6 de abril de 2018

68 Os prós e contras da Igreja em células


Para quem não sabe, a “Igreja em células” se refere a pequenos grupos de pessoas de uma mesma igreja que se reúnem na casa de um “líder de célula” para um culto diferente em algum dia durante a semana. Em relação ao culto padrão aos domingos é menor na duração, mas a principal diferença é que não se trata de uma única pessoa (um pastor) falando por uma hora sem parar, mas de um ambiente de interação entre os diferentes membros do grupo, onde cada um dá a sua opinião sobre os assuntos, discute as temáticas, acrescenta alguma coisa, pede oração e etc. Isso não significa que não haja alguém responsável pela pregação da Palavra, e sim que essa pregação não é um monólogo. Também não exclui e nem deve se sobrepor aos cultos em que a igreja toda se reúne a cada domingo.

A maioria das igrejas que adota este sistema o chama de “célula”, embora a primeira igreja que eu congreguei e vi adotando esse modelo o chamava de “grupo familiar”, e outras chamem de “grupos pequenos” ou nomes semelhantes. Mas o nome em si é o que menos importa. O que importa são seus prós e contras.


Prós:

Maior propensão de crescimento – O termo “célula” acabou pegando porque expressa bem o sentido de algo em constante crescimento e desenvolvimento, pois um dos propósitos de uma “célula” é crescer e se dividir em novas células, resultando assim no crescimento da Igreja. Uma célula tem uma propensão de crescimento maior que uma igreja comum porque o modus operandi é totalmente diferente. Enquanto na igreja comum a igreja fica aberta nos dias de culto e quem é de fora tem que tomar a iniciativa de entrar, nas células são os membros dos grupos que vão atrás dos de fora e os convidam a participar da reunião. Assim, vizinhos, amigos e parentes descrentes que dificilmente pisariam o pé em uma igreja formal, visitam a célula na casa da pessoa e ocorrem muitos casos de conversões. Com o tempo, essas pessoas passam a frequentar a igreja também, e quando o grupo passa a ganhar muitos membros novos ele se divide em dois, para manter o propósito de grupos pequenos.

Mais comunhão e interação humana – Em se tratando de igrejas grandes que não funcionam no sistema de células, e até de igrejas nem tão grandes assim, é frequentemente comum os membros dessas igrejas não conhecerem uns aos outros, pois só se veem rapidamente aos domingos durante o horário de culto, participam ali e vão embora ao final. No máximo há uma ou outra conversa superficial ou formalidades (cumprimentos, “a paz do Senhor” e etc), mas não há verdadeira comunhão. Muitas vezes o irmãozinho que precisa de uma ajuda em qualquer questão particular precisa esperar um tempão na fila para conseguir um minutinho de conversa com o pastor, isso quando o pastor não dá no pé no final do culto para não ficar sobrecarregado. E é claro que um pouco de conversa não vai solucionar nada na vida de ninguém.

Com o sistema de células a coisa é bem diferente. Cada crente individual pode se integrar a alguma célula mais próxima da sua casa, e ali conhecer as pessoas de forma mais próxima, construir amizades e laços importantes para a vida toda, tirar todas as suas dúvidas, desabafar, contar os seus problemas, pedir oração e tudo mais que precisar. Há muito mais interação humana, muito mais comunhão, preserva muito mais o sentido bíblico da igreja como um corpo. Com a célula é muito mais difícil um cristão se sentir sozinho e abandonado em meio à multidão da igreja, o que também é importante para mantê-lo firme na fé em vez de construir laços mundanos.


Contras:

Líderes sobrecarregados – Talvez o principal problema do modelo de células sejam os fardos pesados que seus líderes geralmente tendem a carregar. Isso porque, na maior parte das igrejas, os líderes não são apenas pessoas que tem que abrir a casa no horário da célula e fazer uma pregação, mas principalmente visitar cada membro, cuidar de cada pessoa, solucionar cada problema, lidar com cada questão individualmente nos outros dias da semana, e isso demanda um tempo e esforço que muitos desses líderes não dispõem.

Diferentemente do pastor que é remunerado, vive disso e ganha para isso, o líder de célula é uma pessoa comum com trabalho, família e afazeres, sem ganhar um centavo para produzir todo esse esforço extra, que muitas vezes os sobrecarrega muito acima da conta. Em muitas igrejas também é comum os líderes de célula serem cobrados pela liderança da igreja quanto ao crescimento, tendo cotas e metas ridículas a cumprir, que só aumentam o fardo desnecessariamente. Crescimento é bom, mas não a obsessão pelo crescimento.

Líderes com pouco preparo – É verdade que este problema é crônico mesmo em se tratando de pastores propriamente ditos, pois é bastante sabido que muitas igrejas formam pastores de qualquer jeito, sem preparo ou qualificação relevante. Muitos deles jamais leram a Bíblia inteira alguma vez na vida. Mas se o nível pastoral já costuma ser baixo em muitas (mas não em todas) igrejas, a liderança de célula não costuma ser melhor. Muitos líderes de células são formados em um retiro de final de semana ou coisa do tipo. O resultado às vezes são células com pouco embasamento bíblico, para não dizer heréticas. Às vezes o crescimento excessivo de uma célula acaba resultando em uma nova igreja propriamente dita (não apenas em uma nova célula), o que não seria nenhum problema no caso da doutrina ali ensinada ser genuinamente cristã, mas por vezes resulta em seitas à la Caio Fábio.


Opinião

Muito mais poderia ser dito de prós e contras o sistema de células, mas meu posicionamento pessoal com relação a isso é que esse modelo pode ser bastante útil, desde que corrigidos seus equívocos e implementado corretamente. Para uma célula ser considerada saudável deve-se necessariamente preparar os líderes de maneira mais sólida e de modo algum sobrecarregá-los com múltiplas funções que em tese deveriam ser responsabilidade do pastor, a não ser que esses líderes sejam remunerados para isso também, extraindo do salário do próprio pastor (o que dificilmente será admitido).

Um líder de célula deve ser responsável pelo “culto familiar” e tudo o que o envolve durante aquele tempo de reunião, mas não de sair visitando todo mundo ou se responsabilizando integralmente por todos os problemas de cada indivíduo. Por razões óbvias, a célula é desnecessária em igrejas que já são pequenas, mas são importantes em igrejas médias ou grandes. A ideia de pequenos grupos se reunindo em casas é bastante familiar com a linguagem do Novo Testamento, pois a Igreja primitiva não se reunia em grandes templos ou mega-igrejas, mas em casas simples de crentes comuns, como os seguintes textos nos mostram:

“Saúdem Priscila e Áquila, meus colaboradores em Cristo Jesus. Arriscaram a vida por mim. Sou grato a eles; não apenas eu, mas todas as igrejas dos gentios. Saúdem também a igreja que se reúne na casa deles (Romanos 16:3-5)

“Saudai os irmãos de Laodicéia, e Ninfa, e à igreja que ela hospeda em sua casa (Colossenses 4:15)

“À irmã Áfia, e a Arquipo, nosso companheiro de lutas, e à igreja que está em tua casa (Filemom 1:2)

Lembrando que este artigo não tem nada a ver com G12, M12, MDA ou “métodos de discipulado” que muitas vezes fazem mais mal do que bem, servindo apenas para atrapalhar o modelo simples de célula que tem de tudo para funcionar sem essas problemáticas intromissões. Mas isso será assunto para um artigo futuro.

Paz a todos vocês que estão em Cristo.

Por Cristo e por Seu Reino,


- Siga-me no Facebook para estar por dentro das atualizações!


- Baixe e leia os meus livros clicando aqui.

- Acesse meu canal no YouTube clicando aqui.

ATENÇÃO: Sua colaboração é importante! Por isso, se você curtiu o artigo, nos ajude divulgando aos seus amigos e compartilhando em suas redes sociais (basta clicar nos ícones abaixo), e sinta-se à vontade para deixar um comentário no post :)

68 comentários:

  1. Olá Lucas. Eu faço parte de uma igreja em células, e estou simplesmente amando fazer parte de uma. É verdade que muitos líderes ficam sobrecarregados, mas, ultimamente, meu grupo tem tentado dividir a reflexão, tipo um dia eu levo a pregação, em outro encontro outra pessoa fala, etc pra não gerar peso (embora o líder da minha célula não se sinta assim, ele disse que gosta de separar um dia pra fazer a reflexão). É verdade tbm que, muitas das vezes, as pregações / reflexões não são muito bem fundamentadas (são mais simples, nem chegam a ser uma pregação de 2h por exemplo, vão no máximo até 30min), mas são boas a gente sempre aprende. Ai pra não ficar defasada nesse aspecto eu complemento vendo vídeos no Youtube de pregações mais completas, como as do Pr. Paulo Junior do canal Defesa do Evangelho. No mais, eu tenho gostado bastante da minha célula (inclusive a gente está combinando de fazer uma ação social para crianças carentes em breve), eu tenho mais comunhão com as pessoas e não passo tanta raiva como passei no passado com uns pastores meio picaretas...Enfim, muito legal o artigo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bacana o seu depoimento, acho que esse aí é o caminho, dividir as responsabilidades para não sobrecarregar um só. Também acho o modelo de células melhor que o sistema tradicional, no geral. Abs!

      Excluir
    2. Anônimo do Avalie7 de abril de 2018 18:30

      É verdade que a academia considera o nazismo de estrema direita?

      Excluir
    3. Anônimo do Avalie7 de abril de 2018 18:35

      Avalie: https://youtu.be/wAi4yDFB8jA

      Excluir
    4. Na época dos acontecimentos o nazismo era tido pela maioria dos acadêmicos como um regime de extrema-direita porque os parâmetros de direita e esquerda eram outros. Hoje em dia quem defende a maior parte das pautas nazistas são os de esquerda. Quanto a esse vídeo do Nando Moura, está correto no que disse.

      Excluir
    5. Anônimo do Avalie8 de abril de 2018 20:28

      Mas atualmente, a academia considera o nazismo como direita?
      O Icles, junto com o Pirula disse que essa discussão não existe na academia e que a academia considera o nazismo de estrema direita.

      Excluir
    6. Isso porque a grande maioria é de esquerda e por isso tende a não levar em consideração essa variação de conceituação de direita e esquerda.

      Excluir
  2. Oi Lucas, tudo bem, eu gostaria de saber se o seu próximo artigo poderia ser refutando aquele ateu que disse que os hebreus "plagiaram'" os sumérios.

    Graça e paz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você se refere ao carinha do último vídeo? Eu passei o link com um documentário extenso de horas e horas refutando essas mentiras com a análise de diversos estudiosos e especialistas, não creio ser necessário qualquer aprofundamento.

      Excluir
    2. Não Lucas, é o cara desse vídeo que eu vou te mandar:

      Link do vídeo: https://youtu.be/fg5z3DhPvQE

      Excluir
    3. O vídeo é muito fraco para merecer um artigo de refutação. Ele passa mais de 40 minutos pegando textos do AT dizendo basicamente a mesma coisa (que os hebreus ou algum hebreu cometeu idolatria com deuses pagãos) para tentar "provar" que os judeus eram politeístas. Qualquer pessoa que tenha lido o AT uma vez na vida que seja já consegue eliminar esse "problema", pois os hebreus desde sempre estiveram inclinados para a idolatria mesmo (adorando os deuses dos povos ao redor), é só isso que ele prova, o que todo mundo já sabe, e não que a BÍBLIA EM SI aprove o politeísmo, tanto é que ela condena expressamente esses atos idólatras cometidos por judeus individuais ou pela comunidade como um todo em épocas de mais degradação. Foi justamente em função dessa idolatria que Deus os castigou com os cativeiros da Assíria e da Babilônia. A crença do Judaísmo oficial presente nas páginas do Antigo Testamento sempre foi de adoração a um único Deus, a despeito de quando um israelita praticava atos idólatras contrariando a lei:

      "Vejam agora que eu sou o único, eu mesmo. NÃO HÁ DEUS ALÉM DE MIM. Faço morrer e faço viver, feri e curarei, e ninguém é capaz de livrar-se da minha mão" (Deuteronômio 32:39)

      ""Eu sou o Senhor; esse é o meu nome! Não darei a outro a minha glória nem a imagens o meu louvor" (Isaías 42:8)

      O próprio Deus já previa que o povo israelita poderia cair na idolatria quando disse:

      "Estabelecerei as suas fronteiras desde o mar Vermelho até o mar dos filisteus, e desde o deserto até o Rio. Entregarei em suas mãos os povos que vivem na terra, aos quais expulsarão de diante de vocês. Não façam aliança com eles nem com os seus deuses. Não deixem que esses povos morem na terra de vocês, senão eles os levarão a pecar contra mim, porque prestar culto aos deuses deles será uma armadilha para vocês" (Êxodo 23:31-33)

      Então pra resumir, acusar o AT ou o Judaísmo em si de ser politeísta é como acusar o Cristianismo ou o NT de ser politeísta também só porque há cristãos que se desviam e caem na idolatria, seja adorando imagens de "santos", ou ao dinheiro, ou a um cantor pop, e assim por diante. É claro que essa conclusão seria ridícula, porque ela não é apoiada pela crença oficial, mas é justamente o desvio dessa fé.

      Excluir
    4. Obrigado por responder.

      Tenho outro vídeo aqui que eu queria que vc analisasse (olha se isso estiver te incomodando, eu prometo parar é só faço perguntas mais simples).

      Link do vídeo: https://youtu.be/uoILPIG4iZY

      Excluir
    5. Lucas, qual a sua opinião sobre a teoria do Hiato?

      Vou deixar o link de um artigo da Wikipédia pra vc entender que teoria é essa.

      Link do artigo:
      https://pt.wikipedia.org/wiki/Teoria_do_Hiato?wprov=sfla1

      Excluir
    6. Saudações, Lucas Banzoli.. Passa pra mim o link desse documentário pq eu to precisando devorar essas informações como se não houvesse amanhã. Cansei desses caras repetindo isso em tudo quanto é lugar.

      Excluir
    7. Sobre o vídeo da arca de Noé, todas as objeções que eu já vi foram refutadas neste artigo:

      http://apologiacrista.com/respostas-sobre-o-diluvio

      Recomendo ainda estes artigos:

      http://apologiacrista.com/a-arca-de-noe-encontrada-p1

      http://apologiacrista.com/a-arca-de-noe-encontrada-p2

      http://apologiacrista.com/provas-do-diluvio-global-e-da-terra-jovem

      Quanto à teoria do hiato, ela não se sustenta biblicamente, eu não vejo nenhuma base para afirmar um intervalo tão significativo entre um verso e outro. Note que o texto bíblico não diz que "a terra TORNOU-SE vazia", mas sim que "a terra ERA vazia", ou seja, ela foi criada assim, e não se tornou assim depois de algum evento catastrófico. Além do mais, há muitas provas geológicas da terra jovem, de modo que não é necessário apelar a uma teoria teológica especulativa como um "remendo" a algum "problema".

      Sobre o documentário que eu me referi, está disponível nesta página, também do meu outro site:

      http://apologiacrista.com/jesus-realmente-existiu-p5

      Abs!

      Excluir
  3. Lucas, o que eu já observei é que a maioria dessas células tem pouca duração. Acredito que seja porque seus líderes cansam com a responsabilidade que sempre aumenta.
    No entanto, sou da opinião que as células merecem melhor atenção do clero.

    ResponderExcluir
  4. Qual é a real importância da fé no dia-a-dia da sociedade contemporânea (fiz uma pergunta difícil pra ti dessa vez)?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa pergunta é subjetiva demais, cada indivíduo tem um conceito diferente e uma influência distinta da fé em sua vida particular e a junção de todos os indivíduos é que forma a sociedade, portanto não dá pra falar pela sociedade como um todo como se fosse algo uníssono. Eu posso falar apenas por mim mesmo: a fé é o que me dá um senso de sentido da vida e interesse em viver.

      Excluir
  5. https://www.youtube.com/watch?v=-5pNQuGEJC0
    O que você acha desse vídeo? Eu não tenho ctz do que ele diz, mas, sinceramente, Anticristo vindo do Oriente Médio me parece algo meio estranho porque como um homem vindo desse meio vai poder enganar os judeus? E outra, em uma passagem em Daniel, lá ele fala que o Anticristo será um cara sem afeição por mulheres (sendo que os homens mulçumanos tem várias mulheres) e que não terá respeito pelos DEUSES dos seus pais...(no Oriente Médio, eles são monoteítas).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele apenas mistura um monte de textos que não tem nada a ver com o anticristo e só porque fala de territórios hoje pertencentes ao Oriente Médio conclui que o anticristo é muçulmano. É uma exegese bem pobre. Não há nenhuma chance do anticristo ser do Islã; além dos textos que você passou, ainda tem Paulo dizendo claramente que ele se opõe a tudo o que se chama Deus (ou seja, só pode ser um ateu). Mas infelizmente tem gente que não faz teologia seriamente, mas baseado em seus próprios pressupostos e pré-conceitos.

      Excluir
  6. Lucas vc pode me explicar essas passagens que os católicos usam para provar a intercessão dos santos. veja a explicação de um catolico:

    E contraditoriamente está escrito que existe VÁRIOS intercessores!

    No céu tem um anjo intercessor entre MIL!

    "Se perto dele se encontrar um anjo, um intercessor entre mil, para ensinar-lhe o que deve fazer,"
    Jó, 33:23

    Evangélicos leem a bíblia e pregam que somente Deus sabe tudo que se passa na terra, e contraditoriamente está escrito que o anjo também tem esse dom!

    "Foi para dar a esse assunto uma nova feição que Joab fez isso. Porém tu, ó rei, meu senhor, és tão sábio como um anjo de Deus, para saber tudo o que se passa na terra!"
    II Samuel, 14:20

    No céu, anjos recebem orações e oferecem a Deus!

    "E a fumaça do incenso subiu com as orações dos santos desde a mão do anjo até diante de Deus."
    Apocalipse 8:4

    Para Cristo não existem mortos, porque todos estão vivos!

    "E que os mortos hão de ressuscitar também o mostrou Moisés junto da sarça, quando chama ao Senhor Deus de Abraão, e Deus de Isaque, e Deus de Jacó.
    Ora, Deus não é Deus de mortos, mas de vivos; porque para ele vivem todos."
    Lucas 20:37,38

    Para Cristo, o cristão mesmo estando morto, VIVERÁ!

    Disse-lhe Jesus: Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que esteja morto, viverá;
    João 11:25

    Por isso que as almas dos mortos estão vivendo e reinando junto com Cristo!

    "E vi tronos; e assentaram-se sobre eles, e foi-lhes dado o poder de julgar; e vi as almas daqueles que foram degolados pelo testemunho de Jesus, e pela palavra de Deus, e que não adoraram a besta, nem a sua imagem, e não receberam o sinal em suas testas nem em suas mãos; e viveram, e reinaram com Cristo durante mil anos."
    Apocalipse 20:4

    E no céu existe anciãos que também oferecem orações de terceiros para Deus!

    "E, havendo tomado o livro, os quatro animais e os vinte e quatro anciãos prostraram-se diante do Cordeiro, tendo todos eles harpas e salvas de ouro cheias de incenso, que são as orações dos santos."
    Apocalipse 5:8

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Toda essa baboseira foi tirada do Paulo Porcão e já foi refutada neste artigo:

      http://heresiascatolicas.blogspot.com.br/2015/06/paulo-leitao-pagando-mico-ao-tentar.html

      Detalhe para esse texto que ele usa:

      "Disse-lhe Jesus: Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que esteja morto, VIVERÁ"

      O cara é tão burro que não percebeu que se os mortos estivessem vivos em algum lugar o texto diria que "ainda que morra, VIVE", e não que "ainda que morra, VIVERÁ", que aponta um momento futuro e não presente, que é sempre apontado como sendo a ressurreição do último dia (Jo 6:40). A apologética católica é toda ela um show de aberrações, principalmente quando tenta "interpretar" textos bíblicos.

      Excluir
    2. “Jó acreditava na intercessão dos santos, e seu amigo Eliafaz não acreditava na intercessão dos santos, e ele triplicava Jó porque Jó acreditava na intercessão dos santos. No final do livro, Deus elogia Jó e repreende Eliafaz (...) Eliafaz critica Jó porque Jó criticava a intercessão dos santos, igual as outras religiões fazem com os católicos” (minuto 7-8)

      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Agora uma pergunta séria, Lucas, vc sabe dizer se a catequese diz alguma coisa em relação à intercessão dos santos ou anjos ANTES de Jesus vir à terra? Pq não parece ser certo que a ICAR acredite que o povo hebreu pedia a intercessão dos anjos no céu, como o Leitã acredita.

      Excluir
    3. O catecismo católico tem algumas coisas sobre intercessão dos santos na época do AT, mas só usa textos bíblicos de gente viva intercedendo por outras pessoas vivas (exceto quando usa um texto apócrifo do livro dos Macabeus):

      http://catecismo-az.tripod.com/conteudo/a-z/h/intercessao.html

      Eles não consideram os patriarcas e outros personagens do AT como "santos canonizados" porque supostamente não tem como "provar" que eram santos mesmo (sim, acredite, é o que o Felipe Aquino deixa a entender no artigo abaixo), mas mesmo assim os consideram santos e os fieis católicos podem pedir a intercessão deles:

      http://cleofas.com.br/canonizacao-dos-personagens-do-antigo-testamento/

      Pelo menos o catecismo não se dá ao ridículo de distorcer pateticamente textos do AT para tentar provar um morto intercedendo por um vivo, como fazem os apologistas católicos por aí, pagando um mico atrás do outro. Apenas presume a crença na intercessão de gente morta em função da intercessão enquanto vivos, como se uma coisa levasse necessariamente à outra.

      Excluir
    4. "Eles não consideram os patriarcas e outros personagens do AT como "santos canonizados" porque supostamente não tem como "provar" que eram santos mesmo "

      Nossa, mas não houveram vários "santos" católicos que eram verdadeiro lixo humano (pelo menos que eu já ouvi falar)?

      Excluir
    5. Aí que está, os personagens que a própria Bíblia atesta a santidade eles não consideram "santos" em um sentido oficial, enquanto muitos daqueles que foram pilantras, assassinos, canalhas e etc são canonizados pela ICAR. De "santo" mesmo, no sentido de ter vivido uma vida piedosa aqui na terra, eu acho difícil encontrarem mais de uma dúzia de nomes incontestáveis entre eles.

      Excluir
  7. Muito válida essa reflexão sou de uma igreja em célula e gosto muito, porém tenho certas críticas a algumas flexões de modelos.

    ResponderExcluir
  8. Lucas, o Mário Persona também defende o modelo em células. Na opinião Dele, as igrejas em geral prende muito os fieis em tradições de homens.

    ResponderExcluir
  9. Gosto muito das explicações bíblicas do Mário Persona, pois Ele é bem coerente com o que ensina, porem, discordo Dele quando fala de predestinação, percebo que Ele é um pouco de calvinismo, mais já vi Ele falar que não segue calvino e nem arminio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também gosto do Mário Persona, só cuidado com o "Ele" ou "Dele" que se usa em maiúsculo para se referir somente a Deus :)

      Excluir
  10. Olá Lucas, conheci seu trabalho recentemente enquanto pesquisava sobre o Cristianismo Primitivo e quero dizer que venho o admirando muito, você é uma pessoa iluminada que vem me ajudando a compreender muitas coisas, nunca pare de fazer oque faz!E gostaria de saber se você já tem algum artigo, ou recomenda um, que fale sobre Yus Asaf, um homem que muitas pessoas dizem ser Jesus, alegando ainda que ele não morreu na cruz e fugiu pra Índia, onde passou o resto de sua vida, e ainda dizem que existem registros da época que falam sobre isso. Gostaria muito de ver você falando sobre o assunto ou também falando sobre o período de adolescência-juventude da vida de Cristo.
    Um abraço e obrigado desde já.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, em primeiro lugar obrigado por suas gentis palavras! Sobre Yus Asaf, se trata apenas de mais uma teoria de conspiração envolvendo Jesus, da mesma forma que a teoria de Jesus casado com Maria Madalena do "Código da Vinci" e similares. Só a suposição de Jesus ter conseguido sobreviver à cruz já chega a ser absurda. Ele levou 39 chibatadas, não com um chicote qualquer mas com o temível flagelum romano; teve uma coroa de espinhos na cabeça perfurando seu crânio, teve seus punhos pregados numa cruz, e por fim seu corpo perfurado por uma lança de soldado para confirmar a morte que já era dada como certa. E mesmo assim, este mesmo homem teria que ter sobrevivido praticamente sem sequelas, removido uma pedra enorme do sepulcro e ainda conseguido viver por mais quase 50 anos numa época em que a medicina ainda era completamente ridícula e a expectativa de vida era baixíssima.

      Ou seja, é uma teoria que já começa altamente improvável, para não dizer impossível. Ademais, ninguém melhor para escrever sobre o que ocorreu com Jesus senão os seus próprios discípulos e seguidores nos evangelhos, muito mais aptos a fazer isso do que evangelhos apócrifos de séculos posteriores ou lendas quaisquer.

      Em relação à infância de Jesus, os únicos dados confiáveis que temos são mesmo os do evangelho de Lucas em seus primeiros capítulos. O que temos para além disso são registros de um evangelho apócrifo falsamente atribuído a Tiago escrito no século II com muitas contradições com os evangelhos, e outros apócrifos ainda mais pífios, como um que diz entre outras coisas que um menino esbarrou nele sem querer e o menino Jesus o fulminou e matou pelos poderes sobrenaturais...

      Abs!

      Excluir
    2. Muito obrigado pela resposta, continue assim! ;)

      Excluir
    3. Banzoli, alguns críticos dizem que Jesus não morreu na cruz; que tudo isso é invenção da igreja. Você conhece bons livros que argumentam à favor da morte e ressurreição de Jesus? Se você conhecer poucos em português, pode indicar também em inglês ou espanhol que eu traduzo.

      Excluir
    4. Em primeiro lugar, se Jesus morreu ou não, a melhor senão única fonte histórica confiável que podemos obter é justamente os evangelhos canônicos. Por quê? Porque foram escritos por pessoas da época, discípulos, testemunhas oculares com muito mais confiabilidade do que um conspiracionista qualquer escrevendo milênios depois dos eventos, ou algum apócrifo de séculos mais tarde. Então sobre "bons livros" a respeito da morte de Jesus, simplesmente leia os evangelhos que são o relato das testemunhas oculares. Em relação à ressurreição, há evidências para além dos evangelhos, como você pode ver nestes artigos extraídos de dois dos meus livros:

      http://ateismorefutado.blogspot.com.br/2014/12/as-provas-da-autenticidade-do-sudario.html

      http://ateismorefutado.blogspot.com.br/2014/12/as-evidencias-da-ressurreicao-de-jesus.html

      Excluir
  11. Tenho que admitir que não sei escrever bem, tenho apenas o primário, a forma como eu escrevo usando o espaço de comentário do seu blog, é que me inspirou a escrever, mesmo escrevendo de forma não sabendo usar a pontuação da forma certa.Poderia me indicar bons livros que me ajude a escrever usando as palavras e pontuação de forma certa. Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse problema todo mundo tem no início, eu lhe recomendaria apenas ler livros, se você pegar um artigo meu lá do início (2009 e anos seguintes) veria o quão mal escritos que eram, esse tipo de coisa a gente vai aprendendo na prática ao ler e escrever, vai captando a forma correta de escrever palavras e estruturar um texto, e assim por diante. Por experiência própria, quem mais me ajudou a melhorar minha escrita foi um escritor cristão chamado Maurício Zágari que nem deve me conhecer, mas eu passei anos lendo os seus artigos do blog "Apenas" e aprendi muito com ele que considero o melhor escritor cristão que já vi (além de produzir conteúdos bem edificantes). Enfim, quanto mais você ler bons escritores, e quanto mais escrever, melhor você vai ficando com o tempo, não há o que se preocupar a este respeito. Abs!

      Excluir
  12. Lucas, pesquisa referente morte antioco epifanio livro macabeus

    2º Macabeus 1:14-17 ""Os sacerdotes expuseram o tesouro, e ele mesmo, com alguns dos seus, penetrou no recinto sagrado, enquanto eles fechavam as portas; 16. mas, quando Antíoco entrou no interior, abriram uma porta secreta na abóbada e esmagaram o PRínCiPe sob uma saraivada de pedras. Esquartejaram, em seguida, os corpos e degolaram as cabeças, lançando-as aos que estavam do lado de fora."

    Neste texto; antioco morreu uma emboscada no templo


    1º Macabeus 6:5,8,16: Vieram anunciar-lhe na Pérsia a derrota das tropas enviadas à terra de Judá... Ao ouvir tais notícias o rei (Antíoco), atônito e transtornado, deixou-se cair sem forças no seu leito. Adoeceu de tristeza, por lhe não terem sucedido as coisas conforme o seu desejo... Morreu nesse lugar o rei Antíoco no ano cento e quarenta e nove".

    Aqui Antioco morre tristeza na cama! KKKKKKKK

    Agora entendo nível charlantalismo católicos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vai ver ele estava numa cama no meio do templo, quando então foi pego numa emboscada e morreu de tristeza xD

      Livros apócrifos são demais!

      Excluir
  13. "Isso não significa que não haja alguém responsável pela pregação da Palavra, e sim que essa pregação não é um monótono."

    Não seria "monólogo" no lugar de "monótono"?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, obrigado por apontar o erro, já corrigi no artigo.

      Excluir
  14. Lucas, no seu entendimento, por que o evangelho não prosperou na Índia, China e Japão, já que a tradição nos diz que um dos discípulos (acho que André) foi missionário e fundou igrejas por lá?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Teve as invasões árabes, otomanas e o Império Mongol, que reduziram significativamente as terras cristãs no Oriente. E vale destacar que não adianta alguém ir pregar em um lugar, se este trabalho não tiver continuidade dia após dia, século após século, criando seguidores e tudo mais. Hoje em dia o Cristianismo cresce bastante na Ásia como um todo, em função do trabalho bastante ativo de missionários (embora eu ache difícil que algum dia se tornem países cristãos de novo como no Ocidente).

      Excluir
  15. Lucas, você entra/consulta blogs católicos, ateus, anticristãos? Faz perguntas e desafios ou se limita apenas a conhecer a opinião contrária?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu leio artigos, mas ficar "desafiando" esse ou aquele eu acho uma coisa infantil, eu prefiro extrair os argumentos e depois refutá-los em artigos específicos sem nem precisar mencioná-los diretamente, exceto quando necessário. Sem falar que a maior parte dos blogs católicos não tem espaço para comentários (ex: blog do Fakenando Nascimento), ou não permitem comentários de protestantes (ex: blog dos Astronautas Católicos), ou até permite, mas o dono do site nunca está lá para comentar nada e a discussão se torna sempre um bate-boca com os seus zumbis (ex: blog do padre Paulo Ricardo). Isso sem falar que são quase todos eles mal-educados e com um espírito 100% anticristão. O único blog católico que eu considero sério e que dá pra se dialogar racionalmente com o seu autor é o do Gledson Meireles, no qual comento bem de vez em quando.

      Excluir
  16. Avalie essa publicação:

    A Casa Publicadora das Assembléias de Deus (CPAD), publicou uma obra, chamada de: HISTÓRIA ECLESIÁSTICA DA IGREJA - EUSÉBIO DE CESARÉIA.

    Diz o livro, na página 69 e 70, que quando a Igreja tinha a SEDE em Jerusalém e estava sobre o comando de JUDEUS CRENTES, a doutrina era VIRGEM e PURA.
    Após a morte do último REMANESCENTE JUDEU CRENTE e descendente de um dos apóstolos, a igreja primitiva passou a ser COMANDADA por crentes GENTIOS, com isso, as heresias se perpetuaram, conforme a pg 70👇👇👇

    " 7. Depois disto o mesmo autor, explicando o referente aos tempos indicados, acrescenta que efetivamente, até aquelas datas a Igreja permanecia virgem, pura e incorrupta, como se até esse momento os que se propunham corromper a sã regra da pregação do Salvador, se é que existiam, ocultavam-se em escuras trevas.
    8. Mas quando o coro sagrado dos apóstolos alcançou de diferentes maneiras o final da vida e desapareceu aquela geração dos que foram dignos de escutar com seus próprios ouvidos a divina Sabedoria, então teve início a confabulação do erro ímpio por meio do engano de mestres de falsa doutrina, os quais, não restando nenhum apóstolo, daí em diante já a descoberto, tentaram opor à pregação da verdade a pregação da falsamente chamada gnosis."

    Sendo assim, toda a heresia se propagou e se propaga em pleno seculo XXI, aboliram a DOUTRINA DOS PROFETAS, e principalmente o elemento REMANESCENTE JUDEU.
    Não foi a toa, que o apóstolo Paulo disse em ADMOESTAÇÃO aos crentes gentios: 👇👇

    "Qual é logo a vantagem do judeu? Ou qual a utilidade da circuncisão?
    👉Muita, em toda a maneira, porque, primeiramente, as palavras de Deus lhe foram confiadas.👈" Romanos 3:1,2

    "👉Que são israelitas, dos quais é a adoção de filhos, e a glória, e as alianças, e a lei, e o culto, e as promessas;
    Dos quais são os pais, e dos quais é Cristo segundo a carne, o qual é sobre todos, Deus bendito eternamente. Amém.👈"
    Romanos 9:4,5

    FONTE: http://www.faberj.edu.br/downloads/biblioteca/teologia/Eusebio_de_Cesareia.pdf

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa coisa de que a Igreja tem que ser governada por "judeus crentes com sede em Jerusalém" acho uma grande bobagem. Não é porque alguém é judeu que necessariamente vai ter mais conhecimento da doutrina pura, se fosse assim teríamos que voltar ao Judaísmo de uma vez, onde sempre existiu bem mais judeus que no Cristianismo. Além disso o próprio Judaísmo tem hoje diversas vertentes contraditórias entre si, e o pensamento de um judeu do século XXI não tem absolutamente nada a ver com a visão de um judeu do primeiro século. No fim das contas, isso aí só serviria para judaizar a Igreja como ocorria na Galácia, para a qual Paulo escreveu repreendendo-os. O Cristianismo é de todos aqueles que aceitam a Cristo, independentemente de ser gentio ou judeu, então da mesma forma que eu repudio o tipo de hostilidade antissemita que se propaga por aí por ódio aos judeus, também repudio a judaização da Igreja, como se para ser igreja boa tivesse que ser governada por um judeu convertido, voltar a guardar a lei de Moisés ou coisa do tipo.

      Excluir
  17. Lucas, Boas notícias! O Lula foi preso! O que você achou da prisão dele? Pessoalmente eu achei uma coisa Boa, finalmente uma luz no túnel, O Cunha já foi preso, O Sérgio Cabral foi preso, o Garotinho, O Geddel, O Delcídio Amaral e finalmente agora o Lula, quando vejo a operação Lava Jato prendendo todos esses corruptos eu fico muito feliz, mas infelizmente isso é só a ponta do iceberg, ainda tem o Temer, O Aécio, O Jucá, o Serra, o Maluf e o Calheiros, mas infelizmente isso é inviável no momento por causa daquele maldito Foro privilegiado. Lucas o que você acha da Lava Jato, qual sua opinião sobre o juiz Sérgio Moro e você tem esperanças sobre o futuro do Brasil?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Lula ser preso não é mais do que a obrigação, na verdade ele já deveria ter sido preso há muito tempo, desde que foi condenado em primeira instância, como teria sido em qualquer país sério. Agora ele só vai ficar preso por alguns meses até ser possivelmente solto pelos bandidos de toga do STF. No Brasil, até a justiça consegue ser lenta e ruim ao mesmo tempo, se não fosse pela enorme pressão popular pode apostar que até o Lula teria sido solto também. Sinceramente eu só terei esperanças no dia em que o Brasil se tornar autenticamente um país cristão, pautado por uma moral verdadeiramente cristã, e não do jeito que as coisas andam.

      Excluir
  18. Olhe isso Lucas.

    http://www.ia-cs.com/2018/04/o-incrivel-testemunho-de-um-ex-verdade.html?m=1

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu pessoalmente lamento muito pelo fim do "A Verdade é Lógica". Embora não concordasse com a maior parte dos vídeos deles e considere a Torre de Vigia uma seita sem nenhuma sombra de dúvida, eu gostava de acompanhar os debates e aprendia muita coisa. A forma deles de produzir os vídeos, as edições excelentes, a estrutura lógica dos pensamentos e os raciocínios "direto ao ponto", nunca vi igual em nenhum outro canal de teologia, nem nos que tem um pensamento teológico mais alinhado ao meu. Enfim, foi uma pena. RIP.

      Excluir
    2. "Eu pessoalmente lamento muito pelo fim do "A Verdade é Lógica"."

      Fala sério?

      Excluir
  19. Você acha que a Europa pode voltar a ser cristã? Há um crescimento de pentecostais na Inglaterra e França.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que pode, mas tem que ser um Cristianismo sério e consistente, não o tipo de coisa que se vê na América Latina e em outras partes.

      Excluir
  20. Em Levítico, existem várias passagens onde Deus diz que uma pessoa pode ficar "imunda" ou impura. Oq isso significa dizer? Não curto muito o livro de Levítico, acho alguns passagens um tanto quanto sem sentido, como, por exemplo, no caso de Deus permitir apedrejamento nos casos de adultério e homossexualismo. Na minha opinião, bastaria apenas um isolamento ou expulsão dessa pessoa da terra dos israelitas e não uma pena tão forte assim. Mas, aqueles tempos eram outros né, vai ver existia alguma razão para Deus agir tão rigidamente em alguns casos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Levítico é um livro cheio de tipologias, talvez todo ele. Ou seja, uma coisa está ali não por si mesma, mas para apontar a uma realidade futura, no caso o tempo da graça após a morte e ressurreição de Cristo. Os cordeiros sacrificados, por exemplo, eram um tipo do Cordeiro de Deus que morreu pelos nossos pecados em definitivo. Da mesma forma ocorre com os outros pontos da lei: muitos deles aplicam a pena capital para um determinado tipo de pecado como uma sombra que tipifica o fato de que esses pecados podem levar uma pessoa à morte eterna final, se não houver arrependimento. Há muita coisa a se escrever sobre isso, eu lhe recomendo principalmente a leitura desses meus dois artigos:

      http://ateismorefutado.blogspot.com.br/2015/04/a-pena-de-morte-na-lei-do-antigo.html

      http://ateismorefutado.blogspot.com.br/2015/04/a-lei-de-moises-era-imoral-e-monstruosa.html

      Excluir
  21. Você acha que o Anticristo pode aparecer do dia pra noite e se revelar assim para o mundo, ou vai ser necessário que ele apareça antes, conquiste o apoio das pessoas e depois se revele como governador do mundo? Bom eu tenho 2 palpites para quem possa ser o Anticristo (creio que ele já nasceu, já está no mundo) e em breve aparecerá para governar.
    1) David Rothschild (Membro de uma das famílias illuminates, é ativista da agenda global da extrema esquerda. Link: https://www.youtube.com/watch?v=UmWCY2L83x8 . Ele é muito bonito, se parece com Jesus Cristo retratado pelos europeus).
    2) Emmanuel Macron (Indicado pela família illuminate, foi eleito presidente da França em 2017. Ele também é representante da extrema esquerda. Está bastante empenhado com a agenda global e também é bonito e jovem. Link: https://www.youtube.com/watch?v=VKkS-1-Ppnc).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele vai aparecer antes, mas ninguém vai saber que ele é o anticristo até se tornar o líder mundial. Não vejo chances de criarem um líder mundial do dia pra noite, aparecendo como um grande governante global assim repentinamente, as coisas não funcionam assim. Sobre quem ele é, aí estaríamos entrando no campo da especulação. Já li muita coisa sobre o Macron e o genro do Trump, mas confesso que esse Rothschild eu não conhecia, vou pesquisar sobre ele também. De todo modo, todas essas possibilidades são presumindo que o anticristo aparecerá nestes próximos anos, porque se demorar décadas ou séculos para acontecer então o anticristo pode nem ter nascido ainda, e esses caras serem no máximo seguidores da seita, mas não o próprio anticristo.

      Excluir
    2. Ele tem que ser um ANTI Cristo. Alguém que se levante contra a sã doutrina. Ele tem que ser uma figura do meio religioso. Ele já foi revelado.

      Excluir
    3. Com certeza ele vai ser um anti Cristo, alguém que se levantará contra a sã doutrina. Mas isso não significa necessariamente que seja uma figura do meio religioso (não é preciso ser religioso para atacar as bases da fé, e no Apocalipse já existe a figura do falso profeta para isso) e nem significa necessariamente que já tenha sido revelado.

      Excluir
  22. Boa tarde Lucas

    Você tem algum compilado aqui no seu site sobre as perseguições e massacres de Católicos contra Protestantes? Estava lendo sobre o massacre dos Hugenotes hoje e vi que aquilo foi apenas um dos muitos massacres...

    Outra coisa, o que você acha dos autores (Filósofos e Teólogos) Católicos? Como um Protestante deve lê-los? (Gosto muito de Cheterston, por exemplo e pretendo me aprofundar em Tomás de Aquino)

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No meu livro vai ter muitos outros casos como esses, deve ficar pronto até o final do mês que vem, mas enquanto isso eu lhe sugiro a lista de "Artigos sobre história da Igreja e da Reforma", a de "Artigos sobre Cruzadas" e a de "Artigos sobre Inquisição", disponíveis nessa lista temática:

      http://www.lucasbanzoli.com/2015/07/artigos-sobre-catolicismo.html

      Sobre sua outra questão, a resposta é a mesma que vale para qulquer obra de qualquer autor independentemente da religião, e se trata do princípio exposto pelo apóstolo Paulo aos tessalonicenses: "Analisei tudo e retende o que é bom" (1Ts 5:21). Ou seja, ninguém deve ser proibido de ler coisa nenhuma, isso é coisa de católico na época do Índex que proibia as pessoas de lerem qualquer escrito que discordasse de alguma ideia católica, nem a Bíblia nem os protestantes defendem esse tipo de atentado à liberdade individual, mas cabe a você fazer a peneira e reter aquilo que é bom, rejeitando os falsos ensinos e tudo aquilo que não condiz com a verdade da Palavra de Deus.

      Abs!

      Excluir
  23. Lucas como lidar com a frustração evangelística ? Desde 2015 tenho acompanhado o seu blog ( Heresias Católicos) , o do Elission e mais recentemente o do Bruno . Tenho lido os artigos dos blogs pois em minha escola tenho amigos católicos bem praticantes ( digamos um pouco zumbi tridentinos ) que acreditam que o protestantismo foi algo terrível que nos inventamos o " mito negro da inquisição" que a igreja sempre aceitou a primazia de pedro. Tenho rebatidos tais acusações com os pais da igreja, com as escrituras e com a própria história! Porém, eles continuam sendo desonestos e rebatidos as mesmas falácias mesmo não respondendo os meus questionamentos . Muitas vezes me sinto frustrado por não presenciar o arrependimento ou até mesmo o mínimo de honestidade intelectual . Como você ligaria com isso ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acho que você não deve esperar alguma reação positiva desse tipo de gente. Uma coisa são pessoas honestas, com a mente aberta para a verdade, ainda que estejam em um lado equivocado (ainda), outra coisa totalmente diferente são zumbis cegos e bitolados, presos dentro de uma bolha e fanatizados dos pés à cabeça. Em se tratando de gente assim não há nenhuma esperança pela pregação normal, pois são como Inácio de Loyola, que dizia que se o branco que via na sua frente a Igreja afirmasse que é preto, era para renunciar à razão e aceitar o que a Igreja diz. Ou seja, esse pessoal já é treinado (para não dizer alienado ou idiotizado) para rejeitar qualquer argumento racional por mais evidente que seja, já chegaram a um nível de lavagem cerebral que não tem como ser superada apenas com palavras.

      Veja o que foi preciso com o apóstolo Paulo, que só se converteu após uma experiência pessoal muito marcante, e porque Deus tinha um propósito muito grande e específico com ele. Coisas assim são muito raras. Jesus nos ensinou a não jogar pérolas aos "porcos", ou seja, não perder tempo com gente que não vai dar em nada, então eu recomendaria que destinasse seu tempo com pessoas que ainda não sofreram lavagem cerebral, ou pelo menos não neste nível, e que ainda tem chances de aceitar argumentos racionais em vez de estarem condicionadas a aceitarem como verdade apenas aquilo que já creem. Você faria muito bem agindo assim, não esperando nada de gente fanática, poupando suas energias e direcionando seus esforços para algo mais útil e produtivo, que é como eu tento fazer aqui, sem nenhuma expectativa de converter um zumbi, mas escrevendo para a edificação de muita gente honesta no corpo de Cristo.

      Excluir

Deixe o seu comentário. Sua participação é importante e será publicada após passar pela moderação. Todos os tipos de comentários ou perguntas educadas sobre qualquer assunto são bem-vindas e serão respondidas cordialmente, mas comentários desrespeitosos não serão publicados. Confrontamentos e discussões são aceitos, desde que saia do anonimato.