14 de julho de 2018

144 O que dizer sobre os desigrejados?



Poucos assuntos são tão comentados comigo quanto aquilo que diz respeito aos desigrejados. Há uns dez ou quinze anos atrás ninguém falava em “desigrejado”, mas hoje o termo está mais do que na moda. Ser desigrejado é a onda do momento, surfando na maré trazida por gente como Caio Fábio, “irmão” Rubens, Mário Persona e diversos youtubers por aí. Aqui eu não pretendo desmerecer o conceito como um todo, porque entendo que existem diversos tipos de desigrejados e pelas razões mais variadas possíveis. Por exemplo, eu sou amigo de pessoas que são desigrejadas não porque sejam radicais “anti-templo” (ou “anti-sistema”, como dizem), mas apenas porque não conseguem encontrar nenhuma igreja decente na região onde moram, e na ausência de igrejas decentes preferem ficar sem congregar – algo que eu não tenho muito como contestar.

Mas não é desses que falarei aqui, e sim daqueles que popularizaram um discurso que, entre outras coisas, condena com veemência qualquer forma de denominacionalismo, qualquer templo e qualquer pastor – independentemente do ensino que é pregado ali. Por vezes esse discurso se apropria de textos legítimos que caracterizam a Igreja como o corpo místico e invisível de Cristo, como eu também sempre ressaltei em meus artigos (veja aqui ou aqui), mas distorce esse discurso no sentido de condenar qualquer adoração a Deus em ambientes “institucionais”. O fato é que embora a Igreja em si consista primordialmente na reunião espiritual de todos os cristãos em qualquer parte do mundo onde estejam, isso não proíbe que esses cristãos se reúnam como igreja em casas ou templos.

Muito pelo contrário, vemos logo no início da Igreja os apóstolos congregando no templo:

“Todos os dias, continuavam a reunir-se no pátio do templo. Partiam o pão em suas casas, e juntos participavam das refeições, com alegria e sinceridade de coração, louvando a Deus e tendo a simpatia de todo o povo. E o Senhor lhes acrescentava todos os dias os que iam sendo salvos” (Atos 2:46-47)

“Certo dia Pedro e João estavam subindo ao templo na hora da oração, às três horas da tarde. Estava sendo levado para a porta do templo chamada Formosa um aleijado de nascença, que ali era colocado todos os dias para pedir esmolas aos que entravam no templo. Vendo que Pedro e João iam entrar no pátio do templo, pediu-lhes esmola. Pedro e João olharam bem para ele e, então, Pedro disse: ‘Olhe para nós!’” (Atos 3:1-4)

Se Pedro e João tivessem essa visão radical “anti-templo” que os pregadores desigrejados insistem em propagar, eles jamais teriam decidido se reunir como igreja justamente em um templo no início da comunidade cristã. Eu já vi muitas vezes proselitistas desigrejados condenando os templos usando como argumento a passagem onde Jesus prevê a destruição do templo ou quando diz que a Igreja somos nós, mas se essa fosse de fato a implicação que tomamos desses textos, os próprios apóstolos estariam condenados em sua atitude de adorar a Deus no templo.

É verdade que depois disso vemos os cristãos primitivos congregando nas casas, como os textos a seguir nos mostram:

“Saúdem Priscila e Áquila, meus colaboradores em Cristo Jesus. Arriscaram a vida por mim. Sou grato a eles; não apenas eu, mas todas as igrejas dos gentios. Saúdem também a igreja que se reúne na casa deles” (Romanos 16:3-5)

“Saudai os irmãos de Laodicéia, e Ninfa, e à igreja que ela hospeda em sua casa” (Colossenses 4:15)

“À irmã Áfia, e a Arquipo, nosso companheiro de lutas, e à igreja que está em tua casa” (Filemom 1:2)

Porém, isso não aconteceu porque repentinamente os apóstolos tiveram uma revelação divina e perceberam que era pecado congregar em templo, mas sim porque a nova fé passou a ser perseguida pelos judeus e pelos romanos, tendo como consequência imediata a supressão do Cristianismo formal. Em outras palavras, a partir de agora os cristãos teriam que se reunir em casas porque apenas escondidos poderiam adorar a Deus sem serem mortos por conta disso.

É por isso que quando o Cristianismo voltou à “legalidade” (no século IV) os cristãos voltaram a congregar em templos, não porque tenham virado “anti-casa”, mas porque viam o templo como um local mais apropriado em função de sua maior capacidade e de ser um local exclusivo para a finalidade de adoração, sem ter que incomodar a privacidade de ninguém. Caso semelhante ocorre hoje em países onde o Cristianismo é fortemente perseguido nos dias de hoje, como a China, que tem a maior “igreja subterrânea” do mundo. Mas quando missionários cristãos lhes perguntam se eles gostariam de ser livres para congregar em templos se pudessem, eles são quase unânimes em responder que sim.

É importante ressaltar que isso não significa que o templo em si seja a igreja. Não, não é, e este conceito está claro em textos muito usados pelos desigrejados como Atos 17:24, que diz que Deus “não habita em templos feitos por mãos de homens”. Não é o templo em si o local onde Deus habita, mas o coração das mulheres e dos homens regenerados (1Co 3:16). Mas isso não impede que essas mulheres e homens regenerados se reúnam em templos para adorar a Deus como igreja (e não “na” igreja, como costumamos dizer erroneamente), até porque o mesmo Deus que não habita em templos feitos por mãos humanas também não habita em casas feitas por mãos humanas.

O importante não é o local em que se cultua a Deus e que comumente é chamado de "igreja", mas sim o coração dos adoradores ali presentes, e a doutrina que está sendo ali ensinada. Se há adoradores em espírito e em verdade (Jo 4:24) compartilhando uma doutrina autenticamente evangélica (Fp 1:27), Deus estará ali presente (Mt 18:20), independentemente se estão se reunindo em um templo, ou em uma casa, ou ao ar livre, ou no espaço sideral, ou onde quer que seja. Limitar o agir de Deus ao lugar em si é se apegar demasiadamente ao aspecto material da coisa, em vez do espiritual que realmente interessa.

Por ironia, muitos desses desigrejados que atacam os que congregam em templos pelo simples fato de estarem “se aliando ao sistema denominacional” são hereges de laia bem pior que aqueles a quem tanto criticam. Grande parte deles não crê em doutrinas básicas do Cristianismo como a inspiração da Bíblia, o batismo, a Santa Ceia ou a própria volta de Jesus. Alguns são grupos liberais como o de Caio Fábio, que defende a legalização de drogas, aborto e o casamento gay; outros seguem a linha de conspiracionistas de internet como Rubens Sodré, que atacou as Escrituras dizendo que “a Bíblia mente” porque narra personagens bíblicos mentindo em algumas ocasiões (é sério, veja aqui), e outros são hereges dos mais variados tipos, desde sabelianos até judaizantes.

Quase todos eles se utilizam do dízimo como arma de fogo para demonizar as denominações evangélicas (e até certo ponto, com razão), mas pedem mais “contribuições voluntárias” do que pastor neopentecostal, e acabam extraindo de seus seguidores até mais do que o dízimo que antes pagavam nos templos. Outros tem canais sensacionalistas cuja única finalidade é lucrar com AdSense e com a venda de produtos da China revendidos a preços exorbitantes. Não há entre eles sequer uma unidade em torno de doutrinas fundamentais (como essa confissão de fé evangélica que reúne todas as crenças básicas de todas as igrejas protestantes); basicamente qualquer um ensina e prega o que quer e o único consenso que existe é falar mal dos pastores, das denominações e dos templos, como se fosse nisso que o evangelho consistisse.

Há poucas semanas uma pessoa apareceu nos comentários de um post meu no facebook comentando algumas coisas estranhas, e confesso que levei um bom tempo até entender que se tratava de um desigrejado. Ele dizia:


Primeiro ele disse que não existe pastor no contexto da nova aliança (o que, acreditem, é bastante disseminado entre os grupos de desigrejados, inclusive muitos rejeitam o rótulo de “pastor” por acreditar ser “coisa das denominações”), então eu respondo com um versículo curto, simples e claro onde pastores e outros cargos eclesiásticos são estabelecidos, então ele parece não saber que esse texto de Paulo aos Efésios era do Novo Testamento e me contesta como se eu estivesse pegando coisa da velha aliança, e depois pergunta se estão vivos(?), o que eu francamente ainda não entendi até agora. Isso mostra que o problema de muitos desigrejados é apenas e tão somente a falta de leitura da Bíblia. É muito youtube para pouca Escritura.

Eu não preciso passar versículos clichês aqui a respeito da importância de congregar em algum lugar, como Hebreus 10:25 (“não deixemos de reunir-nos como igreja, segundo o costume de alguns”), porque a princípio concordo que uma casa poderia ser esse lugar, desde que apresente os critérios básicos para ser considerada uma igreja visível autêntica, o que inclui as crenças básicas do Cristianismo que, em grande medida, são rejeitadas pelos grupos desigrejados que demonizam as estruturas eclesiásticas tradicionais. O problema de grande parte dos desigrejados não é o fato de não se reunirem como igreja em um templo, mas sim o fato de não se reunirem como igreja, pois quando o ensino é corrompido e a mensagem é falsa, não pode ser considerada igreja nem em um sentido visível, nem no sentido invisível (se você não está a par do conceito de igreja visível e invisível, por favor leia este artigo agora mesmo).

Os desigrejados também frequentemente criticam as denominações pelo simples fato de serem denominações, isto é, por designarem a si mesmas com um nome específico, quando para eles a verdadeira igreja não tem nome, é apenas “cristã”. Mas o nome em si é irrelevante, porque nenhum ministério se torna automaticamente cristão pelo simples fato de se chamar assim, pela mesma razão que um ministério não é necessariamente falso por dar um nome pelo qual se identifique frente a outros ministérios cristãos (por exemplo, “Igreja Batista”, “Assembleia de Deus”, “Menonita”, etc). Não é o nome que importa, mas o ensino e a pureza doutrinária e moral presentes (ou não) nesses ministérios. Um “ministério sem nome” que congregue em casas não pode se achar legítimo pelo simples fato de não dar a si mesmo um nome, mesmo porque com o tempo os próprios membros acabam se intitulando de alguma forma para facilitar a identificação (por exemplo, “ministério Caminho da Graça”, para quem é da turma do Caio Fábio).

O mesmo ocorre no próprio meio católico, já que hoje em dia se dizer apenas “católico” não significa nada, tendo em vista tantos “catolicismos” diferentes que existem por aí. Por isso eles se identificam entre si de diferentes maneiras; uns se dizem tradicionalistas, outros são modernistas, outros são carismáticos, outros são sedevacantistas, outros são veterocatólicos e por aí vai, todos alegando serem os “verdadeiros católicos” que agem “de acordo com a tradição da Igreja”. O ponto em questão é que a denominação em si (e “denominação” nada mais é do que “denominar”, ou seja, “dar um nome” a algo) não é o mais importante, ou senão o próprio Cristianismo não teria vários nomes na Bíblia, tais como “Caminho” (At 9:2), “seita dos nazarenos” (At 24:5) e “cristãos” (At 11:26), de onde vem o termo “Cristianismo”, o mais popular, embora não o mais antigo.

Desigrejados também costumam frequentemente criticar asperamente aspectos negativos da estrutura eclesiástica tradicional, e até certo ponto eu concordo. Há igrejas que parecem hospícios, há outras que parecem centros de umbanda e candomblé, há outras que parecem uma empresa ou mercado, e outras que são tão exclusivistas e legalistas que não são mais que seitas propriamente ditas. Mas o erro é generalizar, como se todas as denominações evangélicas estivessem completamente corrompidas e agora não nos restasse outra opção a não ser congregar em grupos discretos como o de Caio Fábio e companhia limitada, ou simplesmente não congregar em lugar nenhum. Há muitas igrejas corrompidas, mas também há muitas igrejas que ainda guardam boa parte da pureza original da Igreja primitiva, e não querer enxergar Cristianismo em lugar nenhum é um exagero dramático para não dizer soberbo.

Por isso os desigrejados apelam tanto a generalizações descabidas e a exageros de linguagem, como se todas as denominações evangélicas fossem como aquelas que aparecem na televisão, como se todos os pastores fossem um Agenor Duque ou um Valdemiro Chapelão da vida, e como se todas elas estivessem exclusivamente interessadas no seu bolso. Esse quadro é um exagero descabido e para refutá-lo não é preciso fazer mais do que procurar igrejas uma a uma e perceber a diferença entre elas. Como eu disse no início do artigo, há lugares onde a coisa está realmente tão feia que não se pode encontrar uma igreja pura nem em um sentido relativo, mas há outros onde o cenário destoa completamente. Na minha experiência pessoal, eu tive mais dificuldade em escolher que igreja boa congregar do que dificuldade em encontrar uma igreja boa.

Quem ainda pensa que não existe evangelho genuíno sendo pregado em denominações precisa urgentemente assistir a pregações de um Paul Washer, de um John Piper, de um Luciano Subirá, de um Ed René Kivitz, de um Maurício Zágari, de um Paulo Junior e de muitos outros – todos eles pregando nos abomináveis “templos feitos por mãos humanas”. E se alguém escuta essa classe de pregadores e mesmo assim ainda pensa que eles estão “corrompidos” e que quem guarda a pureza da fé nos dias atuais é um Rubens Sodré da vida, precisa muito rever os seus conceitos do que vem a ser Cristianismo, antes de rever qualquer coisa relacionada a denominações.

Antes de terminar, eu preciso reforçar minha mensagem inicial: esse artigo não é uma ofensa aos desigrejados como um todo e nem uma “apologia” ao conceito de “igreja-templo”. Durante algum tempo da minha vida o único lugar em que eu congregava era na casa de um jovem que era um profundo conhecedor da Bíblia e que pregava como poucos que eu já vi, com certeza no top 3, e nem por isso eu o considerava um herege por não estar congregando em uma denominação formal, tampouco me via como um “desigrejado”, porque aquelas reuniões eram, para mim, uma igreja, tal como os cultos nas casas dos cristãos primitivos (hoje ele congrega em uma denominação, e eu continuo o vendo como cristão da mesma forma que antes, não maior nem menor).

Minha crítica é para os radicais anti-templo, para os que conseguem enxergar tudo corrompido à exceção de Caio Fábio e mais meia-dúzia de “iluminados”, para os que se reúnem em grupos heréticos para atacar as denominações com argumentos fraudulentos e, principalmente, para aquele tipo de conspiracionista de youtube que apenas se apropria de um discurso clichê anti-denominacional não porque realmente tenha algum estudo ou preparo bíblico, mas apenas porque precisa fazer sensacionalismo com alguma coisa para se promover e ganhar o dinheiro que não conseguiu ganhar através dos templos que tanto critica. Talvez o debate abaixo diga alguma coisa.


• Compartilhe este artigo nas redes:

Paz a todos vocês que estão em Cristo.

Por Cristo e por Seu Reino,
- Siga-me no Facebook para estar por dentro das atualizações!


- Baixe e leia os meus livros clicando aqui.

- Acesse meu canal no YouTube clicando aqui.

ATENÇÃO: Sua colaboração é importante! Por isso, se você curtiu o artigo, nos ajude divulgando aos seus amigos e compartilhando em suas redes sociais (basta clicar nos ícones abaixo), e sinta-se à vontade para deixar um comentário no post, que aqui respondo a todos :)

144 comentários:

  1. Irmão em Cristo, excelente artigo novamente!

    Após o teu primeiro artigo sobre desigrejados, pensei seriamente em procurar grupos de orações (pequenos ou em casas). Existem vários grupos menores por aí, nos bairros - até de Igrejas tbm, ou ainda reunir pessoas q sabemos de fato darem frutos de cristãos verdadeiros e formar um novo, ou pelo menos congregar num sábado a tarde, etc.

    Quem está em situação mais grave pode reunir com poucos em algum lugar específico tipo casa, praça (cuidando a segurança claro), ex: sábado a tarde e congregarem noq puderem realizar, a reunião é importante. Assim participei oq para nós era um grupo de estudo com um irmão verdadeiro, mas para muitos pode ser um momento congregacional. É importante reunir! A própria Palavra nos instrui e posso ver os efeitos quando nos fortalece e evita que caímos.

    Hoje congrego nas que vi serem mais bíblicas (3 igrejas tradicionalistas), embora ainda tenham erros, como por ex. cessacionismo [Lembro de Apocalipse das 7 Igrejas... se até naquela época já foram avisados erros oq dirá nas atuais, o importante é ter flexibilidade p/ mudança, fortaleza para manter oq é certo, coragem e sabedoria p/ enfrentar as opiniões contrárias]. Ñ sou membro de nenhuma, pois fui batizado nas águas da Igreja Universal (hauahu, sério, é diferente mas é verdadeiro), e isso ñ é bem visto.

    Creio que o grande problema são as polaridades, de um lado tradicionalistas e de outro pentecostais - sendo que tem os tradicionais extremistas e tem os neopentecostais [ambos lados + extremos ainda da coisa e claramente errados] - mas o problema é que até nos tradicionalistas e nos pentecostais tem erros e enganos disseminados... Ainda não encontrei uma "pentecostal moderada" como vc disse que existe aí no Paraná, aqui onde moro. Que seria uma bela união (doq for verdadeiro, valoroso de cada lado, claro), muito mais próxima doq deveria ser: "ordem, disciplina, equilíbrio" + "dons, liberdade, espírito e verdade."

    No momento, ñ parei pra buscar grupos menores, ou mesmo fundar um grupo ou quem dirá uma Igreja (com base bíblica sólida, clara e disposta a ser corrigida pela Palavra de Deus), por questão de tempo, recurso financeiro e base bíblica suficientes p/ ser responsável por um grupo. Decidi comentar para servir de apoio ou incentivar quem estiver nessa situação tbm.

    Paz e Bem a todos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelo seu comentário, na verdade isso levanta uma outra coisa importante: em se tratando de igrejas, devemos ser flexíveis. Você lembrou muito bem das cartas às sete igrejas, que denunciam erros já presentes em quase todas elas em um grau maior ou menor; se era assim já no primeiro século, imagine vinte séculos depois. Claro que há extremos onde a coisa fica tão feia que o próprio Cristianismo dali é contestável e que eu não me sentiria bem congregando, mas se formos esperar a "igreja perfeita" para ali congregar, vamos ficar esperando pra sempre. Por isso é importante termos um certo nível de tolerância, entender que ninguém é perfeito e que há erros em todos os lugares, mas desde que as doutrinas centrais sejam preservadas junto a um mínimo de padrão moral aceitável, já deve ser o suficiente para congregarmos ali e buscarmos o nosso crescimento juntamente com o crescimento da igreja.

      Abs!

      Excluir
    2. Sim, por isso pensei em grupos menores e com pessoas dispostas a isso, que amem a Deus, ao próximo e busquem aprender da Palavra de Deus. Pq imaginei q menos pessoas deve ser melhor de administrar (já q ñ tem um "nome a zelar"; ou mesmo a necessidade de dinheiro pra se manter) e por isso seria mais flexível.
      Creio que as polaridades existem pq é preciso muita ousadia e coragem p/ aceitar ser moldado pelo Evangelho, ver e discernir os 2 lados da moeda. Fazendo uma síntese em termos de doutrinas, do post anterior tem: 1) o extremo total de cada lado, 2) os 2 lados principais e 3) O equilíbrio entre estes 2 lados [que seria o ideal].
      Algo que percebi é que as vezes busca-se extremismos p/ ñ ter que mudar e ficar de certa forma numa "zona de conforto", ou possuir uma corrente + definida e não enxergar nd além disso.
      Vc acrescentou muito bem sobre ter os fundamentos centrais, as bases sólidas bíblicas muito firmes, da Palavra de Deus. Então seria algo como: "fundamentos bíblicos centrais claros" + "flexibilidade e disposição a mudanças noq for necessário".

      Abração Lucas!

      Paz e bem a todos,

      Excluir
    3. Vote: http://www.enqueteeleicoes.com.br/

      Excluir
    4. https://youtu.be/Ktx9yt7nS0U

      É certo fazer o que o Franklin Medrado fez?

      Excluir
    5. Não acho que seja errado porque ele não chegou a cometer infrações dentro do lugar, não desrespeitou ninguém ali dentro, apenas falou o que pensa da experiência depois que já tinha voltado pra casa; ademais é normal uma pessoa visitar um lugar e não gostar, e depois dizer aos outros o que pensa a respeito do lugar de acordo com aquilo que viu. Até acho que ele foi mais respeitoso nas considerações que fez nesse vídeo do que de costume.

      Excluir
    6. Verdade, qualquer dia vou fazer o mesmo. Você também vai?


      Excluir
    7. Você é a favor de criminalizar o comunismo?
      Se sim, por que sim?
      Se não, por que não?

      Excluir
    8. "Verdade, qualquer dia vou fazer o mesmo. Você também vai?"

      Se eu for pra SP vou sim.

      "Você é a favor de criminalizar o comunismo?"

      Não.

      "Se sim, por que sim?"

      Eu disse não ;p

      "Se não, por que não?"

      Isso só ajudaria a fortalecer o movimento comunista através de vitimização. Veja o quanto os comunistas se tornaram mais presentes e influentes na sociedade justamente no período da ditadura militar quando o comunismo era criminalizado, em comparação com o período anterior, quando existia partido comunista e tudo (e mesmo assim os comunistas nunca tinham realmente chegado perto de assumir o poder). Ou seja, é contraproducente e pragmaticamente incorreto. O único jeito de se destruir o comunismo é o combatendo intelectualmente e conscientizando os mais jovens, além de recorrer à mesma tática usada pelos próprios comunistas: se "infiltrar" nas escolas, neste caso para evitar a lavagem cerebral dos professores esquerdistas.

      Excluir
    9. Mas o Comunismo é criminalizado na Polônia, na Lituânia e em diversos países que fizeram parte da União Soviética, e essa proibição não fortaleceu o movimento comunista.

      Excluir
    10. E não foi criminalizado na América do Norte e nem na Europa e nem por isso os países de lá se tornaram comunistas. Vamos trazer para a realidade brasileira, aqui já tentaram isso e não deu certo. Sem falar que é muito bizarro um liberal criminalizar a opinião política de quem defende o oposto, por mais absurdas que sejam essas pautas.

      Excluir
    11. No caso do EUA até o Nazismo é liberado lá. Se então formos seguir o exemplo de lá deveríamos então liberar os Nazis tbm.

      Excluir
    12. Fora que existe uma diferença entre criminalizar uma opinião ruim e uma opinião politica que apoia o Genocídio.
      Por exemplo,eu acredito que deveríamos proibir apenas os comunistas que defendem genocidas como Stalin, Mao ,Fidel,Pol Pot e etc. Já os esquerdistas que defendem aquela balela de que "Marx foi deturpado", ao meu ver poderiam ser permitidos, pois mesmo eles defendo um absurdo eles não desejam a morte de seus opositores, e nem defendem regimes que assim como a Alemanha Nazista tirou milhões de vidas.

      Excluir
    13. Neste caso não seria uma criminalização do comunismo em si, mas de alguns comunistas.

      Excluir
  2. Amigo do Banzolão14 de julho de 2018 13:49

    Banzolão, por que a loira só toma remédios antes do horário prescrito pelo médico? :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo do Banzolão15 de julho de 2018 07:12

      Porque ela quer pegar as bactérias de surpresa kkk.

      Excluir
    2. Como se as bactérias ouvissem

      RSRSRSRSSRSSR

      Excluir
    3. Amigo do Banzolão18 de julho de 2018 00:38

      "Como se as bactérias ouvissem"

      Elas ouvem e veem melhor do que nós humanos kkk.

      Excluir
  3. Amigo do Banzolão14 de julho de 2018 14:27

    Anônimo da astronomia, apareça. Apareça! :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo do Banzolão15 de julho de 2018 07:10

      Você tem livros de matemática em PDF? Eu estou a procura de um livro chamado ÁLGEBRA LINEAR PARA LEIGOS. Você tem esse livro em PDF? eu achei só um pequeno trecho dele na internet. Eu queria ele completo.

      Excluir
    2. "Você tem livros de matemática em PDF? Eu estou a procura de um livro chamado ÁLGEBRA LINEAR PARA LEIGOS. Você tem esse livro em PDF? eu achei só um pequeno trecho dele na internet. Eu queria ele completo." - Amigo do Banzolão

      Tenho uma dúzia ou mais de livros sobre Álgebra Linear, mas não sei se possuo algum com uma abordagem semelhante à série "For Dummies". Sendo assim, vou procurar hoje e amanhã te respondo. :D

      Excluir
    3. Amigo do Banzolão16 de julho de 2018 23:48

      "vou procurar hoje e amanhã te respondo"

      Tá ok, parceiro.

      Excluir
    4. Desculpe pela demora, mas não achei nenhum no estilo "For Dummies". Só com abordagem introdutório acerca do tema. Sem que esteja tudo mastigadinho, o que difere das coleções para leigos.

      Excluir
    5. Amigo do Banzolão18 de julho de 2018 23:05

      Tem problema não, cara. Mesmo assim, obrigado.

      Excluir
  4. Os desigrejados fazem um desserviço ao evangelho, já não chega todos os ataques que o cristianismo vem sofrendo pelos ateus e marxistas principalmente. Vem esses "youtubers" conspiracionistas pilantras espalhar mentiras, eles tem tanta sorte do nível de instrução do povo brasileiro ser tão baixo, que existem muitos burros pra acreditar neles. Se o youtube começar a desmonetizar esses caras, todos eles vão sumir, eles falam que todos os pastores são ladrões, mas vivem pedindo contribuição. Eles não seriam enganados se lessem a bíblia, mas é muito mais fácil ver um vídeo no youtube do que ler.

    É impressionante o quanto que esses Conspiracionistas tem audiência, o Rubens tem quase 300 mil inscritos (mesmo assim as visualizações são baixas).

    Esses dias vi um vídeo no youtube que estava em alta (não perco meu precioso tempo vendo canais conspiracionistas, porém fiquei curioso pelo título do vídeo "Brasil perdeu a copa muito antes dela começar", o nome do canal era "Desperte – Thiago Lima", o cara dizia mais ou menos o seguinte: que o Macron era o anticristo e que ele comprou a copa e por isso a França vai ganhar, e que ele irá aproveitar que os holofotes estarão na França para se promover e etc. É muito fácil dizer isso quando a França já estava na semifinal. E o pior, as pessoas que seguem esses caras se acham superiores porque "não estão cegas pelo sistema". Então entrei no canal dele e vi um pouco de outro vídeo, nesse ele falava sobre os símbolos maçons e/ou Illuminati ocultos na abertura da copa. Eu parei de ver o vídeo quando ele mostrou um suposto templo que aparece na abertura, que na verdade não é um templo, mas um teatro que tem na Rússia. Ele disse que isso fazia referência ao templo de Salomão e que Salomão foi um dos maiores maçons de todos os tempos e que ele construiu o templo porque era maçom.

    Os que acreditam nessas "fake News" conspiracionistas, são os mesmos desigrejados. Como exemplo tem esse tal de Rubens que é conspiracionista e desigrejado. Além de que os desigrejados nos chamam de "gado" (veja o quanto eles são exemplo de amor ao próximo), e as pessoas que acreditam nesses canais conspiracionistas do tipo que vacinas fazem mal, que o fulano de tal é illumati, que a terra é plana, que os reptilianos vão dominar ou dominam o mundo, etc. Também chamam os outros de gado, então só podem ser os mesmos. Esses conspiracionistas estão sendo aos poucos desmonetizados por espalharem "fake News", depois eles dizem que é o sistema que está tentando calar eles.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com tudo o que você disse, infelizmente este é um retrato fiel da triste realidade do youtube brasileiro. Infelizmente a maior parte do povo brasileiro ainda é ingênua demais e com muita pouca instrução, o que facilita cair nesses engodos que qualquer um pode propagar na internet para enganar os trouxas, já sabendo que ninguém vai pesquisar nada. Seguem o velho ditado: "Se tá na internet é verdade".

      Excluir
    2. Pera aí, vocês concordam que "vacinas não fazem mal". O que vocês querem dizer com isso? Que vocês acreditam que nenhuma vacina nunca fez mal a ninguém ou o quê? Esclareçam.

      Excluir
    3. Se você não quer que todos os evangélicos sejam julgados por um ou outro "pastor evangélico" que aparece na tevê, não julgue todos os "conspiracionistas" por uma ou outra pessoa.

      Excluir
    4. Eu escrevi sobre as vacinas porque alguns pais estavam/estão deixando de vacinar seus filhos por causa de fake news na internet. Até onde eu sei, vacinas podem causar certas reações em determinadas pessoas.
      Esse vídeo fala um pouco sobre isso: https://www.youtube.com/watch?v=4eOSmKGU3u4&feature=youtu.be

      Excluir
  5. Cris Macabeus: “Esse Zacarias filho de Baraquias é o profeta menor que também escreveu o último livro do VT”

    Tio Craudio: ”boooooooaaaaaaaaa”

    Cris Macabeus: “Zacarias filho de Baraquias não é o profeta que escreveu o último livro do VT mas é um profeta que foi morto em 69 AD antes da destruição do Templo de Jerusalém”

    Tio Craudio: “boooooooaaaaaaaaaa”

    Cris Macabeus: “Nero foi o sexto rei quando João escreveu o Apocalipse”

    Tio Craudio: “booooooooaaaaaaaa”

    Cris Macabeus: “Nero não foi o sexto rei quando João escreveu o apocalipse, mas sim o quinto, pois o sexto rei era Vespasiano”

    Tio Craudio: “boooooooaaaaaaaa”

    Cris Macabeus com uma banana na mão: “Isto é uma banana”

    Tio Craudio: “boooooooaaaaaaaa”

    Cris Macabeus com uma banana na mão: “Isto não é uma banana mas sim uma jaca”

    Tio Craudio: “boooooooaaaaaaaa”

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkkkkkkkkkk eu morro de rir, tudo zumbi adestrado, nenhum desses caras perde tempo assistindo aos vídeos ridículos desse cidadão, nem os católicos dão atenção a ele. Dão uma entrada rápida no vídeo do camarada para alcançar os sinistros 200 views que costuma ter por vídeo e daí comenta "booooa" para não ficar chato, é tão constrangedor que dá até pena.

      Excluir
  6. Lucas posso entrar em contato com você pelo Facebook para que você possa avaliar um artigo meu ?
    Otávio

    ResponderExcluir
  7. Lucas como conciliar o Sola scriptura com os dons de profecias e relevações hoje em dia? Diferente do que muitos acham o profeta não apenas prediz futuro, e que por sinal muitas vezes acerta e também erra. O pastor Marcos Granconato dá uma explicação de 32 minutos baseada na Bíblia provando porque hoje não existem mais profetas. veja: https://www.youtube.com/watch?v=7cxwsNMdf4Y&t=152s
    .
    .
    Outra pergunta a vc que é continuista: se hoje existem apóstolos, quem são eles hoje? Sabemos que Valdemiro e Agenor Duque são falsos apóstolos, mas os apóstolos verdadeiros existem hoje sim. Então quem são eles?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Lucas como conciliar o Sola scriptura com os dons de profecias e relevações hoje em dia?"

      Sola Scriptura consiste no fato de que toda a doutrina se encontra na Bíblia. Desde que o profeta em questão não invente doutrinas novas ao maior estilo Joseph Smith, isso não contraria em nada a Sola Scriptura. O próprio Lutero cria que Huss havia profetizado sobre ele, cem anos antes.

      "O pastor Marcos Granconato dá uma explicação de 32 minutos baseada na Bíblia provando porque hoje não existem mais profetas"

      Eu não vou assistir ao vídeo por ser muito longo e eu não tenho tempo agora, mas se você quiser, fique à vontade para resumir os argumentos dele aqui.

      "Outra pergunta a vc que é continuista: se hoje existem apóstolos, quem são eles hoje? Sabemos que Valdemiro e Agenor Duque são falsos apóstolos, mas os apóstolos verdadeiros existem hoje sim. Então quem são eles?"

      Apóstolo é qualquer missionário. A palavra "missionário" não existe na Bíblia, na Bíblia o que chamamos de missionário tem justamente o nome de "apóstolo", que no grego significa "enviado". É neste sentido que Paulo, Barnabé, Andrônico, Junias, Tiago e outros personagens bíblicos fora do grupo dos 12 são chamados de apóstolos, e é neste sentido que o termo deve ser entendido hoje (não no sentido de autoridade acima de todos como Valdemiro e Agenor Duque colocam).

      Excluir
    2. O vídeo não é longo, são apenas 30 minutos, onde o pastor mostra baseado no livro de efésios que a função do profeta não é apenas ficar advinhando o futuro, visto que o profeta vinha trazer doutrina da parte de Deus, portanto ele usa alguns textos de efesios como efésios 2:20 para dizer que se acreditarmos que existem profetas hoje é sinal que doutrina nova vai vir por aí e que o cânon ainda não foi fechado. Ele diz tb que o profeta de Deus não erra nunca e hj nós vemos homens acertando e errando em suas profecias. Confira vc mesmo a explicação dele onde ele detalha mais essa visão.

      Mas esses missionários nunca se intitularam apostolos. Quem se intitula apostolo está apenas querendo se gabar do titulo.

      Excluir
    3. Olá amigo. Eu te indico dois grandes homens de Deus que são considerados apóstolos e que tem grande sabedoria; Luis Herminio e Leandro Barreto. Óbvio que não são homens perfeitos e nem tudo que dizem e pensam está correto, mas tenho assistido muito deles e percebo que são homens sinceros em Deus e que buscam muito ao Senhor. As pregações deles tem edificado muito minha vida e de muitas pessoas.

      Excluir
    4. "O vídeo não é longo, são apenas 30 minutos"

      Pra mim se passou de 15 min é longo.

      "onde o pastor mostra baseado no livro de efésios que a função do profeta não é apenas ficar advinhando o futuro, visto que o profeta vinha trazer doutrina da parte de Deus, portanto ele usa alguns textos de efesios como efésios 2:20 para dizer que se acreditarmos que existem profetas hoje é sinal que doutrina nova vai vir por aí e que o cânon ainda não foi fechado"

      Onde Efésios 2:20 diz isso? E desde quando um profeta deve obrigatoriamente "ensinar doutrina nova"? Isso até pode ter acontecido uma ou outra vez nos tempos do AT quando a Bíblia ainda estava sendo escrita e surgia algum profeta canônico do tipo Daniel ou Isaías, mas não se aplica a profetas do tempo da nova aliança. Veja o caso de Ágabo, que sempre profetizou apenas coisas do futuro, nunca revelações doutrinárias. E como eu disse, o próprio Lutero acreditava na profecia de Huss, então ele não era um cessacionista, e nem por isso deixava de crer na Sola Scriptura.

      "Ele diz tb que o profeta de Deus não erra nunca e hj nós vemos homens acertando e errando em suas profecias"

      Se erra não é de Deus, ou entendeu errado o que Deus disse (isso costuma acontecer às vezes quando o profeta decide "interpretar" o que Deus disse em vez de apenas se limitar a transmitir a mensagem, mas muitas vezes é só "profetada" da carne mesmo, falsos profetas já existiam na época da igreja primitiva e não deixaram de existir no século XXI).

      "Mas esses missionários nunca se intitularam apostolos. Quem se intitula apostolo está apenas querendo se gabar do titulo"

      Se alguém se intitula apóstolo "para se gabar do título", está errado em fazer isso, como eu já disse na minha outra resposta.

      Excluir
  8. Oi Lucas. Cara, você acha que existiu alguma forma de "Cristianismo Esotérico" na igreja primitiva? A Bíblia fala em uns "mistérios da fé", e alguns pais da igreja dizem que "Os Mistérios da Fé Não Devem Ser Divulgados a Todos." (Clemente de Alexandria;Stromata XII- Essa frase é o nome do capítulo).
    Isso não é uma forma de ocultismo? E o próprio Jesus disse que só é dado aos discípulos conhecer os mistérios mas não aos que estavam lá fora, o público...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando a Bíblia fala em "mistério" diz respeito a algo difícil de se entender pelos olhos naturais, não em um sentido esotérico. Nesse texto onde Jesus disse que os discípulos podiam conhecer os "mistérios" mas o povo não o contexto era que o povo havia cegado a si mesmo para não aceitar a mensagem do evangelho, por isso lhes estava oculto, da mesma forma que continua "oculto" hoje a qualquer ateu ou a pessoas incrédulas que "o deus deste século cegou o entendimento, para que não lhes resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo" (2Co 4:4). Clemente alexandrino realmente disse isso aí mas ele não chegava a ser um esotérico propriamente dito, ele apenas seguia uma linha de interpretação altamente alegórica da Bíblia, uma característica da escola de Alexandria (que também influenciou Orígenes na mesma época). Para os alexandrinos havia muita coisa na "superfície" da Escritura que tinha que ser esquadrinhada para se descobrir o "significado oculto" por detrás da interpretação literal (ou seja, era como se existisse uma interpretação alegórica além da interpretação literal, sendo o significado da alegoria mais importante do que o significado natural que as pessoas percebem nos textos).

      Excluir
  9. Excelente artigo Banzoli,só discordo de alguns pontos que vc citou em relação ao Caio Fábio defender casamento gay e legalização das drogas,eu por exemplo como cristão obviamente sou contra a homossexualidade e o consumo de drogas,mas penso que os homossexuais sempre existiram e sempre quiseram morar juntos,e penso que não é a legislação sendo contra as uniões gays que vai impedir isso de ocorrer,porque existem desde a queda do homem no Éden,eu por exemplo prefiro que uma criança seja criada por um casal gay que possa pagar uma boa escola para ela e proporcionar uma alimentação de qualidade e que faça esportes,do que ela viva na rua,cheirando cola,praticando assaltos,e em relação a legalização das drogas,pessoalmente sou contra o consumo,nunca usei nenhuma droga,mas em relação a maconha,que dizem ser uma droga mais leve,que não te deixa agressivo e que não mata de overdose,talvez,não posso afirmar,nunca fiz estudos profundos sobre isso,possa reduzir o número de crimes e a violência,porque é um fato que a guerra as drogas não estão dando resultados,o tráfico de drogas,o homicídio só cresce,mtos jovens de favela,que muitas vezes entra nessa vida porque não tem pai ou mãe que oriente,e por ver um caminho mais fácil de ganhar dinheiro rápido,aí vai preso por traficar maconha,vai para um presídio e sai de lá pior,porque entra em contato com presidiários mais experientes,a penitenciária acaba virando uma universidade do crime,eu não penso que o cristão tenha de ser necessariamente um conservador,eu me considero mais um liberal,penso que a igreja deve discutir esses temas de uma forma mais profunda e séria,sem uma simplificação moralista que muitos pastores como o Silas Malafaia fazem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas eu não falei nada sobre união civil ou adoção de crianças por casais homossexuais (embora a preferência deva ser dada a casais heterossexuais, de acordo com o modelo correto de casamento), no artigo eu só falei do casamento em si, que é entre homem e mulher independentemente da nossa opinião. Sobre isso o Yago já abordou muito bem aqui:

      https://www.youtube.com/watch?v=MPbUO2cY1B0

      Sobre a legalização da maconha você apenas repetiu os argumentos de Luciana Genro e companhia limitada do PSOL e de partidos de extrema-esquerda, pouca coisa disso é verdade. Embora a maconha em si não mate ninguém ela provoca sim muitos distúrbios, mas o maior problema não é isso, e sim o fato dela ser a porta de entrada para drogas mais pesadas, então se você torna a maconha legal mais gente irá consumi-la e consequentemente mais gente irá querer drogas mais pesadas, ninguém começa já com cocaína ou crack. E se isso ferrasse apenas a vida do indivíduo em si eu até seria a favor, quer se lascar se lasque, o problema é que isso afeta toda a sociedade, pois quem se vicia vai roubar para ter dinheiro para comprar mais e mais drogas, é assim que surge a criminalidade, não é pra comprar pão na esquina. Ou seja, mais drogas, mais crimes. Isso sem falar que nós pagamos com os nossos impostos a recuperação de irresponsáveis que decidiram se drogar e acabaram caindo no vício precisando de tratamento para voltar à normalidade, o que é um absurdo, mas que se tornaria ainda mais comum se as drogas fossem liberadas.

      E o problema não é a "guerra às drogas", mas sim a forma como ela é feita, já que a polícia não pode prender ninguém por ser mero consumidor, apenas se for traficante, e os critérios para considerar alguém um traficante sem bem questionáveis. Ou seja, na prática a polícia não pode prender quase ninguém, está com as mãos amarradas, o cara é flagrado fumando maconha e não dá em nada, e se a maconha for legalizada indiscriminadamente a coisa só pioraria. É preciso entender que o maior problema não é o tráfico em si, e sim as próprias drogas; o tráfico só é considerado uma coisa ruim justamente porque leva às drogas, caso contrário estaríamos tratando como algo pequeno do nível de pirataria de cd do Wesley Safadão (ou seja, coisa que ninguém liga). E as prisões só são "universidades do crime" porque a lei aqui é frouxa, vê se acontece isso lá nos EUA ou em qualquer país desenvolvido; lá os presos são obrigados a trabalhar e existe prisão perpétua, aqui conversam no celular e lideram o crime organizado da cadeia, e depois de pouco tempo é solto. Você está identificando as causas erradas para um problema sério e por isso caindo na cilada dos esquerdistas, cuidado.

      Excluir
  10. Banzoli mas a legalização da maconha não é uma bandeira só do PSOL,eles defendem essa causa,mas muitos liberais também defendem,inclusive o Kim Kataguiri do MBL https://www.youtube.com/watch?v=a1Ewy-kKyj8,realmente muitos começam na maconha e vão para a cocaína,o crack,heroína,drogas muito mais pesadas,mas pelo que vejo os países que adotaram a legalização como Holanda,Uruguai,Argentina,não enfrentam problemas graves com o consumo de drogas,falo de Uruguai e Argentina,porque são países vizinhos e são bem pouco violentos e não possuem grandes cartéis de drogas como a Colômbia já teve e agora o México tem,e são países que nunca legalizaram a maconha,a Venezuela também enfrenta vários problemas com violência,e o país com a maior taxa de homicídios do governo,possui governo socialista,mas esse governo nunca legalizou a maconha,apesar de a Holanda ter enfrentado o aumento de violência e de narcotráfico devido a isso,https://brasil.elpais.com/brasil/2018/03/31/internacional/1522523744_680121.html,mas eu acho que mesmo considerando um erro a igreja deveria aprofundar mais a discussão e não simplesmente condenar quem defende a legalização e chamá-los de falsos cristãos,tinha falado do Malafaia porque penso que nesse aspecto ele é muito fariseu,grita,aponta o dedo https://www.youtube.com/watch?v=wWswVoZQd4U,agora uma bandeira que é muito defendida pelo PSOL e por muitos liberais e libertários também é a do aborto,mas essa eu nem entro em discussão,me parece um absurdo total,legalizar um tipo de assassinato,mas a legalização da maconha eu quis discutir porque o outro lado até apresenta alguns argumentos que podem ser considerados,racionais e convincentes,mas ler essa notícia da Holanda,me fez pensar,um país que sempre foi rico e pacífico enfrenta o aumento de gangues

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, na Holanda eles quiseram combater o narcotráfico e acabaram criando um "narcoestado" no lugar:

      https://www.bbc.com/portuguese/internacional-43247861

      E muitos já reconhecem que legalizar foi um erro:

      https://adeilsonfilosofo.jusbrasil.com.br/noticias/239200069/a-holanda-reconhece-legalizar-maconha-foi-erro

      Em relação ao Uruguai, houve um aumento de criminalidade e até no tráfico de drogas desde a legalização:

      https://g1.globo.com/mundo/noticia/legalizacao-da-maconha-nao-diminuiu-trafico-no-uruguai.ghtml

      Imagine se isso acontecesse no Brasil (eu não quero nem pensar). No mais, eu não penso que por alguém ser a favor da legalização das drogas por si só já caracteriza como um não-cristão, mas eu citei o Caio pelo conjunto como um todo: aborto + drogas + casamento gay. Em minha opinião apenas o primeiro por si só seria suficiente para fazer de alguém um não-cristão (mesmo quando se diz cristão), mas os outros dois são agravantes.

      Excluir
  11. Mas Banzoli por que vc acha que a guerra ás drogas não tem trazido resultados positivos no Brasil?A polícia reprime o narcotráfico,mas esse só aumenta,assim como o número de homicídios,o PCC hoje é uma organização criminosa que se expandiu para outros estados além de São Paulo,atua no Paraguai também,o México que mandou até o exército combater o tráfico de drogas,tbm só viu esse crescer

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sobre isso eu respondi acima. E mesmo se o PCC não atuasse mais traficando drogas (o que é improvável, já que o tráfico aumentou no Uruguai desde a legalização das drogas) ele ainda assim continuaria existindo, pois serve a muitos outros despropósitos além do narcotráfico (coisas como rebeliões, assaltos, sequestros, assassinatos e etc).

      Excluir
  12. Obrigado por mais um excelente texto, Lucas. Eu estou/sou desigrejado, como você bem falou, daqueles que não são contra a congregação.
    Só queria colocar um ponto que não foi abordado, o "vestir a camisa". Explico. O hábito de colocar a denominação acima do evangelho. E mais: se você não participar de tal denominação, automaticamente é um herege.
    Gostaria de saber sua opinião sobre isso.
    MUITO obrigado por todos os textos. Como já disse em postagens anteriores, seus textos foram fundamentais para me livrar dos erros da icar e para minha conversão.
    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, quem ensina que "fora da denominação X não há salvação" é seita, não é igreja séria. Até onde eu sei (e me corrijam se eu estiver errado), quem ensina esse tipo de coisa oficialmente são as testemunhas de Jeová, mas há algumas outras igrejas como a Maranata, CCB e a "Deus é Amor" que também chove testemunhos de gente dizendo que nesses lugares eles só consideram "povo de Deus" quem é dali, e tratam como "apóstatas" quem sai dali e vai para outra denominação. Na minha opinião as igrejas que agem assim são seitas, pura e simplesmente, da mesma forma que a ICAR e outras religiões que pregam que só há salvação ali e que todos os outros estão automaticamente condenados. Felizmente nenhuma denominação que eu já congreguei teve essa visão, embora uma delas eu vi certa vez o pastor orando para trazer gente de outras denominações evangélicas para lá, o que eu também acho errado, pois não se converte um convertido (era uma igreja neopentecostal, as quais costumam ser mais "fechadas" também, embora algumas sejam mais abertas neste sentido).

      Abs!

      Excluir
    2. "mas há algumas outras igrejas como a Maranata, CCB e a "Deus é Amor" que também chove testemunhos de gente dizendo que nesses lugares eles só consideram "povo de Deus" quem é dali, e tratam como "apóstatas" quem sai dali e vai para outra denominação."

      Olá, Lucas Banzoli.

      Sou membro da Igreja Cristã Maranata e nunca vi um pastor, obreiro ou outro membro de lá considerar alguém apóstata só porque deixou de congregar nela e foi para outra igreja. Se você assistir as pregações dos pastores da Igreja Maranata verá que nenhum diz que só há salvação dentro da (ICM). Pelo contrário. Portanto, se quiser conhecer mais sobre a ICM sugiro que visite o site: http://www.igrejacristamaranata.org.br.

      Ademais, não duvido que algum membro ignorante posso ter dito que "só há salvação dentro da ICM". Pois infelizmente, nem todos os evangélicos estudam as escrituras com profundidade. Enfim, só queria dizer isso porque congrego nesse Igreja desde 2009 e a conheço bem.

      Excluir
    3. Tudo bem, eu só mencionei a Maranata porque um amigo que congregava numa Maranata me contava coisas horríveis de lá, mas eu devo ter errado ao generalizar, agradeço pelo contraponto.

      Excluir
    4. olá bom dia, tudo bem?

      Acompanho seu blog, não com muita frequência, estava a procura de algum tópico relacionado ao assunto, por conta de um primo do meu marido que desiludido com a igreja que frequentava se tornou um "desigrejado", todas as características correspondem com ele rsrs. Quanto a CCB, faço parte desde que nasci, e não é verídico o que disse, somos instruídos que placa de igreja não trás salvação.
      Era só isso rsrs..

      É sempre um prazer ler seus artigos.

      Excluir
    5. Olá, tudo bem? Agradeço o comentário e obrigado pelos esclarecimentos :)

      Excluir
  13. Paz do Senhor, muito bom o texto.
    Aproveitando, quando quero me divertir um pouco vou no Yahoo Resposta, veja a pérola conspiracionista desse sujeito
    https://br.answers.yahoo.com/question/index?qid=20180715165542AASqNL1

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa constatação do carinha do Yahoo abriu os meus óleos, agora eu já posso morrer em paz :)

      Excluir
  14. Lucas não sei se você ficou sabendo, mas vou te contar uma coisa (essa notícia é velha, tem uns 3 meses, mas lá vai): Fiquei sabendo que o canal do Conde caiu! Após várias denúncias contra ele o acusando de discurso de ódio, o canal dele caiu desde então nunca mais eu o vi, contudo outro canal surgiu o do Bernardo Kuster, que também é um católico tridentino, mas ao menos é educado e não desce o nível, resumindo é o Conde depois do banho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu fiquei sabendo quando aconteceu, me contaram uns dias depois (faz mais de um mês, na verdade, deve ter uns dois ou três). Mas ele não parou de gravar vídeos não, atualmente ele está publicando vídeos novos na influente e poderosa "TV Glória" (eu iria passar o link mas nem consegui achar, que pena).

      Excluir
    2. Existe remédio para essa direita brasileira?Você acha que um dia possamos ter uma direita inteligente e exemplar como é o caso da americana e da britânica?Essa do Brasil chega a dar desânimo!

      Excluir
    3. Só quando o Brasil se tornar mais culto e protestante, ou seja, vai demorar.

      Excluir
    4. O problema é que a igrejas que mais crescem,são essas neo pentecostais, que são palco de tudo que é bizarrice! povo precisa ficar mais culto mesmo!

      Excluir
    5. Exato, por isso que eu disse que tem que ser a junção de culto + protestante, hoje em dia ser só protestante não adianta, já se foram os tempos em que ser protestante era sinônimo de ser intelectual.

      Excluir
  15. Lucas, quando você começou seu primeiro blog, você era cristão evangélico há quanto tempo?
    Que igrejas foram essas que você achou boas para frequentar e quando?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Evangélico nominal sempre fui, mas evangélico de fato foi no mesmo ano da criação do "Apologia Cristã", em 2009. Originalmente a intenção não era nada perto do que é hoje, eu só queria um lugar para guardar aquelas coisas que ia aprendendo teologicamente por aí (já que no Word poderia perder facilmente quando o pc quebrasse, mas o site fica aí pra sempre), mas com o tempo o pessoal foi entrando, comentando e eu peguei gosto pela coisa. Sobre as igrejas que (não) mencionei no artigo, eu posso citar aqui algumas delas: Comunidade Alcance, Vineyard e Irmãos Menonitas, foram as principais.

      Excluir
    2. O que aconteceu em 2009? Pra você mudar de evangélico nominal para de fato? Você considera evangélico nominal um convertido?

      Excluir
    3. "O que aconteceu em 2009? Pra você mudar de evangélico nominal para de fato?"

      Um dia eu digo.

      "Você considera evangélico nominal um convertido?"

      Em um sentido bíblico não, "convertido" não se refere apenas a quem da boca pra fora diz que crê em Jesus, mas sim em quem vive em conformidade com isso.

      Excluir
  16. Iae Lucas! Como vai? Primeiramente, creio que você como profeta não é muito bom. A Croácia perdeu para a França, e não o contrario xD.

    Agora, gostaria de saber sua opinião sobre um texto que recebi no Whatsapp. É um pouco longo, mas acho que é interessante.

    Por ser longo, vou postar dividido em algumas partes(não sei se só uma ou duas ou três) Deus lhe ilumine!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Iae Lucas! Como vai? Primeiramente, creio que você como profeta não é muito bom. A Croácia perdeu para a França, e não o contrario xD"

      É que minha profecia não considerava a ladroagem do juiz, da próxima vez vou levar esse fator em consideração e não terá erro.

      Excluir
  17. "Direita = individualismo (meu interesse acima dos outros).

    Esquerda = coletivismo (o bem comum importa mais que meus interesses).

    Dizer que esquerda e direita não existem é não conhecer o significado de cada uma delas.

    Esquerda não é Lula, não é PT e nem comunismo.
    Esquerda é uma forma de ver o mundo.

    Direita também.

    Você pode até não saber qual sua forma de ver o mundo. Mas não pode dizer que essas duas formas não existem.

    O nazismo não era de esquerda, pois colocava os interesses de uma raça acima das outras.

    Na época de Jesus também não existiam esses conceitos de direita e esquerda. Mas Ele mandou amar o próximo como a si mesmo. Isso é coletivismo. Se preocupou em alimentar a multidão que o seguia ao invés de fazer apenas sermões.

    "Ah mas fazer programa social com o dinheiro dos outros é fácil"
    Isso é uma falsa interpretação da realidade.
    Quando eu pago imposto, aquele dinheiro não é mais meu. Nem dos outros. É de todos.
    "Dê a César o que é de César e a Deus o que é de Deus"

    Quando Jesus repartiu o pão, aquele pão não era 'dos outros', era de todos.
    Apesar disso, Jesus não era comunista, isso nem existia em sua época. Mas era coletivista.

    A maioria dos brasileiros, cristãos, sofredores e solidários, é coletivista também. Portanto, é de esquerda e apenas não sabe.
    Afinal, nas escolas não se ensina política.
    As aulas de filosofia muitas vezes só tratam da história da filosofia, não ensinam a pensar.

    Quem frequenta igrejas e critica o coletivismo não é mau-caráter, apenas está desorientado, perdido.

    Já os padres e pastores que criticam programas sociais somente por não simpatizarem com um partido, esses sim são canalhas, fariseus e falsos profetas.
    Iguais aos que perseguiram e mataram Jesus."

    ResponderExcluir
  18. "A propaganda liberal é sedutora.
    "Trabalhe enquanto os outros dormem e consiga o que eles não conseguiram"
    O dono da Riachuelo nunca trabalhou pra conseguir o que tem, muito menos enquanto você dormia.

    "Se você quer, você pode, basta se esforçar"
    Quantos você conhece ficaram ricos começando do zero, sem paitrocínio, sem herança e sem explorar?

    Não se confunda: ser rico não é poder comprar um carro ou financiar uma casa. Nem mesmo ter uma pequena empresa.

    Henry Ford criou a linha de produção para baratear os preços dos automóveis. Assim seus empregados poderíam comprar um carro também. Então, ter um veículo não faz ninguém deixar de ser peão.

    Mas é possível pensar no coletivo e ainda poder realizar o sonho de ter um carro e uma casa.

    "Ah mas a esquerda fez Cuba ficar na miséria."
    Não. Foi o embargo americano que tentou empurrar Cuba à pobreza e com isso tentar culpar o socialismo.

    Na Líbia, Muammar Kadhafi construía casas, universidades e subsidiava carros pra população com o dinheiro do petróleo. Proprietários e construtoras não conseguiam mais explorar o povo como antes. O país alcançou o maior IDH do continente africano e não parava de crescer, mas uma pequena elite já não lucrava com a miséria do povo.

    O socialismo não empobreceu essa nação, só enriqueceu. Mas a mídia não noticiou dessa forma. No Ocidente, Kadhafi era retratado como um ditador sanguinário, apesar de ter chegado ao poder sem derramar uma gota de sangue.

    Usando excesso de propaganda e notícias falsas, 42 países ajudaram os EUA invadirem a Líbia para 'trazê-la à democracia'. Tomaram o petróleo e hoje o país está nas mãos de terroristas e traficantes de escravos.

    Não caia no conto da mídia.
    Ninguém precisa odiar os mais necessitados, os índios, negros, nordestinos, homossexuais etc. para ter uma vida melhor.

    É possível ter uma vida melhor e todos conseguirem isso também.
    A esquerda já provou isso. No Brasil e no mundo.

    Ninguém odiou Lula por ter feito um mau governo (ele entregou o mandato com 87% de aprovação).
    Nem por causa do mensalão dos congressistas de sua época (Temer e FHC compraram deputados e ninguém berra por isso).
    O ódio a ele é anterior a isso. Antes mesmo dele conseguir qualquer mandato.

    Entendo que pra alguns é difícil aceitar um nordestino, deficiente e semi-analfabeto ter tanto sucesso enquanto muitos que se consideram 'bem-nascidos' passam a vida anônimos.

    Isso acontece pois falamos muito em Jesus, porém pensamos pouco (ou nunca) em amar o próximo como a nós mesmos.

    No entanto, a esquerda é maior que Lula.
    Você pode continuar não gostando dele e até acreditando que ele roubou.

    Mas não ignore: se você se considera cristão, coletivista, você também é de esquerda e apenas não sabe ainda.
    Nada de anormal nisso. Há muita gente interessada que você continue não sabendo."

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu nem precisei ler metade do texto para dispensar o resto, o problema é que o sujeito simplesmente desconhece o que é direita e esquerda e por isso ataca espantalhos do início ao fim. Não sei se faz isso por burrice, por ignorância ou por desonestidade mesmo (vindo de um esquerdista eu apostaria fácil em qualquer um dos três, então é difícil dizer), mas se você classificar esquerda como "o que é bom para todo mundo" e direita como "o que é bom só pra um e o resto todo se ferra", até eu seria um esquerdista. Mas é claro que essa é uma distorção que foge à realidade, pois direita e esquerda não são aquilo que nós queremos que seja, é o que a realidade nos mostra. E o que a realidade nos mostra? O que é clarividente para qualquer pessoa com mais de dois neurônios na cabeça é que esquerdismo consiste em:

      1) Defesa das drogas.

      2) Defesa do aborto.

      3) Defesa da agenda e militância LGBT.

      4) Defesa da ideologia de gênero.

      5) Defesa da prostituição e imoralidades gerais.

      6) Defesa de bandido e demonização da polícia.

      7) Defesa de um modelo obsoleto que não deu certo em lugar nenhum (socialismo).

      8) Em favor do desarmamento das pessoas de bem (e do armamento de bandidos).

      9) Contra a maioridade penal (i.e, a favor de jovens infratores).

      10) Em favor da igualdade no conceito socialista do termo (i.e, todos iguais na miséria, exceto o ditador e a família do ditador).

      11) Contra a democracia (nenhum país socialista já teve eleição popular).

      12) Em favor de um Estado grande, gigante, autoritário e intervencionista.

      13) Em favor de mais e mais impostos.

      14) Em favor de estatizações ridículas que só servem a empobrecer o próprio povo.

      15) Contra o lucro, contra o progresso, contra empresários, contra qualquer coisa que implique em sucesso ou êxito pessoal ou comercial.

      16) Contra a corrupção, exceto se for dos "camaradas" do próprio partido (ex: Lula e Dirceu).

      17) Contra o livre mercado, em favor de taxações, contra as liberdades comerciais, em favor de protecionismos.

      18) Estímulo à luta de classes, à desordem, à rebelião civil, à revolução, ao fim da autoridade, à anarquia, ao caos.

      19) 100% contra a liberdade de expressão (TODOS os países socialistas cercearam as liberdades alheias e fizeram multidões de presos políticos e gente chacinada).

      20) 100% fechados ao diálogo; só dialogam com direitistas "na ponta do fuzil" (segundo eles mesmos), só sabem trabalhar com espantalhos e difamações sem fim, não tem um mínimo interesse pela verdade ou pelo bem de quem pensa diferente deles.

      Se estou mentindo, me mostre qualquer evidência que contrarie qualquer um destes 20 pontos, provando que a esquerda não os defende (mas tem que ser a esquerda REAL, essa dos partidos políticos, da militância estudantil, dos centros acadêmicos, das páginas da web, dos "intelectuais" vestidos de vermelho, e não uma esquerda imaginária e fantasiosa que só existe na cabeça utópica de alguém).

      Excluir
    2. Sou outro anônimo. Não concordo totalmente com o outro anônimo. Acho que vocês dois têm parte da razão. Mas fica a pergunta: E o que a realidade nos mostra que a DIREITA REAL é?

      Excluir
    3. Será mesmo que Kadafi nunca derramou uma gota de sangue? Será que ela era um pobre coitado, que buscava melhorar a vida de todos e foi vítima dos Estados Unidos? Só sendo muito ingênuo pra acreditar nisso.

      https://istoe.com.br/252800_AS+ATROCIDADES+DE+KADAFI/

      https://oglobo.globo.com/mundo/kadafi-ditador-obcecado-por-sexo-abusos-6470188

      https://noticias.uol.com.br/internacional/ultimas-noticias/2011/11/16/escrava-sexual-de-gaddafi-relata-seu-calvario-ao-jornal-le-monde-leia-a-integra-da-materia.htm

      Percebe como esquerdistas são canalhas? Eles pegam um ditador sanguinário e o idolatram como se ele fosse um Jesus Cristo, veja por exemplo Che Guevara e Fidel Castro.

      Perceba que de formar "sublimar" o texto faz uma pessoa ingênua chegar as seguintes conclusões:

      1º Se você é cristão automaticamente é de esquerda, mesmo sem saber.

      2º Jesus era comunista, apesar dessa ideologia não existir na época, ele defendia as mesmas coisas dos comunistas, ele repartia o pão e nos ensinava a amar o próximo, assim como os comunistas.

      3º Lula é inocente e injustiçado porque defende os pobres, negros, nordestinos e homossexuais. Afinal ele tinha 87% de aprovação durante seu mandato, isso significa que ele era um presidente muito bom para ter tanta aprovação.

      4º Se uma pessoa é de direita/conservadora/liberal ela é "fascista" que só pensa em si mesma, é o pior tipo de pessoa que existe, afinal ela é individualista e não coletivista.

      5º "padres e pastores que criticam programas sociais somente por não simpatizarem com um partido, esses sim são canalhas, fariseus e falsos profetas. Iguais aos que perseguiram e mataram Jesus.". Por qual motivo em todos os países comunistas os padres e pastores foram perseguidos, torturados e mortos? Porque canalhas, fariseus e falsos profetas que mataram um inocente como Jesus merecem a morte.

      6º Cuba não está na miséria, não parou nos anos 60, porque o socialismo a levou a isso, mas porque os Estados Unidos a levaram a isso, colocando embargos em cuba.

      Excluir
    4. "Sou outro anônimo. Não concordo totalmente com o outro anônimo. Acho que vocês dois têm parte da razão. Mas fica a pergunta: E o que a realidade nos mostra que a DIREITA REAL é?"

      Eu reconheço que a "direita real" (ou pelo menos a mais atuante) aqui no Brasil também é uma bela de uma porcaria, eu nunca escondi ou omiti isso quando questionado a respeito, mas eu não sigo uma direita utópica ou fantasiada da minha cabeça, mas a direita padrão americano/inglês.

      Excluir
    5. Repito a pergunta, então: o que a realidade nos mostra que a direita americana/inglesa real é?

      Excluir
    6. Lucas, vendo o comentário desse figura aí em cima (o tal do Victor Ferreira), o que você pensa de Hans Hermann Hoppe e da remoção física? A gente pega o Victor, bota num helicóptero e despacha pro mar, com uma pedra atada no pescoço. Além desse demente estar defendendo político, ainda por cima defende um esquerdista e corrupto usando OS PIORES ARGUMENTOS POSSÍVEIS!!!!! Se ele dissesse que quer o Lula solto porque foi estuprado pelo Lula numa prisão em 1975 e gostou, ainda seria mais aceitável do que essa merda que ele escreveu. Cada parágrafo é simplesmente nojento! Lucas, VOCÊ ENTENDE AGORA POR QUE EXISTEM ANCAPS???? É por causa do Victor! Não somos rebeldes sem causa, nem um bando de modinhas. Somos assim por causa de gente que nem o Victor Ferreira!! "Aaainn eu penso muito no próximo, sou muito cristão e mansinho, a esquerda só quer paz e amor e por isso precisamos de um estado forte que assalte o povo pra distribuir a riqueza dos que produzem para aqueles que nada produzem. Sou muito cristão :)". Agora você sabe, Lucas! Da próxima vez que se perguntar o que se passa na cabeça de um ancap, pensa no comentário do Victor Ferreira! Aí você vai entender por que existem ancaps. "Aaain você odeia pobre, é individualista, ame o próximo, se foda de tanto trabalhar pra pagar um mesada pro governo, faça isso pelo bem dos necessitados!!"... Sabe, é isso que me faz querer viver numa ilha cercada de tubarões com praias cheias de campos minados e com casamatas munidas de Brownings .50 e RPGs, torcendo pra um socialista do MST querer vir "trabalhar" na minha terra... Meu irmão (desculpa, Lucas, sei que você não gosta disso), que se FODA essa sua mentalidade coletivista, essa sua "consciência social", essa sua síndrome de ovelinha caridosa. Ninguém quer você como herói, ninguém acredita em palhaços que nem você na política, você é um bonequinho de ideólogos materialistas, ninguém mais acredita nas suas boas intenções. O mundo parou de acreditar nas boas intenções da esquerda. Quer demonstrar seu amor pela sociedade e pelo coletivo? Vai arranjar um emprego! Essa super institucionalização tem transformado pessoas em animais. "Ain, no momento em que eu pago meu imposto, que é o preço por uma sociedade civilizada e não tem nada a ver com engordar os burocratas do estado, esse dinheiro não é mais meu: ele pertence a um coletivo que o utilizará, por intermédio de governantes democraticamente eleitos, para corrigir os efeitos das desigualdades geradas pelo egoísmo e ganância do capital, visando o bem de toda a sociedade, hihihihihihi....". Qual o próximo passo? Acabar com a propriedade privada? Tomar casas, empresas, até o rabo do povo e declarar que tudo é do governo? Vai capinar um lote, seu vagabundo. Vai descarregar um caminhão, lavar banheiros, vai ser útil. Todo socialista é um vagabundo. O sonho dele é trabalhar no governo, parasitando o dinheiro dos outros, engordando as custas do povo.

      Excluir
    7. Desculpa, Lucas

      Excluir
    8. "Repito a pergunta, então: o que a realidade nos mostra que a direita americana/inglesa real é?"

      Bem melhor que a esquerda de qualquer lugar.

      "Lucas, vendo o comentário desse figura aí em cima (o tal do Victor Ferreira), o que você pensa de Hans Hermann Hoppe e da remoção física? A gente pega o Victor, bota num helicóptero e despacha pro mar, com uma pedra atada no pescoço..."

      Calma, cara. O Vitor não pensa assim, ele apenas passou o texto que um contato dele do wtt passou pra ele e pediu para eu comentar a respeito (leia os comentários anteriores dele, o post foi feito em três partes). E eu não tenho helicóptero, então nem adiantaria.

      Excluir
    9. "Bem melhor que a esquerda de qualquer lugar."
      Tá, mas descreve antes, como você fez com a esquerda.

      "precisamos de um estado forte que assalte o povo pra distribuir a riqueza dos que produzem para aqueles que nada produzem."

      O problema da sua análise é o seguinte: capitalistas não produzem nada, quem produz é o trabalhador usando o capital que é mantido privadamente através da violência (e do estado).

      Ancap, capitalistas não produzem riqueza, eles roubam do trabalhador. Ladrão que rouba ladrão...

      "é isso que me faz querer viver numa ilha cercada de tubarões com praias cheias de campos minados e com casamatas munidas de Brownings .50 e RPGs, torcendo pra um socialista do MST querer vir "trabalhar" na minha terra..." Você acabou de descrever os EUA.

      Excluir
    10. Nossa !! Ufa, coração até desacelerou.. Victor, esquece tudo... Não foi pra você.

      Excluir
    11. "Post foi dividido em três partes", e é óbvio que eu só li as duas últimas e fiquei espumando pela boca a toa

      Excluir
    12. "Tá, mas descreve antes, como você fez com a esquerda"

      É só pegar o que eu disse da esquerda e inverter.

      ""Post foi dividido em três partes", e é óbvio que eu só li as duas últimas e fiquei espumando pela boca a toa"

      É, mas pelo jeito você vai espumar mais agora, olha o comentário anterior dirigido a você... não vou nem interferir, se virem aí.

      Excluir
    13. Não entendi muito bem a quem se dirigiu o comentário do anônimo acima mas como ele falou muita abobrinha, me parafraseou e "me respondeu" dizendo que capitalistas não geram riquezas, senti-me no dever cristão de exorciza-lo.

      "O problema da sua análise é o seguinte: capitalistas não produzem nada, quem produz é o trabalhador usando o capital que é mantido privadamente através da violência [???] (e do estado)."

      Tudo bem, entendi que você é o tipo do retardado que acredita que é o governo que garante o direito a propriedade, e que estado ainda força as pessoas ao escrutínio de serem obrigadas a ficar com que já é delas (!). Eu sei que você não vai entender mas eu vou tentar explicar: existem direitos de três dimensões distintas dentro do escopo jurídico. Os primeiros direitos, de primeira dimensão, são os chamados direitos NEGATIVOS: eles não precisam ser positivados, pois são a garantia da existência dos direitos descendentes. Os direitos negativos são geralmente tidos como: vida, liberdade e propriedade. Sem vida, nada existe, nem o legislador, nem o cidadão, absolutamente nada. A liberdade é proveniente do arbítrio, das diferenças físicas e metafísicas das pessoas e da incapacidade de se garantir o determinismo absoluto sobre seus atos. A liberdade é decorrente dos pensamentos fluídos e da capacidade intelectual e isso se estende até pessoas como você, que não tem nenhum dos dois. A propriedade é proveniente daquilo que o homem faz de si mesmo, da sua força de trabalho e do uso de seu intelecto. É IMPOSSÍVEL SER CONTRA A PROPRIEDADE PRIVADA SEM CAIR NUMA CONTRADIÇÃO PERFORMÁTICA: no momento em que você se diz contra a propriedade privada, abre mão da sua primeira propriedade: você mesmo. Você deixa de ser humano e se torna um elemento natural encontrado na natureza, sem curso de ação nem vontade. Não muito diferente de uma pedra. Mas se você realmente é contra a propriedade privada independentemente dela ser ou não garantida por um governo, eu tenho a solução para isso: abra mão de todas as suas propriedades! Vá viver no campo, vire um eremita! Vai fazer mais bem pra sociedade como um todo que vai poder se livrar de você.

      "Ancap, capitalistas não produzem riqueza, eles roubam do trabalhador. Ladrão que rouba ladrão...".

      Eu sei que é um pouco difícil pra um comunista entender o livre-arbítrio (e moralidade em geral) mas... O trabalhador ESCOLHEU ESTAR LÁ, desde o momento em que assinou o contrato. Portanto, sendo um contrato mutuamente aceito por ambas as partes, não há crime! O crime seria se houvesse uma intervenção nesse contrato. Se ambas as partes concordam, não há coerção. Logo, não há roubo! Quando você arranjar um emprego vai saber do estou falando. E vai saber que seu chefe não está te roubando, e principalmente: vai aprender a respeitar contratos, a respeitar quem lhe confiou um trabalho previsto numa cláusula que VOCÊ assinou... Enfim: Vai virar homem. Vai virar gente respeitável e deixar de ser um pária.

      Enfim, eu estou relendo tudo aqui pra ter certeza de que eu peguei o fio da meada.

      Excluir
    14. Se não acabo xingando mais um inocente

      Excluir
    15. "É só pegar o que eu disse da esquerda e inverter."
      De onde você pega as informações da realidade da direita americana/inglesa? De um panfleto de propaganda da direita? Você não está ciente de nenhum podre da direita? Em que mundo você vive?

      Excluir
    16. Amigo do Banzolão18 de julho de 2018 00:25

      Eu também não vou interferir. Rapazes, façam uma luta justa, sem golpes baixos :)

      Excluir
    17. "De onde você pega as informações da realidade da direita americana/inglesa? De um panfleto de propaganda da direita?"

      Não, lendo livros e assistindo debates. E você, de onde aprendeu a ser tão malcriado? Nasceu assim mesmo?

      "Você não está ciente de nenhum podre da direita?"

      Sim, pobres de políticos de direita e de ideologias de extrema-direita, quando foi que eu neguei?

      "Em que mundo você vive?"

      No mundo em que um anônimo tosco faz perguntas imbecis como essa.

      Excluir
    18. Amigo do Banzolão18 de julho de 2018 13:13

      Banzolão, você ficou com raiva do que eu disse? Nem sequer liberou :(

      Excluir
    19. Qual comentário? O comment acima eu não tinha liberado ainda porque foi feito de madrugada e eu já tinha fechado o painel do blog. Se foi algum outro, não chegou :/

      Excluir
    20. Amigo do Banzolão18 de julho de 2018 18:29

      "eu não tinha liberado ainda porque foi feito de madrugada e eu já tinha fechado o painel do blog"

      aaaah! Entendi. Era esse:

      "Eu também não vou interferir. Rapazes, façam uma luta justa, sem golpes baixos :)"

      Eu brinquei assim por que os caras estavam bravos uns com os outros. Se fosse pessoalmente, acho que iriam sair no soco kkkk.

      Excluir
    21. "no momento em que você se diz contra a propriedade privada, abre mão da sua primeira propriedade: você mesmo. "
      Eu sou contra a propriedade privada DO CAPITAL, não a propriedade pessoal, não propriedade de bens de consumo realmente consumidos por você.
      Mas mesmo que eu entre nessa viagem com você, qual o problema em abrir mão da sua propriedade sobre si mesmo? Eu estou colocando-me à disposição do meu semelhante. Toda mãe, todo pai, por exemplo, faz isso. A gente tá sempre escolhendo ser egoísta (como um capitalista), ou altruísta. E eu posso até escolher atender minhas necessidades para continuar vivo (não me abandonar, como você parece sugerir), para continuar sendo útil ao meu semelhante, para con-viver com ele (ou seja, "abrir mão da sua primeira propriedade" não significa até nesse sentido mais radical deixar de fazer coisas para si). Se eu não cuidar de mim (das minhas necessidades, não das minhas lúxurias, não, por exemplo, cuidar que eu assista todos os jogos do SP no ano), não vou poder ser de algum serviço para os outros (e isso inclui até um pouco de diversão). Eu quero viver em sociedade. O capitalista é anti-social.
      Na verdade, no seu "sistema", não há nenhum direito à vida, à propriedade e à liberdade.
      O trabalhador ESCOLHE manter a propriedade do capital privada? Por que tantos guardas então? O capitalista explora uma situação vantajosa para ele, que ele, assim como o trabalhador, encontra já estabelecida no mundo, explora a necessidade de sobrevivência de outro ser humano. O ser humano precisa trabalhar pra viver, mas não precisa trabalhar para alguém para sobreviver. O capitalista parasita o trabalhador.
      E note que tudo que você falou para mim, os estatistas costumam falar para os anarquistas, tipo "se não gosta, vá viver no mato", "você escolheu "assinar um contrato social" quando decidiu ficar aqui depois de uma certa idade", e você sabe que isso é bobagem que o lobo diz para a ovelha. Se você não está escolhendo ser brasileiro, o trabalhador não está escolhendo sustentar o capitalista. Há coerção sim. Ou trabalha pro capitalista ou morre de fome.
      Outra coisa em resposta ao que vc disse: se eu sou contra a propriedade privada do capital em geral, eu não sou contra só a minha propriedade privada do capital, então eu não entregaria a mim mesmo, ou qualquer coisa que eu tenha para alguém exercer essa propriedade privada que eu sou contra. E eu não tenho propriedade privada de capital, eu não exploro trabalhador nenhum, eu não sou capitalista. Então não há nem contradição entre meu comportamento e minha fala. Eu tenho propriedade sobre alguns bens de consumo, e eu acho até que eles não são meus em sentido absoluto. Se passar algum necessitado real pedindo pão, o pão "deixa de" ser "meu", o pão é dele. Se eu estiver necessitado, e você tá cheio de pão na sua casa, não é roubo eu pegar um pra matar a fome.
      Pra você, parece que há duas opções: proprietário ou propriedade, dominador ou dominado. Se eu não sou proprietário, sou uma ferramenta, no máximo, ou lixo. Não é assim. Você pode cooperar também. Eu sei que a sociedade capitalista ensina a competição, a luta, a guerra, a violência, a lei dos mais forte, esse darwinismo social, mas isso é simplesmente um hábito mental incutido em nós desde criança, por mil e um meios. Assim como o Estado, que pra você é simplesmente uma superstição.

      Excluir
  19. Olá. O fascismo era de direita ou de esquerda?

    Desde já, agradeço pela resposta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, em minha opinião era de esquerda, porque quem defende hoje os princípios fascistas são os esquerdistas (desde que se tome direita como sinônimo de Estado enxuto e liberal, e esquerda como um Estado grande e intervencionista). No vídeo abaixo eu abordo isso:

      https://www.youtube.com/watch?v=TwMZO9MvbzM

      Excluir
  20. Lucas, muito bom artigo e Gostei muito da argumentação (Embora discorde de algumas).

    Mudando de assunto, Lucas recentemente vi um vídeo que fala que o atual presidente da França (Emmanuel Macron) tem a possibilidade de ser o Anticristo . Qual a sua opinião sobre isso? vou deixar o vídeo e vc analisa e diga o que achou.

    Link do vídeo: https://youtu.be/cpP0q_8ie7A

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já me perguntaram sobre o Macron um montão de vezes, minha resposta é sempre a mesma: eu acho ele sim um potencial anticristo SE Jesus voltar nestes próximos anos, mas pode ser que Jesus ainda demore mais um tanto pra voltar (talvez décadas, ou então séculos), e neste caso Macron sairia de cena e viriam outros potenciais "candidatos" a anticristo (como tantos que já passaram até hoje). Então por mais que eu não possa negar que veja o Macron como um cara realmente "suspeito", eu jamais iria martelar aqui que ele é o anticristo, seria irresponsabilidade de minha parte (tanto quanto seria martelar dizendo que ele não é). Sobre o vídeo que você me passou, o que eu acho bem patético é esse cara falar isso depois que a Copa acabou e a França venceu, por que não disse isso antes da Copa começar? Não há nada mais odiável que "profetas" que profetizam o passado, por isso essas teorias de conspiração não vão pra frente, eles nunca são capazes de fazer previsões do futuro com um padrão mínimo de precisão, sempre se limitam a "profetizar" o que já aconteceu.

      Excluir
  21. Irmão Lucas, bom dia, quero parabenizá-lo pelo excelente artigo, muito bom e eu estava precisando ler algo do tipo, vindo de uma pessoa que admiro e respeito sem te conhecer pessoalmente. Valeu.....

    ResponderExcluir
  22. Lucas, o que você acha do batismo de bebês?
    Eu particularmente acho errado, porém minha família usa o argumento de que a crisma é a renovação do batismo..
    E nao adianta falar para eles que tipo nao tá na bíblia..

    Você acha que tem algum versículo que refuta isso?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, na verdade se eles que afirmam a existência do crisma, cabe a eles o ônus da prova de mostrar qualquer evidência de que Jesus ou os apóstolos o ensinaram isso, quando na verdade tal coisa não é ensinada nem na Bíblia e nem nos escritos patrísticos. Sobre o batismo infantil em si, eu escrevi estes artigos os quais recomendo:

      http://heresiascatolicas.blogspot.com/2012/08/devemos-batizar-os-bebes.html

      http://heresiascatolicas.blogspot.com/2013/08/o-batismo-e-circuncisao.html

      http://heresiascatolicas.blogspot.com/2015/11/o-batismo-por-imersao-na-igreja.html

      http://heresiascatolicas.blogspot.com/2017/05/todos-de-sua-casa-foram-batizados-prova.html

      http://heresiascatolicas.blogspot.com/2015/04/o-batismo-infantil-foi-praticado-pela.html

      http://respostascristas.blogspot.com/2017/11/o-batismo-infantil-e-os-pais-da-igreja.html

      Excluir
  23. Lucas, se você pedir pra Deus tirar algo seu se você pecar, e você pecar , ele vai tirar ou vai considerar como voto de Tolo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um voto de tolo sim, mas se Deus quiser ele pode tirar independentemente do seu voto.

      Excluir
  24. Lucas, vc poderia responder esse vídeo onde tentam refutar a doutrina da Trindade?

    Link do vídeo: https://youtu.be/Yr5rYoA9ZH4

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Abri o vídeo e me deparei com o mesmo cara que disse que Eva fez sexo com a serpente e dela gerou sua descendência, e que não grava mais vídeo desde a sua profecia de que Jesus voltaria em 23 de setembro (do ano passado). Ou seja, um jênio.

      Você pode ver a refutação a todos os argumentos dele aqui:

      http://www.ia-cs.com/2014/04/testemunhas-de-jeova.html

      Excluir
  25. Não existe desigrejado, uma vez que quando a pessoa entra para o corpo de Cristo e permanece crendo em Cristo, ela continua cristã. O que existe são pessoas que não vão em denominações. É perfeitamente possível uma pessoal ter uma vida reta e cristão sem frequentar denominações, desde que ela tenha uma confiança em Deus e leia e estude a Bíblia, além de se dedicar a uma vida de oração. E essa pessoa pode muito bem ser salva como as que frequentam denominações.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concorda com esse comentário Banzoli?

      Excluir
    2. Eu concordo com esse outro comentário:

      "Não deixemos de reunir-nos como igreja, segundo o costume de alguns, mas encorajemo-nos uns aos outros, ainda mais quando vocês vêem que se aproxima o Dia" (Hebreus 10:25)

      Excluir
    3. Vou comentar, apesar de não saber se vc vai aprovar ou responder meu comentário, visto que expliquei isso aqui já e vc não aprovou. Mas vamos lá:

      O fato da pessoa não frequentar uma denominação não significa que ela não pertence a Jesus ou que ela não será salva. A principal comunhão que a pessoa deve ter é com Deus e isso é entre ela e Deus. Aliás, é isso que importa. Não existe NINGUÉM "desigrejado", pois é IMPOSSÍVEL, uma vez já estar no corpo do Cordeiro, sair dele! Ninguém sai do corpo, pois é uma nova criatura e tudo se fez novo (2 Co 5.17)."Não deixemos de congregar-nos, como é costume de alguns" (Hb 10.25). O termo "congregar-nos" é "ἐπισυναγωγὴν" ("epi" = do alto; "synagogen" = ajuntamento). Não tem nada a ver com ir em templos de pedra ou denominações, mas refere-se a algo ESPIRITUAL!

      E olha que eu nem entrei no assunto de cada denominação hoje se fazer como um templo de Jerusalém e pedir dízimo pros ignorantes.

      É certo que Deus deu a Israel instruções precisas sobre o local onde queria ser adorado. Não era para eles imitarem os pagãos, que adoravam a seus deuses onde e como bem entendessem, mas os israelitas deviam buscar “o local que o Senhor, o seu Deus, escolhesse dentre todas as tribos para ali pôr o seu nome para sua habitação.” (Dt 12:5). Não haveria outro nome e não haveria outro lugar onde Deus pudesse ser adorado. Deus ainda os alertou: “Tenham o cuidado de não sacrificar os seus holocaustos em qualquer lugar que lhes agrade. Ofereçam-nos somente no local que o Senhor escolher.” (Dt 12:13-14). Esse lugar seria o Templo construído em Jerusalém por direção divina. Somente ali o povo deveria adorar.

      Quando Jesus esteve aqui revelou uma mudança radical que estava para acontecer. Diante da afirmação da mulher samaritana de que os “judeus dizem que Jerusalém é o lugar onde se deve adorar”, ele declarou: “Está próxima a hora em que vocês não adorarão o Pai nem neste monte, nem em Jerusalém... está chegando a hora, e de fato já chegou, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade... Deus é espírito, e é necessário que os seus adoradores o adorem em espírito e em verdade”. (Jo 4:20-23). Mais tarde Deus permitiria a destruição total do Templo de Jerusalém, pondo um fim ao modelo judaico de adoração, e a epístola aos Hebreus comprova isso.

      Hoje não temos um templo onde adorar e nem estamos separados da presença de Deus por um véu como os judeus estavam. “Temos plena confiança para entrar no Santo dos Santos pelo sangue de Jesus, por um novo e vivo caminho que ele nos abriu por meio do véu, isto é, do seu corpo.” (Hb 10:19-20). Embora não exista um lugar físico de adoração, o princípio de que é o nome do Senhor que valida o lugar permanece. “Porque, onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles.” (Mt 18:20). A ordem para hoje é clara: “Saiamos até ele [Jesus], fora do acampamento” (Hb 13:13), ou sistema judaico. Mas aonde ir? Perguntando ao Senhor, como os discípulos fizeram: “Onde queres que a preparemos?” (Lc 22:9).

      Excluir
    4. Típico desigrejado: não lê nada do artigo em que comenta (onde já expliquei tudo isso), vai pro Google, faz control c + control v descaradamente de um texto do Mário Persona (link abaixo) e ainda acha que "refutou" alguma coisa enquanto ataca a um espantalho que jamais foi defendido neste artigo (a simples leitura do penúltimo parágrafo do artigo já seria o suficiente para nos poupar disso).

      http://www.3minutos.net/2015/03/614-fim-dos-templos.html

      Excluir
  26. "O que dizer sobre os desigrejados?" Simples, Hereges que além não mal saberem a diferença uma igreja Tradicional, Pentecostal ou Neo-Pentecostal sempre acabam defendendo heresias satânicas por não terem amparo de nenhuma comunidade cristã.
    Basta vermos no Youtube que a maior parte desses canais "conspiracionistas" são formado por desigrejados, sempre defendendo heresia com negação da Trindade, a Negação da Divindade de Cristo ou então teorias malucas como conspiração "Judaico Sionista-maçônica" que pretende dominar o mundo. É muita Loucura, mas que uma boa leitura da Bíblia acompanhada pela Patrística ou pelos Grandes Pensadores Reforma não resolva.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "uma boa leitura da Bíblia acompanhada pela Patrística ou pelos Grandes Pensadores Reforma" E Sola Scriptura?

      Excluir
    2. E o que tem a ver? Sola Scriptura não tem nada a ver com não poder ler outros livros, não sei da onde você tirou isso, mas com certeza dos reformadores não foi.

      Excluir
    3. Mas a Sola Scriptura diz que a Bíblia serve para resolver dúvidas, ou até mesmo serve contra todo o consenso da "Patrística" e dos "Grandes Reformadores". Assistam o filme Lutero e vejam como vocês soam como os católicos!

      Excluir
    4. Sim, mas existem livros cristãos úteis e edificantes que podem ajudar a esclarecer questões bíblicas. Até este site que você lê há sabe-se lá quanto tempo tem essa finalidade, em caso contrário você não estaria aqui e nem eu escreveria nada. E por favor, não dê esse mal exemplo citando Lutero por causa de um filme, porque qualquer pessoa que tenha lido Lutero qualquer vez na vida consegue perceber como ele lia, estudava e citava obras patrísticas e de filósofos e estudiosos cristãos, nem de longe ele lia só a Bíblia. Então se você quer ler só a Bíblia e recusar todo o resto blz, não vou te impedir, mas por favor não cite este ou aquele autor em seu favor, quando você desconhece completamente sua bibliografia.

      Excluir
    5. Não é mau exemplo citar o filme Lutero, lá tem uma frase que se aplica exatamente a esse caso. Se o Lutero da vida real não praticou o que pregou, ou não pregou no resto da sua vida consistemente com o impulso original da Reforma, é outra história. Eu citei uma cena de filme, que pode até ser ficção ou romantizada. Inclusive nessa cena Lutero diz que concílios e os padres da igreja se contradizem, e por isso não merecem confiança.

      Excluir
    6. Você que está deturpando grosseiramente as palavras de Lutero (e as minhas também). Eu não disse que Lutero tomava os concílios e a patrística como AUTORIDADE FINAL e definitiva, nem o Gabriel do comentário que você rebateu afirmou tal coisa. Eu disse que Lutero lia e estudava esses documentos como qualquer outro erudito de seu tempo, mesmo porque eles servem de fonte histórica e em alguns casos podem ajudar a entender textos e acontecimentos bíblicos. Portanto é totalmente imbecil sair por aí dizendo que se crê na Sola Scriptura não pode ler nenhum outro livro a não ser a Bíblia, isso nunca foi Sola Scriptura, se você acha que Sola Scriptura é isso é porque nunca entendeu nada, não me venha distorcer Lutero para este fim. Eu duvido que você nunca tenha lido outro livro além da Bíblia, e se este for o caso, eu só lamento.

      PS: não vou mais prolongar essa discussão, já ficou bem claro o ponto aqui, se insistir em ficar repetindo que a Sola Scriptura proíbe o estudo de outros livros eu vou simplesmente suprimir o comentário e não perder mais tempo com isso.

      Excluir
  27. Olá novamente Lucas. Como vai? Creio que você já respondeu essa pergunta varias vezes, mas porque, exatamente, homossexualismo é considerado pecado? Não me leve a mal, creio sim que isso não é natural, mas normal.(tem uma diferença de natural e normal; basicamente: natural é como deveria ser(ex.:uma bola quicar); normal é que algo acontece na realidade nossa mas não sendo natural ou sim(ex.: um assassinato).

    Deus lhe ilumine!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem várias razões aqui:

      http://ateismorefutado.blogspot.com/2015/04/a-moral-humanista-secular-parte-2.html

      Abs!

      Excluir
  28. Amigo do Banzolão17 de julho de 2018 00:59

    Banzolão, que tal esse forrozinho? :)

    https://www.youtube.com/watch?v=s-lkdQEvXpc&list=PLYp43uNYx1rdEThhdtibutCr_HP7xUWoU&index=15

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se é forró não vou nem abrir.

      Excluir
    2. Amigo do Banzolão17 de julho de 2018 09:15

      "Se é forró não vou nem abrir"

      Que cara inimigo de forró! kkk

      Não julgue pela aparência. Abra pra você ver o que é :)

      Excluir
    3. Amigo do Banzolão17 de julho de 2018 17:27

      Que estilo é esse do Alan Walker? É música eletrônica?

      Excluir
    4. É o que parece. Eu até curto, mas não é meu estilo favorito.

      Excluir
    5. Amigo do Banzolão18 de julho de 2018 00:10

      O Alan Walker é um DJ norueguês bastante jovem, nasceu em 1997 (21 anos).

      https://pt.wikipedia.org/wiki/Alan_Walker

      Essa é uma das mais recentes dele:

      https://www.youtube.com/watch?v=xqCgZZyimhE

      Excluir
    6. Amigo do Banzolão18 de julho de 2018 13:09

      O que você achou da nova música do Alan Walker? :D

      Excluir
    7. Eu sempre caindo nessas pegadinhas... :(

      Excluir
    8. Amigo do Banzolão18 de julho de 2018 18:23

      Deixe eu adivinhar: você abriu o vídeo pensando que era o Alan Walker, viu que era forró, deu um salto da cadeira de tanto asco que você tem por forró, e em milésimos de segundo fechou o vídeo e foi tomar um calmante. Acertei? :)

      Excluir
    9. Amigo do Banzolão18 de julho de 2018 22:58

      kkkkk

      Excluir
  29. Você diria que você está na posição de professor quando escreve esses blogs? No seu entender, qual a relação dessa posição com a de pastor?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pastor é um cargo eclesiástico com a finalidade de cuidar das ovelhas, aconselhá-las espiritualmente, visitá-las sempre que necessário, resolver problemas pessoais e etc, vai muito além do que apenas pregar em um púlpito ou de escrever artigos como esses.

      Excluir
    2. Então um crente não-pastor pode ser professor da fé?

      Excluir
  30. Lucas me responda de forma objetiva a pergunta que tento me incomoda que é, se de fato a salvação não tem nada a ver com o batismo também por que em Mateus fala aquele que crer e for batizado será salvo,ou seja, do qual usa duas palavras juntas confissão e batismo?como conciliar esses duas palavras?Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Primeiro que esse verso provavelmente não faz parte da Bíblia original (os últimos doze versos de Marcos), segundo que a complementação do versículo não diz que "aquele que não for batizado será condenado", mas apenas que "aquele que não CRER será condenado". Então por mais que o batismo possa influenciar positivamente na salvação, a ausência dele não implica em perdição automática.

      Excluir
  31. Banzolão analise esse vídeo
    https://www.youtube.com/watch?v=9JTgVHPU-9Q

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu admito que não prestei muita atenção no vídeo (assisti enquanto respondia a outros comentários), mas concordo com o teor geral do vídeo.

      Excluir
  32. É verdade que Lutero acreditava que a salvação era também através do batismo do qual ele considerava dogma?a palavra CRER pode se referi também ao batismo, já que é muito importante na caminhada cristã?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O batismo é muito importante sim, é um dogma sim, influencia na salvação sim, mas não significa que necessariamente sem ele a pessoa tenha condenação automática (vide o caso do ladrão da cruz), eu já expliquei isso na minha outra resposta.

      Excluir
  33. Se a direita americana é contra imoralidade, como é que permitiram Trump ser candidato em primeiro lugar? É notório que o cara teve e tem uma vida dissoluta.

    Só 1 exemplo de muitos que eu vou estar te enviando, se você insistir que a direita americana é contra "prostituição e imoralidades gerais": "Long Lost Footage Shows Rudy Giuliani Dressed In Drag with Donald Trump" https://www.youtube.com/watch?v=Guve7Y856kY

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E o que você queria, que votassem na Hillary, que apoia o aborto até o nono mês de gravidez? Fala sério. A maioria desses "escândalos" foram revelados já no meio da corrida eleitoral, não tinha outra opção. Sem falar que a maioria dos próprios políticos republicanos ficaram contra o Trump na época e repudiaram as coisas que ele disse, você deve ter nascido ontem pra não se lembrar disso. O próprio Trump se retratou, justamente porque ele sabe que os conservadores americanos não aceitam esse tipo de comportamento. E nenhum presidente do mundo todo defende o Cristianismo publicamente mesmo depois de já ter sido eleito da forma como o Trump faz:

      https://www.youtube.com/watch?v=B5o4ALOgpgA

      Excluir

Deixe o seu comentário. Sua participação é importante e será publicada após passar pela moderação. Todos os tipos de comentários ou perguntas educadas sobre qualquer assunto são bem-vindas e serão respondidas cordialmente, mas comentários desrespeitosos não serão publicados. Confrontamentos e discussões são aceitos, desde que saia do anonimato.