25 de fevereiro de 2019

200 Em que sentido a Bíblia diz que devemos nos sujeitar às autoridades governamentais?



Um dos textos mais conhecidos e debatidos é o que Paulo fala da submissão às autoridades governamentais. Ele está em Romanos 13, que diz:

Romanos 13
1 Todos devem sujeitar-se às autoridades governamentais, pois não há autoridade que não venha de Deus; as autoridades que existem foram por ele estabelecidas.
2 Portanto, aquele que se rebela contra a autoridade está se colocando contra o que Deus instituiu, e aqueles que assim procedem trazem condenação sobre si mesmos.
3 Pois os governantes não devem ser temidos, a não ser pelos que praticam o mal. Você quer viver livre do medo da autoridade? Pratique o bem, e ela o enaltecerá.
4 Pois é serva de Deus para o seu bem. Mas se você praticar o mal, tenha medo, pois ela não porta a espada sem motivo. É serva de Deus, agente da justiça para punir quem pratica o mal.
5 Portanto, é necessário que sejamos submissos às autoridades, não apenas por causa da possibilidade de uma punição, mas também por questão de consciência.
6 É por isso também que vocês pagam imposto, pois as autoridades estão a serviço de Deus, sempre dedicadas a esse trabalho.
7 Dêem a cada um o que lhe é devido: Se imposto, imposto; se tributo, tributo; se temor, temor; se honra, honra.

O ponto mais debatido é o verso 1, que diz que “todos devem sujeitar-se às autoridades governamentais”. Embora o dever da sujeição pareça claro, o tipo de sujeição é o que é debatido. No que essa sujeição consiste? Para alguns mais radicais, significa que devemos aceitar acriticamente toda e qualquer atitude que uma autoridade tomar, ou mesmo apoiar ativamente o governo independentemente de qual seja. Para os radicais de outro extremo, não significa nada, seja porque são contra a existência do Estado, seja porque acham que essa sujeição só deve ser dada a governantes exemplarmente cristãos.

Em primeiro lugar, é preciso descartar logo de cara a possibilidade de que Paulo só estivesse se referindo a governantes piedosos, como alguns interpretam. Isso porque Paulo escrevia quando Nero ainda era o imperador – um louco que ateou fogo em Roma, que assassinou sua própria mãe mandando abrir-lhe a barriga para ver de onde veio, e que crucificava cristãos usando-os como tochas para iluminar a cidade de Roma. Mesmo que Paulo tivesse escrito na época de outro imperador, é difícil achar um homem piedoso na lista de reis romanos, e menos ainda um cristão. Sem falar que o termo autoridades está no plural, o que inclui não apenas o imperador, mas também prefeitos, governadores e magistrados em geral – que certamente não eram bons em um sentido moral, e talvez em sentido nenhum. Por fim, Paulo sabia que seu escrito era atemporal (i.e, que seria lido e usado pelas demais igrejas e por outros cristãos de outras épocas), e que, portanto, se aplicaria a autoridades da má índole.

Então me parece claro que devemos nos sujeitar às autoridades, inclusive às autoridades ruins. Mas isso nos leva a algumas situações problemáticas. Uma delas vem quando perguntamos sobre qual autoridade devemos obedecer. Pense no cenário atual da Venezuela. Eles têm dois presidentes neste momento: Maduro e Guaidó. Um é reconhecido pelos países de esquerda, o outro pelos de centro e de direita. A quem o povo venezuelano deve submissão? Se você fosse um militar do exército venezuelano, a quem obedeceria? Lembre-se que o caso venezuelano é apenas um exemplo, pois ao longo da história foram muitos os casos de reis disputando o poder para ver quem era o rei de fato (e até papas fazendo isso).

E se o governante em questão for um tirano que tomou à força o poder de outro, para impor uma ditadura? Ele seria um governante legítimo ao qual devemos obediência, ou poderíamos conspirar contra ele? Ele seria um “enviado de Deus” por estar no poder, ou um do diabo por usar o poder para praticar atrocidades, como Hitler e Stalin? Vamos supor que um cristão norte-coreano queira fazer uma revolução na Coreia do Norte acabando com o regime comunista, genocida e monstruoso da dinastia de Kim Jong-un e colocar em seu lugar um governo democrático, livre e republicano. Ele estaria indo contra Deus, que colocou Kim no poder? Ele estaria cometendo o pecado de desobedecer às autoridades constituídas?

Se ele vivesse na época do nazismo, estaria sendo insubmisso às autoridades se não se sujeitasse ao führer? O que pensar de Dietrich Bonhoeffer, o pastor luterano líder da resistência ao nazismo, que planejava assassinar Hitler? E se alguém quisesse fazer o mesmo com outros ditadores facínoras, como Stalin? Até que ponto seria permitido se insurgir contra as autoridades, e a partir de que ponto isso se tornaria proibido? Por que Paulo se referiu às autoridades como um todo, o que incluiria o próprio Nero, que era tão mau quanto os dois acima citados? Se os cristãos deviam obediência a Nero, por que não deveriam também a Stalin e Hitler?

Vamos além: se toda autoridade foi colocada ali por Deus e é da vontade dEle que obedeçamos a elas, seria correto se numa república pedíssemos o seu impeachment, ou que fizéssemos greves, ou paralisações gerais, ou manifestações de rua, ou que militássemos no partido da oposição, ou que criticássemos o governo asperamente, ou mesmo que votássemos no partido da oposição por ocasião da reeleição? Dependendo da forma como interpretamos o “sujeitar” que Paulo diz, poderíamos chegar a todas essas conclusões, ou pelo menos a algumas delas. Alguém poderia alegar que já que toda autoridade foi colocada ali por Deus e devemos nos sujeitar a ela, então qualquer forma de oposição seria uma “rebeldia” à vontade de Deus.

Todas essas são questões que ficam sem resposta satisfatória se olharmos pela perspectiva de que Paulo estava falando de governantes individuais, de fulano A ou B. Mas o entendimento que tenho do texto é de que Paulo está falando da autoridade governamental em si, não de governantes específicos. Primeiro é preciso entender para que tipo de gente Paulo estava escrevendo e com que propósito. Eu não penso que ele estivesse pensando no nosso cenário atual, onde prevalece a república com eleições democráticas a cada quatro anos e onde o povo de fato participa do governo, ainda que indiretamente. O cenário em que ele escrevia era de reis autoritários onde ninguém tinha direito nenhum a não ser o de obedecer ao rei ou se revoltar, não contra uma autoridade em específica, mas contra o governo como um todo.

Se alguém se revoltasse e matasse o rei, o filho do rei assumiria o trono e nada mudaria. As pessoas sabiam disso, e Paulo também. Nenhum rei deixava o cargo em época de eleição, porque não havia eleição alguma. O único jeito de tirá-lo de lá era matando. E mesmo se matasse, não iria adiantar nada, porque um igual a ele iria assumir. E pior: iria assumir de forma ainda mais implacável, após esse atentado que certamente aumentaria a repressão governamental. Certamente havia muitos cristãos em Roma desejosos pela morte do César. Mas pense no que isso resultaria caso fosse colocado em prática: os cristãos seriam estigmatizados em todo o império e tratados como sórdidos traidores, o sistema não iria mudar, um novo rei iria assumir e iria reprimir os cristãos com ainda mais violência. Não tinha jeito: uma “revolução” só resultaria em sangue derramado e em resultados práticos nulos. É deste cenário que Paulo falava e era isso que ele tinha em mente.

O outro erro é quando se interpreta “sujeição” como sendo uma obediência cega, acrítica, irracional e incondicional a cada atitude ou prática de um governante, tal como os norte-coreanos com Kim Jong-um, que o tratam como um semideus. Não é disso que Paulo falava. Quando ele diz que “é necessário que sejamos submissos às autoridades, não apenas por causa da possibilidade de uma punição, mas também por questão de consciência” (v. 5), ele se refere em seguida aos impostos que pagamos (vs. 6-7), ou seja, essa sujeição às autoridades estava diretamente relacionada aos nossos deveres civis.

Havia uma influente corrente de pensamento anárquico naqueles dias, muito mais forte do que os movimentos anarquistas modernos (e compreensivelmente, dado o fato de que os reis costumavam ser muito mais cruéis e tiranos do que os presidentes de hoje). Mas embora os reis fossem muito ruins, Paulo sabia que sem a existência de autoridades não poderia haver sociedade, segurança ou propriedade privada; tudo seria confusão e anarquia, e o mundo habitável seria logo despovoado, dominado pelo caos e pela lei do mais forte. Ou seja, ruim com as autoridades, pior sem elas. Por isso Deus estabeleceu as autoridades, e aqui está o centro de toda a discussão. Deus não estabeleceu Nero pessoalmente, mas ele estabeleceu o governo civil, o que por implicação significa que devemos nos sujeitar a quem ocupa este posto (por isso não há nada que impeça que tiremos um tirano do posto, desde que possamos colocar alguém melhor no lugar, uma autoridade que também será divinamente instituída pela mesma razão e no mesmo sentido).

Pelas palavras de Paulo, fica claro que o problema principal que ele se opunha era o não-pagamento de impostos por parte de cristãos que eram veementemente contra as autoridades em si (as autoridades no geral, não apenas uma delas em particular). Paulo repreende essa pretensão e começa acentuando o fato de que o governo civil foi estabelecido por Deus, razão pela qual estamos debaixo da autoridade de quem ocupa este posto (vs 1-2), então explica que a razão principal pela qual Deus decidiu assim é para punir o mal pela espada (vs. 3-4), ou seja, para assegurar alguma segurança em vez de uma anarquia, e termina acentuando o fato de que nós devemos pagar os impostos ao governo, sem os quais ele não poderia existir (vs. 6-7). 

O verso 6 é de todos o mais claro, quando diz que "é por isso também que vocês pagam imposto". "Por isso" o que? Paulo explica em seguida: "...pois as autoridades estão a serviço de Deus, sempre dedicadas a esse trabalho". Que trabalho é esse? O mesmo que Paulo havia acabado de afirmar, ou seja, que a autoridade «não porta a espada sem motivo» (v. 4), porque ela é a responsável por garantir um ambiente de segurança, punindo os criminosos segundo a lei. E para que ela possa fazer isso ela precisa ser sustentada com impostos, razão pela qual Paulo diz que «é por isso que vocês pagam imposto». O Estado está «à serviço de Deus» porque Deus quer que o criminoso seja punido nesta terra; o Estado é o responsável por isso, e para executar essa tarefa precisa de impostos. Ou seja, a insubmissão que estava em jogo aqui não se tratava de criticar o governante A ou B ou de preferir Fulano a Beltrano, mas sim à recusa a se submeter aos magistrados na forma de impostos e tributos (ou seja, um sonegador de impostos que despreza a lei porque a julga errada, mas que na verdade está ajudando a tornar o Estado inoperante, contra a vontade de Deus). 

Então, se você não defende a anarquia e paga os seus impostos conforme a lei exige, cumprindo os seus deveres civis direitinho, você já está se submetendo às autoridades, mesmo que não concorde com política nenhuma de um governante específico e ainda que queira que outro assuma o seu lugar. Você pode militar politicamente em um partido contrário, pode fazer greves dentro da lei, pode usar os recursos que uma democracia oferece para destituir um presidente ruim através de um impeachment ou nas urnas, e, em casos mais extremos (como os de Hitler e Stalin), pode tentar uma revolução, desde que isso seja viável (o que muitas vezes não é) e que coloque no poder uma autoridade mais justa que por sua vez também será “estabelecida por Deus”, porque o que Deus estabeleceu foi o governo civil, independentemente de quem lá estiver. Só o que não pode é deixar de cumprir seus deveres civis como cidadão, por achar que por ser cristão está acima da lei, ou buscar uma revolução anárquica que se choca com a vontade de Deus de que a sociedade viva sob as régias de um governo, ainda que seja um governo ímpio.

Em síntese, a admoestação paulina se divide em três partes: a necessidade de se submeter às autoridades (porque a autoridade, i.e, o governo civil, provém de Deus), o motivo de Deus ter estabelecido autoridades em vez da anarquia (relacionada à questão da segurança, pois se não houvesse o Estado seria cada um por si e não haveria ninguém para punir o mal) e o método pelo qual cumprimos esse dever (na forma da lei, pagando os impostos devidamente). Não devemos tirar esses versículos do contexto para defender a tese de que devemos obediência cega à política de governantes específicos, como ditadores sanguinários do passado ou do presente. Para ficar mais claro, traduzi o mesmo pensamento de Paulo com os seus interlocutores em forma de diálogo, simplificando e condensando o que ele diz em Romanos 13:1-7:

Cristão – Eu penso em matar esse rei ímpio para viver numa anarquia. Ninguém manda em mim! Imposto é roubo!!!

Paulo – Não faça isso, submeta-se às autoridades.

Cristão – Em que sentido?

Paulo – Pagando os seus impostos como manda a lei.

Cristão – Por quê?

Paulo – Porque Deus estabeleceu que deve haver governantes.

Cristão – E por que Deus decidiu isso?

Paulo – Porque sem governantes, o mal ficaria impune. Viraria uma anarquia e seria cada um por si. Alguém tem que portar a espada para garantir um mínimo de segurança, e este alguém é o Estado. Se não fosse assim, quem puniria os assassinos? É ele que pune quem pratica o mal, na forma da lei.

Cristão – Isso significa que eu não posso me opor a um governante em específico?

Paulo – Não é isso. Quando o rei de Israel Roboão decidiu aumentar os impostos desmedidamente, Deus enviou profetas anunciando a separação do Reino do Sul, que não se submeteu a isso, proclamou seu próprio rei e em momento nenhum foi repreendido por Deus por essa decisão. Mas eles não se separaram para viver anarquicamente; em vez disso, elegeram um novo governante que por sua vez também era legitimado por Deus, porque todo governo civil é legítimo neste sentido. Enquanto estamos na terra, devemos cumprir nossos deveres civis como qualquer outro cidadão, independentemente de quem estiver no governo. Podemos mudar o governo se possível for, mas não o nosso dever para com ele.

Cristão – Então eu posso votar na oposição?

Paulo – Não, porque o voto só vai existir daqui muitos séculos. Mas quando existir, pode.

• Compartilhe este artigo nas redes:

Paz a todos vocês que estão em Cristo.

Por Cristo e por Seu Reino,


- Siga-me no Facebook para estar por dentro das atualizações!


- Baixe e leia os meus livros clicando aqui.

- Acesse meu canal no YouTube clicando aqui.


ATENÇÃO: Sua colaboração é importante! Por isso, se você curtiu o artigo, nos ajude divulgando aos seus amigos e compartilhando em suas redes sociais (basta clicar nos ícones abaixo), e sinta-se à vontade para deixar um comentário no post, que aqui respondo a todos :)   

200 comentários:

  1. Esse capítulo realmente pode nos levar a conclusões erradas e equivocadas se realmente não levarmos em conta todo o conjunto da obra: época, contexto, remente, destinatários... depois me passe um email para que eu possa enviar o artigo traduzido que vc pediu para que quem pudesse traduzir no post anterior.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu e-mail é: lucas_banzoli@yahoo.com.br

      Recomendo que após enviar o email, me mande uma mensagem aqui confirmando que enviou o email (para o caso do email não chegar). Ou então você pode me enviar em anexo pelo facebook mesmo, tanto faz. Abs!

      Excluir
    2. Mandei para vc um email com o artigo traduzido. Abraço.

      Excluir
  2. Analise please e comente: "Martinho Lutero obteve da Bíblia a certeza de que a pessoa deve obediência unicamente a Deus, que Deus liberta as pessoas para servirem às outras em amor. A partir disso defendeu: O cristão é um senhor livre de todas as coisas e não está sujeito a ninguém — na fé. Um cristão é um servidor de todas as coisas e sujeito a todos — no amor. A autoridade é instituída por Deus em seu ministério. Por isso, os cristãos lhe devem obediência. — Como é Deus quem dá autoridade ao governante, devemos obediência incondicional a Deus, mas não ao governante. Nem mesmo o militar cristão deve obediência absoluta ao governante. O limite da obediência está dado pela palavra de Deus: o Evangelho e o Decálogo. — O cristão não obedece cegamente. Ele tem que formar sua opinião própria. — Quando a autoridade o quer forçar a fazer injustiça, tem o compromisso de desobedecer, de resistir com a palavra, de sofrer com a palavra. (Estudos Teológicos, ano 29, n- 1, 1989, p. 79.)" Vc concorda?

    ResponderExcluir
  3. Lucas Banzoli, muito bom artigo. Parabéns!

    Uma pergunta apenas: não vai gravar mais vídeos?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Alon!

      Eu estava esperando o microfone novo chegar, chegou recentemente, se der ainda gravo um vídeo hoje e posto amanhã. Abs!

      Excluir
  4. Monstro, Monstro, Varomonstro, tu es um grande varao, um varao maravilhoso!! Que abençoe sua vida e continue te dando sabedoria!

    ResponderExcluir
  5. Eu vi uns vídeos recentemente de uma pessoa que aborda a pessoa de João Batista dentro do Novo testamento e ele afirma que existe termos técnicos (hebraísmos) que dão a entender que Jesus foi discípulo de João, não foi apenas batizado por ele e teve um processo de aprendizagem com João antes de começar seu ministério.

    https://www.youtube.com/watch?v=QdXCIKWxJIg

    https://www.youtube.com/watch?v=s4RdJU0VJ9U

    https://www.youtube.com/watch?v=JXDoJqmSjuk

    O que acha sobre isso?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não concordo com essa tese, dá uma olhada aqui:

      https://opusdei.org/pt-br/article/jesus-era-discipulo-de-sao-joao-batista/

      Excluir
  6. Avalie http://www.brasil247.com/pt/247/brasil/384926/Pochmann-com-Brasil-em-crise-Bolsonaro-prefere-dar-%E2%80%98pitaco%E2%80%99-na-Venezuela.htm

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Da onde ele tirou que o Brasil está em crise? Alguém precisa avisá-lo que a Dilma já saiu faz tempo. Com o Bolsonaro a economia só está crescendo. Mas esse povo vive em outro planeta, ou numa dimensão paralela.

      Excluir
  7. Avalie https://www.brasil247.com/pt/247/brasil/384947/Lula-%E2%80%9CMaduro-%C3%A9-problema-dos-venezuelanos-n%C3%A3o-dos-norte-americanos%E2%80%9D.htm

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se a opinião de um prisioneiro é essa, então eu devo pensar o contrário.

      Excluir
  8. Avalie http://www.brasil247.com/pt/247/mundo/384998/Analista-russo-fracasso-do-'dia-D'-dos-EUA-fortaleceu-Maduro.htm

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Os EUA não conseguiram abalar a situação na Venezuela". Não conseguiram mesmo, o Maduro já fez isso sozinho, nem precisa de ajuda.

      Excluir
  9. Banzoli, você acha que o Império Romano foi benéfico para o cristianismo de alguma forma? E ele tem mesmo essa importância toda que os católicos tanto falam ou foi apenas mais um império sanguinário dentre tantos outros?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os romanos e os gregos foram mais importantes porque deram mais contribuições à humanidade, embora também não seja lá essas coisas. Se foi benéfico ao Cristianismo, isso é difícil dizer. Durante três séculos eles perseguiram os cristãos implacavelmente, mas depois os toleraram e por fim se juntaram a eles, o que resultou na união tão nefasta entre Igreja e Estado que trouxe tantos problemas nos séculos seguintes. Então a resposta mais óbvia seria que foi ruim, mas também não dá pra cravar que seria diferente com outro império, provavelmente seria a mesma coisa, porque era a mentalidade da época (é só ver a forma como a Bíblia se refere a impérios como Babilônia e Assíria, que eram tão cruéis e teocráticos quanto os romanos).

      Excluir
  10. Lucas, boas notícias, eu passei pra faculdade de direito (eu estudo na UNIG, uma universidade particular aqui na baixada fluminense), eu estou bastante feliz com isso, só que tem um problema, o meu professores de Ciências políticas e Antropologia é um esquerdista fanático, aliás ele é membro do PSTU, e eu gostaria de te pedir umas dicas de como lidar com um professor esquerdista? É que eu morro de medo de me tornar um esquerdista ateu, é que eu ainda não estou completamente 100% firmado com a minha ideologia política e com isso fico bastante inseguro, o que eu faço? A propósito eu tenho 19 anos de idade e terminei o Ensino médio no ano passado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Do PSTU??? Corre que dá tempo kkkk

      Brincadeira, não precisa ter medo, no meu caso particular eu só fortaleci minhas crenças ao ver o nível tão ruim dos argumentos do lado contrário. Recomendo ler os artigos do Instituto Mises, que geralmente são bons, os vídeos do Rafael do Ideias Radicais (embora eu discorde dele na parte do anarcocapitalismo, quando ele fala sobre liberalismo e livre-mercado ele é realmente muito bom), os vídeos do Joel Pinheiro da Fonseca que embora mais curtos são também excelentes, os do Kim Kataguiri (especialmente em se tratando dos debates), os artigos e livros do Rodrigo Constantino, e também os meus (embora eu ainda tenha escrito pouco sobre isso pretendo escrever mais, os que já escrevi ou vou escrever você pode conferir na página abaixo):

      http://www.lucasbanzoli.com/2017/01/artigos-sobre-politica.html

      Qualquer dúvida específica que lhe vier, fique a vontade para expor aqui.

      Excluir
    2. Muito obrigado pela ajuda, abraço 👍🏻🤝🏻

      Excluir
  11. Caro excelentíssimo senhor, meu professor de história disse que e a bíblia tem vários furos históricos, tal afirmação procede?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não.

      PS: não me chame de "excelentíssimo senhor", me faz me sentir um deputado velho, duas coisas que eu definitivamente não quero ser.

      Excluir
    2. Voce não quer chegar terceira idade? Pretende morrer antes?

      Excluir
  12. Eu acho que um cristão não deveria se candidatar, mas quem quiser vai. Falo isso, porque é só olha os deputados e senadores no geral, ganham muito e são corruptos mercenários, e o que tem de pastor na maioria, faz da igreja palanque político, dai mancha o nome de todos os cristãos e pastores que estão na politica.
    Vai com Deus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não generalize, há deputado que não é corrupto e há pastor que não é desonesto, não podemos tomar os maus exemplos como uma forma de punir a classe como um todo. Eu preferiria mil vezes votar em um cristão do que em um ateu, os deputados não são nada a menos que representantes do povo (inclusive nos EUA se chama "Câmara dos Representantes", mas aqui por alguma razão preferem chamar de "deputado", o que tira essa ênfase tão necessária). A ideia da democracia é essa: que o governo seja do povo. Mas como não dá para termos mais de 200 milhões de pessoas no congresso, nós elegemos representantes, ou seja, aqueles que podem falar por nós em nosso lugar, por isso precisa ser alguém em quem confiamos, alguém que nos represente, que defenda os valores que nós defendemos; em suma: que seja como se nós mesmos estivéssemos lá. Isso é extremamente importante na democracia, por isso os cristãos precisam sim se envolver com a política, e precisam muito mais do que estão fazendo hoje. Se nós não elegermos os nossos representantes, seremos representados pelas piores pessoas, que destruirão o nosso país e os nossos valores. Inclusive eu escrevi sobre isso há meses atrás aqui:

      http://www.lucasbanzoli.com/2018/10/cristao-nao-pode-se-envolver-com.html

      Excluir
  13. Pergunta, como o cristão deve agir no dia a dia, tipo, pode cuspir no chão, olha torto... ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode fazer tudo o que não seja contra a lei de Deus e as leis dos homens.

      Excluir
  14. Hahahahahahaha!!! genial esse diálogo com Paulo. Sensacional o artigo lucas.

    ResponderExcluir
  15. Respostas
    1. Sim, o Craig fala sobre isso aqui:

      https://pt.reasonablefaith.org/artigos/pergunta-da-semana/deus-ama-o-diabo/

      Excluir
  16. Lucas, assim, eu fui ateia no passado, daqueles ateus bem idiotas mesmo, falava mal de Deus, da igreja, enfim falava todo o tipo de blasfêmia. Agora com o tempo me arrependi muito, passei por momentos difíceis, e nesses momentos eu realmente vi que Deus existia e voltei para os seus caminhos. A respeito disso, tenho duas dúvidas, a primeira: é verdade que blasfemar contra o espirito santo não tem perdão ? Então quer dizer que mesmo me arrependendo e voltando para os caminhos do senhor, continuo condenada ? E a segunda dúvida, eu cresci em lar cristão e era até certa idade, antes de cometer a burrada de acreditar no "ateismo". Eu aceitei Jesus bem nova e me batizei (13 anos),seria então correto eu me batizar novamente ? Sendo que cometi pecados horríveis nesse meio tempo em que estive afastada ? Está sendo bem difícil esta minha caminhada, mas já superei a falta de fé e agora tenho paz com Jesus, mas essas duvidas ainda me deixam mal, se tu puder me ajudar obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você não precisa se preocupar com a possibilidade de ter blasfemado contra o Espírito Santo, porque se você se arrependeu e tem temor a Deus, é porque não chegou neste ponto. Quando a Bíblia fala do pecado "sem perdão", o que ela quer dizer com isso é que a própria pessoa não sente qualquer remorso ou peso de consciência em seu coração para se arrepender dos seus pecados, por isso não é perdoada, porque nem mesmo busca o perdão mais. A Bíblia é muito clara quando diz que Deus perdoa todos aqueles que se arrependem verdadeiramente, ou seja, que buscam o perdão. E as pessoas só se arrependem porque o Espírito Santo as convence do pecado, da justiça e do juízo (Jo 16:8). O que acontece no caso de quem blasfema contra o Espírito Santo é que não há esse convencimento interno; consequentemente, não acontece arrependimento algum. Portanto, se você se arrependeu (como de fato aconteceu), é porque você foi perdoada e ainda tem o Espírito Santo que te levou a esse arrependimento. Sobre este tema, eu recomendo este artigo:

      http://www.lucasbanzoli.com/2018/09/hebreus-64-6-ensina-que-o-crente-que.html

      Em relação ao rebatismo, ele não é necessário porque biblicamente falando há um só batismo (Ef 4:5), não mais. No meu caso, eu me batizei com 12 anos e depois me "rebatizei" com 19, mas fiz isso porque julguei que não tinha consciência cristã quando me batizei da primeira vez (e a conscientização é um aspecto muito importante para o batismo), então na dúvida preferi me batizar "de novo". Mas não considero como tendo passado por dois batismos, justamente porque na falta de conscientização eu julguei que meu primeiro batismo poderia não ter sido válido, ou seja, não ter sido um batismo de fato, apenas um banho. Na época eu me batizei apenas porque as outras crianças da minha idade tinham se batizado, mas eu não vivia para Deus e não me batizei pelas razões certas. Se você acha que se configura neste cenário, talvez seja bom se batizar "de novo", mas se você já tinha consciência do que fazia na primeira vez e se pelo menos naquela época era cristã de verdade, você não precisa se batizar de novo só por ter se desviado nesse meio-tempo. Qualquer dúvida é só falar. Abs!

      Excluir
  17. De umas dicas para os jovens cristãos de hoje.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quais tipos de dicas você se refere, especificamente? Isso abre uma gama muito ampla de temas, muitos deles já foram tratados na página sobre devocionais:

      http://www.lucasbanzoli.com/2015/07/artigos-devocionais-e-doutrinarios.html

      Mas se tiver um tema específico em mente que queira ver sendo abordado aqui, é só falar que eu posso escrever um artigo futuro sobre isso.

      Excluir
  18. Lucas, quando clico em um artigo da seção ''devocionais'' cujo domínio é do Apologia Cristã sou direcionado a uma página contendo a seguinte mensagem: ''This domain is expired. If you are the domain owner please click here to renew it''. Contudo, consigo acessar a matéria normalmente quando entro direto no blog Apologia Cristã, inclusive usando outro navegador. Com você acontece o mesmo? Não que seja um problema grave, mas seria bom que fosse feita a manutenção.
    Sobre este texto, excelente como sempre. Acredito que seja muito importante abordar essas questões polêmicas da Bíblia em virtude no avanço do neoateísmo e afins, além de fortalecer a nossa fé através do esclarecimento.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade o que acontece é que o domínio "apologiacrista.com" expirou, mas não o site em si. Ele continua existindo, mas com o endereço anterior, "lucasbanzoli.no.comunidades.net". Um exemplo:

      http://apologiacrista.com/veracidade-biblica-p2

      Vai aparecer essa mensagem de endereço inexistente, então substitua por:

      http://lucasbanzoli.no.comunidades.net/veracidade-biblica-p2

      Aí vai entrar normal no artigo.

      Em tese eu precisaria renovar o domínio, mas como eles aumentaram o preço e já que esse site ficou "abandonado" por assim dizer (já que eu só uso este aqui), eu estou pensando seriamente em deixar assim mesmo, com o endereço antigo. Eu só preciso renomear todos os links que direcionam ao "apologiacrista.com" na página de Artigos Devocionais (e nas outras páginas com artigos de lá), o que vai dar um bom trabalho, mas é melhor do que pagar o que eles estão exigindo...

      Excluir
  19. Estava eu a pensar com base no que o meu professor de história disse,"um exemplo de longa duração seria a religião(crença em algo sobrenatural) e a família, ambas existem e existiram de varias forma mas sua essência nunca mudou", então em minhas reflexões, eis que me deparo com pessoas que falam que religião é imoral, que a família tem que ser destruída, e chego a conclusão mais do que óbvia a qual eles mesmo se deparam, de que eles são incultos. Pois, ora, se faz tanto mal estas coisas por que resistiram ao tempo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exato, não é à toa que os marxistas militam contra esses três pilares contra os quais Marx esbravejava: a família, a religião e a propriedade privada. São as três bases da sociedade que precisariam ser destruídas para o comunismo ser implementado (não à toa todas as tentativas de se implementar essa desgraça foram miseravelmente mal-sucedidas no mundo todo). A respeito da religião, eu trabalho mais em cima disso (da consciência natural que o ser humano tem em relação à existência de um Criador) neste artigo, que é parte do meu livro sobre o tema (disponível na página dos livros):

      http://ateismorefutado.blogspot.com/2015/04/nos-nascemos-ateus.html

      Excluir
  20. Além de que se fosse para seguir cegamente alguma autoridade, Deus não teria enviado diversos profetas para admoestar as próprias autoridades. Se por exemplo fosse errado criticar alguma autoridade, João Batista não teria repreendido Herodes por este estar em adultério.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem lembrado. Se formos entrar nos exemplos bíblicos, teríamos uma multidão de casos para citar, onde uma autoridade foi criticada, repreendida ou mesmo alvo de uma revolução ou revolta aberta, com a sanção divina. Aqui no artigo eu só citei o caso mais emblemático (o de Judá e Benjamim se separando das outras tribos de Israel e constituindo um reino próprio), mas esse exemplo que você citou também é suficientemente claro.

      Excluir
  21. Comente: https://www.facebook.com/319933848607667/photos/a.325935928007459/344371472830571/?type=3&theater

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso aí você deveria questionar a um calvinista, não a mim...

      Excluir
  22. Aahhahaha dá um parecer técnico please: https://www.facebook.com/RefutandoOCalvinismo/videos/772484029791012/ boa noite.

    ResponderExcluir
  23. No entanto, Ele vos afirmará: ‘Não vos conheço, tampouco sei de onde sois. Re-tirai-vos para longe de mim, vós todos os que viveis a praticar o mal! Lucas 13 27 / Porque todos devemos comparecer ante o tribunal de Cristo, para que cada um receba segundo o que tiver feito por meio do corpo, ou bem, ou mal. 2 Coríntios 5:10

    Pergunto: por que as pessoas a que Jesus se refere no primeiro versículo que citei não se enquadrariam nas pessoas que estão referidas no segundo versículo, as que eram cristãs embora tivesse praticado o mal? O que de fato tornaria elas inaptas a ponto de elas não serem conhecidas por Jesus e outras, tendo claramente feito mal, serem admitidas?
    Obrgd.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O primeiro texto fala de falsos cristãos que são "cristãos" apenas da boca pra fora, mas que não são pessoas regeneradas, dão mau exemplo, são hipócritas, falsas, charlatões, etc, um tipo de gente que vive no pecado e que Jesus diz que nunca conheceu. São pessoas condenadas, não pessoas salvas. Já o segundo texto está falando de pessoas cristãs mesmo, que passam pelo tribunal de Cristo para serem julgadas de acordo com as suas obras para definir o galardão que receberão. Claro que elas também praticaram coisas más porque ninguém é perfeito, mas são pessoas salvas que levaram a vida cristã a sério. Essa é a diferença básica.

      Excluir
    2. O que é exatamente um galardão?

      Excluir
    3. Uma recompensa que cada salvo recebe proporcionalmente às suas obras. Por exemplo, em Apocalipse vemos que existem nações e reinos, governados por reis (Ap 21:24), então logicamente deve haver súditos. Esses reis, por lógica, são os que recebem maior galardão (maior recompensa).

      Excluir
  24. Vc já leu todo o trabalho de Flavio Josefo, de ponta a ponta? Eu gostaria muito de ler.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De "ponta a ponta" não, mas li aquilo que julguei necessário. A bibliografia completa dele é muito ampla, acho que se juntar todos os livros que ele escreveu chega a ser do tamanho de uma Bíblia, não é fácil ler tudo.

      Excluir
    2. Ok, mas tipo ele escreveu quantos livros, pelo que entendi dois: (1) Guerras Judaicas, em vários volumes. E (2) Antiguidades Judaicas, que é como uma história do mundo sob o ponto de vista judaico, correto? Tem mais algum que eu nao listei?

      Excluir
    3. Ele escreveu essas duas obras (que são bastante longas) e mais outros dois livros, um chamado "Contra Apião", onde defende o Judaísmo, e outro chamado "A Vida de Flávio Josefo", que é uma autobiografia. Tem outra obra também, mas que é considerada espúria.

      Excluir
  25. Avalie http://www.brasil247.com/pt/247/brasilia/385071/Esc%C3%A2ndalo-MEC-pede-que-escolas-fa%C3%A7am-propaganda-para-Bolsonaro.htm

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse Ricardo Vélez deve ter sido o pior erro do Bolsonaro, não à toa é um dos ministros indicados diretamente pelo mago da Virgínia. Essa carta que ele mandou às escolas é totalmente ridícula, de muitas formas diferentes.

      Excluir
  26. Lucas. A ideologia nas escolas não é tão alarmante como falam. Creio que nao é a regra.
    Estou começando a concordar com o karnal:
    https://m.facebook.com/prof.leandrokarnal/posts/2240032916239068

    https://m.facebook.com/prof.leandrokarnal/posts/2241284272780599

    Ele é bastante cirurgico nesse assunto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É alarmante sim e é a regra sim, falo isso por experiência própria em relação a TODAS as escolas, colégios e universidades que já estudei e estudo, e pelo depoimento unânime de muita gente de outras escolas e faculdades. Eu até entendo que alguém que estudou há uns 30 ou 40 anos atrás (quando a doutrinação era bem menor) tenha um certo ceticismo em relação a isso e não acredite que a coisa chegou ao nível em que chegou, mas todo mundo que estuda ciências humanas nos dias de hoje sabe que existe doutrinação e seria um mentiroso se negasse este fato. Eu abordo isso neste artigo:

      http://www.lucasbanzoli.com/2018/11/por-que-precisamos-de-uma-escola-sem.htm

      E a propósito, o Karnal é de esquerda, então não surpreende que ele seja contra o Escola Sem Partido, já que a doutrinação atual favorece a ideologia que ele defende. Ele não é uma fonte insuspeita.

      Excluir
  27. Vc poderia indicar um estudo bíblico ou uma pregação bom e confortante para se dizer no momento de um velório e sepultamento de um cristão? E o que dizer nessa ocasião em que é velado o corpo de alguém que não era cristão?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O melhor é fazer o mesmo que o próprio apóstolo Paulo fez quando precisou reconfortar o coração dos tessalonicenses que tinham parente falecidos. Ele disse:

      “Irmãos, não queremos que vocês sejam ignorantes quanto aos que dormem, para que não se entristeçam como os outros que não têm esperança. Se cremos que Jesus morreu e ressurgiu, cremos também que Deus trará, mediante Jesus e juntamente com ele, aqueles que nele dormiram. Dizemos a vocês, pela palavra do Senhor, que nós, os que estivermos vivos, os que ficarmos até a vinda do Senhor, certamente não precederemos os que dormem. Pois, dada a ordem, com a voz do arcanjo e o ressoar da trombeta de Deus, o próprio Senhor descerá do céu, e os mortos em Cristo ressuscitarão primeiro. Depois disso, os que estivermos vivos seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, para o encontro com o Senhor nos ares. E assim estaremos com o Senhor para sempre. Consolem-se uns aos outros com estas palavras” (1ª Tessalonicenses 4:13-18)

      Ou seja, conforte as pessoas com a esperança da ressurreição, quando irão rever seus entes falecidos, e com a volta de Jesus, quando seremos arrebatados para o encontro deles. Sobre os não-cristãos, não é bom fazer julgamentos teológicos nesse tipo de situação, há momento pra tudo. Eu pregaria a mesma mensagem, até porque ninguém sabe se a pessoa não pode ter se convertido nos momentos finais da vida ou se foi salva por alguma razão que foge à nossa compreensão.

      Excluir
  28. https://www.youtube.com/watch?v=abVKntnTyew foi dessa tradição que o catolicismo pegou emprestado e sincretizou com a adoração de imagens de ídolos? Os círios e isso dá no mesmo praticamente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode ter sido o contrário também, porque o Judaísmo atual não é mesmo Judaísmo do AT ou da época de Jesus, eles podem ter sofrido influências do catolicismo e vice-versa.

      Excluir
  29. Avalie:

    http://solascriptura-tt.org/Bibliologia-PreservacaoTT/ErasmusSalvoNaoCatolico-WHortHerejesPerdidos-Pedro.htm

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não entendi o propósito desse artigo. É dizer que o Receptus é melhor que o Texto Crítico porque quem compilou um era mais boa gente do que quem compilou o outro?

      Excluir
  30. Avalie:

    https://www.youtube.com/watch?v=w77rrsYop0E

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem muitas imprecisões históricas, achismos e misticismo nesse vídeo.

      Excluir
  31. Alô Lucas meu amigo virtual. Vou fazer uma análise. Tipo, vc não acha que, no sentido geral, como cristãos, estamos muito longe de ser o que Jesus gostaria que fossemos? Tipo, eu observei os comentários dos seus últimos 3 posts e analisando o que venho estudando da Bíblia, incluindo o Judaísmo (sou o cara que admira muito a moça que acende velas de Shabbat), então tipo, concluo que, falhamos em vários pontos, mas o principal é a falta de diligência de muitos cristãos em tratar de aprender e estudar a Bíblia como se estivesse se preparando para o vestibular do IRA. Os judeus manjam muito mesmo de Antigo Testamento, muito mesmo, manuseiam muito bem e estudam com afinco a palavra e tem prazer nisso. Em contrapartida, a maioria dos cristãos nunca sequer leram o Novo Testamento todo. Tipo, não estou dizendo que somos um lixo mas a realidade é que se vc perguntar pra alguém da igreja que diga a ordem dos livros do Novo Testamento de memória, duvido que a maioria saiba. Então no fundo no fundo, a gente engole a comida que nos dão, mas a gente não vai saber dissecar se a comida é boa ou se está podre se a gente não estuda a Bíblia... fora isso somos propensos a ler livros e livros que os pastores famosos gostam de escrever ou por alguém que estava preso (sem ser Paulo, claro) na esperança de que Deus tenha revelado algo místico ou sei lá o que não estou sepultando tudo o que é feito ou escrito mas a realidade é que muita gente q abusa da autoridade espiritual jamais faria isso se soubesse que a audiência na igreja, embora cativa, está alerta pra cada centímetro de palavra que disser e que se levantariam e questionariam tudo caso ouvissem algo de errado sem medo de estarem se posicionando contra Deus, e é nesse ponto que entra o tal do controle de manadas... confiar mais na Bíblia do que nos pastores, esse é o meu sentimento. Digo isso porque se teve alguém que criticou a liderança foi justamente Jesus...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas isso também é uma forma de generalização, você não deve comparar um cristão comum com um desses rabis ortodoxos de youtube, tem que comparar um cristão comum com um judeu comum. E eu duvido que se pegar um judeu comum (ex: Sílvio Santos e Luciano Huck) ele vai saber decor o livros do AT, provavelmente vai saber menos que um cristão comum. Formar um conceito de toda a comunidade judaica a partir dos vídeos que você assiste é uma coisa tão equivocada quanto seria se alguém formasse um conceito dos cristãos a partir desses teólogos e cristãos sérios do youtube, também passaria uma impressão distorcida da realidade.

      Excluir
    2. Dentro desse mesmo aspecto, avalie o entendimento da moça do vídeo, tipo não acho que se eu deixar de comer camarão eu me sentiria justificado diante de Deus um pouco mais: https://www.youtube.com/watch?v=OUL6vEzXRe4 é da mesma séria velas de shabbat mas ela aborda o assunto de comida. :)

      Excluir
    3. Se eu achasse que camarão é pecado, eu também deixaria de comer camarão para não desagradar a Deus. Mas eu não como camarão por uma outra razão.

      Excluir
    4. No fundo seria uma questão de consciência apenas né? Não curto caranguejo porque tenho alergia e tals. Mas de modo geral, acho que se alguém resolve seguir essas leis dietéticas e ser kosher, acho que haverá algum benefício físico, mas não espiritual. Viajei por um período a Israel e fui, por conta da coisa local, forçado a seguir essas regras de comida e no final, senti até a minha pele mais boa, senti a barriga mais leve, e só me dei conta disso assim que cheguei de volta ao Brasil.

      Excluir
    5. No sentido geral, se uma pessoa quiser guardar sábado ou observar as regras de alimento, então ela pode fazer por questão de consciência né; e se uma pessoa acha que nada disso é necessário e ficar de consciência limpa, então tá valendo também né? O grande erro é um querer apontar o dedo para o outro afirmando que o outro está errado em vez de procurar erros em si mesmo, correto? Ou misturei tudo?

      Excluir
    6. Sim, concordo. Eu por exemplo não como camarão porque não gosto, mas não condeno quem come ou quem não come.

      Excluir
  32. Afinal de contas, a Trindade é o que de forma curta e grossa? Um Deus que se manifesta em 3 pessoas diferentes? 3 pessoas diferentes que juntas forma um Deus? Deus é uma força ou uma substância que se manifestou como se fosse uma troca de máscaras? Já ouvi muita coisa e sinceramente não entendo nada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para que você entenda a trindade, meu caro, primeiro vais precisar encontrar o SER TRINO.

      ONDE ESTÁ O SER TRINO?

      Excluir
    2. Três pessoas e um Ser (natureza), como na imagem abaixo:

      https://uploaddeimagens.com.br/images/001/927/139/full/324.png?1551208714

      O Dr. Adauto Lourenço tem outros exemplos bem didáticos:

      https://www.youtube.com/watch?v=nqa_x6c5ubg

      Excluir
    3. Seria isso: https://jewsforjesus.org/publications/issues/issues-v01-n08/jewishness-and-the-trinity/ eles tentam nesse site explicar para judeus que na Bíblia tem essa ideia de trindade sim pq eles sempre refutam de algum jeito.

      Excluir
    4. Sim, neste vídeo que me enviaram aqui há algum tempo tem também ótimos argumentos para a pluralidade de Deus no AT:

      https://www.youtube.com/watch?v=f31jB0nw-uE

      Excluir
    5. A Trindade é um ensino tão estranho a Bíblia e não professado pelos apóstolos que tentam a todo custo explicar com analogias falhas como essa das velas, onde as mesmas não são a luz em si! E se fossem 10 velas? Apenas estariam emitindo a luz, assim como eu e outra pessoa podemo emitir a luz de Deus mas ainda que a analogia seja bonitinha e em um primeiro momento possa fazer sentido, seja no AT ou no NT, os servos de Deus não receberam a revelação de um Deus Trino!Mais absurdo ainda é querer refazer a revelação do AT na tentativa de apoiar uma doutrina totalmente estranha.

      http://www.unitarismobiblico.com/w/2015/04/04/admissoes-chocantes-por-joel-hemphill/

      Excluir
    6. A analogia é perfeitamente válida sim, ninguém disse que as velas e a luz são a mesma coisa, mas sim que na união das velas consiste a luz, sem elas a luz não existiria. Da mesma forma, nenhum trinitariano diz que "Deus é três pessoas e uma pessoa" ao mesmo tempo, mas sim três pessoas em uma SUBSTÂNCIA. E se você não concorda que o AT e NT defendem um Deus Trino então refute o vídeo que eu passei acima e o artigo enviado pelo anônimo, que provam a trindade até com o AT (imagine com o NT). O artigo que você passou não refuta NADA, apenas passa citações soltas de autores modernos e nem sequer usa a Bíblia, os cristãos sempre acreditaram na trindade mesmo quando achavam ou acham que ela não está explícita na Bíblia (da mesma forma que doutrinas como a onisciência de Deus, que qualquer cristão crê), porque do fato de não estar explícito não implica que não possa ser deduzido a partir das informações que a própria Escritura nos oferece.

      Excluir
    7. Substância... mais um termo estranho as escrituras para querer validar um ensino que ao contrário do que você afirma,não foi sempre uma doutrina dos cristãos,muito menos dos apóstolos que tinham uma fé muito judaica a esse respeito e comparar com a questão da onisciência de Deus já é desespero pois quanto a isso trinitarianos e não trinitarianos sempre concordaram que Deus é onisciente e é obvio que a igreja primitiva acreditava nisso. O artigo que passei foi no intuito de mostrar que mesmo trinitarianos,essa turma tem a honestidade intelectual de admitir que o VT não apoia esse ensino! Deus nunca se revelou trino,imagina que loucura... Deus o Pai é espirito mas existe outra pessoa que é espirito(espirito santo) que faz parte da "Substância"... Malabarismo teológico puro e desprezo pela revelação de Deus sobre sua natureza nas escrituras hebraicas e ensinada ao mundo pelo seu povo escolhido. Quanto ao vídeo, ainda irei assistir. No mais,espero que abra seus olhos a esse erro assim como abriu ao engano da Imortalidade da alma.

      Abraço e fica na Paz!

      Excluir
    8. Você não entendeu o argumento ou distorceu o que eu disse. Eu não disse que a onisciência não é bíblica, eu disse que esse termo você não encontra na Bíblia (apesar de ser verdadeiro), da mesma forma que você não encontra o termo “trindade” ou “substância”. A propósito, você debocha do termo “substância” por não estar na Bíblia, mas eu nunca vi raio nenhum de “unitarismo” na Bíblia (você vai dizer que a doutrina é verdadeira apesar da palavra em si não estar na Bíblia, e isso é o mesmo que eu afirmo em relação à trindade). Não importa se a Bíblia não traz o termo em si, o que importa é o CONCEITO. E o conceito da trindade é totalmente bíblico, eu já passei aqui um artigo e um vídeo, você não viu nem refutou nenhum dos dois, assim fica realmente difícil manter qualquer tipo de diálogo. Sem falar que você tem um estilo desnecessariamente agressivo e desrespeitoso, em momento nenhum eu te tratei grosseiramente mas olha o tom da sua resposta, parece de uma pessoa histérica (deixou implícito que eu estou desesperado, que não tenho honestidade intelectual, que faço malabarismo teológico e desprezo a revelação de Deus, isso sem eu ter falado um pio de você, imagine se eu tivesse descido a esse nível de linguajar agressivo). Realmente assim eu não quero nem perder tempo dando prosseguimento a essa conversa, você já foi melhor que isso. Fique com Deus, abs.

      Excluir
  33. É verdade que vc é um clone do Brad Pitt, mas que só deixou o cabelo crescer ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que calúnia. É o Brad Pitt que é um clone meu e só cortou o cabelo.

      Excluir
    2. Banzolão, você parece o Pirula kkk.

      https://i.ytimg.com/vi/l4B10NJJ40k/maxresdefault.jpg

      https://encrypted-tbn0.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcRQIIhexnwtQ6CXNBlJr9czq3GJ6SqR1n_FyvNoCMdkL2ygeuoT

      Excluir
    3. Ontem eu era o Brad Pitt, hoje sou o Pirula, parece que o nível caiu um pouco 😭

      Excluir
    4. "Ontem eu era o Brad Pitt, hoje sou o Pirula, parece que o nível caiu um pouco 😭"

      https://youtu.be/uttsZ9Fce1g

      Excluir
    5. Se o nível continuar descendo assim, daqui a pouco serei comparado ao Fernando Nascimento 😩

      Excluir
    6. É muita ofensa ser comparado ao Fernandão.

      Excluir
  34. https://www.youtube.com/watch?v=8TDfdcUR4ME oque tu achas?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No geral foi um bom vídeo. Até me surpreendeu, porque não esperava isso.

      Excluir
  35. Lucas, quero saber se tu concordas comigo; a diferença entre nós e os animais seria de que os ser humano teria acesso a algo que os animais não tem, ou seja a razão( no sentido de simplesmente pensar, exemplo "esta borboleta voa", falo no sentido de que o ser humano ele entende o que está ocorrendo sem precisar ter alguma relação com algo, este "sem precisar ter alguma relação" é de nós não dependemos diretamente dela , mas muito pelo contrário, muito mas muito indiretamente dependeríamos dela, sendo que só outro ser vivo como por exemplo a flor, saberia que ela está voando e o que está fazendo), algo concedido por Deus para que nós pudéssemos conhece-lo melhor do que os outros animais, mas diferentemente dos anjos, nós ainda somos animais, oque nos da um acesso e usufruição limitada da razão, ao qual não mais foi limitada pelo pecado, mas que através deste, o uso da razão se torna deturpado e maleável aos moldes do mal, mas a pergunta seria, o quão corrompido foi, e maleável pelo mal é? Pensemos, os anjos caídos, obras celestiais corrompidas em sua totalidade, que se ausentaram completamente da luz, mas eles sabem que Deus existem, e seduzem os homens a não acreditar nEle; assim como os anjos caídos, mas porém com nossa inferioridade hierárquica celestial e as limitações nossas impostas por Deus, ambos sabem que há algo maior, um tem conhecimento do único Deus, mas por ódio e orgulho engana o já caído e atordoado homem ao mau caminho, mesmo assim, desconsideremos as más influencias, assim chego a conclusão de que, não podemos estar totalmente cegos em si mesmos, pois pensem como algo criado por Deus o negaria? Seria demasiadamente estranho os anjos maus negarem sua existência, e ainda mais, nós homens que sabemos que há algo maior, se não inventássemos religiões, seria impossível crer em deus algum; uma diferença entre nos e os anjos, é de que somos amados como um amor diferente deles, por causa de nosso limitado acesso e ignorância e pecadores que somos, Deus se revela a nós, mas porque não mais se revela ao diabo? Pois bem, este não era baixo, mas alto, com maior acesso a luz do que nós, assim, nós usufruímos do amor de Deus e de sua misericórdia para conosco, pois somo mais baixos que os anjos. Vai com Deus.
    Ass: Vitor L.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não sei se compreendi bem a pergunta, mas a razão pela qual os demônios não tem mais perdão é justamente porque eles já tinham o conhecimento pleno de Deus (pois conviviam pessoalmente com Ele) e nós não, nós O conhecemos apenas parcialmente, como Paulo diz (1Co 13:9,12), então Deus nos dá novas chances enquanto durar nossa existência terrestre. Não tem a ver com sermos melhores ou piores que os anjos, com estarmos acima ou abaixo deles. Abs.

      Excluir
    2. Oque tu falas é coerente com que eu disse, mas a pergunta é, concordas comigo?
      Abs.

      Excluir
    3. Eu discordo da parte em que diz que o homem é um animal (o que seria uma visão evolucionista da criação), biblicamente falando o ser humano é de uma outra categoria, criado à imagem e semelhança de Deus, não um "animal melhor que os outros".

      Excluir
    4. Lucas, concordas que Cristo veio redimir a criação (que inclui os animais irracionais) e não apenas nós humanos (que dá ideia exclusividade/superioridade)?

      Excluir
    5. Eu concordo que toda a criação será transformada na volta de Jesus no sentido que Paulo diz em Romanos 8:19-22, mas não que isso implique que nós humanos não sejamos superiores ou exclusivos no sentido que coloquei acima.

      Excluir
  36. Lucas,qual a diferença entre o arminianismo clássico e arminianismo wesleyano?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Veja aqui:

      http://www.cacp.org.br/arminianismo-wesleyano-e-o-classico/

      Excluir
  37. Por que quando vejo uns videos na net os judeus não gostam de falar Deus e fala Eterno, Hashem, Elohim mas não Deus. Até pra escrever eles colocar D'us?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eles tem esse preconceito em mencionar (ou escrever) o nome "Deus" porque acham um nome santo demais para ser mencionado por lábios humanos, mas na prática isso é apenas um escrúpulo tipicamente farisaico (de proibir coisas que Deus não proíbe).

      Excluir
  38. Lucas, o que você acha do reformador Andreas Rudolff-Bodenstein von Karlstadt? Você poderia escrever um pouco sobre ele, pois ele foi o líder da reforma em Winttenberg na época em que Lutero estava refugiado em Watburg.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Lindberg escreve bastante sobre ele no livro "Reformas na Europa". Ele era inicialmente um reformador sábio e pacífico, com posições moderadas, mas depois acabou aderindo por um tempo à revolta dos camponeses e se filiou a uma corrente radical de pensamento (de destruição de imagens, por exemplo). Se não me falha a memória, é ele que é retratado no filme "Lutero", naquela parte em que um amigo de Lutero "deserta" para o lado revolucionário e acaba chocando Lutero, que fica revoltado com isso e tenta inutilmente acalmar a ira dos camponeses. Mas mais tarde Karlstadt se arrependeu dessa fase e foi recebido de volta por Lutero, se eu não me engano no livro do Saussure (uma biografia de Lutero) diz que ele ficou sem residência e Lutero o acolheu em sua casa.

      Excluir
    2. Eu tenho a edição mais recente desse livro do Carter Lindberg, que é o "História da Reforma", que é muito bom, diga-se de passagem. Sobre o Karlstadt, ele é uma figura que, infelizmente, se tornou muito esquecida na história da reforma. Pra mim, deveria ser mais estudado e mais lembrado. Por falar em reforma, você acha que Lutero perdeu o debate contra o Johannes Eck, como os papistas afirmam?

      Excluir
    3. Também acho que Karlstadt deveria ser mais lembrado, da mesma forma que Melâncton o é. Sobre esse debate com Eck, é preciso destacar duas coisas: primeiro, que não era um debate de "católico vs protestante" já que Lutero ainda era católico na época e eles debatiam especificamente sobre a legitimidade das indulgências (embora depois o debate tenha tomado outros rumos), e segundo: a própria universidade CATÓLICA onde o debate foi realizado não pôde dizer quem ganhou, ou seja, considerou um "empate", o que é bem impressionante considerando que o católico mais "ortodoxo" seria o Eck, que levaria vantagem neste sentido. Mas o que nem os universitários que assistiram o debate pessoalmente puderam concluir, os católicos do nosso século concluem: que Lutero perdeu o debate. Ou seja, os católicos que viram o debate pessoalmente disseram que não teve vencedor, mas esses fanáticos tridentinos que não viram p**** nenhuma dizem que "Eck destruiu Lutero", que "Lutero foi esmagado" e aquele blá blá blá de gente ignorante e tola que tem uma necessidade compulsiva em ser desonesta e tendenciosa em QUALQUER SITUAÇÃO, desde que sirva para fortalecer a fé deles.

      Excluir
  39. Avalie: https://cleofas.com.br/a-biblia-indica-que-devemos-aceitar-a-tradicao-oral/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Links de política até vai, mas eu não vou "avaliar" links católicos aqui porque eu já tenho literalmente CENTENAS de artigos abordando cada uma dessas questões, então é só ir no índice e ver:

      http://www.lucasbanzoli.com/2015/07/artigos-sobre-catolicismo.html

      No caso desse especificamente, em artigos como esses:

      http://heresiascatolicas.blogspot.com/2017/10/perguntas-de-um-protestante-curioso.html

      http://lucasbanzoli.no.comunidades.net/tradicao-apostolica

      http://lucasbanzoli.no.comunidades.net/telefone-sem-fio-tradicao-oral

      http://heresiascatolicas.blogspot.com/2017/02/a-tradicao-e-as-tradicoes-devemos.html

      http://heresiascatolicas.blogspot.com/2016/03/o-que-paulo-pregava-quando-eutico-morreu.html

      http://www.lucasbanzoli.com/2018/10/tradicao-oral-nao-existe-o-que-existe-e.html

      http://heresiascatolicas.blogspot.com/2015/05/ouca-tradicao-da-igreja-mas-qual.html

      http://heresiascatolicas.blogspot.com/2015/10/a-tradicao-oral-de-abraao-e-sola.html

      http://heresiascatolicas.blogspot.com/2015/10/a-tradicao-oral-de-papias.html

      http://heresiascatolicas.blogspot.com/2015/11/o-milenarismo-dos-primeiros-pais-da.html

      http://heresiascatolicas.blogspot.com/2016/01/que-raios-e-tradicao-catolica.html

      O próximo link católico aqui eu não vou aprovar (só para avisar), só aprovei esse para avisar isso.

      Excluir
  40. O que você acha do papa João Paulo II?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um pouco melhor que o papa Francisco porque não era tão esquerdista como ele (inclusive militou contra o comunismo abertamente, coisa que Francisco se recusa a fazer).

      Excluir
    2. Lucas, qual sua opinião sobre essa obstinação do Papa Francisco contra a pedofilia dentro do clero católico ao ponto de promover um evento no Vaticano sobre o tema?

      Excluir
    3. Essa "obstinação" é importante porque a situação é caótica mesmo (e não é de hoje). Se pedofilia fosse doença, o Vaticano teria uma epidemia. Ontem mesmo descobriram que o próprio tesoureiro do Vaticano era um pedófilo, e a cada dia que passa surge um padre de alto escalão da Igreja que é desmascarado. Há poucos dias eu entrei no perfil do Paulo Leitão no facebook (que fazia anos que não entrava) e a primeira notícia que eu vi estampada foi de um padre olavete influente, amigo do padre Paulo Ricardo, que foi preso por pedofilia (e o Leitão fazia questão de expor essa notícia no perfil dele com ares de vitória, já que ele é um inimigo declarado da direita católica). Eu não sei se essa preocupação do atual papa com a pedofilia do clero é verdadeira ou honesta (espero realmente que seja), mas que o Vaticano precisava urgentemente de um papa "obstinado" em combater isso, precisava há muito tempo.

      Excluir
  41. Avalie, se possível veja o vídeo inteiro:

    https://youtu.be/fALCxK7DrnU

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dessa vez eu concordo com o Henry. A visão que o Caio tem da ditadura (que é o lugar-comum da direita olavete sobre esse tema) é bem revisionista e anti-histórica. Não entendo essa resistência tão forte deles a aceitar que houve de fato um golpe em 64. É como se tivessem a obrigação de ser contra a esquerda em qualquer circunstância independentemente dos fatos.

      Excluir
    2. Verdade, infelizmente falta senso crítico na direita brasileira, pois vivemos em um país em que o povo acha que política é que nem futebol. Por exemplo, se aquilo que o rival do partido político que eu gosto é a favor então é obrigatoriamente ruim, mesmo que seja algo benéfico. Além disso, temos uma educação bem porca que deixa o aluno cada vez mais burro (e doutrinado).
      Com isso muitos gurus se aproveitam disso é criam uma seita onde você deve aceitar acriticamente tudo o que o guru disser. Por isso, dentro dessa "direita" existem monarquelhos, viúvas da ditadura, defensores das ideias econômicas do Enéas, anarcocapitalistas e mais outras loucuras. Infelizmente falta senso crítico na direita brasileira, e com isso acontece essas loucuras citadas acima.

      P.s: Embora eu particularmente falando não goste de futebol, em momento algum quis ofender aqueles que gostam, apenas fiz uma analogia do fanatismo político com o clubismo.

      Excluir
    3. Banzolao o Caio Coppola é olavete?Nos vídeos que assisti dele,não foi tantos para falar a verdade não o vi citando o Astrolavo nenhuma vez,ele me parece ser bem educado para ser olavete ,não xinga ,nem grita,nem debocha de ninguém ,eu vi ele debatendo com o Glenn Greenwald ,um jornalista militante gay esquerdista que inclusive é casado com o suplente do Jean Wyllys e ele foi bem respeitoso com o cara,apesar de refuta-lo em nenhum momento zombou dele o que é bastante raro para um olavete,mas já vi olavetes fanáticos como Nando Moura e Terça Livre elogiando o Caio o Terça livre inclusive o entrevistou ,então se ele não for exatamente um aluno do COF,está bem próximo desse círculo,espero que isso não afete o raciocínio e a personalidade dele

      Excluir
    4. Ele é, mas nem todos são histéricos e agressivos, veja o Felipe Moura por exemplo, que organizou o livro mais famoso do Olavo e que é aluno dele, ele nunca fala palavrão ou se altera. Há sim muita gente que passa a imitar os hábitos do Olavo e se tornam boca suja como ele, mas também há alguns que já eram mais civilizados antes de conhecê-lo e que não mudaram a postura depois disso (embora reproduzam as mesmas ideias).

      Excluir
  42. Licas vc concorda com o email la do Ministro da Educação?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu discordo em gênero, número e grau. Esse ministro é o mais fraco do governo, alguém que se perdeu no tempo e que está totalmente desconectado da juventude moderna. Ele ainda vive na década de 60 e pensa que o mundo todo parou com ele. Esse email é uma coisa mais deplorável que qualquer coisa envolvendo Queiroz ou Bebiano, é um símbolo do atraso, da ala mais reacionária do governo (não surpreende que seja o ministro indicado pelo Olavo). Faço jus às palavras do Joel neste vídeo:

      https://www.youtube.com/watch?v=OlCDEo966aM

      Excluir
    2. O ministro das relações exteriores também é um nome ligado ao Olavo e ta cheio de trapalhadas. A última foi relativizar a ditadura da Coreia do Norte, que seria menos prejudicial que a do Maduro.

      Excluir
    3. "O ministro das relações exteriores também é um nome ligado ao Olavo e ta cheio de trapalhadas. A última foi relativizar a ditadura da Coreia do Norte, que seria menos prejudicial que a do Maduro"

      Pois é. Esses dois ministros representam a ala olavete que é a mais retrógrada e nociva do governo, em contraste aos ministros mais sérios como o Sergio Moro e o Paulo Guedes. O ministro da educação parece viver na época da ditadura, e o outro parece um cruzado da Idade Média, que acabou de voltar da conquista da Terra Santa.

      "que email é esse?"

      Esse aqui:

      https://g1.globo.com/educacao/noticia/2019/02/25/mec-envia-carta-as-escolas-pedindo-que-criancas-sejam-filmadas-durante-execucao-do-hino-nacional.ghtml

      Excluir
  43. Uma pergunta, baseado no que li no seu artigo sobre o caso de Servet e baseado em umas pregações do Nicodemus, que vão no mesmo diapasão. Vamos supor que o o mundo acabe, aí tipo os dois estarão juntos no Reino de Deus? Tipo dos dois acreditavam em Jesus como Salvador, mas tinham discernimentos diferentes sobre trindade e outras coisas. Acaba que, por mil e um motivos, Calvino, de alguma forma, dentre muitos outros casos de execuções, contribui para a execução de Servet julgando esse último de ter cometido blasfêmia contra o Deus que ambos acreditavam estar servindo. Tipo, (1) vc acha que Deus sentiu o que vendo aquilo? (2) baseado que Calvino não registrou nenhum tipo de arrependimento, vc acha que ele será salvo? (3) se por acaso a gente conseguir falar algo no julgamento final, se Servet pedir para que julgue a causa da morte dele e se repute como martir de uma causa incompreendida, o que vc acha que Deus fará? Pergunto isso porque Paulo mostrou estar arrependido de ter perseguido cristãos antes de sua conversão... já Calvino não o fez, talvez tenha tido remorso, mas genuíno mesmo não tenho certeza, como que isso fica?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não julgo salvação pessoal, não vou dizer que Fulano foi pro céu e Beltrano foi pro inferno, quem sou eu pra saber disso? Eu teria que ser Deus para ter esse tipo de conhecimento.

      Excluir
    2. Concordo com você Lucas. Entretanto vemos na Bíblia citações nominais de quem se perdeu (ex:João 17,12). Qual sua opinião? O autor bíblico errou ao fazer tal afirmação?

      Excluir
    3. Mas quem disse aquilo foi Jesus, ele tem propriedade pra dizer isso, não eu.

      Excluir
  44. O que vc diria nessa reunião de gabinete de crise: https://www.youtube.com/watch?v=451x6YVJ8iY aguardo um parecer ténico :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse vídeo foi feito em 2013, agora imagine a reação do "Hitler" ao saber que em 2019 continuaria sem títulos e sendo eliminado em pré-libertadores... 😰

      Excluir
  45. Me explica isso: https://www.facebook.com/arminianismodazueira/photos/a.464694640344035/1716259841854169/?type=3&theater

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como eu disse da outra vez, é um calvinista que tem que explicar isso aí, não eu...

      Excluir
    2. Banzolão, eu sonhei com um debate entre você e o Tourão. Só que no meu sonho você era calvinista e ele era arminiano :)

      Excluir
    3. Isso pode acontecer. Talvez ele leia o meu livro e se torne arminiano, ao mesmo tempo eu leio o livro dele e me torno calvinista, e aí a gente debate.

      Excluir
  46. "Banzolão, e o seu debate com o Tourão? Será que meu sonho nunca vai se realizar? 🤔"

    "Que debate? Não to sabendo"

    Eu me referia a um eventual debate entre vocês. Como vocês entendem muito sobre calvinismo x arminianismo, e ambos tem materiais publicados, seria um debate interessante.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse é um tema que eu acho totalmente desinteressante. Só escrevi um livro sobre isso em 2014 porque muita gente me perguntava sobre isso e foi um jeito de lidar logo com isso e ir pra outra. A teologia tem milhões de discussões mais interessantes (e também mais importantes) que essa.

      Excluir
    2. Já que não vai haver debate... vamos lá.

      Meu caro "Banzolião", qual a farinha preferida dos homossexuais? :)

      Excluir
    3. Farinha de "rosca" xD

      Excluir
    4. Sem comentários (embora isso já seja um comentário).

      Excluir
  47. Oi! Olha esse testemunho: https://guiame.com.br/gospel/noticias/cientista-judeu-reconhece-jesus-como-messias-apos-estudar-o-novo-testamento.html e esse é o vídeo dele falando: https://www.youtube.com/watch?v=DBDjeFYODvA comenta aí :)

    ResponderExcluir
  48. https://guiame.com.br/gospel/noticias/voces-verao-libertacao-do-senhor-diz-pence-em-mensagem-aos-venezuelanos.html nesse site vemos uma reportagem do vice presidente dos EUA dizendo que Deus é o autor de toda a liberdade e que a salvação chegará para a Venezuela. Até aí tudo bem, mas se vc descer a reportagem para a parte de comentário, verá um sujeito que disse "Dois maçonzinhos "bonitinhos" querendo apenas o bem do povo venezuelano..Sei...Maranata! Ora, vem Senhor Jesus!!!" Por que tem esse tipo de cristão que não pode ver um político invocar Deus, Jesus e citar qualquer parte das escrituras que pensam que a pessoa é um maçom enrustido, isso se não falar alguma coisa pior?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se eles não falam de Deus é porque são ateus satanistas que descartaram Deus e o puseram de lado. Se falam, é porque são ateus satanistas que só falam de Deus porque são oportunistas hipócritas. É por isso que não dá pra levar a sério esse tipo de conspiracionista de esquerda: independentemente do que alguém faça, será SEMPRE demonizado enquanto não estiver do lado deles (ou seja, do mal).

      Excluir
  49. Eu admiro essa coragem: https://www.youtube.com/watch?v=FlOFKxdaHjw e vc?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela pode até ser corajosa, mas essa não é uma atitude sábia, o que ela ganha mexendo com isso? Maldição sem causa não encontra pouso.

      Excluir
  50. Sobre essa análise, eu achei coerente, e vc? http://www.cacp.org.br/como-romanos-11-refuta-o-calvinismo/ essa não é da zueira mas tem gordura.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, inclusive é uma das passagens que eu analiso aqui:

      http://lucasbanzoli.no.comunidades.net/como-entender-a-predestinacao

      Excluir
  51. O que você achou da entrevista do Pr. Jamierson ao CACP?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aquela que o Sergio Monteiro destruiu em seguida?

      Excluir
    2. O Jamierson está numa fase que até a Bíblia dele o está refutando,a coitada já não aguenta mais heresias kkk

      Excluir
    3. Um cara que é refutado pela própria Bíblia dele é um caso complicado mesmo, se até a Bíblia dele o refuta imagina a Bíblia real...

      Excluir
    4. Fiquem aí debochando,em breve pretendo refutar a tudo e a todos.

      Jamierson da Capitinga

      Excluir
  52. Lucas uma pergunta o seu livro Filho do Fogo qual é sua versão e editora?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não tenho mais aqui o livro físico que eu li há dez anos, mas o que eu tenho hoje em pdf é da editora Naós (não diz qual edição).

      Excluir
    2. Eu acho que era essa:

      https://img.olx.com.br/images/34/344907011035698.jpg

      Excluir
  53. és verdade que, o anticristo vira pela IA?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No meu entendimento, virá da União Europeia:

      http://www.lucasbanzoli.com/2018/09/seria-uniao-europeia-o-novo-imperio.html

      Excluir
  54. MANO, minha professora de sociologia falou que a crença em qualquer deus que fosse, seria um construção cultural, então eu argumentei que o ser humano tem a necessidade de crer em algo maior, seja ideais, nação etc... ele precisa viver para algo, e por isso a crença em algo maior é natural, um vazio dentro que precisa ser preenchido dentro de nós, daí ela responde que uma construção social, como posso responder esse argumento ( eu acho que fui simplesmente ignorado, mas ta bom)?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E desde quando o fato de o teísmo ser uma construção cultural anula a sua validade?
      A ciência social com a qual ela ganha a vida é uma construção cultural e nem por isso perdeu tem sua validade questionada.
      Sim, sou a favor que o teísmo deve ter sua validade questionada JUNTAMENTE com o ateísmo. Assim feito, não precisaremos de muito esforço intelectual pra concluir que o teísmo é a melhor inferência.

      Excluir
    2. A criação cultural, a qual ela se refere é que a cultura faz o homem necessitar de Deus, e não que ele precisa naturalmente dele, ou seja, Deus é uma criação da cultura colocando de maneira implícita que ele não existe já que é uma "criação" do ser humano.
      Vai com Deus.

      Excluir
    3. Isso aí é só o achismo dela. Nenhuma "construção social" se forma em TODOS os lugares e em TODAS as épocas, inclusive em tribos distantes e remotas no mundo, sem qualquer conexão com a sociedade civilizada. É obviamente muito mais lógico que existe um senso natural na existência de Deus que por sua vez gera as religiões, do que o contrário (como eu escrevo no artigo abaixo):

      http://ateismorefutado.blogspot.com/2015/04/nos-nascemos-ateus.html

      Mas eu não recomendo que fique discutindo com professor A ou B, independentemente da groselha que digam, deixe dizer, você não tem nenhuma obrigação de "debater" com professor algum ou de convencer a sala disso ou daquilo. Eu sei que é difícil se conter, ainda mais nessa idade, eu também fiz isso algumas vezes, mas o professor está com toda a vantagem, e na posição de autoridade que ele detém você não vai ganhar nada com isso, e ele jamais dará o braço a torcer porque não vai aceitar ser "humilhado" por um aluno (ainda mais na frente dos outros alunos). Ao discutir com um professor na melhor das hipóteses você não ganha nada com isso e ganha apenas a antipatia do mesmo, e na pior você pode ser expulso da faculdade, como já vi acontecer com alguns.

      Excluir
  55. Uou, se N é o Super B (banzolinnn), eu li vosso maneirissimo artigo sobre a moral absoluta, se n me engano "dawkins refutou a moral absoluta?", mas tenho uma pergunta, como posso falar que um muçulmano por exemplo, que ao ele matar um homossexual, estaria errado, mas no sentido que você coloco do sadan, que ele fala que "n existia homossexuais no país", como eu provaria que a moral cristã esta acima a da islâmica, mesmo que o individuo ache certo matar homossexuais?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A moral cristã está acima da islâmica neste sentido porque matar homossexuais é de uma violência extrema e desproporcional, e até os muçulmanos tem percebido isso (em vários lugares não se mata mais gays). Inclusive se você conversar com um muçulmano esclarecido, com tendências moderadas, ele também vai reconhecer que isso é um exagero, e que não se deve matar pessoas por causa da opção sexual. Ou seja, há um senso natural no ser humano que nos diz que uma relação sexual mutuamente consentida não pode ser criminalizada desse jeito, embora possa ser pecado, teologicamente falando. A lei deve servir para punir crimes que se comete contra outras pessoas, no caso do homossexualismo ninguém está está fazendo algo que a outra pessoa não queira, é diferente de um estupro por exemplo, onde não há consentimento. Só quem pode arcar com as consequências desse ato são os próprios gays, que ficam mais expostos a doenças como a AIDS, mas não tem sentido nenhum executar pessoas por algo que só faz mal a elas mesmas.

      Excluir
  56. Avalie:
    https://devaneiosliberais.wordpress.com/2019/02/22/os-tres-patronos-catolicos-do-liberalismo-classico-por-f-a-hayek/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Existiram liberais católicos, da mesma forma que havia liberais protestantes, liberais ateus, liberais deístas e liberais de qualquer vertente religiosa, mas os únicos países em que o liberalismo foi implementado como política de Estado foi nos países protestantes. Até os católicos mais tradicionalistas reconhecem este fato, a Igreja Romana nunca foi liberal e sempre condenou o liberalismo em documentos oficiais.

      Excluir
  57. Olá Lucas. Eu gostaria muito de sua ajuda em um assunto. Por que Deus quis que toda a humanidade sofressem as consequências do erro de Adão e Eva, ou seja, já nascessemos pecadores com a possibilidade de ir para o geena? Não é injusto? Ele mesmo não diz em Ezequiel 18 que o filho não pagaria o erro do pai?
    Obrigado e abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lucas, pegando carona na pergunta do amigo, apesar de me considerar cristão, nunca encontrei uma resposta plenamente satisfatória sobre a questão do sofrimento humano, da injustiça, da aparente soberania do mal (talvez só Cristo, na eternidade responderá). O que você tem a me dizer, amigo? Deus lhe ilumine.

      Excluir
    2. Mas nós não herdamos a culpa de Adão e nem o pecado dele. A própria afirmação de que "nós nascemos pecadores" é imprecisa, porque nós não nascemos com pecado efetivo (se fosse assim os bebês iriam todos para o inferno), nós nascemos é com uma "natureza pecaminosa", no sentido de que nossa natureza é inclinada para o pecado (mas não que peque necessariamente a cada momento). A culpa de Adão é de Adão, essa culpa não é transmitida, o que é transmitido é a natureza, da mesma forma que um pai transmite seus genes ao filho, que nasce parecido com ele (inclusive nos defeitos). Mas essa natureza em si não é uma condenação automática ao inferno, senão estaríamos todos condenados a priori, e se este fosse o caso eu concordaria que há injustiça. Temos uma natureza inclinada para o pecado sim, mas também temos o Espírito Santo, temos uma mente racional capaz de pensar, temos um desejo inato em buscar a Deus, não é como se nós já nascêssemos culpados e condenados ao inferno sem mais nem menos (embora alguns realmente pensem assim).

      Excluir
    3. Agora que eu notei que tinha respondido a pergunta de cima mas não a debaixo. Sobre a questão do sofrimento humano, longe de mim achar que tenho todas as respostas, mas recomendo estes artigos onde lido com o tema (na verdade eu tenho um livro inacabado sobre isso, que pretendo um dia retomar a escrita):

      http://www.lucasbanzoli.com/2018/06/teremos-livre-arbitrio-na-eternidade.html

      http://www.lucasbanzoli.com/2018/06/por-que-deus-nao-nos-criou-direto-no.html

      http://ateismorefutado.blogspot.com/2015/12/por-que-deus-permite-os-tsunamis.html

      http://ateismorefutado.blogspot.com/2015/11/por-que-deus-permite-o-mal.html

      http://ateismorefutado.blogspot.com/2015/11/os-desastres-naturais-e-fome-na-africa.html

      http://ocristianismoemfoco.blogspot.com/2014/07/como-explicar-o-mal.html

      Talvez a leitura desses artigos possa clarear alguma coisa (eu espero). Abs!

      Excluir
  58. Eu acho que vou comprar esse livro https://vidanova.com.br/1026-somente-cristo.html vc acha interessante ? Está em pré-venda!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O tema parece interessante, mas eu não posso comentar o que eu não li.

      Excluir
  59. Comente: https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/bbc/2019/02/27/funerarias-processam-pastor-acusado-de-simular-ressurreicao.htm

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu já ri só de ler a manchete. Daí olhei a foto de capa e ri mais ainda. Pelo que eu já li de notícias de pastor charlatão na África, a coisa é bem pior do que aqui, porque aqui eles ainda tentam disfarçar um pouco, lá eles chutam o pau da barraca mesmo, não tão nem aí, o povo acredita em tudo.

      Excluir
  60. É verdade que o papa Leão X realmente disse isso? "quanto nos é útil esta fábula de cristo". Vi vários dizendo que é mentira, pois se tratava na verdade de uma paródia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu nunca vi uma única fonte para essa citação aí. Você acha em um monte de site, e nunca com uma única mísera referência. É uma fraude das mais descaradas que eu já vi.

      Excluir
  61. https://www1.folha.uol.com.br/colunas/clovisrossi/2019/02/bolsonaro-admira-um-assassino-e-ladrao.shtml

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Trágico mesmo. Eu pesquisei um pouco sobre esse sujeito e a ficha corrida dele é bem mais suja do que aparece aí. O cara não era apenas um ditador, era um estuprador e um pedófilo também:

      https://epoca.globo.com/7-fatos-sobre-ditador-e-pedofilo-reiterado-elogiado-por-bolsonaro-23486277

      Eu realmente não sei qual é o feitiche que o Bolsonaro tem com ditadores, já não é o primeiro que ele elogia assim. Quando se trata de um canalha da esquerda (como o Cesare Battisti) ele é bem firme e rigoroso, mas quando se trata de um canalha "de direita" como esse, aí ele afina e até enaltece. É um tipo de comportamento que deveria causar revolta em qualquer conservador.

      Excluir
  62. Lucas como serão as crianças no Reino de Deus? As crianças que morreram, ou até mesmo bebes, tipo eles vão envelhecer ou vão permanecer nesta idade, a mesma coisa com pessoas muito idosas, eles terão pleno vigor mesmo com o corpo de aparência velha ou irão rejuvenescer?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Biblicamente falando não há uma resposta definitiva para isso, é uma questão que a Bíblia deixa em aberto. O que eu penso sobre isso é que as crianças vão crescer até alcançar a estatura dos 33 anos (a idade de Jesus quando morreu, que é também a idade de um adulto), e os idosos não vão "decrescer" com o tempo, mas já vão ressuscitar com a aparência dos 33 anos, porque tecnicamente falando as rugas e marcas da idade são defeitos corporais que não vão existir no corpo glorioso e incorruptível da ressurreição, que por ser incorruptível não pode ter traços do tempo. Mas não me peça para fundamentar isso com textos bíblicos porque a Bíblia não esclarece isso, eu só estou dizendo o que entendo ser o mais lógico.

      Excluir
  63. Eu era ancap, mas Lucas Banzoli me curou.

    ResponderExcluir
  64. Comente a mensagem subliminar na figura desse site: https://nakedpastor.com/when-its-time-to-leave-the-church/ thanks.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu nunca encontro "mensagem subliminar" em imagem nenhuma. Podem me passar umas duzentas imagens subliminares por aí que eu não vou identificar nenhuma, sou péssimo pra isso.

      Excluir
  65. Vc concorda com esse argumento? https://globoplay.globo.com/v/7414317/ ?

    ResponderExcluir
  66. Banzolao e vc acha que os olavetes mais agressivos como Nando Moura e debochados como Bernardo Kuster,que não grita e nem falava palavrão ,mas vive zombando de opositores políticos e religiosos ,achas que eles já tinham esse comportamento antes da conversão olavetica ou esses são frutos de uma lavagem cerebral?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só quem conhecia eles antes da "conversão" à seita olavista pode dar essa resposta, como eu não conheço não posso dizer, mas conheço outras pessoas que eram normais antes de conhecer o Olavo e que depois ficaram tão viciadas nele que passaram até a fumar igual ele, e a tentar copiar o seu vocabulário, imitando o seu estilo e tudo mais (ficava uma coisa brega e tosca, bem pior do que o original). Geralmente quando alguém sofre muita lavagem cerebral de um "ídolo" tende a copiar as características dele, por isso não me admira que o comportamento padrão dos olavetes seja essa histeria coletiva e essa irracionalidade que a gente vê por aí, mas muitos já vieram estragados de fábrica, nem todos foram estragados pelo Olavo (embora ele com certeza gostaria de ter essa honra).

      Excluir
  67. Lucas em Apocalipse 19 podemos ver santos, apóstolos e profetas sendo chamados a se alegrar com a queda de Babilônia.

    Se já estão mortos e não tem alma então não sabem o que acontece na terra, não é? Mas aqui eles são informados de algo que acontece na terra, queda de Babilônia, e devem se alegrar com isso!!!!!!

    Onde eles estão? Quem são estes profetas e apóstolos?

    Os católicos estão fazendo uma festança usando a passagem dizendo pelos quatro cantos do universo que os santos estão no céu intercedendo pelos vivos !!!!!!

    E agora José?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Será que eles já decretaram a intercessão de seres aquáticos baseados neste mesmo livro?

      "Depois ouvi TODAS AS CRIATURAS existentes no céu, na terra, debaixo da terra E NO MAR, e tudo o que neles há, que diziam: Àquele que está assentado no trono e ao Cordeiro sejam o louvor, a honra, a glória e o poder, para todo o sempre!" (Apocalipse 5:13)

      Já podemos até canonizar os tubarões e as orcas, olha eles aí louvando a Deus!!!

      Essa gente que toma tudo ao pé da letra em um livro como o Apocalipse merecia umas palmadas bem dadas no bumbum e ficar de castigo no recreio.

      Excluir
  68. Se devemos obedecer as autoridades cegamente,não veriamos ver os profetas exortando as autoridades politicas (reis,principes,conselheiros e ate nação Jerusalém e etc)e o corpo religioso(sumo sacedote,sacerdotes,filhos de sacerdotes,profetas,profetizas e etc)

    ResponderExcluir
  69. Massa demais:

    https://www.youtube.com/watch?v=YeCMbVBQox8

    ResponderExcluir
  70. Vou ter que fechar a caixa de comentários daqui porque já vai ultrapassar os 200 comments quando eu responder os que ainda faltam. Quem quiser postar um novo comentário, pode fazer no artigo mais recente (que vou postar daqui a pouco).

    ResponderExcluir