25 de março de 2019

200 Por que sou contra a legalização das drogas (mesmo sendo um liberal)



Você deve se lembrar que há alguns anos estava em voga a discussão sobre a legalização da maconha, e a internet se encheu de debates a este respeito. Se o debate saiu de moda, é porque os esquerdistas pararam de fazer apologia à legalização da maconha para fazer das drogas, como um todo (como se já não fosse óbvio que essa era a intenção desde o início). A maconha é a droga mais “leve” de todas, e mesmo assim quem a fuma tem duas vezes mais risco de sofrer depressão, duas vezes mais risco de desenvolver distúrbio bipolar, 3,5 vezes mais incidência de esquizofrenia, cinco vezes mais chances de sofrer com transtornos de ansiedade, além do que 60% dos usuários têm dificuldades com a memória recente, 40% tem dificuldades em ler um texto longo (como este), 40% não consegue planejar atividades de forma eficiente e rápida, 35% ocupa cargos abaixo de sua capacidade e tem em média oito pontos a menos nos testes de QI (leia mais sobre isso aqui e aqui).

O velho estereótipo do “maconheiro preguiçoso” não é só um estereótipo. Pesquisas que examinaram o cérebro de maconheiros comparando-os com o de não-maconheiros comprovaram que os usuários da cannabis tendem a produzir menos dopamina, um elemento químico que dá a sensação de bem estar e que tem um importante papel na motivação e no comportamento orientado a recompensas. Além disso, todos os maconheiros experimentavam sintomas de psicose quando sob a influência da maconha, ou tinham pensamentos bizarros, como o de que estavam sendo ameaçados por uma força desconhecida (fonte). A maconha também afeta a coordenação e o aprendizado, e pesquisas comprovaram que adolescentes que fumam regularmente maconha estão muito mais expostos ao fracasso escolar do que os demais (fonte).

Seu uso provoca alterações físicas e mentais, além de gerar prejuízos cognitivos, volitivos, intelectuais, de personalidade e para a saúde geral, principalmente entre adolescentes e jovens, cujo cérebro ainda está em fase de desenvolvimento. Um estudo feito com 129 estudantes de nível superior concluiu que entre os que fumaram a droga pelo menos de 27 a 30 dias antes da pesquisa tiveram as habilidades mais importantes, relativas à atenção, memória e aprendizagem, seriamente reduzidas. Um estudo feito com carteiros descobriu que os que deram positivo no teste para maconha tinham 55% mais acidentes, 85% mais ferimentos e uma probabilidade 75% maior de faltarem ao trabalho. Na Austrália, um estudo descobriu que a intoxicação por cannabis foi responsável por 4,3% das mortes de motoristas (fonte).

Eu não vou continuar a lista aqui porque isso exigiria um texto gigantesco e cansativo, mas você pode ler mais sobre danos causados pela maconha aqui e aqui (e em outros muitos artigos e livros). Lembre-se que aqui estamos falando apenas da droga que é tida como a mais leve de todas, e muitos esquerdistas querem a liberação de todas as outras – incluindo a de drogas muito mais pesadas, que frequentemente matam os usuários. Se é isso o que a droga mais “leve” faz, imagine o que as outras não fazem. E como nós sabemos, essas drogas “mais leves” são a porta de entrada para as mais pesadas. Pouca gente já começa se drogando com as drogas mais pesadas; elas começam com as mais leves, até não se sentirem mais plenamente satisfeitas com isso e irem atrás das mais pesadas.

Os militantes da legalização das drogas geralmente têm consciência do dano que elas causam, mas defendem seu argumento sustentando que as pessoas tem o direito de causar dano a si mesmas. Ou seja, se um indivíduo livre decide livremente que quer consumir algo que irá destruir seu cérebro, que o faça. Como responder a isso? A minha resposta é... que eles têm toda a razão. Como um liberal, também entendo que alguém tem todo o direito de destruir sua própria vida, até mesmo se jogando de uma ponte, se quiser. Uma pessoa deve ter o direito legal de se ferrar. É um problema dele, não nosso. Não cabe a nós exigir que as outras pessoas trilhem o “bom caminho”. Cada um trilha o que quiser, e que arque com as consequências dos seus atos lá na frente (seja nesta vida, seja na próxima). Isso é ser liberal.

Mas como tudo na vida, existe um limite que impõe restrições até mesmo ao conceito de liberdade. Você ser livre não significa que você pode fazer tudo. Por exemplo, se você entrar numa escola e começar a atirar nos alunos por se sentir “livre” para isso, você irá preso e responderá pelo crime de assassinato. Se você se acha “livre” e por isso quer sair dando soco em todo mundo que vê na rua, também vai se meter em sérios problemas. Não é porque alguém é livre que pode andar pelado na rua, mijar no quintal do vizinho ou colocar um funk altíssimo de madrugada para perturbar o bairro todo. Não importa como você se entende politicamente: se você tem um cérebro em funcionamento, você é contra essas coisas, e não quer que os indivíduos tenham a liberdade de agir assim.

É aqui que entramos na questão central: existem limites até para o exercício da liberdade. E que limite é esse? Não gosto de usar chavões, mas aqui devo: sua liberdade termina quando começa a do outro. Em outras palavras, a partir do momento em que a sua prática deixa de estar estritamente no âmbito particular e de alguma forma interfere no coletivo de maneira significativamente negativa, ela deve ser proibida, e essa proibição é justamente para assegurar a liberdade – a liberdade do outro. De que forma isso interfere na discussão sobre a legalização das drogas? De todos os jeitos. Diretamente, isso influencia no aumento da criminalidade, e indiretamente, no aumento de impostos.

Os países e estados que legalizaram a maconha (lembre-se, a droga "mais leve") tem demonstrado isso na prática com toda a persuasão possível. Por exemplo, no estado norte-americano do Colorado, que legalizou o “uso recreativo” da maconha em 2012, os resultados têm sido desastrosos. De acordo com um artigo publicado na página The Daily Signal, hospitalizações ligadas ao uso da maconha cresceram 82% desde 2008, e entre 2011 e 2013 houve um aumento de 57% nas internações de emergência ligadas ao uso da maconha (você pode ler o relatório completo aqui). O impacto da maconha legalizada no Colorado resultou em:

• Em 2012, 10,47% dos jovens do Colorado entre 12 e 17 anos foram considerados usuários atuais de maconha, em comparação com 7,55% em nível nacional. O Colorado ficou em quarto lugar no país e foi 39% superior à média nacional.

• Em 2012, 26,81% dos estudantes em idade universitária eram considerados usuários atuais de maconha, em comparação com 18,89% em nível nacional, o que classifica o Colorado em terceiro lugar no país e 42% acima da média nacional.

• As suspensões e/ou expulsões de estudantes relacionadas a drogas aumentaram 32% dos anos letivos de 2008-2009 a 2012-2013.

• Em 2013, 48,4% dos detidos adultos em Denver testaram positivo para maconha, o que representa um aumento de 16% em relação a 2008.

• De 2011 a 2013, houve um aumento de 57% nas visitas aos pronto-socorros relacionados à maconha.

• As hospitalizações relacionadas à maconha aumentaram 82% desde 2008.

Em outras palavras, a legalização da maconha causou: (1) um aumento no número de usuários; (2) um aumento no número de crimes; (3) um aumento no número de internações pelo vício. Tome como exemplo o Uruguai, que há poucos anos legalizou a maconha e o número de homicídios por causa do narcotráfico subiu 66%, quando o argumento esquerdista era de que os crimes e o tráfico diminuiriam (veja aqui). Em Montevidéu, a área onde são registrados os crimes mais violentos, as autoridades reconhecem que cerca de 45% dos homicídios tiveram relação com brigas entre narcotraficantes pelo controle do território (veja aqui).

Na Holanda, que deu o mesmo passo que o Uruguai, os resultados são os mesmos. Um cidadão local disse que "é óbvio que as coisas mudaram. Aqui, o mais grave que podia ocorrer era roubo de carteira ou bicicleta, mas nos últimos tempos tem havido relatos de mortes, assaltos" (fonte). Alguns já chamam a Holanda de um “narcoestado”, e é consenso entre os policiais do país que os crimes estão aumentando. Ninguém esperava que a Holanda, antes um dos países mais seguros do mundo, veria o crime organizado crescer tão rapidamente e sofreria com tiroteios à plena luz do dia (veja aqui). E embora seja tão óbvio que ter legalizado a maconha foi um erro, agora é muito difícil voltar atrás, tanto por questões legais como na prática, pois muitos dos danos causados são irreversíveis e devem colapsar ainda mais as futuras gerações. Para onde irá essa multidão de viciados quando a Holanda voltar atrás? Nós já sabemos. 

O argumento esquerdista era o de que a legalização das drogas iria acabar com o tráfico em um passe de mágica, porque assim ninguém iria aos traficantes, já que poderiam comprar as drogas legalmente. Este argumento ignora o fato de que o problema maior é a droga em si, sendo o traficante apenas um efeito desse problema maior. Quando se legaliza as drogas, aumenta o número de usuários e, consequentemente, todas as desgraças que elas causam na sociedade. Além disso, o tráfico nem de longe é abalado com isso, pois quem já comprava por traficantes continua comprando, já que é muito mais barato comprar a droga no “mercado negro”, livre de impostos e da burocracia estatal. O que acontece é que o problema do tráfico permanece, e ainda se adiciona um maior, que é o número cada vez mais considerável de jovens viciados.

É bem sabido que a causa número um dos crimes não é porque uma pessoa pobre precisa roubar para comprar um pedaço de pão, mas sim porque um viciado precisa de dinheiro para conseguir comprar mais drogas, e mais drogas, e mais drogas em um ciclo sem fim – não é à toa que é chamado de vício. O indivíduo tem um desejo compulsivo por mais drogas, e para satisfazê-lo passa por cima dos princípios éticos mais básicos, como o assalto à mão armada. A legalização das drogas amplifica a quantidade de usuários que agora tem um acesso bem mais fácil e “legal”, aumentando o número de viciados e, consequentemente, de crimes. E quem sofre com isso não são outros drogados, mas pessoas comuns como eu e você, que no fim das contas acabamos pagando essa conta de um jeito ou de outro.

O “outro jeito” se refere justamente aos impostos que pagamos, pois o aumento no número de viciados leva ao aumento do número de internações em clínicas de recuperação públicas, custeadas com os nossos impostos. Ou seja, nós somos extorquidos de duas formas diferentes: diretamente, por criminosos, e indiretamente, através dos impostos que pagamos para custear algo que seria totalmente desnecessário se não houvesse o problema das drogas (acentuado fortemente quando as legalizam). É por isso que as drogas não podem nunca ser legalizadas: elas nem de longe são um problema meramente particular, uma vez que direta ou indiretamente interferem na liberdade de outras pessoas, que não merecem ser prejudicadas por algo que não compete a elas.

Não é a premissa liberal que está errada, mas sua aplicação por parte daqueles que só pensam na «sua» liberdade, e se esquecem da «do outro».

• Compartilhe este artigo nas redes:

Paz a todos vocês que estão em Cristo.

Por Cristo e por Seu Reino,


- Siga-me no Facebook para estar por dentro das atualizações!


- Baixe e leia os meus livros clicando aqui.

- Acesse meu canal no YouTube clicando aqui.


ATENÇÃO: Sua colaboração é importante! Por isso, se você curtiu o artigo, nos ajude divulgando aos seus amigos e compartilhando em suas redes sociais (basta clicar nos ícones abaixo), e sinta-se à vontade para deixar um comentário no post, que aqui respondo a todos :)  

200 comentários:

  1. Avalie Guaidó insufla população a derrubar Maduro https://www.brasil247.com/pt/247/mundo/388065/Guaid%C3%B3-insufla-popula%C3%A7%C3%A3o-a-derrubar-Maduro.htm

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esses caras não se cansam de defender o Maduro mesmo depois de tudo? Eu imagino o que seria necessário para eles ficarem contra. Acho que só se o Maduro se convertesse ao protestantismo, virasse um liberal de direita e conservador, aí sim eles apoiariam o "golpe" do Guaidó, em qualquer outro caso eles estão com o Maduro até a morte (literalmente, até porque não falta muito para todo mundo morrer de fome lá).

      Excluir
  2. Por que sou contra o uso das drogas ?
    Porque eu fiz PROERD, "PROERD é o programa..."

    ResponderExcluir
  3. Resumindo o Calvinismo: será que Deus determinou pessoas para serem Calvinistas e outras pessoas para serem Arminianas e que elas contestem as ideias entre si?????

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. I think there are a number of questions that can be advanced to show the absurdity of Calvinism. How do adherents even know for sure that they are a part of God's elect? Why did God choose them and not others? That doesn't sound reassuring to me.

      Excluir
    2. Bad translation! I mean: "How do Calvinists know they are a part of God's elect?"

      Excluir
    3. That's a very smart question!

      You're right. How they know?

      Excluir
  4. "Uma pessoa deve ter o direito legal de se ferrar. É um problema dele, não nosso. Não cabe a nós exigir que as outras pessoas trilhem o “bom caminho”. Cada um trilha o que quiser, e que arque com as consequências dos seus atos lá na frente"
    Concordo com você Lucas. Não retiro uma vírgula. Entretanto a realidade é diferente, bem diferente. Eu já tive a infelicidade de conviver com alcoolismo (por ironia uma droga lícita) e via de regra o alcoólatra não se lasca sozinho, ele leva a família consigo (com outras drogas acontece o mesmo).
    Não existe essa droga (cigarro, álcool, psicotrópicos, etc) que faça mal a si mesmo. Qualquer um que esteja no raio de influência (querendo ou não) estará padecendo com os malefícios da mesma.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, por isso na continuação do texto eu disse que as drogas são um caso em particular porque de certa forma ela aflige muito mais do que apenas o viciado em si.

      Excluir
  5. Lucas, por favor refute com HUMLIDADE, o catolicismo, calvinismo, olavismo e esquerdismo, com uma palavra (HUMILDADE).

    ResponderExcluir
  6. Você é contra o uso medicinal da maconha?

    Em Israel foi aprovado no final do ano passado

    https://oglobo.globo.com/sociedade/parlamento-aprova-israel-avanca-na-exportacao-de-maconha-para-fins-medicinais-23328458

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Do que eu já li a respeito, esses benefícios da "maconha medicinal" são bem contestáveis.

      Excluir
  7. Essa questão é mais problemática entre os libertários, como do dono do canal ideias radicais, ou o louquinho católico, Paulo Kogos. Eles tem crenças utópicas, igual aos esquerdistas e reacionários, olavetes. Tentam encaixar o mundo em doutrinas pre concebidas. Isso pra mim é fanatismo.

    O Luciano Ayan (que é um pseudônimo) é liberal e contra aborto, drogas, etc.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, ver o Paulo Kogos fazendo malabarismos gritantes para justificar a legalização de aborto e drogas (sendo ele um católico fanático e supostamente "fiel" aos ensinos da "Santa Igreja") é estarrecedor. O cara só falta plantar bananeira para tentar tornar a ICAR uma organização ancap.

      Excluir
    2. Eu não sou muito fã do Kogos, mas devo lhe fazer justiça: ele é ferrenhamente CONTRA o aborto

      Excluir
    3. Ele é tão ferrenhamente contra o aborto que já debateu com o "Conde" em favor da sua legalização.

      Excluir
    4. Se me lembro bem, com o Conde ele debateu sobre a temática do libertarianismo como um todo. Eu assisti esse debate há muito tempo, e desde essa época o Kogos já era contra o aborto. Se você procurar "Kogos e aborto" no youtube, vai encontrar debates dele defendendo a pauta pró-vida.

      Excluir
    5. Os primeiros tópicos do debate eram sobre a legalização das drogas e a legalização do aborto, e o Kogos era a favor de ambos. É só ir lá rever o debate. Se ele mudou o posicionamento dele de lá pra cá eu não sei, nunca vi uma "errata" da parte dele, então não parece que seja o caso. E é muito cômodo falar que "sou contra o aborto" enquanto apoia a sua legalização, tem um monte de esquerdista abortista que se apropria do mesmo discurso, isso é o mesmo que dizer que é contra o assassinato mas a favor do direito de assassinar, ou que é contra o estupro mas a favor da legalização do estupro, ninguém em sã consciência diria que um cidadão desses é realmente contra essas coisas, uma vez que deseja serem descriminalizadas.

      Excluir
    6. Como forma de garantir que este site não venha a dizer uma inverdade, eu disponibilizei um compilado de vídeos que mostram Kogos sendo radicalmente contra o aborto em todos os níveis, inclusive no caso de estupro. No debate contra o Conde (https://m.youtube.com/watch?v=ddq88ssn2Ho&t=1345s), eles CONCORDAM que o aborto é um assassinato (no minuto 1:05:40, quando o aborto é mencionado e no minuto 1:10:00 quando Kogos reafirma sua posição), e afirmam ser este um ponto em comum entre os dois.

      Kogos contra o aborto

      https://m.youtube.com/watch?v=rmr6Xy7NWkc

      "Aborto em caso de estupro continua sendo infanticídio"
      https://m.youtube.com/watch?v=mDNJ5FeoaMM

      Debate contra Otávio Dias
      https://m.youtube.com/watch?v=V5fgaLwStbQ&t=520s

      Debate contra Pedro Henrique
      https://m.youtube.com/watch?v=zfJM2L_TMoc

      https://m.youtube.com/watch?v=T6Yh3bbVYCg

      Excluir
    7. Pelo jeito eu confundi com a liberação das drogas, casamento gay e outras pautas que foram debatidas (e como o aborto estava no meio e os libertários geralmente são a favor, eu fiquei na cabeça que ele tinha defendido isso, embora não tenha). Ele só não explicou como que o aborto pode ser ilegal em uma sociedade ancap, uma vez que a lei que proíbe o aborto é uma lei estatal e que é o Estado que assegura que seja cumprida. Teriam que criar uma outra coisa análoga ao Estado para executar a mesma função, se querem realmente ser contra a legalização do aborto na prática.

      Excluir
  8. Eae Lucão.
    Se não acha que o Augustus Nicodemos é meio fissurado na igreja presbiteriana? exemplo "...lá tem uma igreja batista, mas eu sou presbiteriano..."

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Normal isso, ele é reverendo presbiteriano, é óbvio que vai preferir a igreja presbiteriana que as demais.

      Excluir
  9. O México, país mais católico da América Latina, quer que o Papa peça perdão em colonizar o México junto do rei da Espanha. Isso inclui também o catequismo, eu entendo.

    https://twitter.com/folha/status/1110312415424643073

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Duvido que aconteça, e também não vejo sentido um pedido de perdão terceirizado como esse, 500 anos depois dos acontecimentos. Quem se prejudicou com isso nem está mais entre nós, tampouco quem realmente precisava pedir perdão.

      Excluir
  10. Paz irmão Lucas você está corretíssimo, entrei em uma discussão como essa em meu trabalho com um colega de esquerda, eu disse que a maconha e o corredor que leva a outras drogas, ele discordou de mim entae fizemos uma enquete rápida entre nos que estávamos na roda de discussão, sobre quem começou na maconha e passou para o pó depois, e infelizmente nós quatro passamos por isso, mas pela misericórdia de Deus eu e meu colega fomos libertos ele disse que não usa mais o outro colega tambem não. Eu vejo muita hipocrisia neste caso muitos querem a liberação mas quando você pergunta se eles acham bom ver seus filhos se drogando eles torcem o nariz. A velha mania de jogar o lixo no quintal dos outros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, a maioria defende essas coisas sem nem pensar no que estão fazendo, apenas compram os argumentos falidos da esquerda sem questionar. Legalização das drogas só funciona naquele mesmo lugar onde o socialismo dá certo: aquela terra do Lugar Nenhum (não confundir com o Knowhere dos Vingadores).

      Excluir
  11. Muito interessante: https://www.sciencedaily.com/releases/2019/03/190321102835.htm

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A cada dia que passa esses cientistas incríveis estão descobrindo um novo animal "mais inteligente" e "superior" aos humanos, é uma beleza...

      Excluir
  12. Lucas, fugindo do assunto, o que vc acha do movimento MGTOW (Men Going Their Own Way) ?, eu vejo que ele anda bastante em alta ultimamente. Caso vc n saiba o que seja, da uma olha nesse artigo: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/MGTOW e nesses vídeos: https://m.youtube.com/watch?v=HtOPLiljmio

    https://m.youtube.com/watch?v=gx8cCfbDM7s

    https://m.youtube.com/watch?v=KIRyyxIFdT8

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não conhecia o movimento em si, acho que se eles preferem viver assim é um direito deles, mas eu não compartilho dessas ideias, e acho que deve ser triste viver a vida toda sem um relacionamento estável só por causa do medo de se divorciar. Não vale a pena.

      Excluir
  13. "A person must have the legal right to fuck himself."

    Weh?!?!?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. This is not a good translation. "Se ferrar" in portuguese is something like "to give harm", and not a curse of this type. Not something that sounds so offensive.

      Excluir
  14. I've heard that Marijuana can help with diseases such as Parkinson's and certain cancers...But that claim too is probably mere propaganda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Well... I know that some people use it by medical advice, because those people have some mental problems, such as strong headaches.

      But I don't know nothing about marijuana been good to Parkinson or cancers though.

      God Enlighten you!

      Excluir
  15. Sobre liberdade, eu gostaria de fazer um comentário. Eu não sei se vocês já ouviram um argumento(o Lucas já)que diz que Deus é culpado pelo mal, pois Ele deu o livre-arbítrio para todos, logo a possibilidade do mal existir. Gostaria de questionar esse argumento da seguinte forma: imagine o cara que criou a colher... sim, aquele objeto que usamos para pegar alimentos, principalmente caldos; pergunto: da pra matar alguém com uma colher? creio que seja SIM. Mas claramente ela não foi criada pra isso, você me fala; e eu respondo que, assim como ela não foi criada com essa intenção, o livre-arbítrio também NÃO foi criado com essa intenção.

    Seu proposito é para que os seres criados soubessem amar uns aos outros, incluindo Deus(que é o criador), de forma espontânea, e não forçada; o mal é um "side effect" possível em um universo com um verdadeiro livre-arbítrio, mas seria mais para uma libertinagem do que liberdade em si. Agora, tem gente que diz "se Deus sabia que Satanás ia pecar, por que Ele criou-o?" Eu diria que foi uma jogada de mestre! Pois, mesmo que Ele não criasse o Diabo, sabendo que ele ia pecar, não ia eliminar a possibilidade do mal, pois outro poderia pecar e fazer o mal; imagine se Deus não criasse ninguém que Ele já sabia que ia pecar... Você chamaria isso de livre-arbítrio, ou seria apenas uma forma de tirania oculta? Voltando aqui, Deus teria que mostrar que o mal é uma péssima escolha, e como Ele fez isso? Deixando Satanás fazer o mal para amostrar, na pratica, o que REALMENTE é o mal.

    Mesmo assim Ele nunca deixou de dar chance e chamar o rebelde para o arrependimento; assim como Ele chama até hoje eu e você para a luz.

    Imagino que todos os salvos escreveram livros e mais livros sobre como é ruim seguir o mal. E, se existem seres em outros mundos, eles conseguirão entender(se já não sabem) que não é nada sábio pegar esse "caminho alternativo". (Só comparar o mal com o socialismo. Tem lugares que nunca adoraram a ideia pois já sabiam que era furada. Mas tem outros que adotaram, sofreram, e não querem mais... Menos Cuba, Venezuela, Coreia do Norte, etc. Pois ainda não entenderam bem).

    Espero que eu tenha feito vocês entenderem,
    Deus lhes ilumine!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que a analogia ficaria melhor com um garfo em vez de uma colher, mas está valendo. Recomendo ainda esse vídeo do Rodrigo Silva (que me passaram aqui recentemente, não me lembro se foi você) abordando esse mesmo assunto:

      https://www.facebook.com/100001201755356/videos/2229508890432481/UzpfSTEwMDAwMjMwMjUzMzMwNzoyMTQ0MzAxMjIyMzIzMjc1/

      Excluir
  16. Vc acredita: https://www.youtube.com/watch?v=tfX_SypGx4Q tipo, estamos caminhando nessa direção?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não acho que essa guerra apocalíptica que ele se refere vai acontecer agora nos próximos anos, mas acredito que o cenário esteja sendo montado desde já.

      Excluir
  17. E vc pensa que o álcool e o tabaco também deveriam ser proibidos?Os EUA até proibiram o álcool durante os anos 20,mas devido ao crescimento da máfia na época,Al Capone aproveitou essa proibição para contrabandear whisky e se tornar um dos maiores criminosos da época,tiveram que rever essa lei de proibição,tudo bem que o álcool pode ser consumido socialmente sem produzir grandes males,eu já bebi sidra e vinho com minha família durante as festas de fim de ano,sem que ficasse bêbado,mas há muitos alcoolatras no Brasil que agridem a esposa e os filhos,se tornam improdutivos para o trabalho,causando diversos males,e o tabaco produz inúmeros problemas respiratórios,o astrólogo da Virginia que o diga,apesar de negar esses problemas,teve de ser internado no ano passado devido a esses problemas,além de correr o risco de contrair câncer no pulmão,mas apesar disso,não há campanhas pela proibição do tabaco,vc o que acha?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O ideal seria, mas não é possível pragmaticamente falando porque já está muito impregnado na sociedade, por isso é um caso bem diferente das drogas (além de que seus efeitos são bem menos graves, no geral).

      Excluir
  18. Hey Lucas,

    Have you ever heard of King James Version onlyism?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. I think this movement is a great nonsense of a minority of radical fundamentalists. Here in Brazil there is something similar about "Almeida Corrigida, Revisada e Fiel", because it is supposed to be a literal translation of the King James and some people believe to be the "only true one" (which I completely disagree, I don't believe is the best version, much less the only one).

      Excluir
    2. Hello Jesse.

      Jesse, some years ago Lucas wrote an article about the "growth" of the Catholicism in the United States (your homeland). That's because some Brazilian catholic apologists were writing articles lying about the religion in the United States, they wrote articles talking about the loss of Protestant faith and the growing of the Catholicism and that American people were converting in mass to the catholic church.

      But he wrote an article denying the catholic apologists, and he presented true data about the Catholicism in the United States, and he said although Protestantism is in decline in his country he is still the dominant faith and that Roman Catholicism is losing far more faithful in his country than Protestantism.

      I read some articles about the religion in the United States and all them confirm that Catholicism is losing more faiths than Protestant, and annually there're more Latinos and Asians converting to the Protestantism than other Christian branches. Do you confirm that information?

      Excluir
    3. The article is that:

      http://heresiascatolicas.blogspot.com/2016/03/a-igreja-catolica-esta-crescendo-nos.html?m=1

      Sorry for my bad English. It's because I'm better writing than speaking, thank you very much for your attention. God bless you, have a lovely day.

      Excluir
    4. Mr. Anonymous,

      The information that you present sounds legitimate to me.

      I also once heard that charismatic type churches are on the rise as well (even though this is not directly related to your question, I still do find it noteworthy and worrisome).

      Excluir
  19. Pior que até o Kim Kataguiri defende a legalização da maconha,https://twitter.com/kimpkat/status/804329316897214464
    https://twitter.com/kimpkat/status/817031102787448832

    O MBL não é conservador né?Apenas liberal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O MBL é liberal, mas adotou outra postura pra andar na onda do Bolsonaro e do Olavo, mesmo não gostando muito dos dois.

      O Arthur do canal mamaefalei dizia ser a favor do aborto, mas falou que mudou de opinião porque não conhecia a questão a fundo, mas pra mim era pra ser deputado estadual. Ele ainda não tinha sido eleito e a maioria dos seus ouvintes são conservadores ou olavetes. Não existe um público liberal ou se existe, é muita pouca gente, até pq algumas crenças liberais se confunde com as esquerdas, como ser a favor da liberação das drogas (é a maioria, mas alguns são contra), aborto (nisso são muito divididos), casamento civil entre homossexuais ou possibilidade de que adotem crianças, etc

      Os liberais dizem que essas pautas nunca foram de esquerda, apenas nos últimos anos. Liberdade e direito dos escravos, nos EUA, por exemplo, veio dos republicanos e os homossexuais sempre foram perseguidos países comunistas. essa é uma notícia de hoje da China

      https://twitter.com/bbcbrasil/status/1110511223148302339

      Excluir
  20. Lucas, se nao for pedir muito, eu te peço encarecidamente que divulgue essa página no seu Blog ou nas suas redes sociais. Gente como o conde Loppeux merece ser devidamente desmascarado:

    https://www.facebook.com/350026275611176/posts/364895640790906/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse Conde não conhece nada de história cristã primitiva. Pra ele, antes de 1517 somente existia a Igreja Católica e nada mais. Como podem dar ouvidos a uma pessoa como essa?

      É igual ao Nando Mora, que nunca pesquisa nada, não sabe sobre nada, mas quer ser o arauto da sabedoria. E ta cheio de seguidores.

      Sobre o celibato, pelo que eu já li, na Igreja Ortodoxa, os padres se casam, mas impõe o celibato nos cargos mas elevados, como bispos.

      Na igreja católica, os que defendem o fim, dizem não ser um dogma, apenas uma recomendação temporária e admitem que no começo não existia o celibato dos clérigos, então não entendo pq tanta resistência quanto a esse assunto. Talvez o Conde não sabe que não é um Dogma, precisa ser catequizado rs

      Excluir
    2. Eu compartilhei lá na página da Apologética Protestante, não vou publicar na minha porque quero manter o meu público longe até da aparência de um lixo humano desses. Como eu sempre digo, tem gente que é tão baixa que não merece ser vista nem para ser refutada. Quanto mais ignorada for, melhor.

      Excluir
    3. Lucas, o que você acha da analogia entre a historicidade de alexandre o grande e a doutrina da assunção de Maria? A analogia é o seguinte: da mesma forma que os registros escritos a respeito da vida de alexandre o grande foram registrados três séculos depois de sua morte; o mesmo ocorreu com os primeiros registros da assunção de maria, que passaram a ser escritos pelos pais da igreja apartir do quarto século. Um católico pode argumentar que os mesmos argumentos que nós protestantes usamos para negar o dogma da assunção, pode ser perfeitamente usado para negar a historicidade de alexandre o grande.

      Excluir
    4. Primeiro que não existe nenhum relato da assunção de Maria por Pais da Igreja do quarto século, isso só foi surgir bem depois. Eu já mencionei exaustivas vezes aqui o livro de Epifânio intitulado "Os Últimos Dias da Virgem Maria", onde ele simplesmente não fala NADA da assunção de Maria e diz que não sabe nem se ela morreu ou não, porque a Escritura se silencia a este respeito. Se ele conhecesse uma tradição que dissesse infalivelmente que ela foi assunta, é óbvio que ele não teria perdido a oportunidade de mencioná-la, como qualquer católico que preste faria nos dias de hoje, sem hesitação. E ele era do século IV.

      Em relação à analogia com Alexandre, não procede, porque do fato de nenhum escrito sobre ele ter SOBREVIVIDO até nós nos dias de hoje não decorre que nada foi ESCRITO na época. Obviamente muita gente deve ter escrito, mas nenhum documento sobreviveu a nós hoje (o que era bastante comum na época, eram raríssimos os manuscritos que sobreviviam). Então quando se diz que só temos escritos de Alexandre depois de três séculos após sua morte o que se quer dizer é que só temos escritos SOBREVIVENTES dessa época, e não que nada havia sido realmente escrito sobre ele antes disso (de material que se perdeu com o tempo, mas que os antigos tinham conhecimento).

      Excluir
    5. Eu disse que a doutrina da assunção de Maria foi registrada apartir do século IV devido a uma citação do estudioso católico Raymond Brown feita por esse artigo do Bruno Lima, onde diz que a tradição patristipa anterior ao concílio de Nicéia nao fornece nenhum testemunho a respeito da assunção. Pesquisando os pais da igreja que fazem referência abrespa re da assunção de Maria são realmente muito poucos que citam a tal assunção e ainda numa época bem tardia.


      https://www.google.com/url?sa=t&source=web&rct=j&url=http://respostascristas.blogspot.com/2017/03/a-assuncao-de-maria-e-evidencia.html%3Fm%3D1&ved=2ahUKEwic8Mvj8KThAhUkHbkGHYs8AWgQFjAAegQIBhAB&usg=AOvVaw2ln_Mq-lK29JX7SwX_eGIi

      Excluir
    6. Olha o argumento desse conde

      "Leonardo Olivaria A assunção de Maria está na tradição oral da Igreja. Logo, ela não poderia estar na bíblia, justamente pq o acontecimento é posterior ao término do Canon Bíblico. Mas não custa CUSPIR NA CARA: 1) PQ SERÁ QUE TODAS AS IGREJAS DA SUCESSÃO APOSTÓLICA FALAM DA ASCENSÃO DE MARIA?"

      Se é posterior ao escrito do Novo Testamento, como pode ser uma tradição dos apóstolos?

      Tradição oral não é ensinamento dos pais da Igreja do século 2 em diante, mas uma doutrina ensinada pelos apóstolos que acabaram esquecendo de colocar na bíblia, sendo passada oralmente. Na verdade, eles tem dificuldade em definir tradição oral. Cada dia trazem uma definição e origem diferentes.

      Excluir
    7. Sem falar que se Maria foi assunta aos céus ainda em vida, então é lógico que houve livros bíblicos escritos depois disso (quando João escreveu o Apocalipse ela já teria pelo menos uns 120 anos). Supondo que ela foi assunta com uns 70 anos (o que já é bem mais que a expectativa de vida da época, e para os católicos ela sequer morreu), ela teria sido assunta por volta de 50 d.C (no máximo), e a maioria do NT foi escrito depois disso (na verdade, quase tudo). O que mostra que esse argumento além de sofista é ignorante.

      Excluir
  21. E vc tem razão Banzolão sobre o que te perguntei no outro post das reações de pastores aos ataques do astrolavo,o Malafaia reagiu,mas o Feliciano ainda não aprendeu e continua chamando o astrolavo de professor,ele apoiou a Dilma em 2010,e só passou a atacar o petismo em 2013,ou seja,10 anos depois do petismo ter chegado ao poder,e parece que vai ter que esperar outros 10 anos e começar a perder fiéis da igreja dele para o catolicismo olavista para aí sim poder atacar o astrolavo,só depois de falir como pastor kkkk https://www.diariodocentrodomundo.com.br/essencial/desesperado-feliciano-pede-para-bolsonaro-maia-olavo-e-malafaia-pararem-de-bater-cabeca/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não se preocupe, em 2029 o Feliciano vai estar criticando o Olavo, só temos que esperar dez anos.

      Excluir
  22. Banzolão uma observação sobre meu último comentário,não sei se vc lembra,mas o Feliciano só passou a criticar o petismo,depois que esse surgiu contra ele quando foi indicado para presidir a Comissão dos Direitos Humanos e minoria,os petralhas fizeram isso aqui contra o pastor,https://www.youtube.com/watch?v=dw2dfh_9hus, http://g1.globo.com/politica/noticia/2013/03/protestos-levam-feliciano-deixar-audiencia-de-comissao-em-8-minutos.html e os olavetes são capazes de fazerem as mesmas coisas,pois são tão boçais e trogloditas quanto os petistas,talvez quando fizerem,ele acorde sobre o astrolavo

    ResponderExcluir
  23. Sinceramente, tenho que discordar dessa.
    Não é errado conservadores serem a favor da legalização das drogas. Mesmo que faça mal, é a liberdade individual das pessoas em jogo, sendo totalmente errado você impedir que elas consumam um produto por você achar que faça mal a elas. Isso só torna as drogas mais letais ainda. Existem diversos exemplos.
    Recomendo que você pesquise sobre o que ocorreu quando os EUA efetuaram a Lei Seca em 1920 e quem saiu lucrando dessa parada.

    Recomendo essa leitura também (de um instituto conservador):
    https://www.edmundburkeinstitute.ie/uncategorized/drug-wars-futile-fight/

    Lembra que ser a favor da legalização não é ser a favor de usar as drogas, e sim de diminuir a letalidade delas. Guerra as drogas cria com máxima eficiência drogas mais letais ainda, é totalmente anti-ético você defender isso (recomendo ler a origem do Crack e do Krokodil). Respeito sua opinião acima disso tudo.

    https://awebic.com/democracia/como-portugal-descriminalizou-as-drogas-e-e-um-exemplo-para-o-mundo/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se você me conhece minimamente, deve saber que não há nada que eu deteste mais do que gente que critica um artigo que não leu. Esse é obviamente o caso do seu comentário, já que todo ele já foi abordado e refutado no mesmo artigo que você comenta. E o pior é que você nem ao menos leu o artigo que linkou aqui (ou se leu, não entendeu nada do que leu), porque embora o título sensacionalista e mentiroso diga que "Portugal descriminalizou todas as drogas", o próprio artigo se autorefuta quando escreve na própria sequência do texto:

      “Ainda que produzir ou comercializar qualquer tipo de droga CONTINUEM SENDO ENTENDIDO COMO CRIME, a lei portuguesa avançou no sentido de que considera tratar os dependentes muito mais importante do que prender os traficantes”

      E também:

      “A polícia portuguesa ainda tem o poder de flagrar pessoas portando drogas, AFINAL, É BOM ESCLARECER QUE A DROGA CONTINUA CRIMINALIZADA, ou seja, ainda é questão de polícia, mas o seu consumo é que não é mais entendido como ato criminoso”

      Em suma: as drogas continuam sendo criminalizadas em Portugal, eles apenas não prendem simples usuários, como já não prendem aqui no Brasil. Não tem nada a ver com a legalização das drogas no modelo do Uruguai e da Holanda, que é o que eu abordo neste artigo (que você não leu). O próprio autor do artigo reconhece isso quando diz:

      “É bom salientar que nestes pontos a política de drogas do governo português É COMPLETAMENTE DIFERENTE DA DESCRIMINALIZAÇÃO DA MACONHA NO URUGUAI, que se trata de um modelo mais semelhante ao que é proposto para o Brasil”

      Então pelamordedeus, da próxima vez que for criticar ou citar um artigo, LEIA-O antes. Já me basta tanta gente louca que me aparece quase todo dia, não quero ter que perder a paciência com meus próprios leitores por coisas simples como essa. Uma coisa é fazer críticas construtivas de uma coisa que você leu rebatendo os argumentos do artigo, outra coisa é criticar o que nem leu citando outros argumentos tirados de uma fonte que também não leu. Assim não dá.

      Excluir
    2. Eu não respondi o seu artigo de forma "correta" pelo fato de eu concordar com ele quase que totalmente (drogas fazem mal, ponto).

      A minha questão é que eu discordo que usar drogas fere a liberdade individual das outras pessoas.
      Infelizmente, criar uma guerra as drogas não funciona, isso é uma lei econômica (se tem demanda, há oferta), e eu prefiro que os mafiosos e traficantes não saiam lucrando com essa, criando drogas ainda mais perigosas por causa das leis do seu país.

      Excluir
    3. O artigo não aborda apenas o fato das drogas fazerem mal (o que é um consenso), mas sim o fato de que ela influencia sim na vida de terceiros, embora você discorde neste ponto. E também que os resultados práticos obtidos nos países que caminharam na direção da legalização sofreram muito com isso, principalmente com o aumento da criminalidade. Inclusive o argumento de que "os mafiosos e traficantes não saem lucrando com essa" é uma falácia que não se comprova na prática, porque quem comprava drogas pelos traficantes continua comprando por este meio, já que as adquire por um preço menor do que o vendido legalmente (que vem com impostos e tudo mais). Então isso apenas aumenta o número de viciados sem liquidar o problema do tráfico. Temos apenas a perder com isso.

      Excluir
  24. Avalie http://juliosevero.blogspot.com/2012/10/uma-reflexao-sobre-o-neopentecostalismo.html?m=1

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Embora eu não goste do neopentecostalismo, eu concordo com muito do que ele disse. Realmente o neopentecostalismo só cresceu porque os tradicionais desprezaram os mais pobres e deixaram esse terreno fértil para os pregadores neopentecostais entrarem lá e fazerem o que fazem.

      Excluir
  25. Veja:

    https://youtu.be/0xeWR6Phf9A

    ResponderExcluir
  26. Poderia tecer um comentário sobre esse vídeo?

    https://youtu.be/4-ftxxINuww

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agora além de "historiador" ele virou "mãe Diná"?

      Excluir
    2. Acho que ele deve tá fazendo um curso de astrologia com um dos rivais do Astrolavo.

      Excluir
  27. Esse vídeo é longo (tem 24 minutos de duração), mas é muito bom! Vale a pena assistir:

    https://youtu.be/wimG7GuJvJM

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É difícil acreditar nos dados que ele traz. Ainda que sejam dados levantados por institutos tidos como sérios, ainda assim é algo que parece confrontar a nossa percepção da realidade (além do fato do homem ser mais naturalmente agressivo do que a mulher).

      Excluir
  28. Comente:

    https://youtu.be/0ANv6dYCZTw

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De fato, o Moro não está acostumado a lidar com essas cobras da velha política. Mas o pior não é isso, mas sim que o "historiador" está do lado das cobras...

      Excluir
    2. Na boa, esse cara desde que começou a falar de política e a criticar o Bolsonaro ele tem se tornado cada vez mais canalha, esse cara não se dizia de esquerda até a campanha eleitoral de 2018, antes ele se declarava centrista, mas desde que esse cara virou esquerdista ele ficou cada vez mais vil, baixo e canalha ao ponto de não só estar defendendo aquele pederasta do Nicolás Maduro como também do lado dessas velhas raposas da política brasileira. É incrível como o esquerdismo faz levar as pessoas num nível tão baixo de canalhice!

      Excluir
  29. Avalie:

    https://youtu.be/zs7rDecGcMI

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não assisto desenhos asiáticos.

      Excluir
    2. Eu também não sou muito fã de anime, mas queria que você focasse mais na crítica do "complexo de vira-lata" (nome idiota que os ultranacionalistas deram aos caras que criticam (e com a razão) o nosso país) que eles usaram. O que você tem a dizer sobre o "complexo de vira-lata"?

      Excluir
    3. Se é "complexo de vira-lata" reconhecer a mediocridade em que vivemos (país com mais assassinatos do mundo, com a maior corrupção do mundo, com uma das piores educações do mundo, com um dos mais ineficientes sistemas de saúde do mundo, e cuja política sempre foi guiada por um populismo barato e com uma democracia frágil), então ser "vira-lata" é apenas ser realista. Eu reconheço que o Brasil tem uma "grandeza natural", em tese tem o potencial de ser o maior país do mundo, é grande, tem riquezas naturais infindáveis, não tem terremoto, não tem furacão, não tem ciclone, não tem tsunami, não tem neve, é favorecido em todos os sentidos, tem de tudo pra ser um gigante que nunca foi, e é justamente isso que torna as coisas mais revoltantes. Por isso quando o Brasil é admirado lá fora é sempre por uma ou outra personalidade carismática em especial, e não pelo país em si. Muita gente escolhe o Brasil pra torcer numa Copa do Mundo, mas nem passa na cabeça deles vir morar aqui. É essa a diferença.

      Excluir
  30. Algumas pessoas dizem que o lago de fogo ou a segunda morte é o aniquilamento definitivo. Em Ap.19.20 – a besta e o falso profeta foram lançados vivos no lago de fogo e enxofre. No cap.20.3 – fala da prisão de Satanás. Versículo 7- será solto depois de mil anos. Ap.20.10 – mil anos depois Satanás encontrou os dois primeiros ainda vivos ( A besta e o falso profeta), o que indica que a segunda morte, não é o aniquilamento, é a separação definitiva de Deus. Então a primeira morte se deu no Éden, com a separação do homem de Deus espiritualmente, com decorrer dessa morte veio a morte física.

    E aí Lucas?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Escrevi aqui:

      http://www.lucasbanzoli.com/2019/01/qual-e-o-significado-do-lago-de-fogo-do.html

      Excluir
  31. o que você acha desse vídeos lucas


    https://www.youtube.com/watch?v=g_igCcWAMAM&t=134s

    ResponderExcluir
  32. Lucas, ao pesquisar percebi uma enxurrada de ancaps presentes pela Internet, como que as pessoas conseguem realmente acreditar nisso, que isso daria certo? Não é óbvio que não? Você pretende fazer um artigo a respeito? Acho que seria bom.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pra mim é óbvio que não daria certo, mas eu até gostaria que isso fosse implementado um dia para provar isso de uma vez por todas na prática (desde que eu não faça parte do país ou região que aderisse a isso, é claro). É mais um daqueles sistemas que funcionam muito bem no papel, porque o papel desconsidera completamente a complexidade das relações humanas e da nossa natureza. Eu escrevi algo bem simples e superficial sobre isso há um tempo atrás aqui:

      http://www.lucasbanzoli.com/2018/03/a-razao-biblica-pela-qual-nao-sou-nem.html

      E também aqui:

      http://www.lucasbanzoli.com/2019/02/em-que-sentido-biblia-diz-que-devemos.html

      Excluir
  33. Banzoli, você acha que Judas Iscariotes conseguiu a salvação ou foi direto para o inferno?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Considerando a forma com que a Bíblia o descreve acho difícil que tenha sido salvo, a não ser que tenha se arrependido verdadeiramente depois da traição (mas ao que tudo indica, foi apenas tomado de remorso, não de um arrependimento sincero).

      Excluir
  34. Amigo do Banzolão26 de março de 2019 21:56

    Banzolão, você tem algum artigo sobre a teoria das múltiplas fontes do livro de Gênesis: eloísta, javista, deuteronomista e sacerdotal?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso daí é bobagem da teologia liberal (invencionice de gente da laia do Fábio Sabino), apenas ignore.

      Excluir
  35. Uma pergunta para o Lucas: você acha que Deus pode ajudar um servo Dele a ir bem econômicamente(ter boas vendas, ter um bom emprego, etc.)? Se sim, qual o método que Ele usa(influência em outras pessoas a comprar seus produtos e influência nos contratadores para empregar esse servo sejam métodos que Ele usa... Creio que métodos que tira o livre árbitro das outras pessoas para ajudar economicamente esse servo Ele não se utiliza, por razões bem óbvias...)

    Deus lhe ilumine!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O que eu acho que pode acontecer é Deus dar sabedoria e capacidade para essa pessoa ser boa naquilo que faz, e consequentemente prosperar nisso. Abs!

      Excluir
    2. Concordo que essa seja uma possibilidade, juntamente com as que citei acima.

      Deus lhe ilumine!

      Excluir
    3. Lembrando que, qualquer talento que uma pessoa venha possuir, independente de sua crença, quer venha concordar ou não, tal talento será dom divino e sobre o que Deus nos dá, prestarmos conta no juízo. Portanto, ninguém é portador de alguma virtude por conta própria, pois
      "Toda a boa dádiva e todo o dom perfeito vem do alto, descendo do Pai das luzes, em quem não há mudança nem sombra de variação."
      Tiago 1,17.

      Excluir
  36. Banzoli, alguma vez você já se perguntou: "e se estivermos errados?"
    Com essa pergunta eu quero dizer se alguma vez você já se questionou se o cristianismo é realmente verdadeiro e não apenas mais uma religião dentre milhares, se a Bíblia é realmente a palavra de Deus e não apenas um livro qualquer escrito a milhares de anos atrás com histórias completamente inventadas assim como outros diversos livros sagrados de outras religiões, se realmente existe um Deus criador de tudo e não apenas o mundo físico onde só existe aquilo que podemos ver e comprovar a existência. Esse tipo de questionamento frequentemente passa na minha cabeça e me bate um desespero só de imaginar como seria descobrir que os ateus estão certos e que tudo aquilo que acreditamos não passa de história inventada por homens assim como diversas outras, de pensar que ao morrermos simplesmente acaba e não existe céu nem inferno, nem nada, eu tenho muito medo que pensamentos desse tipo acabem tomando conta da minha mente e acabem fazendo com que eu deixe de acreditar, por isso eu gostaria de saber se você já passou por esse tipo de questionamento, e o que é que te motiva a crer? O que é que te faz possuir a convicção de que aquilo que você acredita é real?

    Agradeço a atenção! Um grande abraço e que Deus lhe abençoe grandemente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Se perguntar" até sim, mas questionar seriamente (no sentido de incredulidade ou dúvida real) eu francamente nunca tive esse problema, não me lembro de ter tido uma "crise de fé" como outras pessoas dizem que tem, embora tenha muitos defeitos em outras áreas. Há muitas coisas que me fazem descartar a possibilidade de não existir nada de sobrenatural, principalmente as experiências que pessoas próximas a mim já tiveram, envolvendo coisas como milagres, dons espirituais, exorcismos e tudo mais, que estão acima da possibilidade do "acaso" e da simulação (fingimento). Para além disso, tem todos os argumentos de cunho intelectual no sentido da veracidade da Bíblia e da existência de Deus (argumentos estes que são famosos e que você já deve conhecer, e que até hoje nunca foram refutados de uma forma minimamente convincente). Por isso geralmente um ateu tem mais "crises" neste sentido do que um cristão (por exemplo, simplesmente ao olhar para a magnificência dos céus e ainda assim tentar iludir a si mesmo pensando que tudo aquilo surgiu tudo do nada e sem um criador inteligente por detrás de tudo, o que exige muito mais fé do que acreditar em Deus).

      Excluir
    2. Olá Lucas, permita-me entrar na discussão. Amigo, confesso que o silêncio de Deus, a aparente soberania do mal, a injustiça, a incerteza, a sensação de pequenez e finitude faz-me compartilhar as mesmas inquietações do anônimo e do Eclesiastes.
      Olha Lucas, hoje, o tempo que você tem de vida eu tenho de investigação e o que posso afirmar é "O cristianismo pode até estar errado, mas pra mim é a melhor inferência que possuo. Certeza você pode ter, eu, sinceramente, não tenho pra te dá".
      Pode parecer contraditório mas estou sendo honesto. Se eu estiver errado, que Deus me perdoe.
      Obrigado amigo.

      Excluir
    3. Eu acho que a única coisa que pode dar a sensação de "certeza" são as experiências pessoais. Os argumentos intelectuais podem até ser irrefutáveis sob a ótica da razão, mas lá no fundo ninguém tem certeza de nada apenas por argumentos intelectuais (independentemente do quão fortes sejam em alguma direção). Por isso tem tantos ateus que embora estejam totalmente convencidos intelectualmente que Deus não existe, ainda assim admitem que tem dúvidas o tempo todo (o Pirula mesmo já disse isso).

      Excluir
  37. Avalie: http://sexoprivilegiado.blogspot.com/2010/08/sexo-privilegiado-o-fim-do-mito-da_29.html

    Já leu esse livro?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não, mas a julgar pela entrevista parece bem interessante e desafiador.

      Excluir
    2. Aqui está o livro: https://issuu.com/alissonaraujo0/docs/sexo_privilegiado__de_martin_van_cr

      Excluir
    3. A Kéfera vai odiar muito esse artigo kkkkkkk

      Excluir
    4. Ela vai dizer que esse livro é falso porque é um mansplaining.

      Excluir
  38. Lucas, você acha possível que a adúltera de Jo 8 não tenha traído o marido, mas sim, cometido idolatria, e que por isso ela seria apedrejada sozinha?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente meu amigo, acertou em cheio. Até que enfim apareceu alguém com esse questão!

      Além de idolatria ela cometeu também alguma coisa ligada a feitiçaria.

      Excluir
    2. Não concordo com essa interpretação, francamente. Acho bem difícil que o autor bíblico quisesse dizer "idolatria" quando escreveu "adultério", que iria obviamente passar a impressão de que estava falando de adultério mesmo (que é como todo mundo entendeu e continua entendendo até hoje). Seria muito mais fácil e simples se ele simplesmente dissesse que ela cometeu idolatria ou feitiçaria, neste caso. Dizer que foi adultério, ainda mais no contexto de um evangelho no qual a palavra adultério sempre diz respeito a relações sexuais, irremediavelmente transmitirá este sentido.

      Excluir
  39. Lucas, você consegue achar algo de bom que o PT possa ter feito ao Brasil em 13 anos de governos Lula e Dilma? (boa sorte em achar...)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Consigo sim: ele mancharam a esquerda de tal forma que agora ninguém mais quer saber deles. Pode não ter sido a intenção, mas eles abriram os olhos de muita gente através de todas as m**** que fizeram.

      Excluir
  40. Lucas, por que a esquerda defende o vegetarianismo e o veganismo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é toda a esquerda que defende isso, tá cheio de esquerdista que come carne. Isso é uma questão de âmbito privado que pra mim não deveria nem ser politizada.

      Excluir
  41. Avalie:
    https://veja.abril.com.br/blog/cacador-de-mitos/quatro-argumentos-da-direita-em-defesa-das-drogas/

    https://veja.abril.com.br/blog/cacador-de-mitos/como-a-maconha-pode-diminuir-a-miseria-do-sertao/

    https://www1.folha.uol.com.br/colunas/leandro-narloch/2018/12/faca-como-israel-bolsonaro-apoie-a-maconha-medicinal.shtml

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não dá pra ler porque diz que é só pra assinantes e que eu já li a cota do mês para não-assinantes.

      Excluir
    2. Use este link: http://livre.site/

      Excluir
  42. Avalie: https://web.facebook.com/watch/?v=2132333473672833

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A China é hoje bem melhor do que já foi (na época do socialismo em si), mas ainda é um país mais pobre do que o Brasil em termos de PIB per capita, e miserável em muitas regiões no interior do país. O problema é que esse tipo de cara que abre empresa por lá só conhece Pequim e as capitais mais desenvolvidas, não conhece o outro lado da moeda, a extrema-pobreza das cidades do interior e o trabalho escravo em massa, que é o maior responsável pelo crescimento econômico do país.

      Excluir
  43. Avalie:

    https://universa.uol.com.br/noticias/redacao/2018/09/18/casais-homoafetivos-tambem-sofrem-com-relacionamento-abusivo.htm

    https://universa.uol.com.br/noticias/redacao/2018/03/20/violencia-domestica-tambem-existe-entre-lesbicas-e-e-uma-questao-de-poder.htm

    https://paulosampaio.blogosfera.uol.com.br/2018/03/09/produtora-lesbica-se-queixa-de-discriminacao-na-delegacia-da-mulher/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Relacionamentos abusivos existem em todo lugar, independem do sexo ou gênero.

      Excluir
  44. Lucas em varios dos seus artigos você diz que alguns ímpios sofrerá muitos açoites, outros poucos açoites! Mas essa passagem diz “servo”. Essa passa realmente fala dos ímpios?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se fosse um salvo, não levaria açoites (em vez disso seria recompensado, ainda que recebesse pouco galardão). Nas parábolas de Jesus é comum ele citar servos que são condenados e que tipificam pessoas condenadas ao inferno, como por exemplo na parábola de Mateus 18:34 (onde o servo infiel é lançado aos torturadores), Mateus 24:51 (onde o servo mau é punido severamente onde há choro e ranger de dentes), Mateus 25::30 (servo inútil lançado nas trevas exteriores), e muitos outros textos do tipo. Nem de longe Jesus citava "servos" apenas no sentido de pessoas salvas.

      Excluir
  45. Já vi você falando que, pela crítica textual, o evangelho de Marcos não tem um final, vai apenas até o versículo 8. Do 9 ao 20 pode ter sido uma nota de um escriba.

    E sobre Atos, a crítica textual fala algo? Também não tem um final e alguns falam de um suposto atos 29, aonde Paulo foi pregar na Espanha. Você já ouviu falar a respeito? Ai tem esse suposto final.

    http://exegeseoriginal.blogspot.com/2011/05/o-capitulo-29-de-atos.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nunca ouvi falar dessa teoria sobre o final de Atos. Ele parece estar bem consolidado na Crítica Textual, pelo menos do que eu estudei não é um alvo de discussão. E esse final alternativo aí citado tem algumas esquisitices e pelo menos um erro grave (além de que não parece ser muito o estilo do resto do livro).

      Excluir
  46. O que você acha dessa crítica, de que o núcleo do governo Bolsonaro, seguido por um discípulo do Olavo, Filipe Martins, quer impor uma ditadura - o poder executivo acima do judiciário e legislativo? Ele argumenta que é baseado na ideologia do Steve Bannon em outras críticas.

    https://blog.jovempan.uol.com.br/tem-metodo/2019/03/26/254/

    ResponderExcluir
  47. Lucas o que você acha dessa interpretação do Ed Rene Kivitz? Ele acredita realmente no extermínio do mal e dos ímpios? Essa não-existência seria a segunda morte? Obrigada.


    https://www.youtube.com/watch?v=fgRoNf7xqFQ


    https://www.youtube.com/watch?v=r23LwcWzwgA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Ed René tem umas pregações que são bem aniquilacionistas mesmo, e uma em que ele expressamente defende o holismo, embora ele não seja do tipo dogmático (inclusive tem uma pregação onde ele expressa o desejo dele de que o universalismo seja verdadeiro, embora isso não tenha sido uma afirmação teológica mas apenas um desejo pessoal). Pelo menos do jeito tradicional ele não crê, o que já é algum avanço.

      Excluir
    2. mas da p levar p lado aniquilacionista essa visão do ed????
      Caio fabio na pregação sobre inferno defende a extinção dos ímpios, satanás, morte

      Excluir
    3. Dá pra levar sim. O Caio também tem um vídeo onde apresenta a visão dele bem aniquilacionista do inferno. E assim como eles também tem vários outros teólogos e pregadores, mas a maioria é de fora do Brasil. Aqui isso ainda não é muito popular, a maioria do povão é completamente ignorante sobre esses assuntos teológicos e só conhecem aquilo que lhes foi apresentado (ou seja, o "status quo").

      Excluir
  48. Lucas eu vou dizer uma coisa e não vou me arrepender de jeito nenhum.E vou fazer isso baseado em vários comentários já li aqui no seu site, que tem gente esperando você dizer que a trindade é um embuste, e que vão concordar com voce, não é brincadeira. Estão apenas a sua espera para assumir.


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. http://heresiascatolicas.blogspot.com/2012/09/maria-e-mae-de-deus-theotokos.html
      Primeiro comentário do Alon.

      Excluir
    2. Eu achei meio zuado o comentário do Alon, mas se você acredita na trindade porque você concordou com ele? Bem eu estou sendo sincero, se você não acreditava na trindade, você mudou, assim espero.

      Excluir
    3. "Lucas eu vou dizer uma coisa e não vou me arrepender de jeito nenhum.E vou fazer isso baseado em vários comentários já li aqui no seu site, que tem gente esperando você dizer que a trindade é um embuste, e que vão concordar com voce, não é brincadeira. Estão apenas a sua espera para assumir"

      Vão ficar esperando pra sempre então.

      "Eu achei meio zuado o comentário do Alon, mas se você acredita na trindade porque você concordou com ele? Bem eu estou sendo sincero, se você não acreditava na trindade, você mudou, assim espero"

      O comentário dele não foi sobre a trindade, mas sobre Maria ser "mãe de Deus" (o que a maioria dos protestantes discordam, incluindo eu). Maria era mãe apenas de Jesus como homem na terra, não como Deus no céu. Este também é o sentido do outro artigo que você passou, não tem nada a ver com negar a trindade, que é uma outra discussão.

      Excluir
    4. Ata, desculpe-me é que parecia que você estava negando no artigo a divindade de Jesus.

      Excluir
    5. Mas Lucas, sendo sincero, primeira vez qui li pensei que você pensava que nem TJ.

      Excluir
  49. Avalie:

    https://youtu.be/0L59rdn_d1c

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, eu até gosto da Joice, mas essa mulher é uma barraqueira de primeira, já se meteu em tantos barracos que me faz pensar que o Reinaldo Azevedo tinha razão.

      Excluir
  50. http://berakash.blogspot.com/2016/11/um-cristao-pode-se-alegrar-com-morte-de.html vc concorda? Tipo se o Maduro, na Venezuela, ou o ditadorda Koreia morrerem de infarto, seria pecar se alegrar por esse tipo de livramento?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não acho que nessas circunstâncias e por essas razões seja pecado se alegrar com a morte de alguém, mas mesmo assim não se deve manifestar essa alegria publicamente, o que além de deselegante com os familiares de quem morreu também pode ser entendido como uma provocação desnecessária a alguém que já não está mais entre nós.

      Excluir
  51. Lucas você vai falar sobre o artigo 13?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já tem tanta gente grande falando sobre isso que eu acho desnecessário acrescentar alguma coisa.

      Excluir
    2. Que artigo 13 é esse que vocês falam? Algo relacionado ao PT? Hehe.

      Excluir
    3. Até seria bom se fosse. Na verdade trata-se "apenas" do fim do Youtube (por enquanto, apenas na Europa).

      Excluir
  52. Uma outra coisa, essa de orar com fé, a fé se dá em que parte da coisa: a certeza de que Deus nos ouve? A certeza que ele vai responder a oração da forma como pedimos ou a certeza de que ele vai fazer a vontade dele, que independe de um sim ou um não? É pecado orar sabendo que ele nos ouve mas ficar na apreensão da resposta? Como se descansa naquilo que se pede, ou naquele que ouve?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu diria que é um misto da primeira com a terceira opção. Não entendo a apreensão como um pecado, pois é um sintoma natural da natureza humana, mas é lógico que o ideal é que se descanse em Deus, no sentido de não ficar perturbado ou ansioso com a situação enquanto espera uma resposta. Mas se essa ansiedade persistir, você deve colocá-la em oração também, até ficar mais calmo.

      Excluir
  53. E com relação ao divórcio, qual a formalidade bíblica que caracteriza o matrimônio de fato para que a separação seja considerada divórcio? Pergunto porque o rito do casamento entre judeus é diferente do que as pessoas fazem, especificamente com relação ao noivado. Hoje os casais se juntam, vivem anos, aí se separam... depois de ajuntam com outros, cada vez é um divorcio? E esses casais que namoram, transam e tals... aí depois se separam e namoram outros, e transam mais ainda... cada vez que se separam é divórcio no sentido bíblico?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Bíblia ordena a submissão às autoridades, o que implica na submissão às leis civis ("dai a César o que é de César..."). Se na nossa lei o casamento é entendido da forma que é (no cartório e tudo mais), então isso é o casamento, independentemente de na cultura judaica ser assim ou assado. E sim, se a pessoa se divorcia legalmente cinco vezes, então ela teve cinco divórcios. Mas quanto a jovens que fazem sexo antes do casamento e não chegam a se casar, isso não é considerado um casamento (nem mesmo no conceito judeu, muito menos no nosso), é um pecado de fornicação, não um matrimônio (e portanto a separação neste caso não se trata de um divórcio).

      Excluir
  54. Lucas, eu vi gente criticando o uso da cruz, oque você acha? Tome esse vídeo de exemplo
    https://www.youtube.com/watch?v=UVwMWur_MQU

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acho o crucifixo em si irrelevante, mas se for usado como um "amuleto da sorte" deixa de ser um objeto neutro como qualquer outro e se torna um pecado por estarmos colocando a nossa fé em um objeto em vez de em Deus.

      Excluir
  55. Lucão, você reconhece os exorcismos feitos pela igreja católica, que usam crucifixo água benta etc ?

    ResponderExcluir
  56. Amigo do Banzolão27 de março de 2019 19:01

    Faça isso não, Banzolão. Porque você fez isso com a coitada? kkk

    https://www.youtube.com/watch?v=WWRkDxZshtQ

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não está vendo? Ela é escandalosa demais, não dava pra casar com ela, sem chances!

      Excluir
  57. Lucas, onde a Bíblia diz que morte é cessação de existência ou inatividade? Tem algum artigo seu que trate sobre isso?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tenho um livro sobre isso chamado "A Lenda da Imortalidade da Alma", que você pode baixar na página dos livros:

      http://www.lucasbanzoli.com/2017/04/0.html

      Mas se você quer algo mais resumido e simples, sugiro estes artigos:

      http://www.lucasbanzoli.com/2018/05/para-entender-o-aniquilacionismo-de.html

      http://heresiascatolicas.blogspot.com/2017/11/esclarecendo-duvidas-basicas-sobre.html

      http://heresiascatolicas.blogspot.com/2015/10/o-que-acontece-depois-da-morte.html

      http://heresiascatolicas.blogspot.com/2014/05/resumo-simples-sobre-o-estado-dos-mortos.html

      Lendo estes quatro artigos já dá pra ter uma boa noção da coisa.

      Excluir
  58. Lucas, você tem algum artigo que aborde a Lei Moral que existe nos nossos corações, o entendimento do que é certo e errado, e também que lide com as respostas dos ateus sobre isso já que eles não acham que essa questão tem relação com Deus? Procurei pelo blog mas não achei nada desse assunto específico. E como funciona essa Lei Moral se nós cremos que o homem nasce corrompido? Não pode acabar sendo contraditório?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tenho alguns artigos sobre isso, mas o primeiro listado abaixo é o principal:

      http://ateismorefutado.blogspot.com/2015/04/o-trecho-abaixo-e-extraido-de-meu-livro.html

      http://lucasbanzoli.no.comunidades.net/o-argumento-da-moralidade

      http://lucasbanzoli.no.comunidades.net/existencia-de-deusp3

      http://ateismorefutado.blogspot.com/2015/04/o-destino-dos-povos-nao-alcancados.html

      O fato de existir uma lei moral nos nossos corações não se opõe à depravação total, porque nós por nossas próprias forças jamais conseguiríamos seguir essa lei de consciência (justamente por causa da depravação total), só conseguimos quando Deus derrama sobre nós a graça preveniente.

      Excluir
  59. Pergunta sobre perdão. Vamos supor que uma mulher seja estuprada e da cadeia, o estuprador pede perdão. É lícito perdoar mas não ser amigo ou o perdão não passou de falsidade? Tipo se ela perdoa mas aí ele precisa de ajuda, meio punk ela ajudar o cara que a estuprou não? Pegando um exemplo menos absurdo, vamos supor um casal de namorados em que dessa vez a mulher é a algoz, ou seja, ela o traiu. Aí os anos passam, e depois ela um dia encontra o rapaz e pede a ele perdão. Ele perdoa, mas aí depois ela diz que quer amizade e ele nega amizade. Esse perdão é falso? Como entender o perdão dentro desse contexto?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Perdoar é não guardar ressentimento e não revidar ou se vingar, não implica em virar amiguinho da outra pessoa, até porque existem pessoas tóxicas que é bom manter distância mesmo, para a sua própria saúde psíquica (e em alguns casos, até física). Se nós não somos obrigados a sermos amigos nem de quem nunca magoou a gente, quanto menos de quem já fez isso. Mesmo porque é humanamente impossível ser amigo de todo mundo; quanto mais tempo nós passamos com alguém significa menos tempo para os outros, e portanto menos amizade (ou nenhuma).

      Excluir
  60. Lucas como você conseguiu fazer história e não virar esquerdista?. Eu amo os livros do Max Lucado, e vc quais são seus autores favoritos . Essa aqui e importante o que aconteceu com o São Paulo desde a saída do Muricy Ramalho?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Lucas como você conseguiu fazer história e não virar esquerdista?"

      Eu sempre fui anti-esquerda, já entrei na faculdade sendo anti-esquerda, e qualquer pessoa com um nível razoável de instrução fica ainda mais anti-esquerda quando ouve os argumentos pró-esquerda na faculdade. Mas infelizmente alguns com a mente mais fraca ou com pouco estudo na área acabam sucumbindo fácil em frente a qualquer discursinho barato.

      "Eu amo os livros do Max Lucado, e vc quais são seus autores favoritos"

      Eu fiz uma lista dos autores mais relevantes para a minha vida neste artigo:

      http://www.lucasbanzoli.com/2018/05/os-dez-autores-que-mais-impactaram.html

      "Essa aqui e importante o que aconteceu com o São Paulo desde a saída do Muricy Ramalho?"

      A resposta racional exigiria um livro de 10 mil páginas com todos os erros cometidos por todas as diretorias, treinadores e jogadores desde então, mas a resposta mais curta deve ser alguma praga lançada por uma bruxa desconhecida, que só vai acabar quando o Agenor Duque fizer um "ato profético" de "quebra de maldições" (de preferência no rio Jordão).

      Excluir
    2. Amigo do Banzolão228 de março de 2019 21:46

      Tricolor na segundona? :(

      Excluir
  61. Esquerdistas e até outros tipos de pessoas quando conseguem por em prática algumas de suas ideias,terminam por só trazerem males. A frase : As ideias tem consequências nunca foi tão verdadeira. Por isto devemos ser cautelosos em aprovar ideias de outras pessoas e até de nós mesmo. Sobretudo coisas nebulosas e com alto risco de darem errado. Pois as perdas podem ser imensas. Mas ! Ideias boas devem ser valorizadas e vale a pena lutar. Com certeza a colheita será boa. Não devemos ser só negativos. Com cautela e sabedoria tudo se resolve. no entanto certos grupos (esquerdistas por exemplo ) não tem essas qualidades.

    ResponderExcluir
  62. Posso dizer que o Leandro Quadro deu um Flawless victory em um cara que afirmou que a Bíblia incentiva o estupro e culpa a vitima:

    https://www.youtube.com/watch?v=fBk99jj00_c

    Deus lhes ilumine!

    ResponderExcluir
  63. Lucas, qual seu filme preferido sobre Jesus Cristo?

    ResponderExcluir
  64. Lucas, você prefere TV Aberta ou TV Paga?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo do Banzolão228 de março de 2019 21:43

      Suspeito que o Banzoli seja mão-de-vaca. Vai preferir TV Aberta. :)

      Excluir
  65. Este sitio tiene un contenido excelente. Desafortunadamente no está en español. ¿Usted nunca pensó en traducir, ya que usted es fluido en español?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gracias, pero traducir todo sería demasiado trabajo, así que por ahora permanecerá solamente en portugués. Pero si utilizas Google Chrome, puedes traducir la página entera automáticamente, sin problemas.

      Excluir
  66. Professor, eu tenho uma dúvida.
    Fazer xixi no quintal do vizinho é crime?

    ResponderExcluir
  67. Mano. Eu tbm penso que não pode haver liberação de drogas em país onde há sistema único de saúde. Porque os usuários futuramente aumentarão os gastos do governo com saúde, e quem banca o sistema é são todos os que pagam imposto.
    Abç.

    ResponderExcluir
  68. Pq os católicos dão tanta ênfase em Maria ser mãe de Deus e tals... não vejo eles dando essa mesma força para José, que em tese seria pai de Deus... isso por si só já mostra que a motivação de idolatrar Maria é tudo menos bíblica... o que vc acha?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pela teologia protestante e também católica José não seria pai de Deus nesse sentido porque não é biologicamente pai de Jesus, apenas formal, por ter se casado com a Maria e ter adotado Jesus como filho, mas também poderia empregar este termo.

      Os católicos argumentam que o título de Maria como Mãe de Deus tem caráter apenas cristológico, não mariológico, pra afirmar que a pessoa de Jesus era divina, não apenas que tinha uma natureza divina, mas que o todo era Deus. Maria, então, teria dado a luz a segunda pessoa da trindade, que veio ao nosso mundo há 2 mil anos.

      Mesmo sendo isso, é uma heresia porque afirmam que o próprio Deus veio a existência no seio de Maria e Deus nunca nasceu. A segunda pessoa da trindade já existia antes de Maria dar a luz, é eterno. Maria Deu a luz a um ser humano.

      E também afirmam que Deus morreu na cruz e quem morreu na cruz foi um homem. Deus é imortal.

      O próprio Jesus argumenta isso em Mateus 22

      "E, estando reunidos os fariseus, interrogou-os Jesus,
      Dizendo: Que pensais vós do Cristo? De quem é filho? Eles disseram-lhe: De Davi.
      Disse-lhes ele: Como é então que Davi, em espírito, lhe chama Senhor, dizendo:
      Disse o Senhor ao meu Senhor:Assenta-te à minha direita,Até que eu ponha os teus inimigos por escabelo de teus pés?
      Se Davi, pois, lhe chama Senhor, como é seu filho?
      E ninguém podia responder-lhe uma palavra; nem desde aquele dia ousou mais alguém interrogá-lo."

      Mateus 22:41-46

      Jesus, como sendo divino, não é "filho" (aí é filho no sentido de descendência) do Rei Davi. Ele como ser humano é filho de Davi, mas existe antes de Davi ter nascido, pela sua natureza divina e não ter como Davi ser "pai" de quem existe antes dele existir. O mesmo raciocínio se aplica a Maria e a outros ancestrais de Jesus.

      Excluir
    2. Sem falar que eu nunca ouvi um católico dizer que a mãe de Maria é "avó de Deus", ou usar isso como pretexto para adorar a mãe de Maria, por ser supostamente a "mãe da mãe de Deus", o que lhe conferiria um enorme status seguindo a lógica deles. Embora alguns protestantes creiam que Maria é mãe de Deus em um sentido puramente cristológico, para os papistas isso é um dogma mariano, é totalmente mariólatra, usado para incentivar e fundamentar a adoração à "deusa-mãe".

      Excluir
  69. Mas banzoli, se você é contra as drogas, aborto e casamento gay isso não faz de você um conservador? Pois até onde eu sei essa é a única divergencia entre conservadores e liberais já que quando se trata de economia os dois possuem a mesma opinião.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essas divergências são superficiais, há liberais que são contra isso tudo, não é preciso ser anti-liberal para ser contra essas coisas. O problema é aquilo que eu disse no artigo, as pessoas distorcem o conceito de liberdade e dentro dessa distorção realmente não faz sentido ser contra qualquer coisa sendo um "liberal", mas essa não é uma definição real de liberalismo mas apenas uma fantasia criada na cabeça de alguns. Da mesma forma que eu posso ser liberal e contra o aborto por defender a liberdade do feto de existir, eu posso ser liberal e contra as drogas por defender a liberdade da sociedade não ter que arcar com todas as consequências horríveis que as drogas acarretam a nós (mesmo aos não-usuários, como mostro no artigo com exemplos). E assim por diante. Eu entendo o liberalismo como uma parte do conservadorismo, porque ser conservador não significa "conservar tudo como está" (isso é reacionarismo e não conservadorismo), mas sim conservar valores básicos, entre eles a liberdade (de onde vem o liberalismo). E considerando o liberalismo como um dos princípios do conservadorismo, faz todo sentido um conservador liberal, eles não são antagônicos como alguns querem que seja, eles só são antagônicos dependendo da visão distorcida que se pode ter de um ou de outro.

      Excluir
  70. O nome de uma pessoa pode ou não pode ser apagado do livro da vida, se uma vez foi escrito lá? Eu andei lendo umas coisas, não concordo quando alguém diz que se uma pessoa apostata da fé por exemplo, quer dizer que nunca foi parte do corpo de Cristo, acho que isso é apenas algo no sentido literário e não literal, o que vc acha do assunto?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode ser apagado sim. Eu escrevo sobre isso aqui:

      http://lucasbanzoli.no.comunidades.net/e-possivel-perder-a-salvacao

      Excluir
  71. Banzolão e o que vc acha do ministro Velez?Ele até ganhou do São Paulo na final da Libertadores 1994,cobra pênaltis muito bem kkk, https://www.youtube.com/watch?v=4ZO4BjhEOdo,mas como ministro da educação parece não estar agradando,já estão pedindo sua demissão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse Vélez está dando tristeza há muito tempo, você lembrou bem.

      Excluir
  72. Banzolão e vc não acha que o Bolsonaro comemorar o golpe militar é um erro,tiro no pé?Pq vivem acusando ele de ser autoritário,de admirar ditaduras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É lógico que é um erro, mas é bem previsível vindo dele, que sempre defendeu isso a vida inteira, não é nenhuma novidade ou "escândalo".

      Excluir
  73. Banzolao conhecendo seu amor pelo São Paulo e seu trabalho contra os apologeticos católicos ,pode-se dizer que o titulo mais importante do SPFC foi a Libertadores de 1993 contra a Universidad CATÓLICA?

    ResponderExcluir
  74. Lucas algumas perguntas

    -Se Caim se casou com sua irma como dizem alguns, os filhos nao deveriam ter doencas e deficiencias? Ou eles tinham e aquelas pessoas eram estranhas?

    -Como saber se os gigamtes realmente existiram, existe pelo menos esqueleto de um deles?

    -O que as pessoas faziam no sabado, ja que elas nao trabalhavam elas faziam o que, ficavam deitadas o dia todo sem fazer nada?

    -Porque em Exodo, Deus fala com Moises, logo depois Deus quer matar Moises e ai sua esposa circunsia o filho dele, diz que ele um marido sanguinario e logo depois Deus ta falando com Arão, qual o proposito desta passagem e o que ta acontecendo?

    -Varias mitologias ao redor do mundo mencionam os mesmos monstros e criaturas, vc ja comentou que os deuses e herois pagaos sao baseados nos anjos caidos e seus filhos da era pre diluviana, na qual as historias foram preservadas pela familia de Noe e depois as pessoas passaram a adorar estes seres. Mas e as outras criaturas, sao baseadas em demonios ou os demonios enganam elas?

    -No Antigo Testamento, Deus e Seus anjos so agiam no Oriente Medio ou tambem atuavam em outras areas do mundo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 1) Naquela época ainda não existia esse problema, pois a recente criação do homem não lhe trazia uma história genética tão grande como a que temos. Hoje temos muito mais a herdar de nossos antepassados do que naquela época.

      2) Veja alguns exemplos aqui:

      http://arqbib.atspace.com/gigante.html

      3) Basicamente.

      4) Pelo contexto tem a ver com a circuncisão, o texto dá a entender que Moisés se recusava a cumprir a ordenança divina de circuncidar seu filho, por isso é sua esposa que faz isso por ele (o que seria obrigação dele e não da esposa).

      5) Quais outras criaturas você se refere? Eu sei que os dragões eram baseados em dinossauros, mas com o tempo eles vão se tornando mais raros e o elemento mitológico ganha força, aí começam a inventar coisas como que solta fogo pela boca e etc.

      6) Atuavam em todo lugar, mas não da mesma forma. Deus tinha um povo eleito que cuidava de forma mais pessoal e particular, que era Israel, mas ele sempre foi o Deus de toda a terra, ainda que não tenha se revelado a todos da mesma maneira ou ao mesmo tempo.

      Excluir
  75. Estou fechando a caixa de comentários daqui por ter chegado aos 200 comments, infelizmente dessa vez eu calculei errado e por isso tive que deletar os comentários de "avalie" que ainda faltava responder (senão estourava os 200), então quem postou aqui e não foi respondido eu peço que poste de novo no artigo mais recente (se perdeu o link, é só falar que eu tenho aqui).

    ResponderExcluir