno e fazem magia negra, etc etc. Mas demonizar toda hierarquia que existe (em nível micro ou macro), e toda dualidade (que são muitas!) é coisa do próprio diabo, ele é enganador. E semeia a discórdia. E tem claro seus peões, seus "agentes", tem pessoas que fazem sabendo... outros somente sendo levados, alguns enganados até pensam estarem fazendo "o bem". Porque na verdade, não buscam aprender 1º de Deus.

      Uma comparação bem simples: se existem empresas que conseguem ser bem sucedidas entre si, os países também podem... Mas precisam dos ingredientes corretos. Das estruturas, dos desenvolvimentos, dos setores estratégicos. E Principalmente da parte espiritual, estar em harmonia com Deus e em harmonia com oq ensina as Escrituras Sagradas.

      Paz e Bem a todos.

      Excluir
    3. Exatamente. Amar o país não é fingir que as coisas andam bem quando não andam, é querer o melhor para ele, mesmo que esse melhor seja alcançado seguindo modelos que deram certo. É como um filho que está perdido nas drogas, você ama ele, e justamente por amá-lo você quer o melhor pra ele e critica a postura dele e faz de tudo para que ele mude de vida, seguindo exemplos melhores de pessoas bem-sucedidas. Essa coisa de fazer de conta que aqui é tudo de bom e que o Brasil é melhor que todo mundo só para ser "patriota" não é um patriotismo de verdade, é ilusão e ignorância de gente que quer manter o Brasil no atraso.

      Excluir
  3. Muito Bom meu Amigo, excelente artigo.
    Deus abençoe grandemente em nome de Jesus Cristo.

    ResponderExcluir
  4. Olá Lucas, Deus continue te abençoando na missão de defender a fé.
    Lucas, me tire uma dúvida: é correta afirmação que Cristo juntamente com igreja virá, durante a grande tribulação, salvar Israel? A justificativa que existe a igreja de Deus e o povo de Deus (Israel) que serão salvos procede?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No fim dos tempos "todo o Israel será salvo" (Rm 11:26), então haverá de fato um avivamento generalizado entre os judeus no período tribulacional, conversões em massa. Que Israel será atacado isso está bem claro em diversas passagens, mas prevalecerá com a ajuda de Deus (não necessariamente no exato momento da volta de Jesus).

      Excluir
  5. Banzolão mas infelizmente de fato boa parte da Bancada Evangélica e mesmo de lideranças da própria Igreja Evangélica apoiou Lula em 2002,veja, http://juliosevero.blogspot.com/2006/04/lula-e-os-evanglicos.html e aqui até mesmo o Pastor Marco Feliciano que hoje é um dos principais apoiadores de Bolsonaro e opositores do PT,apoiando Dilma em 2010, https://www.youtube.com/watch?v=Go6rD4xGli8 ,Magno Malta também apoiou Dilma https://www.youtube.com/watch?v=J33h8O0nkQ0 , então acredito que o astrólogo se referia a isso,apesar de ocultar que a igreja dele ajudou inclusive a fundar o próprio PT,e que a oposição evangélica é muito mais eficiente que a oposição católica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa adesão ocorreu em bem menor escala do que no meio católico, e eles despertaram bem antes. Enquanto isso, em pleno ano de 2018, as comunidades eclesiais católicas de base continuam fazendo militância explícita pelo PT, o que praticamente não se vê mais em igreja evangélica nenhuma. Até o abordista do Edir Macedo está com Bolsonaro, para você ver até onde a rejeição à esquerda chegou. E mesmo nas eleições de 2002, 2006 e 2010 os evangélicos deram bem mais votos contra do que a favor do PT, apesar do apoio de alguns líderes na época. Portanto dizer que foram os evangélicos que colocaram o PT no poder é uma patifaria independentemente da circunstância aludida. O PT sempre teve mais apoio entre os católicos, como continua tendo até hoje.

      Excluir
    2. Lucas , não justifica a correlação católicos x PT e evangélicos x PT. Hoje , vemos tanto católicos como evangélicos em apoio ao bolsonaro e o que é mais gritante e em especial dos protestantes , é o fato de abraçar bolsonaro como "um cristao " que defende a família, os valores morais , etc. Nunca vi tanta banalização do evangelho. Estou muito triste com isso. Obs.: que a cristão vote em queira , mas não atribua o padrão cristão (verdadeiro) a quem não merece e muito menos não é.

      Excluir
    3. "Lucas , não justifica a correlação católicos x PT e evangélicos x PT. Hoje , vemos tanto católicos como evangélicos em apoio ao bolsonaro"

      Você leu o artigo? O que eu disse é que Bolsonaro tem uma ACEITAÇÃO MAIOR entre os evangélicos, e não que ele não tenha apoio de ambos os lados. Se você discorda disso, discuta com os dados e não comigo, aqui não tem espaço pra achismos. Há milhões de católicos que apoiam Bolsonaro, mas mesmo assim Haddad tem mais voto entre eles do que o mesmo.

      "e o que é mais gritante e em especial dos protestantes , é o fato de abraçar bolsonaro como "um cristao " que defende a família, os valores morais , etc"

      Ele defende sim. Pode ser hipócrita nessa defesa dado o fato de ter se divorciado diversas vezes e de certos discursos que já fez, mas é um dos poucos candidatos que defende valores cristãos. Pra começo de conversa, se não fosse por ele, as escolas já estariam ensinando a ideologia de gênero para crianças há muito tempo, com "kit gay" e tudo.

      "Nunca vi tanta banalização do evangelho. Estou muito triste com isso. Obs.: que a cristão vote em queira , mas não atribua o padrão cristão (verdadeiro) a quem não merece e muito menos não é"

      Pois é, mas nós não estamos elegendo um pastor de igreja, estamos elegendo um presidente da república, como perfeitamente ressaltou o Pr. Luciano Subirá:

      https://www.youtube.com/watch?v=aF47WSCIC0s

      Eu jamais votaria em Bolsonaro para um cargo eclesiástico, mas para presidente, considerando as opções que teremos em segundo turno, teria que votar nele sim. Mas se você prefere candidatos abortistas, a favor da legalização das drogas e da ideologia de gênero e que além de tudo tem um plano econômico que levaria o Brasil à completa ruína, fique à vontade.

      Excluir
  6. Banzolão e de fato o Lula enganou muitos evangélicos em 2002 principalmente,na ocasião de sua primeira eleição,porque o povo estava cansado do governo FHC que teve escândalos de corrupção,apagão e inflação,e o Lula ainda aquela imagem de honesto,além da história de vida comovente,retirante do sertão nordestino,filho de pai alcoólatra que o abandonou,ex operário,perdeu um dedo,a primeira esposa e o primeiro filho em um parto,além de uma forte campanha de marketing feita pelo Duda Mendonça,então por isso que acredito que ele teve o apoio de muitas lideranças evangélicas,o Julio Severo relata também no artigo que te enviei em outro post,que essa aproximação começou a ser feita pelo Caio Fabio ainda nos anos 90

    ResponderExcluir
  7. Banzolão me lembrei que vc escreveu sobre o fim dos tempos em que os EUA deixariam de ser a principal potência econômica,acreditas que essa decadência dos EUA se dará justamente pela queda do número de protestantes e um crescimento de pessoas com formação católica devo a imigração de latinos americanos?Que elegeriam seguidamente governos do Partido Democrata simpáticos ao socialismo?E acreditas que se o número de evangélicos continuar crescendo no Brasil e superar o número de católicos teremos um bom crescimento econômico e nos tornaremos desenvolvido?O país mais evangélico da América Latina é a Guatemala,lá os protestantes já são 40% https://en.wikipedia.org/wiki/Demographics_of_Guatemala#Religion,inclusive o presidente Jimmy Morales é um evangélico também https://en.wikipedia.org/wiki/Jimmy_Morales e vem fazendo um bom governo,tenho pesquisado notícias quando soube disso,inclusive tenho uma amiga guatemalteca que é filha de pastores da Assembleia de Deus que fala muito bem do Jimmy,não há escândalos de corrupção no governo,caso a Guatemala continue elegendo evangélicos compromissados com o desenvolvimento do país pode ser que comece a crescer e deixe de ser um dos países mais pobres da América Latina

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A tendência do mundo é ao ateísmo, não ao protestantismo nem ao catolicismo.

      Excluir
  8. Aqui uma notícia do presidente evangélico da Guatemala Jimmy Morales ele levou a embaixada da Guatemala para Jerusalem,seguindo o exemplo do Trump,https://elpais.com/internacional/2018/05/14/america/1526322490_688267.html

    ResponderExcluir
  9. Parabéns Monstrolão! Sujeito macho, macho valente, macho guerreiro, macho de fé, macho digníssimo, macho honrado? Siga firme irmão, Satanás te tentará com a soberba, dê fiel ao Senhor é ele nunca te deixará se perder.

    ResponderExcluir
  10. Banzolão e vc falou do apoio dos evangélicos ao Bolsonaro,acho muito bom,inclusive hoje mais um grande líder declarou apoio a ele,não sei,mas acho que esse líder em questão pode mais prejudicar que ajudar o Bolso,tendo em vista seu histórico policial https://gauchazh.clicrbs.com.br/politica/noticia/2018/09/edir-macedo-lider-da-igreja-universal-declara-apoio-a-bolsonaro-cjmp6o1n400bl01n59ma2j2fg.html

    ResponderExcluir
  11. "Esta geração perversa e infiel pede um sinal; mas nenhum sinal lhe será concedido, a não ser o sinal de Jonas”.
    Lucas, pelo meu entendimento, o sinal de Jonas que Jesus se refere era a teimosia de Jonas em ir a Nínive tal qual a teimosia dos fariseus em reconhecer Cristo cf João 5:39. Concordas?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lucas 11:30 explica isso: Jonas foi um "sinal" aos ninivitas, da mesma forma que Jesus àquela geração. Ou seja, o fato de Jonas ter sido enviado a Nínive tornava os habitantes daquela cidade indesculpáveis, da mesma forma que o fato de Jesus ter sido enviado aos judeus os tornava indesculpáveis no caso da rejeição à aceitação do evangelho. Mas a sua interpretação também se aplica, não deixa de ser verdade.

      Excluir
    2. Inclusive o Nando Moura não acredita nas pesquisas,acha um absurdo afirmarem que o Haddad está tecnicamente empatado com o Bolsonaro,acha que os institutos de pesquisa estão preparando terreno para uma possível fraude nas urnas no segundo turno ser legitimada,o que achas desse vídeo dele,https://www.youtube.com/watch?v=a5r3CKgL_HQ

      Excluir
    3. Talvez, mas então por que a direita não financia uma pesquisa técnica própria? Seria bem mais útil do que acusar os outros de conspiração, mesmo quando isso parece evidente.

      Excluir
  12. O que você acha da liberação das drogas para casos de doenças? Por exemplo, o uso da maconha na cura de algumas doenças.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com fins puramente medicinais não vejo problema, tecnicamente falando qualquer remédio é uma "droga".

      Excluir
    2. Leia sobre drogas pesadas, como crack, e outras inúmeras drogas sintéticas. O que elas fazem para as pessoas, para as famílias. E consequentemente para o Governo que tem que bancar tratamentos, problemas de saúde, criminalidade, e etc.

      Quanto a maconha tem efeitos nocivos ao ser humano, principalmente se fumado. O que se estuda dela são alguns componentes q podem ser benéficos [deve ter a ver com a quantidade tbm, não tenho dados], ou ainda sobre formas de aplicação exterior com óleos pelo que tinha lido. Mas fica claro que não é igual ao discurso que os usuários de maconha, que financiam o tráfico direta ou indiretamente, usam como argumento para querer amenizar, enganar ou começar a libertinagem (em nome de "liberdade").

      Excluir
  13. Pensando sobre o protestantismo e tal, o seu respeito à Bíblia e ao Sola scriptura, cheguei a uma conclusão maravilhosa: uma dos maiores benefícios que a cultura protestante traz é a não submissão irrestrita a um homem, seja padre, papa, governante, tirano, etc. A nossa submissão é a Cristo, e à palavra. Nós tiramos a importância de homens, símbolos, templos, amuletos, e a colocamos em Deus, somente n'Ele. E com a palavra de Deus, a Bíblia, qualquer ideia, discurso, tendência, até religião, tem que ser submetida à palavra de Deus. Ela é a nossa regra de fé e prática. É ela quem define o que é certo ou não, e não um homem, ou uma tradição, ou algo desse tipo. Podemos contestar qualquer coisa sobre se é certo ou errado pela Bíblia, que é imutável. Até por isso Deus a colocou entre nós. Essa ideia, esse respeito faz com que nós, protestantes, questionemos tudo, somente aceitando algo se estiver condizente com a Bíblia. E isso faz com que nós não caiamos em modinhas, conversinhas mole, e nem endeusemos ninguém. Isso é maravilhoso. Essa forma de pensar nos faz atravessar uma vida de decisões extremamente difíceis com mais sabedoria, pois não sabendo onde pisar, podemos nos encher de orientação apenas lendo a bíblia e pedindo a Deus. Por isso, charlatões (como jim jones, Edir Macedo, Kenneth Hagin, Lula) não conseguem nos convencer facilmente. Ideias furadas, como socialismo, nazismo, niilismo, psicologismo, não são aceitos por nós. Por isso, até a volta de Cristo, a nossa arma será a Bíblia. Glórias sejam dadas a Cristo!!!

    ResponderExcluir
  14. Lucas alguns cristãos são contra ao armamento da população e são contra também matar criminosos. Os mesmos alegam que não podemos ter um espírito vingativo, mas de amor pelos criminosos. Eu acho isso hipocrisia. Tá rolando no facebook uma frase, que diz o seguinte: "Sou da época que crente queria ver bandido convertido, não morto". Analise essa frase.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se posso dar minha opinião, diria que todo mundo quer ver bandido convertido. Nenhum crente quer sair por aí matando geral ou planejando vingança, mas as Escrituras fazem clara diferença entre vingança e LEGÍTIMA DEFESA. Nenhuma mulher vai se deixar ser estuprada esperando que o estuprador se converta um dia. Nenhum pai de família vai permitir que invadam sua casa e assassinem seus filhos esperando que o assassino um dia possa se converter. Amai o seu próximo COMO A TI MESMO.

      Excluir
    2. Tudo depende da circunstância, eu não sairia por aí matando cada bandido que existe como se fosse um justiceiro, isso seria a tal da "vingança", mas temos o direito da legítima defesa, que pode e deve ser usado nas circunstâncias mais extremas. Eu só queria é ver um desses crentes que "querem ver bandido convertido" dizer isso quando um desses marginais estivessem estuprando a filha deles na frente deles, eu gostaria muito de saber se ele impediria fazendo uso da violência ou se deixaria tudo rolar numa boa enquanto faz uma bela pregação de conversão.

      Excluir
  15. Lucas quem foi Carlos Alberto Brilhante Ustra? Vi um vídeo onde Bolsonaro cita o nome dele, e a esquerda vive dizendo que Bolsonaro admira um torturador cruel. É isso mesmo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele foi condenado em tribunal sobre isso e tem várias centenas de testemunhas de que foi mesmo um torturador, então acho que este ponto é pouco contestável. O próprio Bolsonaro defendia a tortura abertamente em rede nacional até a década de 90, isso era visto como uma prática normal pelos militares, coisa daqueles tempos.

      Excluir
    2. Ainda hoje ele defende a tortura?

      Excluir
    3. Da última vez que eu vi uma entrevista dele sobre isso, ele defendia a tortura em "casos excepcionais".

      Excluir
  16. Olá Lucas! Tudo bem? Gostaria de saber sua opinião sobre essa analise a respeito de Aliens e a Bíblia(em inglês), ao qual o autor parece deixar bem explicito que a existência deles refutaria o plano de salvação, ou que iria excluir eles da salvação.

    https://creation.com/aliens-and-the-bible

    Deus lhe ilumine!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não acho que aliens existam, mas se existirem isso não refutaria a existência de Deus ou do Cristianismo, apenas "obrigaria" Deus a ter um plano de salvação especial para eles, que não nos diz respeito.

      Excluir
  17. Banzolao por que você acha que segundo as pesquisas justamente os extremos cresceram, Haddad vs Bolsonaro, curioso que apesar deles liderarem também possuem maior rejeição,enquanto os outros candidatos como Ciro, Alckmin, Marina, Meirelles, Álvaro Dias que dizem justamente ser o equilíbrio nessa polarização PT vs Bolsonaro, nenhum deles sequer consegue se aproximar a um dos dois, por que achas que isso ocorre?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Porque o povo tende cada vez mais aos extremos, exacerbados por causa das redes sociais, e o centrão já não atrai mais ninguém. Há um tempo atrás a pessoa que se colocava no centro conseguia votos dos que estão dos dois lados, hoje em dia já não consegue de ninguém. Ou ela se posiciona, ou é engolida. Políticos como Alckmin e Marina estão fadados ao desaparecimento ou ao ostracismo.

      Excluir
  18. Banzoli escreva um artigo desmascarando as mentiras do PT.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Maravilha! Esse artigo virá em boa hora. O dia da votação está próximo e as pessoas precisam abrir os olhos.

      Excluir
    2. Aí está:

      http://www.lucasbanzoli.com/2018/10/o-brasil-melhorou-economicamente-por.html

      Excluir
  19. Banzoli, eu penso que quem manda no mundo é a burguesia, são empreendedores já desde a época da Reforma Protestante do século XVI, vide o caso de Hans Luder, o pai de Martinho Lutero, que era um esforçado mineiro que conseguiu dar uma boa vida e boa educação para o filho. Depois, por fim, com a Revolução Francesa de 1789 que deu-nos o espectro político de direita e esquerda baseado na disposição topográfica do parlamento à época da referida Revolução, tal disposição que eu acho muito empobrecedora tanto para a política, quanto mais quando chega às raias da antropologia e da religião piorou. Por que? Porque são e de bom coração algum poderia discordar que na prática se é na vida centrista ora de direita e ora de esquerda, conforme a situação concreta de sofrimento e necessidade humana. E na religião, cristã, no caso, alguém como Nosso Senhor Jesus Cristo, eu o vejo como uma síntese de ambas as posições polares: direita a esquerda, e a Santa Igreja Romana procura expressar tal síntese. Então, com a Revolução Francesa, a burguesia que não conseguia uma ascensão social na Corôa, decapitou Luís XVI e Maria Antonieta para instaurar uma forma de política que dura até hoje que é a formada pela elite do dinheiro e não mais uma aristocracia, uma nobreza e sob as bençãos da Igreja. Enfim, quero dizer com tudo isso que a influência do cristianismo, pelo menos o católico romano, é quase nula no mundo de hoje, pelo menos no ocidente só restando espernear quando a Igreja apóia a partidos de esquerda que em parte e com razão criticam a desigualdade e ganância tão próprias do capitalismo e do liberalismo em nome de uma sociedade socialista que pensa obsessivamente em economia, tanto quanto a direita liberal e tal obsessão econômica é condenada no Catecismo da Igreja Católica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois então, ter visão política para nós evangélicos em 1º lugar é oq diz a Palavra de Deus. Em 2º e não menos importante é buscar harmonizar os inúmeros versículos e histórias que falam direta e indiretamente sobre política. Ainda há a questão mundo x reino dos céus, que também é ampla - Pois nossa esperança é no sobrenatural, metafísico, em Deus. E além de tudo isso analisamos também ideias e argumentos coerentes, entendendo que a finalidade da teoria precisa ter atuação eficiente e coerente no mundo real. [do contrário entra no campo "imaginativo"].

      Claro que se vc escolher ser centrista, opção tua, e será respeitado. Deus nos deu o livre-arbítrio a todos.

      No meu caso, faço a análise com a Economia por ser formado na área.
      E vemos claramente influências extremamente negativas em varias áreas, setores e em diversos países que buscaram o comunismo (e suas variações). Analisando de forma estrutural cada ponto e objetivos sonhados (na verdade ilusões e mentiras vendidas como utopia, como se fosse um sonho bonitinho). A mentira de que todos seriam iguais e sem hierarquia nenhuma. Na terra isto não funciona.
      E no socialismo (que tem objetivo teórico e politico final de chegar ao comunismo) também há problemas estruturais. E alguns pontos positivos que podem inclusive ser praticados em países capitalistas. Razão pela qual certos países são chamados de "socialistas moderados". Mesmo assim, existindo um risco observável aí.
      Resumindo: seja em Política ou Economia... busco estudar as estruturas que garantem uma maior paz entre os povos, harmonia entre os cidadãos, além da ordem, e também de possibilitar liberdade. [Tópico que o Lucas aborda em diversos outros artigos que a Igreja catolica romana historicamente além da idolatria, tbm contraria a liberdade]
      Estas buscas de equilíbrio e paz na nação não são ruins [Leia Provérbios 29]. Pelo contrário, através de nossa fé sobrenatural, e do conhecimento e sabedoria que Deus nos revela em sua Palavra, acabamos por contribuir com este mundo caído. Inclusive orando pelas cargos e hierarquias existentes, para que Deus os transforme.
      Ainda mais quando direcionamos nossas orações ao Criador dos céus e da terra! Nosso Deus Todo-Poderoso.
      Abraços,
      #Paz

      Excluir
  20. Errata:

    Porque GENTE sã e de bom coração alguma poderia discordar que na prática se é na vida centrista ora de direita e ora de esquerda, conforme a situação concreta de sofrimento e necessidade humana.

    ResponderExcluir
  21. Lucas meu irmão em Cristo, queria sua ajuda. Pretendo casar final do ano q vem só q minha noiva quer casar na igreja católica, será que tem algum problema eu como protestante?? Será vai interferir em minha salvação? Desde ja agradeço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como o casamento não é um sacramento na visão protestante então em tese você não estaria em pecado ao fazer isso, mas é lógico que seria muito mais recomendável se casar numa igreja evangélica recebendo a bênção de Deus ali. Mas eu não diria que você perderia a salvação só por se casar numa igreja católica.

      Excluir
    2. Amigo, se você é protestante, repense esse casamento, pois estará se colocando em jugo desigual, algo que a palavra não recomenda pois trará dificuldades para sua vida e seus filhos.

      Excluir
  22. Banzomonstro, você está meio devagar esses dias, pelo jeito essa cirurgia que tu fez te deixou bem debilitado. Declaro a unção de cura do SENHOR sobre a sua vida varão servo do ALTÍSSIMO!

    ResponderExcluir
  23. AGORA ELE APELOU !

    https://m.facebook.com/#!/story.php?story_fbid=1077970469024579&id=589593987862232&anchor_composer=false

    ResponderExcluir
  24. Amigo do Banzolão2 de outubro de 2018 22:39

    Banzolão, se você ainda não conhece o irmão do Paulo Leitão, veja:

    https://scontent.fjdo1-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/42943793_350169202196316_4595240592945971200_n.jpg?_nc_cat=110&oh=5e6052c99085db8feee759d518f5fe75&oe=5C5B008E

    kkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prefiro esse candidato:

      https://uploaddeimagens.com.br/images/001/649/848/full/Democrata_Crist%C3%A3o_3.jpg?1538545735

      Excluir
  25. Lucas da uma analisada nessa conversa:
    https://www.facebook.com/pedropaulo.gaiao/posts/1733423283435398?comment_id=1733489640095429&comment_tracking=%7B%22tn%22%3A%22R7%22%7D
    https://www.facebook.com/pedropaulo.gaiao/posts/1733423283435398?comment_id=1733489640095429&reply_comment_id=1733575056753554&comment_tracking=%7B%22tn%22%3A%22R2%22%7D
    https://www.facebook.com/pedropaulo.gaiao/posts/1733423283435398?comment_id=1733489640095429&reply_comment_id=1733575056753554&comment_tracking=%7B%22tn%22%3A%22R2%22%7D
    https://www.facebook.com/pedropaulo.gaiao/posts/1733423283435398?comment_id=1733489640095429&reply_comment_id=1733600213417705&comment_tracking=%7B%22tn%22%3A%22R%22%7D
    https://www.facebook.com/pedropaulo.gaiao/posts/1733423283435398?comment_id=1733489640095429&reply_comment_id=1733586950085698&comment_tracking=%7B%22tn%22%3A%22R%22%7D

    As coisas que o Victor disse Procedem???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Depende, de qual país ele fala? Não podemos tratar o Oriente Médio ou os países muçulmanos como se fossem uma coisa só, são vários países com cultura, leis e até idiomas diferentes. Uma coisa é um país radical como o Irã (onde crente está oficialmente proibido de abrir igreja) ou um Afeganistão da vida, onde ser evangélico é pedir pra ser morto, outra coisa é um país mais "liberal" (para o padrão deles é claro) como a Turquia ou o Egito, onde ele já esteve. Há países muçulmanos que chegam a ter 10% de cristãos, enquanto há outros onde não há virtualmente nenhum porque se for será perseguido implacavelmente.

      Excluir
    2. Ele afirmou que as perseguições que nos cristãos sofremos no Oriente Médio é um mito, tudo criado pela mídia crista. Que o Ira não perseguem cristãos, e que os permitem participarem da politica do país.

      Excluir
    3. Não é um mito, é a realidade de muitos países (embora não de todos), dependendo do grau de rigor da política nacional de cada um. Sobre o Irã:

      https://guiame.com.br/gospel/missoes-acao-social/perseguicao-religiosa-continua-crescer-no-ira-apesar-do-acordo-nuclear.html

      Excluir
  26. Irmãos, crente vota em crente... e não em católico com vice maçom!
    Além disso, Daciolo é mais inteligente e equilibrado que Bolsonaro.
    Não creiam nas pesquisas fakes, manipuladas; lembram-se de Trump?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Perdoe-me discordar completamente mas Daciolo é maluco, com um monte de ideias esquerdistas na cabeça que arruinariam o país miseravelmente, não mudou nada da época em que era do PSOL, só quem não entende nada de como funciona a economia acha que teria alguma chance dele dar certo na presidência com as "propostas" que tem em mente. Eu pessoalmente prefiro mil vezes mais um maçom ou um esquerdista assumido como Ciro e Haddad do que ele, que além de ser esquerdista ainda é visivelmente despreparado e totalmente incapacitado. Envergonha os evangélicos publicamente, é muito triste de ver, até a Marina de quem eu discordo em uma porrada de coisa "representa" os evangélicos bem melhor do que ele. No dia em que o Daciolo for eleito eu não dou duas semanas pra isso aqui virar uma Venezuela. E essa coisa de que "crente vota em crente" não tem pé nem cabeça, crente vota em quem é o melhor, não estamos elegendo alguém para o cargo de pastor, estamos elegendo um presidente da república, é uma coisa muito séria, quem ganhar precisa ser o mais capacitado, experiente e com as melhores ideias, independentemente da religião que professa (claro que se fosse evangélico seria um adicional ainda melhor, mas está longe de ser o mais essencial).

      Excluir
    2. Sem problemas irmão!
      Mas Daciolo esquerdista??? ele foi expulso do PSOL justamente por ser um cristão genuíno! Governantes malucos é SÓ o que tivemos até agora afundando o Brasil e gerando tantos desempregados, resultando na paralisação e retrocesso econômico do Brasil no cenário mundial!

      Jesus e apóstolos também eram desprezados e odiados assim como Daciolo segue o exemplo do cristianismo autêntico. Seu foco é infraestrutura ativando a economia.

      O que Bolsonaro fez de concreto em quase 30 anos de vida pública no Rio? especialmente na segurança que deveria ser seu forte?
      Mas obviamente irei votar nele se for no 2º turno com o PT.

      Excluir
    3. O Daciolo foi expulso do PSOL apenas porque quis mudar a Constituição colocando Deus no lugar do povo, não porque no campo econômico/político tivesse ideias destoantes do partido. Em outras palavras, ele é um psolista que acredita (e muito) em Deus, apenas isso. Veja as pautas econômicas/políticas dele nos debates, são exatamente AS MESMAS do Boulos do PSOL: cotas raciais, pautas feministas, a "guerra aos banqueiros", a "auditoria" (=calote) da dívida pública, intervenção do Estado na economia, um anti-americanismo infantil de quinta série (a ponto de querer literalmente destruir as imagens da Havan, sem saber que se trata de uma empresa brasileira e não americana), enfim, toda uma política econômica de acabar com o investimento estrangeiro pensando que este é o problema do Brasil (como todo comunista ingenuamente acredita) e que traria o Brasil à mais completa ruína, talvez igual ou ainda pior que a Venezuela. Daciolo quer "resolver" o problema da economia do Brasil indo na direção errada (a esquerda), com mais Estado, mais intervencionismo e menos capital estrangeiro, que é exatamente o tipo de combinação que gerou as crises que estamos vivendo. A solução está na direção oposta, que até agora nenhum governo tentou. O Bolsonaro é um dos que dizem que vai tentar, embora com razão você destaque que a atuação dele no Congresso esteve longe de ser considerada boa, mas no segundo turno será a única opção que teremos.

      Excluir
    4. Irmão, não vi no programa dele essas MESMAS pautas do Boulos. Proposta:
      http://divulgacandcontas.tse.jus.br/candidaturas/oficial/2018/BR/BR/2022802018/280000602500//proposta_1533774159360.pdf

      E pelo que vi, ele quer sim atrair investimentos (nacionais, estrangeiros).

      "Iremos elevar o nível de qualidade e da segurança nas estradas, para
      isso, faremos a integração das políticas públicas de infraestrutura de
      transportes com as políticas de segurança pública estaduais, municipais e federais. Isso possibilitará maior confiabilidade na infraestrutura do país e atrairá mais INVESTIMENTOS".

      "Vamos reduzir a taxa de juros a fim de possibilitar ao país atrair
      investimentos estrangeiros e competir com mais vigor no mercado
      internacional."

      "Vamos fortalecer a competitividade das commodities brasileiras no
      mercado internacional porquanto isso é de elevada importância. Hoje, o
      minério de ferro, o ferro fundido, o aço e óleos brutos de petróleo são os principais itens que o país vende ao exterior."

      Quanto a estátua da Havan, carrega um significado oculto e satânico da deusa semíramis (rainha dos céus) atraindo maldição à nossa nação:
      https://apocalink.com.br/?p=490

      Na paz, e que Deus abençoe nossa nação colocando o melhor da vontade Dele, crente ou não.

      Excluir
    5. Particularmente eu duvido muito que o plano de governo dele tenha sido escrito pelo próprio Daciolo, acho provável que tenha sido escrito pela sua acessoria ou pelo partido enquanto ele estava no monte. A julgar pelo que ele diz nos debates, a impressão que passa é de um nacionalista ferrenho e totalmente contrário à influência externa, tanto é que diz algumas birutices como que em quatro anos de governo vai fazer a economia do Brasil ser superior à dos EUA e China, que em seu governo o Brasil vai ganhar a próxima Olimpíada (???), dentre outras promessas vãs e sem cabimento que ele obviamente sabe que são completamente impossíveis, é a mesma coisa que prometer que um anão vai crescer em quatro anos e se tornar maior que o Oscar Schmidt. É iludir o eleitorado da mesma forma que ele fez ao lançar a "profetada" de que seria eleito em primeiro turno com 51% dos votos dizendo que "Deus" revelou isso a ele. Esse cara não sabe o que fala, por isso que eu disse que é totalmente despreparado. O link sobre a estátua da Havan que você me passou não funciona (site fora do ar), mas mesmo que essa estátua seja "satânica", nenhum governo democrático tem o direito de ir lá derrubar, quem ele pensa que é, o rei Josias? Nós vivemos em um estado democrático de direito, um estado laico que respeita o direito à propriedade privada, inclusive da Havan, nenhum político que não seja um ditador megalomaníaco tem o direito de sair por aí quebrando estátuas e depredando o patrimônio privado dos outros, isso por si só já seria o suficiente para eu não votar nele jamais, mas respeito a opinião de quem acha esse tipo de coisa plausível.

      Excluir
    6. Concordo que também achei um exagero ele dizer que será eleito no primeiro turno, mas pra Deus nada é impossível e essas pesquisas (fakes?) não abrangem nem 0,10% do eleitorado nacional.
      E certamente o crente fiel verdadeiro será chamado no mínimo de megalomaníaco/biruta sim.´
      É... não sei porque não abriu o link. Mas se quiser pesquise:
      "apocalink samiramis"

      Já ouviu sobre os caixões do FEMA ligados a maçonaria citado por Daciolo?
      https://www.youtube.com/watch?v=9uIDfkYQgkA

      Excluir
    7. Esses "caixões da FEMA" aí são antigos, eu me lembro de ouvir essa teoria com essas mesmas imagens em 2008, naquela época estava bombando na net, principalmente em canais conspiracionistas à la "Verdade Oculta" do Rubens Sodré. Se esses caixões aí são mesmo para um extermínio global, eles estão demorando. Além disso eu não sei pra que eles fariam questão de comprar caixões se a intenção é um genocídio indiscriminado, neste caso nem fariam questão de enterrar as pessoas, jogariam elas em valas comuns igual os nazistas faziam com os judeus, não haveria razão para tanto escrúpulo.

      Excluir
    8. Cicero, eu acredito bem mais em "teorias da conspiração" do que o Lucas, claro que desde que usemos de discernimento e sabedoria, como Deus nos ensina.

      O que não dá é a distorção de palavras ou a falta de interpretação. Lucas afirmou megalomaniaco para um ditador que diga que qualquer estátua merece ser destruída, pois isso vai contra a propriedade privada de outras pessoas. Veja que ele não disse que concorda com qual estátua (pedaço de madeira, gesso, metal, pedra) será esculpida pelos seres humanos e nem com qual intenção.

      Afirmar que existe uma relação espiritual entra no campo subjetivo. Existem diversas estátuas num país (em empresas, em casas, em instituições, etc etc), nem por isso elas são adoradas, muito menos trazem uma "energia ruim", um "impacto espiritual". Pode trazer para os que as adoram, depositam fé, e ficam com durezas e cegueiras idólatras pois escolherem ficar "presos" nisso. Falar que o cara fez a estátua para adorar propositalmente uma "deusa" de antigamente, é julgar a intenção do cara. Obviamente ele não é inocente, mas é uma especulação, até que se prove o contrário. Ir além e dizer que isso faz mal a nação piorou. A correlação de áreas de adoração espiritual ("divindades"), símbolos, numerologias, associação de palavras, são áreas que necessitam de atenção redobrada e oração ao Espírito Santo de Deus para que nos ilumine, pode-se perder facilmente nestas áreas. Claro que atraem muitas pessoas pois existem relações q tem verdades no meio, para mtos são temas interessantes, mas não são simples. E quem está afirmando tem que provar, em diversos lugares há estátuas, uma pessoa pode colocar um minotauro ou oq quiser, isso não significa que o pedaço de metal vai impactar em tudo. Por isso que dá pra entender o uso da palavra "biruta" como insinuação no comentário anterior... nessa área de teorias de conspiração - tem de tudo.

      Agora, estarmos vigilantes, atentos, orando em todo tempo, com certeza é bom. Deus que nos ensina.

      E sim existem estátuas e outros artefatos utilizados em rituais e assim tendo impacto do sobrenatural pro mundo físico, mas quem age são os espíritos malignos em níveis mais profundos. Acreditar q é a pedra por si só (seja um agente do maligno) pela forma dela, aí pra mim já é demais. Existem seres malignos que aparecem com formas de malignidade, "deuses", ou ainda mesmo como se fossem anjos de luz. Neste nível espiritual não é brincadeira. Infelizmente muitos não estão na presença de Deus, não tem discernimento espiritual, e ficam maravilhados qnd "conhecem" algo diferente.

      Que seria bom que: as pessoas não colocassem a fé em objetos e criações diversas ao invés do Criador, sem dúvida alguma! ou deixassem de buscar outros deuses e ídolos para si, certamente! Mas elas fazem mal a si mesmas, através do livre-arbítrio. Querer impedir isso a força, pra nossa época não tem sentido. Se fosse uma teocracia, em um povo que assim quer, aí teria mais sentido. Mesmo assim tem esculturas que somente são representações da natureza e não pra adoração/idolatria.

      São pontos de vista diferentes para reflexão. Visando somar e contribuir com o crescimento intelectual, de sabedoria, conhecimento e discernimento. Não é apenas crítica destrutiva e negacionismo. Ok,

      Abraços,

      Paz e Bem a todos.

      Excluir

Fique à vontade para deixar seu comentário, sua participação é importante e será publicada e respondida após passar pela moderação. Todas as perguntas e comentários educados são bem-vindos, mesmo que não tenham a ver com o tema do artigo. Críticas serão publicadas desde que não faltem com o respeito e não sejam feitas em anonimato.

Caso o seu comentário não tenha sido publicado dentro de 24h, reenvie-o.